O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Texto III - Quem são as minorias?

Grose

Bam-bam-bam
Mensagens
8.029
Reações
12.442
Pontos
459
Muitos ficam confusos com as minorias, acreditam que são pessoas que se unem em grupos pequenos por mero capricho, exigem coisas descabidas e atrapalham o funcionamento normal da sociedade tradicional. Pensamento equivocado, limitado, retrógrado e bastante preconceituoso.

Primeiro, as minorias são grupos de pessoas que não são representadas como a maioria, não é uma questão numérica, até porque negros são a maioria, assim como as mulheres, é uma questão de compatibilidade, assim como a maioria acha injusto eles terem o foco e é nesse movimento de lhes dar espaço que gera o preconceito, por tratá-los como diferentes, eles também pensam que merecem ser tratados melhores do que são, para resolver este impasse não é uma questão de violência, é um acordo que este sentimento de insegurança não deve nos afastar mas nos unir, devemos aprender a nos aceitar e assim cada um terá o seu espaço, onde poderemos viver na relação mais harmônica possível.

Conflitos podem nos servir para observar que existe um ou mais problemas a serem corrigidos, se existe alguém que nos causa mal-estar, devemos pensar sobre isso e perceber qual é a causa, na maioria das vezes é algo conosco, não conseguimos nos perceber num mundo de diferenças, achando que o diferente está tomando o nosso espaço, sendo que ele só vem a somar, quando é concedido um direito para minorias não é retirado um direito da maioria, eles caminham juntos. Existe, por exemplo, muitos homossexuais reprimidos em relacionamentos convencionais, muitos destes odeiam os direitos homossexuais, entretanto, se este vir a se assumir terá direitos assegurados, portanto, ele só pensa não possuir este direito por não querer ou não caber nele, mas não perde nada, apenas ganha se decidir viver a própria vida declarando-se sentir o que sente verdadeiramente.

Outro ponto falho é achar que aqueles que se julgam ou cabe em minorias o faz por capricho. Vamos ao negro, por exemplo, ele tem como mudar isso? O cego deve fingir que enxerga? As mulheres devem todas mudar de sexo? Os milhões de pobres só são assim por falta de vontade de trabalhar, sendo que nem os melhores formandos conseguem se enquadrar no mundo do trabalho ao redor do globo? Mais uma vez algo que falei nos três textos, nada é simples, a única razoabilidade é aprendermos a conviver com as diferenças, porque cada um representa uma unidade, ninguém é igual, mesmo que pareça fisicamente, devemos proteger quantos diferentes de nós existam, não escolhemos ser como nós somos, podemos tentar ser o que queremos, isso é certo, agora, nem todos chegarão lá, é um trabalho árduo que envolve mais que apenas força de vontade, tanto que milhares de incompetentes chegam longe sem muito esforço, isto é justo? Depende, é preciso analisar a variável com calma, geralmente os mais adaptados e sortudos conseguem as coisas desta forma, não é uma questão inteiramente de capacidade, merecimento e inteligência.

Eu pretendia falar sobre imigrantes neste texto mas deixarei para fazê-lo num texto exclusivo, é preciso considerar e abordar outros aspectos que deixariam este muito comprido. Aguardem.

E o filme de hoje é para testar a homofobia, Brokeback Mountain é uma sútil história de um relacionamento homossexual, mostrando as dificuldades e o que isto pode envolver. O filme é de 2005, retratado em 1963 mas continua bastante atual. Outro bem fácil de encontrar na internet.
https://filmow.com/o-segredo-de-brokeback-mountain-t5803/
 


Kamui Senketsu

Bam-bam-bam
Mensagens
3.331
Reações
13.775
Pontos
303
Grupos são apenas categorias estatisticamente manipuláveis
A menor minoria é o indivíduo. O que se deve garantir são os direitos individuais independente dos grupos.
 

Spoler

Ser evoluído
Mensagens
52
Reações
78
Pontos
28
Quando se fala em minorias hoje é sempre minoria política e essas são sempre usadas como massa de manobra. O problema não são elas mas o ganho político que querem fazer com elas. É até o que homossexuais como o Clodovil foi dizem: o problema não é o sujeito ser gay, o problema é a agenda gayzista. São coisas distintas.
 

JmB!

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.944
Reações
11.260
Pontos
684
Grupos são apenas categorias estatisticamente manipuláveis
A menor minoria é o indivíduo. O que se deve garantir são os direitos individuais independente dos grupos.
Este é um argumento muito mais racional.

O único fato de se garantir os direitos individuais, já faz com que qualquer indivíduo (independente "da classificação") seja respeitado.

T+
 

Dig Joy

Vem brincar comigo!
VIP
Mensagens
9.079
Reações
23.272
Pontos
353
No âmbito atual são pessoas que querem mais direitos que deveres.
Lutam por segregação.


Grupos são apenas categorias estatisticamente manipuláveis
A menor minoria é o indivíduo. O que se deve garantir são os direitos individuais independente dos grupos.
 

Preg

Prodígio da preguiça
VIP
Mensagens
3.125
Reações
8.191
Pontos
303
Grupos são apenas categorias estatisticamente manipuláveis
A menor minoria é o indivíduo. O que se deve garantir são os direitos individuais independente dos grupos.
Exatamente isso. Eu poderia ser uma minoria por ser piauiense com mais de dois metros e filho de alemão ou ser a maioria por ser branco e hétero.


Abçs.
 


