O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

A verdade sobre os cães de raça



DanteSCO

Bam-bam-bam
Mensagens
1.535
Reações
3.534
Pontos
303
Não conhecia o canal desses caras, gostei, e é triste saber que tem raças inteiras que sofrem pra serem assim
 

JUGULADOR

Mil pontos, LOL!
Mensagens
51.045
Reações
37.747
Pontos
1.129
Ele tem toda a razão... mas é foda eu olhar pra um boxer e não derreter todo o gelo do meu coração.
 

M3troid

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
9.981
Reações
19.717
Pontos
553
Caraca, eu tinha uma noção que certas raças tinham problemas de saúde, mas não imaginava que tava nesse ponto.
 

michael.cls

Bam-bam-bam
Mensagens
3.107
Reações
5.259
Pontos
294
Puts, galera to só com 3g e ta nos finalmentes, da pra alguém fazer um resumo.

Enviado de meu LG-D855 usando Tapatalk
 

O'conner

Bam-bam-bam
Mensagens
2.503
Reações
2.955
Pontos
303
Quando é animal é coisa triste relacionado a eles eu já fico mal sem nem saber o que.

Enviado de meu XT1097 usando Tapatalk
 


Gargantua

Moderador
Membro STAFF
Mensagens
2.539
Reações
6.000
Pontos
319
O vídeo possui "meia verdades", mas falha completamente no "tom".

Algumas raças possuem sérios problemas e são realmente mantidas mais pela estética do que pela performance física, pela resistência. Pug, Cavalier King Charles Spaniel e algumas outras (principalmente entre as raças pequenas e ornamentais) são exemplos disso.

Mas em outras raças o oposto acontece, muitas linhagens são mantidas pela funcionalidade, força, "inteligência" e resistência. Exemplos: Malinois/Belgian Shepherd (o "gene pool" dos Belgian é na verdade extremamente vasto), Cão lobo checoslovaco, Dogo Argentino, Boerboel, etc.

A ideia de que qualquer mestiço é mais "forte e resistente" é completamente equivocada, principalmente quando um cão é buscado por razões específicas.

O vídeo se torna uma grande bobagem quando tenta apelar para o emocional, comentando sobre a eugenia sabendo que o termo e o ato em si representam um tabu na sociedade (graças ao histórico nazista), mas é algo extremamente útil em animais que executam funções específicas.

A rejeição dos "vira-latas" é sinal de ignorância, mas a visão de que conceito de raça em cães é algo puramente negativo é tão ignorante quanto.

Esse é o problema da internet, muitas vezes a pseudo-convicção, "agendas" e informações tendenciosas acabam somente mostrando o "outro lado da moeda", transmitindo somente uma "meia-verdade".

Algumas raças são mantidas somente pela estética e desconsideram problemas físicos e o sofrimento animal, essa é uma realidade. Mas algumas raças são extremamente bem desenvolvidas, gerando caninos fortes, resistentes e adequados para climas e funções específicas.

Misturas, vira-latas, cães de boas linhagens, todos possuem seu "lugar", ao lado do dono correto.
 

Bucelacha

Bam-bam-bam
Mensagens
5.347
Reações
7.783
Pontos
409
Au auuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu eu nao curto anallllllllllllllllllll

fik cu deus ai parça
 

firulero

Ei mãe, 500 pontos!
GOLD
Mensagens
37.697
Reações
46.404
Pontos
877
O vídeo possui "meia verdades", mas falha completamente no "tom".

Algumas raças possuem sérios problemas e são realmente mantidas mais pela estética do que pela performance física, pela resistência. Pug, Cavalier King Charles Spaniel e algumas outras (principalmente entre as raças pequenas e ornamentais) são exemplos disso.

Mas em outras raças o oposto acontece, muitas linhagens são mantidas pela funcionalidade, força, "inteligência" e resistência. Exemplos: Malinois/Belgian Shepherd (o "gene pool" dos Belgian é na verdade extremamente vasto), Cão lobo checoslovaco, Dogo Argentino, Boerboel, etc.

A ideia de que qualquer mestiço é mais "forte e resistente" é completamente equivocada, principalmente quando um cão é buscado por razões específicas.

O vídeo se torna uma grande bobagem quando tenta apelar para o emocional, comentando sobre a eugenia sabendo que o termo e o ato em si representam um tabu na sociedade (graças ao histórico nazista), mas é algo extremamente útil em animais que executam funções específicas.

A rejeição dos "vira-latas" é sinal de ignorância, mas a visão de que conceito de raça em cães é algo puramente negativo é tão ignorante quanto.

Esse é o problema da internet, muitas vezes a pseudo-convicção, "agendas" e informações tendenciosas acabam somente mostrando o "outro lado da moeda", transmitindo somente uma "meia-verdade".

Algumas raças são mantidas somente pela estética e desconsideram problemas físicos e o sofrimento animal, essa é uma realidade. Mas algumas raças são extremamente bem desenvolvidas, gerando caninos fortes, resistentes e adequados para climas e funções específicas.

