O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


'Se você é conservador, você não tem chance': Insider jornalista gamer fala de 'panelinha' que controla indústria como domínio privado

scharlie

Bam-bam-bam
Mensagens
4.492
Reações
14.807
Pontos
303
RT.com disse:
‘If you are conservative, you have no chance’: Games journalism insider outs ‘clique’ that runs industry like private domain

19 Feb, 2020 16:21 / Updated 3 hours ago


© GettyImages / Tim Robberts

By Sophia Narwitz, a writer and journalist from the US. Outside of her work on RT, she is a primary writer for Colin Moriarty's Side Quest content, and she manages her own YouTube channel.

An influential figure from a leading gaming website says that a clique of like-minded media figures are colluding to prevent right-leaning journalists and developers from having a voice in the industry.

“If you were openly a conservative and tried to apply to any of the mainstream outlets that are on the coasts, I don’t think you’d have a chance in hell of getting in,” says the senior source, who wishes to remain anonymous for fear of repercussions.

“There’s a lot of us that probably think there’s a clique, well, that know there’s a clique,” they say.

The “clique” is composed of journalists from well-known gaming and tech websites: among them Kotaku, Polygon, Vice, Ars Technica, GameDaily, Gamespot, Eurogamer and loads more.
“People won’t write something, or we won’t say anything on Twitter or whatever because you spew one wrong opinion and you’re asking for trouble,” says the source, who has admitted keeping their own opinions private to avoid sanction.

“Unless you don’t care about potential opportunities within the industry, a lot of people just don’t say what they’re actually thinking.”

Politics over integrity

The dominance has directly impacted the integrity of the journalism at the publications run by the clique members.

In one example, which was described to me in detail that I have obscured to protect my source, staff members were discussing coverage of a controversial figure who’d been wrongly punished by a gaming organization.

Several members of the site objected, saying that the figure did not deserve fair coverage because they are not a good person.

Their crime? Being openly right-wing.

My source continues: “They don’t want to cover things because they don’t like somebody, and that’s not how you do journalism. That’s blogging.”

Hypocrisy in action

The clique’s power has insulated it from criticism, allowing them to get away with many of the offenses they punish others for.

To cite examples: Danny O’Dwyer, formerly of Gamespot, used to drop N-bombs on Twitter. Patrick Klepek from Vice has a history with rape jokes. Laura K Dale, formally of Kotaku, once slandered a comedian only to admit she made the event up. And Jed Whittaker made an entire video where he laughs about rape and also drops N-bombs.

All while devs such as the team behind ‘Ion Fury’ are called “homophobic” in hit pieces because of a pun in their game.

My source believes that the shaming tactics the clique deploys are not just about a hypocritical self-righteousness, but clicks.

"It’s all audience-building tactics. Look at how much people talk about those controversy articles on social media. They know exactly what they’re doing because it works. You sow the dissent, people engage with it, and voila, you got thousands of visitors.”

Hounding Holowka

My source is particularly outraged over the clique’s duplicity when it comes to mental health.

On the one hand, mainstream games journalists will talk up its importance in the industry and within games themselves, or even set up mental health initiatives. In the next instance, they will destroy the public lives of potentially vulnerable individuals for the most minor transgressions.

“People forget how dangerous it is for people with fragile mental health to be dogpiled by potentially thousands of people on Twitter,” they tell me.

My source, who does not consider themselves a conservative – closet or otherwise – says that “people have confused journalism for activism.”

The most notorious recent instance they discussed was the suicide of developer Alec Holowka last year, following accusations of sexual abuse by feminist campaigner Zoe Quinn.


Clockwise, from top left: Jason Schreier, Patrick Klepek, Zoe Quinn, Heather Alexandra, Mike Futter © GettyImages / John Lamparski / social media

My source was concerned by the witch-hunting atmosphere that made even questioning them impossible, at least until after the subject of accusations was dead.

“If somebody actually wants to see evidence that someone was sexually assaulted, you’re immediately thrown under the bus for just wanting to hear both sides of the story, and that you don’t support victims, even though that absolutely is not true,” they say.

“You can’t get the full story from one side all the time.”

The source believes that the journalists disregarded their fundamental duties, turning into political activists instead.

Developmental hardship

The source confirmed that the self-censorship – described as “walking on eggshells” – extends beyond journalists.