Beren_

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.539
Reações
29.290
Pontos
553
Como alguem pode alegar as "minorias" - sim com aspas - (pobres, negros, mulheres, etc) se estes foram em geral os mais prejudicados com os governos do PT e serão novamente se o plano de governo do Lula for adiante?
Pobre quer sair da pobreza, quer "dignidade", qual forma mais digna de sair da pobreza do que trabalhando? E o PT acabou com o trabalho.
Como "minorias" teriam voz se PT fala que vai censurar a imprensa?
Como homossexuais vão ter vidas boas, sem trabalho, sem perspectiva. E num estado socialista que declaramente sempre foi contra o homossexualismo.

Sério é não ter noção nenhuma do que fala.
 

Dark Texugo

Bam-bam-bam
Mensagens
2.822
Reações
3.592
Pontos
303
Muitos ficam confusos com as minorias, acreditam que são pessoas que se unem em grupos pequenos por mero capricho, exigem coisas descabidas e atrapalham o funcionamento normal da sociedade tradicional. Pensamento equivocado, limitado, retrógrado e bastante preconceituoso.

Primeiro, as minorias são grupos de pessoas que não são representadas como a maioria, não é uma questão numérica, até porque negros são a maioria, assim como as mulheres, é uma questão de compatibilidade, assim como a maioria acha injusto eles terem o foco e é nesse movimento de lhes dar espaço que gera o preconceito, por tratá-los como diferentes, eles também pensam que merecem ser tratados melhores do que são, para resolver este impasse não é uma questão de violência, é um acordo que este sentimento de insegurança não deve nos afastar mas nos unir, devemos aprender a nos aceitar e assim cada um terá o seu espaço, onde poderemos viver na relação mais harmônica possível.

Conflitos podem nos servir para observar que existe um ou mais problemas a serem corrigidos, se existe alguém que nos causa mal-estar, devemos pensar sobre isso e perceber qual é a causa, na maioria das vezes é algo conosco, não conseguimos nos perceber num mundo de diferenças, achando que o diferente está tomando o nosso espaço, sendo que ele só vem a somar, quando é concedido um direito para minorias não é retirado um direito da maioria, eles caminham juntos. Existe, por exemplo, muitos homossexuais reprimidos em relacionamentos convencionais, muitos destes odeiam os direitos homossexuais, entretanto, se este vir a se assumir terá direitos assegurados, portanto, ele só pensa não possuir este direito por não querer ou não caber nele, mas não perde nada, apenas ganha se decidir viver a própria vida declarando-se sentir o que sente verdadeiramente.

Outro ponto falho é achar que aqueles que se julgam ou cabe em minorias o faz por capricho. Vamos ao negro, por exemplo, ele tem como mudar isso? O cego deve fingir que enxerga? As mulheres devem todas mudar de sexo? Os milhões de pobres só são assim por falta de vontade de trabalhar, sendo que nem os melhores formandos conseguem se enquadrar no mundo do trabalho ao redor do globo? Mais uma vez algo que falei nos três textos, nada é simples, a única razoabilidade é aprendermos a conviver com as diferenças, porque cada um representa uma unidade, ninguém é igual, mesmo que pareça fisicamente, devemos proteger quantos diferentes de nós existam, não escolhemos ser como nós somos, podemos tentar ser o que queremos, isso é certo, agora, nem todos chegarão lá, é um trabalho árduo que envolve mais que apenas força de vontade, tanto que milhares de incompetentes chegam longe sem muito esforço, isto é justo? Depende, é preciso analisar a variável com calma, geralmente os mais adaptados e sortudos conseguem as coisas desta forma, não é uma questão inteiramente de capacidade, merecimento e inteligência.

Eu pretendia falar sobre imigrantes neste texto mas deixarei para fazê-lo num texto exclusivo, é preciso considerar e abordar outros aspectos que deixariam este muito comprido. Aguardem.

E o filme de hoje é para testar a homofobia, Brokeback Mountain é uma sútil história de um relacionamento homossexual, mostrando as dificuldades e o que isto pode envolver. O filme é de 2005, retratado em 1963 mas continua bastante atual. Outro bem fácil de encontrar na internet.
https://filmow.com/o-segredo-de-brokeback-mountain-t5803/
Parabéns pelos belos textos que tem deixado por aqui. Extremamente racionais e acima de tudo, demonstram grande humanidade de sua parte.
Me surpreendi com esse lampejo de luz nessa pasta.

O filme "A Onda" eu já assisti, e achei excelente, apesar de triste. O Brokeback eu deixei passar, esqueci dele completamente, mas obrigado por lembrar e agora vou correr atrás.
Um grande abraço.
 

Grose

Bam-bam-bam
Mensagens
8.029
Reações
12.442
Pontos
459
Parabéns pelos belos textos que tem deixado por aqui. Extremamente racionais e acima de tudo, demonstram grande humanidade de sua parte.
Me surpreendi com esse lampejo de luz nessa pasta.

O filme "A Onda" eu já assisti, e achei excelente, apesar de triste. O Brokeback eu deixei passar, esqueci dele completamente, mas obrigado por lembrar e agora vou correr atrás.
Um grande abraço.
De nada, fico feliz em poder ajudar, apesar de me posicionar contra o Bolsonaro tenho certeza que existe muita humanidade entre os eleitores dele, muitos o seguem não por quererem ver morte, repressão e destruição, existem inúmeros motivos para acreditarmos nas coisas, só não tinha certeza que estes desvios estavam tão acentuados.

De toda forma, que cada um faça a sua escolha, depois conviva com ela e lute contra se for preciso, espero que não sejam como muitos que eximem da responsabilidade esperando que os opositores os salvem, como também já ocorreu diversas vezes historicamente.