Misturas, vira-latas, cães de boas linhagens, todos possuem seu "lugar", ao lado do dono correto.
Podem fixar esse post no coração de vcs.

Enviado de meu LG-D855 usando Tapatalk
 

xogum

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
26.277
Reações
25.693
Pontos
759
O vídeo possui "meia verdades", mas falha completamente no "tom".

Algumas raças possuem sérios problemas e são realmente mantidas mais pela estética do que pela performance física, pela resistência. Pug, Cavalier King Charles Spaniel e algumas outras (principalmente entre as raças pequenas e ornamentais) são exemplos disso.

Mas em outras raças o oposto acontece, muitas linhagens são mantidas pela funcionalidade, força, "inteligência" e resistência. Exemplos: Malinois/Belgian Shepherd (o "gene pool" dos Belgian é na verdade extremamente vasto), Cão lobo checoslovaco, Dogo Argentino, Boerboel, etc.

A ideia de que qualquer mestiço é mais "forte e resistente" é completamente equivocada, principalmente quando um cão é buscado por razões específicas.

O vídeo se torna uma grande bobagem quando tenta apelar para o emocional, comentando sobre a eugenia sabendo que o termo e o ato em si representam um tabu na sociedade (graças ao histórico nazista), mas é algo extremamente útil em animais que executam funções específicas.

A rejeição dos "vira-latas" é sinal de ignorância, mas a visão de que conceito de raça em cães é algo puramente negativo é tão ignorante quanto.

Esse é o problema da internet, muitas vezes a pseudo-convicção, "agendas" e informações tendenciosas acabam somente mostrando o "outro lado da moeda", transmitindo somente uma "meia-verdade".

Algumas raças são mantidas somente pela estética e desconsideram problemas físicos e o sofrimento animal, essa é uma realidade. Mas algumas raças são extremamente bem desenvolvidas, gerando caninos fortes, resistentes e adequados para climas e funções específicas.

Misturas, vira-latas, cães de boas linhagens, todos possuem seu "lugar", ao lado do dono correto.
Pois é, selecionar espécimes foi algo que o homem sempre fez. A própria domesticação de animais foi baseada na seleção de características que mais gostávamos. Aliás, fazemos isso com vegetais também.
 

Tesla

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.290
Reações
19.816
Pontos
709
O vídeo possui "meia verdades", mas falha completamente no "tom".

Algumas raças possuem sérios problemas e são realmente mantidas mais pela estética do que pela performance física, pela resistência. Pug, Cavalier King Charles Spaniel e algumas outras (principalmente entre as raças pequenas e ornamentais) são exemplos disso.

Mas em outras raças o oposto acontece, muitas linhagens são mantidas pela funcionalidade, força, "inteligência" e resistência. Exemplos: Malinois/Belgian Shepherd (o "gene pool" dos Belgian é na verdade extremamente vasto), Cão lobo checoslovaco, Dogo Argentino, Boerboel, etc.

A ideia de que qualquer mestiço é mais "forte e resistente" é completamente equivocada, principalmente quando um cão é buscado por razões específicas.

O vídeo se torna uma grande bobagem quando tenta apelar para o emocional, comentando sobre a eugenia sabendo que o termo e o ato em si representam um tabu na sociedade (graças ao histórico nazista), mas é algo extremamente útil em animais que executam funções específicas.

A rejeição dos "vira-latas" é sinal de ignorância, mas a visão de que conceito de raça em cães é algo puramente negativo é tão ignorante quanto.

Esse é o problema da internet, muitas vezes a pseudo-convicção, "agendas" e informações tendenciosas acabam somente mostrando o "outro lado da moeda", transmitindo somente uma "meia-verdade".

Algumas raças são mantidas somente pela estética e desconsideram problemas físicos e o sofrimento animal, essa é uma realidade. Mas algumas raças são extremamente bem desenvolvidas, gerando caninos fortes, resistentes e adequados para climas e funções específicas.

Misturas, vira-latas, cães de boas linhagens, todos possuem seu "lugar", ao lado do dono correto.
Ótimo post! Concordo com você, mas imagino que o autor do vídeo quis simplificar ao máximo possível pro público que não entende muito com a seguinte linha de pensamento: Vira-lata = alta variabilidade genética = positivo, e raça pura = alta cosangüinidade / baixa variabilidade genética = negativo. Só faltou ele usar o Carlos II como analogia humana.
 

f0rg0tten

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
9.794
Reações
12.445
Pontos
394
Pois é, selecionar espécimes foi algo que o homem sempre fez. A própria domesticação de animais foi baseada na seleção de características que mais gostávamos. Aliás, fazemos isso com vegetais também.
Só ilustrando:

 

matroska

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.860
Reações
13.747
Pontos
674
O vídeo possui "meia verdades", mas falha completamente no "tom".

Algumas raças possuem sérios problemas e são realmente mantidas mais pela estética do que pela performance física, pela resistência. Pug, Cavalier King Charles Spaniel e algumas outras (principalmente entre as raças pequenas e ornamentais) são exemplos disso.