Its members will often perform Twitter deep dives to extract “problematic” statements, which are then used to imperil careers of game developers who do not have the finances or reputation to defend themselves.

A notable example is ‘The Last Night’ developer Tim Soret, who was demonized in 2017 for saying he was “against feminism” and “for egalitarianism” and supporting Gamergate in years-old tweets.

“They [game developers] are just as sick of the clickbait and out of context quotes as everybody else,” my source reveals.

They say they have been told this in person, and says that this has sown mistrust between the media and game creators.

“A lot of times they [game developers] feel spoken for, from the press, and that’s not what they’re actually thinking,” they say.

“They can’t be open and honest about their actual opinions without something being ripped from them and spun in a way that is negative towards them if they’re not on the same page with everybody else.”

This tallies with my own exchanges with sources from Arkane Studios in 2018, who said that they had to conceal their beliefs while “progressive” members of the team made proud declarations such as “the world would be better off without white men.” The situation led to unresolved tensions within the team.

Will a rebellion rise up?

The existence of a clique probably won’t be surprising to those who follow the industry closely.

In 2014, the leaking of an email chain called Game Journos Pros alerted the public to a behind-the-scenes power structure where the medium’s most influential voices were dictating coverage.

Jump to present day, and it appears the insider communication channels have not just been rebuilt, but made stronger.

Behind the scenes, other writers are aware of what’s happening, but they’re afraid to speak up.

“I think you’d be surprised by how many writers can’t stand the clique in this space. Most won’t say anything because they need the work, ya know?”

They’d also add: “Sounds cowardly, but there’s definitely a lot of fear in this space that people will get cancelled for speaking out against a lot of what’s going on.”

Perhaps in time more will be brave enough to speak out about the suffocating conformity, or even to publish contrary views, but for the moment it’s about bending the knee to the clique – or else.

How the balance shifted entirely in one direction and entirely to one group is due to “just numbers” as my source would say. “They control the messaging, they have the influence, and paint themselves as these moral grandstanders, and anyone that’s not in line with that, are pushed out to carve their own niche.”

Think your friends would be interested? Share this story!
Fonte: https://www.rt.com/news/481220-games-journalism-clique-industry/

EDIT:

  • Pretendo fazer um resumo em português em breve.
  • Eu iria postar na pasta Política, mas acabei postando na pasta Consoles. De qualquer forma, não tenho certeza qual seria a área mais apropriada. Se algum moderador quiser mudar o tópico de local, vou entender a decisão.
EDIT 2:

Resumo:

  • Um jornalista influente de um importante site de games diz que uma panelinha está conspirando para impedir que jornalistas e desenvolvedores conservadores tenham uma voz na indústria.
  • A "panelinha" é composta por jornalistas de sites como Kotaku, Polygon, Vice, Ars Technica, GameDaily, GameSpot, Eurogamer, entre outros.
  • Alguns membros da panelinha cometem ofensas e escapam de serem punidos por isso. Por exemplo, um jornalista escrevia o n-word no twitter, outro fazia piadas sobre estupro.
  • Os membros da panelinha falam muito sobre saúde mental, mas já destruíram vidas de indivíduos por pequenas transgressões. No caso de acusações de abuso sexual, geralmente eles estão sempre a favor da mulher e não querem saber dos dois lados da história. Alec Holowka cometeu suicídio depois de ser acusado de abuso sexual por Zoe Quinn
  • Existe uma tensão entre desenvolvedores e jornalistas. Alguns desenvolvedores estão incomodados com clickbaits e citações fora de contexto, e costumam esconder ou disfarçar aquilo que realmente acreditam.
  • Muitos escritores não suportam a "panelinha", mas não querem dizer nada por medo de serem cancelados ou de perderem o emprego.
 