Engraçado que, estava lembrando, existe uma abordagem em HQs tradicionais que os super-heróis são por vezes considerados os vilões, talvez seja uma sina das sociedades. hahaha

Vou aproveitar a postagem para dizer que, terei que sair a tarde, mas pela noite pretendo responder as postagens dos outros tópicos, não estou abandonando a empreitada.
 

Katsura_chan

Bam-bam-bam
Mensagens
2.030
Reações
4.032
Pontos
303
Negros não são maioria. Pardos são maioria. A esquerda inventou que negros são maioria para africanizar o Brasil e vitimizar os negros. Dentre os pardos têm os caboclos. Esquerdismo é doença
 

Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.845
Reações
72.427
Pontos
553
Minorias é um outro conceito complicado, acho que entendi a intenção do OP, mas novamente discordo da definição dele.

Minorias são grupos minoritários dentro de uma dada população. Podem ser etnicamente minoritários, culturalmente minoritários, socialmente minoritários ou economicamente minoritários.

Um cristão no Oriente Médio é uma minoria, mesmo que seja a maior religião do mundo, assim como um islâmico é minoria na América Latina, mesmo sendo a segunda religião no mundo.

Da mesma forma, um esquerdista na OS é minoria, um bilionário é minoria no Brasil, um religioso é minoria numa Universidade Federal de Humanas e por aí vai.

Algumas minorias podem ser tanto privilegiadas quanto prejudicadas. Lemos todos os dias relatos de cristãos sendo brutalizados e tratados como cidadãos de segunda linha em países islâmicos (até mesmo com a morte de um cristão sendo menos importante que a de um islmaico e até mesmo ignorada pela lei).

Claro, não podemos deixar de falar de gays, a minoria mais perseguida na América Latina, enquanto em alguns países (ou regiões desses países) eles podem criar uniões estáveis similares em direitos ao casamento, enquanto em outras podem ser (e são) agredidos por simplesmente existirem.

Curiosamente é no ocidente que minorias mais tem seus direitos mais protegidos e respeitados, apesar de estarmos muito longe da equidade prevista em lei.

Ainda temos muito a avançar neste sentido, de dar direitos e deveres iguais a todos os cidadãos que fazem parte da nossa população, minorias religiosas como umbandistas são vítimas da intolerância religiosa, gays são vítimas da intolerância sexual, pessoas com visões culturais são vitimas de intolerância comportamental...

Imagine que você goste de videogames e seja tratado como diferente, infantil ou menos digno de exercer seu direito que outro "normal". É o que muitas minorias podem sofrer.

Existe ainda uma segunda classe de minorias, de classificação política, que discordo muito de serem classificados como minorias, os ideólogos criaram uma espécie de classificação de poder (político, econômico) para poder classificar maiorias como minorias, que é dizer que mulheres (51% da população) e negros e pardos (55% da população) são minoria.

Mas, para efeitos de aceitação, a imensa maioria da classe política os enxerga como tais, porque apesar de numericamente superiores eles na teoria são econômica e politicamente inferiores.

Bom, fica aí minha contribuição.
 
Mensagens
1.077
Reações
2.676
Pontos
283
Grupos são apenas categorias estatisticamente manipuláveis
A menor minoria é o indivíduo. O que se deve garantir são os direitos individuais independente dos grupos.
Este é um argumento muito mais racional.

O único fato de se garantir os direitos individuais, já faz com que qualquer indivíduo (independente "da classificação") seja respeitado.

T+
Perfeitas palavras, a única minoria que eu vejo, são os indivíduos, que tem os seus direitos naturais ( propriedade privada, livre expressão, auto defesa e etc.. ) sendo castrados e abolidos pela ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA coercitiva e monopolista chamado ESTADO, esse sim e o câncer a ser expurgado , pois graças a ele que temos toda essa polarização escrota e irracional que vemos hoje, com merdas de politicamente correto em alta, censurado tudo e todos que não seguem a cartilha do vitimismo.

No dia em que as pessoas pararem de idolatrar políticos ( que por conseqüência são o Estado ) e pasarem a adotar a liberdade, logo não teremos mais esses grupos de "minorias sem representação", pois em uma sociedade livre desse câncer chamado estado, TODOS teremos voz e poder de mudança ( totalmente diferente desse LIXO inútil chamado democracia ) e não dependeremos de leis estatais para isso.

Liberdade deveria ser algo desejado por todo ser humano, afinal de nada adianta ter dinheiro, poder, saúde e etc sem liberdade, pois viveríamos igual a um leão de zoológico, o "rei da floresta" sem liberdade alguma !!!
 

Vim do Futuro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.978
Reações
64.069
Pontos
553
não podemos deixar de falar de gays, a minoria mais perseguida na América Latina
Discordo dessa parte. Os gays não enfrentam tantos problemas na Am. Latina. Na maioria dos países latinos é liberada a união civil (casamento) e eles tem os mesmos direitos que os héteros. Agora... No leste europeu, boa parte da Ásia e na maior parte da África, ah, lá o bicho pega. A Rússia que o diga.
 

JmB!

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.944
Reações
11.260
Pontos
684
Perfeitas palavras, a única minoria que eu vejo, são os indivíduos, que tem os seus direitos naturais ( propriedade privada, livre expressão, auto defesa e etc.. ) sendo castrados e abolidos pela ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA coercitiva e monopolista chamado ESTADO, esse sim e o câncer a ser expurgado , pois graças a ele que temos toda essa polarização escrota e irracional que vemos hoje, com merdas de politicamente correto em alta, censurado tudo e todos que não seguem a cartilha do vitimismo.

No dia em que as pessoas pararem de idolatrar políticos ( que por conseqüência são o Estado ) e pasarem a adotar a liberdade, logo não teremos mais esses grupos de "minorias sem representação", pois em uma sociedade livre desse câncer chamado estado, TODOS teremos voz e poder de mudança ( totalmente diferente desse LIXO inútil chamado democracia ) e não dependeremos de leis estatais para isso.

Liberdade deveria ser algo desejado por todo ser humano, afinal de nada adianta ter dinheiro, poder, saúde e etc sem liberdade, pois viveríamos igual a um leão de zoológico, o "rei da floresta" sem liberdade alguma !!!
Concordo em grande parte com que você escreveu, porém, ainda sim, sou um defensor da democracia.

Na minha visão a forma mais próxima (sem que ocorra abusos) de se alcançar a liberdade que você prega é através do regime democrático.

CONTUDO, as leis em um regime democrático devem ser escritas e regidas contra e a favor de todos, sem distinção de etnias, religião, sexualidade, etc...

Ainda, só pelo regime democrático, o capitalismo (o que acredito ser a solução dos problemas), poderá ser exercido de maneira mais justas (mediante as leis) dando uma REAL OPORTUNIDADE DE TRABALHO a todos (deficientes, homosexuais, negros, mulhers, etc...) para que então possam exercer suas liberdades da maneira que quiserem...

T+
 
Mensagens
1.077
Reações
2.676
Pontos
283
Concordo em grande parte com que você escreveu, porém, ainda sim, sou um defensor da democracia.

Na minha visão a forma mais próxima (sem que ocorra abusos) de se alcançar a liberdade que você prega é através do regime democrático.

CONTUDO, as leis em um regime democrático devem ser escritas e regidas contra e a favor de todos, sem distinção de etnias, religião, sexualidade, etc...

Ainda, só pelo regime democrático, o capitalismo (o que acredito ser a solução dos problemas), poderá ser exercido de maneira mais justas (mediante as leis) dando uma REAL OPORTUNIDADE DE TRABALHO a todos (deficientes, homosexuais, negros, mulhers, etc...) para que então possam exercer suas liberdades da maneira que quiserem...

T+
o GRANDE problema nisso e que a democracia em si já e algo falho e ineficiente para todo e qualquer individuo, já que para se ter algum tipo de "poder", tudo deve ser na base do coletivismo, necessita de muitos para ter pouco resultado prático, vide o Impeachment da Dilma, foi necessário uma galera ENORME para depor a mulher, e ainda assim não foi o povo que a despôs, mais sim um seleto grupo de políticos que votaram para que isso acontecesse ( e como sempre fazendo m**** ), a população só demonstrou que tava insatisfeita com ela, mas o poder de REALMENTE retirar ela da presidência, decaiu nas mãos de burocratas, isso mostra o quanto a democracia e falha, pois para colocar a mulher lá foi via "democrática" ( e até isso temos duvidas ), agora pra retirar ela, teve que ser via protesto e boa vontade de burocratas parasitas.

Enfim, eu SEMPRE vou optar pelo individualismo ( porém eu NÃO sou contra o coletivismo, DESDE que NÃO me obriguem a participar ou financiar ), pois através do individualismo + liberdade, temos mais poder, pois podermos boicotar qualquer coisa a hora que quisermos, e mesmo que o boicote não "funcione" e o serviço continue uma m****, você NÃO mais estará pagando ou participando de toda aquela m****, logo você e livre para escolher o melhor para si próprio, sem depender de terceiros ou da boa vontade de milhares de pessoas para realizar algo, ou fazer a diferença.

A melhor oportunidade de trabalho para essas "minorias" que você citou, a através do Capitalismo + Livre Mercado e isso só conseguimos através do Libertarianismo, onde não mais haveria um estado limitando, regulando e taxando tudo que as pessoas produzem , só através disso e que um homosexual, um negro, uma mulher ou até um deficiente fisico pode prestar serviços sem precisar de cota estatal para isso ( isso contamos e claro que eles sejam bons profissionais ), em um livre mercado, se destaca quem e bom, se essa galera REALMENTE for boa, logo eles não precisam de "ajuda" estatal para isso, pois o próprio consumidor dos serviços ira optar por quem e melhor ou que melhor atenda as suas necessidades.
 

Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.845
Reações
72.427
Pontos
553
Vim do Futuro, discordo um pouco. Ou melhor dizendo, acho que vemos a questão parecido, mas vc entendeu de forma diferente a intensidade.

Quando eu digo que gays são a minoria mais perseguida, falo que eles são os mais perseguidos, não que a perseguição que sofrem seja a pior.

Tipo, tem lugares que se vc for se uma religião X pode morrer na América Latina, tem outros lugares que vc ser de uma ideologia Y (estilo anarco-capitalista) vc é perseguido, tem outro lugar que se vc for descendente de uma etnia Z você é perseguido.

Já gays, em todo lugar são perseguidos, não a ponto de em todo lugar correrem risco de serem presos ou torturados ou mortos só por serem gays, mas sim que em todo lugar eles sofrem perseguição, em maior ou menor grau.

Mas até mesmo no Brasil, eles tem mais direitos que em outros países
 

JmB!