Ultima Edição:




scharlie

Bam-bam-bam
Mensagens
4.492
Reações
14.807
Pontos
303
Resumo:

  • Um jornalista influente de um importante site de games diz que uma panelinha está conspirando para impedir que jornalistas e desenvolvedores conservadores tenham uma voz na indústria.
  • A "panelinha" é composta por jornalistas de sites como Kotaku, Polygon, Vice, Ars Technica, GameDaily, GameSpot, Eurogamer, entre outros.
  • Alguns membros da panelinha cometem ofensas e escapam de serem punidos por isso. Por exemplo, um jornalista escrevia o n-word no twitter, outro fazia piadas sobre estupro.
  • Os membros da panelinha falam muito sobre saúde mental, mas já destruíram vidas de indivíduos por pequenas transgressões. No caso de acusações de abuso sexual, geralmente eles estão sempre a favor da mulher e não querem saber dos dois lados da história. Alec Holowka cometeu suicídio depois de ser acusado de abuso sexual por Zoe Quinn
  • Existe uma tensão entre desenvolvedores e jornalistas. Alguns desenvolvedores estão incomodados com clickbaits e citações fora de contexto, e costumam esconder ou disfarçar aquilo que realmente acreditam.
  • Muitos escritores não suportam a "panelinha", mas não querem dizer nada por medo de serem cancelados ou de perderem o emprego.
---

Moderação, peço desculpas por minha falta de atenção. Obrigado por transferir o tópico para a pasta Política.
 

Cafetão Chinês

Bam-bam-bam
Mensagens
6.807
Reações
35.196
Pontos
353
Nem ligo, e digo mais, acho é pouco.
Impressionante a tua falta de empatia.

Isso vai bem além de seguir ideologia A ou B. Tem pessoas tendo a vida e reputação literalmente destruída por falsas acusações dessa galera ou pequenas transgressões.

Depois quando falamos no meme NPC e coisas do tipo que desumanizam pessoas de esquerda, ficam de papinho.
 

scharlie

Bam-bam-bam
Mensagens
4.492
Reações
14.807
Pontos
303
Jason Schreier (Kotaku, um dos sites citados como parte da "panelinha") disse no Twitter que o artigo é uma teoria conspiratória. Alguns usuários responderam a ele e foram bloqueados.





 

Guy_Debord

Bam-bam-bam
Mensagens
2.414
Reações
2.401
Pontos
278
Impressionante a tua falta de empatia.

Isso vai bem além de seguir ideologia A ou B. Tem pessoas tendo a vida e reputação literalmente destruída por falsas acusações dessa galera ou pequenas transgressões.

Depois quando falamos no meme NPC e coisas do tipo que desumanizam pessoas de esquerda, ficam de papinho.
Que dó gente vou chorar tadinho dos conservadores perdendo plataforma pra falar bobeira meldels me ajuda:kcry
 

Link_1998

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.994
Reações
17.551
Pontos
649
Hoje em dia a pior fonte de informação é jornalismo profissional, no Brasil, no mundo, sobre games, sobre tudo.

É preciso fazer acareação de informações de diversas fontes, abstrair viés nas opiniões etc.

É a era da informação, e justamente agora é a época de informações menos confiáveis.
 

Monogo

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.580
Reações
45.359
Pontos
579
A mídia gamer tá contaminada fazem anos.

Qualquer um 2 neurônios sabe que se quiser ver alguma notícia ou Review de algum game, até youtubers andam mais confiáveis.
 

RJBADBOY01

Bam-bam-bam
Mensagens
9.335
Reações
4.835
Pontos
484
Que criem seu espaço ué,vomitam preconceito sobre outros grupos usando a bandeira do conservadorismo e agora tão chorando que não tem espaço? Não tenho pena não.
 

Hiperbrain

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.446
Reações
43.778
Pontos
634
Nem ligo, e digo mais, acho é pouco.
Que dó gente vou chorar tadinho dos conservadores perdendo plataforma pra falar bobeira meldels me ajuda:kcry
Vejam, liberais, isentões e assemelhados..

É por isso que digo que não há meio termo.

Ou você luta por uma igualdade doentia imposta de cima para baixo. [esquerda]

Ou você luta pela liberdade individual imposta de baixo para cima. [direita]

Ou você é um coletivista autoritário e arrogante que limita a individualidade de todos em nome de uma ideia de "justiça" [esquerda]

Ou você é um liberal que defende a liberdade para que cada pessoa desenvolva as suas potencialidades individuais, permitindo diferenciação estética, intelectual e qualitativa [direita]

Ou você se insere nos grupos autoritários de poder estatal e financeiro com a missão primordial de limitar, atacar e desrespeitar as identidades culturais das pessoas [esquerda]

Ou você se insere nas classes populares de preservação da família e da propriedade privada com a missão primordial de sobreviver, preservar e transmitir os valores e as identidades culturais das pessoas [direita]

Ass.: um conservador.
 