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.944
Reações
11.260
Pontos
684
o GRANDE problema nisso e que a democracia em si já e algo falho e ineficiente para todo e qualquer individuo, já que para se ter algum tipo de "poder", tudo deve ser na base do coletivismo, necessita de muitos para ter pouco resultado prático, vide o Impeachment da Dilma, foi necessário uma galera ENORME para depor a mulher, e ainda assim não foi o povo que a despôs, mais sim um seleto grupo de políticos que votaram para que isso acontecesse ( e como sempre fazendo m**** ), a população só demonstrou que tava insatisfeita com ela, mas o poder de REALMENTE retirar ela da presidência, decaiu nas mãos de burocratas, isso mostra o quanto a democracia e falha, pois para colocar a mulher lá foi via "democrática" ( e até isso temos duvidas ), agora pra retirar ela, teve que ser via protesto e boa vontade de burocratas parasitas.

Enfim, eu SEMPRE vou optar pelo individualismo ( porém eu NÃO sou contra o coletivismo, DESDE que NÃO me obriguem a participar ou financiar ), pois através do individualismo + liberdade, temos mais poder, pois podermos boicotar qualquer coisa a hora que quisermos, e mesmo que o boicote não "funcione" e o serviço continue uma m****, você NÃO mais estará pagando ou participando de toda aquela m****, logo você e livre para escolher o melhor para si próprio, sem depender de terceiros ou da boa vontade de milhares de pessoas para realizar algo, ou fazer a diferença.

A melhor oportunidade de trabalho para essas "minorias" que você citou, a através do Capitalismo + Livre Mercado e isso só conseguimos através do Libertarianismo, onde não mais haveria um estado limitando, regulando e taxando tudo que as pessoas produzem , só através disso e que um homosexual, um negro, uma mulher ou até um deficiente fisico pode prestar serviços sem precisar de cota estatal para isso ( isso contamos e claro que eles sejam bons profissionais ), em um livre mercado, se destaca quem e bom, se essa galera REALMENTE for boa, logo eles não precisam de "ajuda" estatal para isso, pois o próprio consumidor dos serviços ira optar por quem e melhor ou que melhor atenda as suas necessidades.
Estes contrapontos que você menciona não ocorre por causa do regime, mas sim devido ao sistema.

Ou seja não é por causa da democracia que é tão difícil depor alguém, mas sim devido ao presidencialismo, presidencialismo de coalizão pra ser mais exato.

Sou a favor do livre mercado, mas não sou um libertário, pois em minha visão este regime é uma utopia, veja, ( E LEIA COM CALMA E MENTE ABERTA, PELA MOR DE DEUS!!!!) o comunismo em tese é um regime libertário, onde você é livre pra fazer o que quiser sem os grilhões do capital.

Contudo, para mim, o maior problema do libertarianismo é seu forte "flerte" com a desindustrialização (em países subdesenvolvidos).
Uma vez que todas as necessidades poderão vir de um agente externo, as chances de nos tornarmos uma Venezuela pode ser alta (veja que os extremos se unem).
Para mim, um estado deve aprender fazer concessões, ou seja, incentivar de maneira absurda o capital, abrindo o mercado PARA A PRODUÇÃO, deixando o processo de aquisição/importação ocorrer naturalmente, sem taxas, mas também sem incentivos, e quando este país tiver indústrias, com gestores que SABEM RELAMENTE O QUE E QUANDO FAZER, EU TENHO CERTEZA que o fluxo de importações ( o que para nós é um grave problema) diminuirá de forma natural e porque não dizer brutal.

Infelizmente o único regime que pode proporcionar isso da melhor forma possível é a democracia, através das leis.

T+
 
Ultima Edição:
Mensagens
1.077
Reações
2.676
Pontos
283
Estes contrapontos que você menciona não ocorre por causa do regime, mas sim devido ao sistema.

Ou seja não é por causa da democracia que é tão difícil depor alguém, mas sim devido ao presidencialismo, presidencialismo de coalizão pra ser mais exato.

Sou a favor do livre mercado, mas não sou um libertário, pois em minha visão este regime é uma utopia, veja, ( E LEIA COM CALMA E MENTE ABERTA, PELA MOR DE DEUS!!!!) o comunismo em tese é um regime libertário, onde você é livre pra fazer o que quiser sem os grilhões do capital.

Contudo, para mim, o maior problema do libertarianismo é seu forte "flerte" com a desindustrialização (em países subdesenvolvidos).
Uma vez que todas as necessidades poderão vir de um agente externo, as chances de nos tornarmos uma Venezuela pode ser alta (veja que os extremos se unem).
Para mim, um estado deve aprender fazer concessões, ou seja, incentivar de maneira absurda o capital, abrindo o mercado PARA A PRODUÇÃO, deixando o processo de aquisição/importação ocorrer naturalmente, sem taxas, mas também sem incentivos, e quando este país tiver indústrias, com gestores que SABEM RELAMENTE O QUE E QUANDO FAZER, EU TENHO CERTEZA que o fluxo de importações ( o que para nós é um grave problema) diminuirá de forma natural e porque não dizer brutal.

Infelizmente o único regime que pode proporcionar isso da melhor forma possível é a democracia, através das leis.

T+
Cara, entenda, um depende do outro, a democracia depende do sistema e o sistema depende da democracia para ambos existirem, tanto e que a galera da esquerda adora falar de democracia, sendo que e justamente a democracia que cria as ditaduras, pois e a ditadura da "maioria" sobre o indivíduo, a "maioria" dá poderes ilimitados a um seleto grupo de políticos, e esse grupo usa desse poder para permanecer no poder, tudo em nome de um "bem maior", vide a Venezuela que foi a população que elegeu o Maduro e agora estão apenas colhendo o que plantaram.

Ja você fala que o libertarianismo "flerta" com a desisdustrializacao em países subdesenvolvidos, bem o libertarianismo preza pela liberdade , tanto pessoal quanto de mercado, logo e impossível que um país subdesenvolvido consiga ter uma indústria forte e competitiva se comparado ao países de primeiro mundo, e o estado usa isso como desculpa para o protecionismo, o que piora a situação , pois o protecionismo castra o mercado com intervencionismo e regulamentações inúteis e desnecessárias, acabando com o livre mercado, dando benefícios ao nacional, o que vemos que e péssimo para a sociedade, pois somos obrigados a pagar por algo mais caro e de pior qualidade só para "ajudar" a indústria nacional ( vide a PeTroroubarás e seu monopolio ).
O correto e deixar o próprio mercado se regular, pois e o consumidor quem irá decidir quem e bom de quem e ruim , não precisando de terceiros ( o estado ) ficar se metendo e piorando a situação. E mesmo se tudo vier de um agente externo, sempre haverá concorrência, não dependeriamos de uma única fonte, e sim de várias , quebrando todo e qualquer argumento protecionista.


OBS, a Venezuela quebrou , não foi devido ao mercado ou a "fatores externos" mais sim devido a população que elegeu DEMOCRATICAMENTE um socialista maluco que estatizou tudo e todos, logo vemos o quão nocivo e a democracia e o estado.

Ja você fala que o comunismo e igual a um regime libertario, já que todos são livres para fazer o que quiser , porém sem o capital.
Bem logo vemos que o comunismo não tem nada de libertario devido a falta de propriedade privada, já que as pessoas "livres" não tem mais o controle sobre a propriedade privada, nem sequer sobre a seu corpo, já que o estado ( antes de ser "suprimido" ) deixou bem claro que as pessoas são apenas engrenagens de uma máquina do estado, e fora isso ainda teríamos a questão do capital, em um regime comunista quem teria ficado com todo o capital das pessoas ??


Obviamente seria os políticos que convenientemente teriam tomado todo o capital da população para si próprios e ainda deixando todos no mesmo nível, o nível da miséria, logo eu não vejo nenhuma conexão com o libertarianismo, pois de um lado teríamos "pessoas livres" sem capital, na miséria, econômia planificada, sem propriedade privada e dependendo do escambo para sobreviver, e ainda com um seleto grupo de políticos que estariam desfrutando do capital roubado da população.

Já do outro lado ( libertarianismo ), teríamos total liberdade , as pessoas teriam propriedade privada, escolha de mercado, e o capitalismo funcionando sem nenhum entrave estatal , os que forem bons , se destacam, os que forem ruins saem, tudo isso sem depender de uma organização monopolista para ditar o que e certo e o que e errado, deixando toda a escolha nas mãos de quem realmente e importante, que e o indivíduo.

fora isso, eu duvido muito que em um regime comunista , os gays, negros, deficientes e etc.. teriam voz ou representatividade, pois como vemos, a esquerda e extremamente demagoga e hipócrita, adora "apoiar" as minorias com discursos populistas mas tudo não passa de um teatro para conseguir manipular essas pessoas e arrecadar em cima delas.

Pegamos exemplos como Cuba, União soviética e Coreia do Norte, será que esses países , essa galera tem voz ou alguma representatividade ?? Que eu saiba, o Che Guevara adorava fuzilar gays, e na Uniao Soviética, os gays, deficiêncientes e negros eram enviados para as Gulags para serviço escravo, já na Coreia do Norte, bem e melhor nem citarmos !!!
 
Ultima Edição:

Keijo

Bam-bam-bam
Mensagens
3.825
Reações
3.414
Pontos
354
eu que gosto de armas, dificilmente e gastando muito dinheiro posso comprar uma e se falo na roda de bar que eu curto atirar me olham torto.
 

JmB!

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.944
Reações
11.260
Pontos
684
Cara, entenda, um depende do outro, a democracia depende do sistema e o sistema depende da democracia para ambos existirem, tanto e que a galera da esquerda adora falar de democracia, sendo que e justamente a democracia que cria as ditaduras, pois e a ditadura da "maioria" sobre o indivíduo, a "maioria" dá poderes ilimitados a um seleto grupo de políticos, e esse grupo usa desse poder para permanecer no poder, tudo em nome de um "bem maior", vide a Venezuela que foi a população que elegeu o Maduro e agora estão apenas colhendo o que plantaram.

Ja você fala que o libertarianismo "flerta" com a desisdustrializacao em países subdesenvolvidos, bem o libertarianismo preza pela liberdade , tanto pessoal quanto de mercado, logo e impossível que um país subdesenvolvido consiga ter uma indústria forte e competitiva se comparado ao países de primeiro mundo, e o estado usa isso como desculpa para o protecionismo, o que piora a situação , pois o protecionismo castra o mercado com intervencionismo e regulamentações inúteis e desnecessárias, acabando com o livre mercado, dando benefícios ao nacional, o que vemos que e péssimo para a sociedade, pois somos obrigados a pagar por algo mais caro e de pior qualidade só para "ajudar" a indústria nacional ( vide a PeTroroubarás e seu monopolio ).
O correto e deixar o próprio mercado se regular, pois e o consumidor quem irá decidir quem e bom de quem e ruim , não precisando de terceiros ( o estado ) ficar se metendo e piorando a situação. E mesmo se tudo vier de um agente externo, sempre haverá concorrência, não dependeriamos de uma única fonte, e sim de várias , quebrando todo e qualquer argumento protecionista.