Guy_Debord

Bam-bam-bam
Mensagens
2.414
Reações
2.401
Pontos
278
Vejam, liberais, isentões e assemelhados..

É por isso que digo que não há meio termo.

Ou você luta por uma igualdade doentia imposta de cima para baixo. [esquerda]

Ou você luta pela individualidade imposta de baixo para cima. [direita]

Ou você é um coletivista autoritário e arrogante que limita a individualidade de todos em nome de uma ideia de "justiça" [esquerda]

Ou você é um liberal que defende a liberdade para que cada pessoa desenvolva as suas potencialidades individuais, permitindo diferenciação estética, intelectual e qualitativa [direita]

Ou você se insere nos grupos autoritários de poder estatal e financeiro com a missão primordial de limitar, atacar e desrespeitar as identidades culturais das pessoas [esquerda]

Ou você se insere nas classes populares de preservação da família e da propriedade com a missão primordial de sobreviver, preservar e transmitir os valores e as identidades culturais das pessoas [direita]

Ass.: um conservador.
Resumindo:
Ou você é do mal (esquerda)
Ou você é do bem (direita)

Sem contar que atacar e desrespeitar as identidades culturais é coisa que o capitalismo melhor faz, tem até música com clipe pra vc aqui:


Liberdade e potencialidade individual são coisas capadas pelo mercado, snedo seu poder aquisitivo relativo ao tanto de liberdade que você vai possuir e realização que poderá ser realizada; diferenciação estética, intelectual e qualitativa é o oposto do processo de massificação industrial tanto da arte, cultura ou bens de consumo mesmo.

Imagino o drama que deve ser viver nessa confusão ai que você faz :klolzNão é a toa que acreditam em "globalistas" e essas porras todas...
 

Guy_Debord

Bam-bam-bam
Mensagens
2.414
Reações
2.401
Pontos
278
A premissa já é errada e desonesta.

NÃO.
NÃO?

SIM. E OUSO DIZER MAIS: SIM.

Esqueci de dizer no post original que diferente do mercado, o choro no caso é realmente livre. Chora bastante que não tem mais volta pra vcs. :klolz Errado e desonesto é seu primeiro post de bem X mal, e essa resposta sua ai pra fechar com chave de ouro. Tá vendo? Por isso que tem que censurar conservador... Se deixar vcs falarem olha o que acontece! Pensa comigo cara, seria melhor pra vcs mesmo.
 

Hiperbrain

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.446
Reações
43.778
Pontos
634
NÃO?

SIM. E OUSO DIZER MAIS: SIM.

Esqueci de dizer no post original que diferente do mercado, o choro no caso é realmente livre. Chora bastante que não tem mais volta pra vcs. :klolz Errado e desonesto é seu primeiro post de bem X mal, e essa resposta sua ai pra fechar com chave de ouro. Tá vendo? Por isso que tem que censurar conservador... Se deixar vcs falarem olha o que acontece! Pensa comigo cara, seria melhor pra vcs mesmo.
Começa que vermelhinho querendo falar de "mercado" já é uma contradição em termos.

Termina que vocês não refutam nada. Objetivamente NADA.

Montam em cima do poder estatal e midiático que possuem e ainda tripudiam. Fazem o que fazem a aparelham tudo JUSTAMENTE porque a Direita permitiu.

Não há comparação possível entre as duas coisas.
 

DEFCON

Bam-bam-bam
Mensagens
4.687
Reações
2.218
Pontos
379
O mercado gamer, muito em especial o ocidental, está puro lixo a 1 década praticamente... O maior exemplo disso foi o " Gamergate " anos atrás...

De resto, até sindicato esses merdas querem fazer...


...Feminista dando pitaco em tudo e fazendo chilique na internet...


...desenvolvedores lacrando a rodo (o bicha louca do MK X é piada em forma de gente, Ed Boon se controlando nas entrevistas pra não rir)...





...a mídia/"jornalismo" gamer hora está pateticamente militante...



hora está completamente tá sanguinária...



...e conferências absurdamente dementes.



...além das grandes terem que "entrar no barco" com medo de serem taxados de misóginos e supostamente perderem $.






Ah..... mas tem os reviews dos jogos pra salvar!