OBS, a Venezuela quebrou , não foi devido ao mercado ou a "fatores externos" mais sim devido a população que elegeu DEMOCRATICAMENTE um socialista maluco que estatizou tudo e todos, logo vemos o quão nocivo e a democracia e o estado.

Ja você fala que o comunismo e igual a um regime libertario, já que todos são livres para fazer o que quiser , porém sem o capital.
Bem logo vemos que o comunismo não tem nada de libertario devido a falta de propriedade privada, já que as pessoas "livres" não tem mais o controle sobre a propriedade privada, nem sequer sobre a seu corpo, já que o estado ( antes de ser "suprimido" ) deixou bem claro que as pessoas são apenas engrenagens de uma máquina do estado, e fora isso ainda teríamos a questão do capital, em um regime comunista quem teria ficado com todo o capital das pessoas ??


Obviamente seria os políticos que convenientemente teriam tomado todo o capital da população para si próprios e ainda deixando todos no mesmo nível, o nível da miséria, logo eu não vejo nenhuma conexão com o libertarianismo, pois de um lado teríamos "pessoas livres" sem capital, na miséria, econômia planificada, sem propriedade privada e dependendo do escambo para sobreviver, e ainda com um seleto grupo de políticos que estariam desfrutando do capital roubado da população.

Já do outro lado ( libertarianismo ), teríamos total liberdade , as pessoas teriam propriedade privada, escolha de mercado, e o capitalismo funcionando sem nenhum entrave estatal , os que forem bons , se destacam, os que forem ruins saem, tudo isso sem depender de uma organização monopolista para ditar o que e certo e o que e errado, deixando toda a escolha nas mãos de quem realmente e importante, que e o indivíduo.

fora isso, eu duvido muito que em um regime comunista , os gays, negros, deficientes e etc.. teriam voz ou representatividade, pois como vemos, a esquerda e extremamente demagoga e hipócrita, adora "apoiar" as minorias com discursos populistas mas tudo não passa de um teatro para conseguir manipular essas pessoas e arrecadar em cima delas.

Pegamos exemplos como Cuba, União soviética e Coreia do Norte, será que esses países , essa galera tem voz ou alguma representatividade ?? Que eu saiba, o Che Guevara adorava fuzilar gays, e na Uniao Soviética, os gays, deficiêncientes e negros eram enviados para as Gulags para serviço escravo, já na Coreia do Norte, bem e melhor nem citarmos !!!
Entendo seu ponto de vista, afinal leio muito sobre o libertarismo.

Mas a desindustrialização não é algo bom, visto que nenhum país do mundo o faz, e podemos exercitar este pensamento com um silogismo simples, sem industria não há onde trabalhar, sem onde trabalhar há desemprego, com desemprego não há dinheiro, sem dinheiro não há economia, sem economia não há mercado, logo viveríamos uma Venezuela.

O problema da Venezuela não foi o regime democrático (insisto) o que aconteceu lá foi a desindustrialização em prol das commodities do petróleo.
Se o Brasil seguir este passo (ai que o libertarismo sugerido por você se iguala ao comunismo) estaremos na mais completa m****.

Por isso o libertarismo anarquista não funciona, veja, se eu produzo carros na Alemanha e consigo vende-los pelo mesmo preço de um que é produzido no Brasil, NUNCA irei construir uma empresa aqui.
Mas se houver concessões "justas" e o governo, mediante leis constituídas por um regime democrático, convencer o empresário que investir aqui fará com que ele tenha muito, mas MUUUUUITO mais lucro, com certeza ele virá...
E acredite é com isso que as empresas estão contando, só não pode apresentar utopias, pq. se os empresários irão deitar e rolar (não existe caridade aqui).

A minha crença é básica no pensamento, porém de complexa execução (admito):
Sou a favor de empresas e indústrias fortes no Brasil, a DIFERENÇA é que não acho que isso deve ser feito pelo sistema Keynesiano, ou seja, para o Brasil crescer é necessário INDÚSTRIAS que geram produtos finais e tecnologias, PORÉM (ai que está a diferença) SEM A INTERFERÊNCIA DO ESTADO, somente com instituições privadas, sejam elas brasileiras ou estrangeiras e que vença o melhor.

E repito, para que isso ocorra, HOJE o melhor regime é o democrático, pois ela GARANTE o cumprimento dos contratos.

Esta é a verdadeira regularização do mercado.



T+
 

Beren_

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.539
Reações
29.290
Pontos
553
Alguem já percebeu que na maior parte do tempo o OP só consegue responder quem concorda com ele? ^^
 

NÃOMEQUESTIONE

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.973
Reações
43.575
Pontos
599
Qual o sentido do cara criar um tópico aqui e ficar respondendo só quem pertence a mesma bolha ideológica!? :klolz
 

neil young

Mil pontos, LOL!
Mensagens
56.409
Reações
59.362
Pontos
1.064
Minoria são os corruptos, por isso que vão perder a eleição porque a maioria do povo não aguenta mais a roubalheira.
 

Grose

Bam-bam-bam
Mensagens
8.029
Reações
12.442
Pontos
459
Qual o sentido do cara criar um tópico aqui e ficar respondendo só quem pertence a mesma bolha ideológica!? :klolz
É falta de tempo, além de escrever tenho feito muitas outras coisas, tem as provas da faculdade, estes textos que escrevo, preciso estudar, e ver o que faremos caso ocorra o desastre que esta sendo premeditado pelo mundo todos, menos por uma parcela significativa dos brasileiros. Porém, eu mais respondi todos enquanto estive disposto e conectado que ao contrário, se não me importasse nem faria os textos, que tendem a ser a parte mais complexa da coisa, além de que, minhas respostas não costumam ser curtas, o que me toma ainda mais tempo. haha


Agora vou ler as mensagens, mas parece bacana o rumo que este tópico tomou.