Na moral? Ver essa merda ideológica toda enche - pura demência. Sem falar que estão todos emparelhados por vermelhos: fizeram isso com filmes de capeshit, com desenhos animados, documentários. Videogames estão sendo contaminados por esse lixo desde 2010.

Não é a toa que estou já mais de 2 anos sem comprar nada. Quem perde é o mercado (e olha que eu gastava pra caralho...).

Que criem seu espaço ué, vomitam preconceito sobre outros grupos usando a bandeira do conservadorismo e agora tão chorando que não tem espaço? Não tenho pena não.


Weak bait.
Try harder.


Impressionante a tua falta de empatia. Isso vai bem além de seguir ideologia A ou B. Tem pessoas tendo a vida e reputação literalmente destruída por falsas acusações dessa galera ou pequenas transgressões. Depois quando falamos no meme NPC e coisas do tipo que desumanizam pessoas de esquerda, ficam de papinho.
Não dê platéia pra palhaço.

Fik dik.
 
Ultima Edição:

Yapathi

Bam-bam-bam
Mensagens
2.287
Reações
9.942
Pontos
303
Fonte: https://www.rt.com/news/481220-games-journalism-clique-industry/

EDIT:

  • Pretendo fazer um resumo em português em breve.
  • Eu iria postar na pasta Política, mas acabei postando na pasta Consoles. De qualquer forma, não tenho certeza qual seria a área mais apropriada. Se algum moderador quiser mudar o tópico de local, vou entender a decisão.
EDIT 2:

Resumo:

  • Um jornalista influente de um importante site de games diz que uma panelinha está conspirando para impedir que jornalistas e desenvolvedores conservadores tenham uma voz na indústria.
  • A "panelinha" é composta por jornalistas de sites como Kotaku, Polygon, Vice, Ars Technica, GameDaily, GameSpot, Eurogamer, entre outros.
  • Alguns membros da panelinha cometem ofensas e escapam de serem punidos por isso. Por exemplo, um jornalista escrevia o n-word no twitter, outro fazia piadas sobre estupro.
  • Os membros da panelinha falam muito sobre saúde mental, mas já destruíram vidas de indivíduos por pequenas transgressões. No caso de acusações de abuso sexual, geralmente eles estão sempre a favor da mulher e não querem saber dos dois lados da história. Alec Holowka cometeu suicídio depois de ser acusado de abuso sexual por Zoe Quinn
  • Existe uma tensão entre desenvolvedores e jornalistas. Alguns desenvolvedores estão incomodados com clickbaits e citações fora de contexto, e costumam esconder ou disfarçar aquilo que realmente acreditam.
  • Muitos escritores não suportam a "panelinha", mas não querem dizer nada por medo de serem cancelados ou de perderem o emprego.
Alguém esperava algo diferente?

O mercado foi “profissionalizado”. O antigo blogger de games que eram apaixonados por jogos foi aos poucos dando lugar para jornalistas e gente formada em marketing dentro de empresas de mídia, todos com a cabeça bem contaminada por ideologia.

Resultado? O esgoto que vemos no The Verge, Polygon, Ars, Kotaku e outras porras na mídia “”””””gamer”””””” americana.

Já laguei de frequentar essas bostas faz tempo.
 

Guy_Debord

Bam-bam-bam
Mensagens
2.414
Reações
2.401
Pontos
278
A indústria de jogos e os globalistas só estão seguindo a cartilha:

106745

Adoro esses tópicos pra direitista ficar chorando, é o melhor dessa pasta :klolz

Prossigam, por favor.
 

nEstle

Bam-bam-bam
Mensagens
1.259
Reações
6.309
Pontos
303
Advogado que tem um canal que lida com os aspectos legais dos jogos, sendo muito bem referenciado pelo canal Easy Allies, confirmando que publicações o aconselharam a nem interagir com o Colin Moriarty apenas por ele ser conservador. E após o fazer, foi para lista negra de algumas publicações.

 

Ba'gan

Veterano
Mensagens
587
Reações
1.362
Pontos
148
Ain eu não gosto de esquerdista, eles tem tudo de se foder. (Forum Outer Space)
Ain eu não gosto de conservador, eles tem tudo de se foder. (Galerinha lacradora)

Qual a diferença aqui?


Vocês estão reclamando de algo que fazem todos os dias apokspakspaoksapokposka
 
Topo