Alguem já percebeu que na maior parte do tempo o OP só consegue responder quem concorda com ele? ^^
Não é que só consigo responder quem concorde comigo, tanto que, pode vasculhar meu perfil, raras as vezes que deixei de responder alguém, é que além do que eu disse acima, quem se animaria a ficar lendo e respondendo ao mesmo discurso por tantas vezes com o mesmo entusiasmo? Também sou humano, e como eu disse tantas outras vezes, sei que isso não mudará a cabeça dos mais fanáticos, agir pensando diferente seria de um sadismo sem tamanho da minha parte, não permanecerei nesta utopia apenas com os residentes da internet.

Isto eu falei em todos os meus outros textos, inclusive no primeiro.

A sociedade é a grosso modo deste jeito, cada um é um, que faz parte de outros grupos ou espectros, e juntos formamos um enorme ser vivo chamado sociedade. Por isso não posso apenas querer o que eu quero, é preciso ceder e até perder em nome do bem-estar social, do contrário nos resta apenas a guerra.
 
Ultima Edição:

Beren_

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.539
Reações
29.290
Pontos
553
É falta de tempo, além de escrever tenho feito muitas outras coisas, tem as provas da faculdade, estes textos que escrevo, preciso estudar, e ver o que faremos caso ocorra o desastre que esta sendo premeditado pelo mundo todos, menos por uma parcela significativa dos brasileiros. Porém, eu mais respondi todos enquanto estive disposto e conectado que ao contrário, se não me importasse nem faria os textos, que tendem a ser a parte mais complexa da coisa, além de que, minhas respostas não costumam ser curtas, o que me toma ainda mais tempo. haha


Agora vou ler as mensagens, mas parece bacana o rumo que este tópico tomou.
Apelo a maioria, ou argumentum ad populum, não é algo que sequer vale a pena considerar.
Quanto aos textos, especialmente devido a época em que foram postados e por seu historico de pouca participação nessa pasta, mais parece propaganda politica do que qualquer outra coisa.
Na verdade, eu ver estes textos vindo de voce, eu me assustei bastante. Voce que a pouco tempo contou a historia de como consegue manter suas coleções ganhando pouco. Que em muito se baseia em esforço, economizar, tomar decisões pensadas, racionais economicamente. Defender o partido que incentiva o gasto desenfreado e que devemos sustentar outras pessoas. É uma contradição muito grande entre o que voce faz e o que voce defende.
Aquele post conquistou minha admiração, agora, não sei mais de nada.


Não é que só consigo responder quem concorde comigo, tanto que, pode vasculhar meu perfil, raras as vezes que deixei de responder alguém, é que além do que eu disse acima, quem se animaria a ficar lendo e respondendo ao mesmo discurso por tantas vezes com o mesmo entusiasmo? Também sou humano, e como eu disse tantas outras vezes, sei que isso não mudará a cabeça dos mais fanáticos, agir pensando diferente seria de um sadismo sem tamanho da minha parte, não permanecerei nesta utopia apenas com os residentes da internet.


Isto eu falei em todos os meus outros textos, inclusive no primeiro.
Bem aqui voce define que quem discorda de voce é "fanático" (mas voce por defender uma posição, sem possibilidade de mudar de opinião, NÃO O É), voce é um caso excepcional imune ao "fanatismo". E mesmo assim está, postando uma série de textos enviesados e sem base cientifica nenhuma. E fala que os "fanáticos nem vale a pena perder tempo respondendo".
Ou seja, voce deixou claro que pretende convencer os mais incautos, pegar os indecisos com uma retorica bonita, embora falsa.
Propaganda politica..
Mesmo que não tenha sido sua intenção, é o que aparenta.
Ah, respostas sobre games não contam.


A sociedade é a grosso modo deste jeito, cada um é um, que faz parte de outros grupos ou espectros, e juntos formamos um enorme ser vivo chamado sociedade. Por isso não posso apenas querer o que eu quero, é preciso ceder e até perder em nome do bem-estar social, do contrário nos resta apenas a guerra.

O problema é como voce enxerga que nos tornamos sociedades, e quem vem antes? O Homem ou a sociedade?
Se enxerga que o estado natural do homem é quase pacifico, que buscamos a paz mesmo, que eventualmente iremos recorrer a violência, a violência não é um objetivo e sim apenas um meio para um fim. Se os homens possuem direitos naturais inegáveis como vida, liberdade e propriedade, e que as leis e instituições são criadas para ajudar a defender esses direitos, pois os homens tem potencial para o bem e para o mal, e para reduzir o incentivo a escolha do mal, criam-se instituições e leis. Voce tem uma visão mais individualista e liberal como a de Locke.

Se voce acredita que os homens são inerentemente maus e seu estado natural é guerrar e ser violento o tempo todo, que todos precisam ser forçados a obedecer leis pelo uso da força, precisam de um monarca, um quase todo poderoso que mantem as pessoas sobre seu julgo e que o poder vem dele, que este deve definir leis e ditar o comportamento, , então voce está mais para Hobbes..

Isso imaginando que voce não defenda o socialismo/comunismo.
 
Topo Fundo