Mas em outras raças o oposto acontece, muitas linhagens são mantidas pela funcionalidade, força, "inteligência" e resistência. Exemplos: Malinois/Belgian Shepherd (o "gene pool" dos Belgian é na verdade extremamente vasto), Cão lobo checoslovaco, Dogo Argentino, Boerboel, etc.

A ideia de que qualquer mestiço é mais "forte e resistente" é completamente equivocada, principalmente quando um cão é buscado por razões específicas.

O vídeo se torna uma grande bobagem quando tenta apelar para o emocional, comentando sobre a eugenia sabendo que o termo e o ato em si representam um tabu na sociedade (graças ao histórico nazista), mas é algo extremamente útil em animais que executam funções específicas.

A rejeição dos "vira-latas" é sinal de ignorância, mas a visão de que conceito de raça em cães é algo puramente negativo é tão ignorante quanto.

Esse é o problema da internet, muitas vezes a pseudo-convicção, "agendas" e informações tendenciosas acabam somente mostrando o "outro lado da moeda", transmitindo somente uma "meia-verdade".

Algumas raças são mantidas somente pela estética e desconsideram problemas físicos e o sofrimento animal, essa é uma realidade. Mas algumas raças são extremamente bem desenvolvidas, gerando caninos fortes, resistentes e adequados para climas e funções específicas.

Misturas, vira-latas, cães de boas linhagens, todos possuem seu "lugar", ao lado do dono correto.
O vídeo possui mais verdades para mim.

Hoje a maioria das raças de cachorros só existem por mero capricho humano.

No passado haviam sim a necessidade de cachorros para exercer certos tipos de trabalho e funções e por isso foram criadas certas raças mais fortes e inteligentes. Mas esse é um percentual menor, a maioria das raças mais populares que temos hoje é por questões estéticas e capricho do homem. O video diz isso.

E outra questão: Atualmente Cachorros em sua esmagadora maioria são usados meramente como Pet, tirando exceções em que cachorros são empregados em determinados tipos de funções. Para Pet não há razão de atribuições específicas.

O video tem problemas por generalizar muito, como no caso das doenças e problemas de saúde. Quanto a doenças me falta conhecimento mas existem raça muito suscetíveis a doenças e problemas de saúde, embora tb existam raças bem saudáveis. Nessa parte é que ele falhou.

Quanto a Eugênia esse tabu existe porque isso não é aplicado aos seres humanos com raras exceções como em alguns países do norte da Europa, Japão e China em que os pais podem abortar mesmo depois do período legal quando o feto apresenta problemas de formação física ou mental.
 
Ultima Edição:

f0rg0tten

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
9.794
Reações
12.445
Pontos
394
O vídeo possui mais verdades para mim.

Hoje a maioria das raças de cachorros só existem por mero capricho humano.

No passado haviam sim a necessidade de cachorros para exercer certos tipos de trabalho e funções e por isso foram criadas certas raças mais fortes e inteligentes. Mas esse é um percentual menor, a maioria das raças mais populares que temos hoje é por questões estéticas e capricho do homem. O video diz isso.

E outra questão: Atualmente Cachorros em sua esmagadora maioria são usados meramente como Pet, tirando exceções em que cachorros são empregados em determinados tipos de funções. Para Pet não há razão de atribuições específicas.

O video tem problemas por generalizar muito, como no caso das doenças e problemas de saúde. Quanto a doenças me falta conhecimento mas existem raça muito suscetíveis a doenças e problemas de saúde, embora tb existam raças bem saudáveis. Nessa parte é que ele falhou.

Quanto a Eugênia esse tabu existe porque isso não é aplicado aos seres humanos com raras exceções como em alguns países do norte da Europa, Japão e China em que os pais podem abortar mesmo depois do período legal quando o feto apresenta problemas de formação física ou mental.
Cara, nós nunca deixamos de ter essas necessidades com os cães, só diminuímos elas em alguns pontos. Não tem cachorro que se compare a um border collie no pastoreio, por exemplo. Se você quer um cão de guarda parecer grande e mau não é o suficiente, melhor ter certeza que ele vai reagir da forma correta quando houver uma situação perigosa. Ou mesmo cães guia, que precisam sempre se comportar corretamente para não colocar o dono em risco.

O que eu concordo do vídeo é que se você não quer nada específico do cachorro, vale a pena dar uma olhada um SRD, ou qualquer outro que esteja para adoção. Mas mesmo assim você tem que levar em conta os poréns, se tiver filhos, se muitas pessoas passam pela sua casa, se tem tempo para fazer atividades com o cachorro e tal.
 

matroska

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.860
Reações
13.747
Pontos
674
Cara, nós nunca deixamos de ter essas necessidades com os cães, só diminuímos elas em alguns pontos. Não tem cachorro que se compare a um border collie no pastoreio, por exemplo. Se você quer um cão de guarda parecer grande e mau não é o suficiente, melhor ter certeza que ele vai reagir da forma correta quando houver uma situação perigosa. Ou mesmo cães guia, que precisam sempre se comportar corretamente para não colocar o dono em risco.

O que eu concordo do vídeo é que se você não quer nada específico do cachorro, vale a pena dar uma olhada um SRD, ou qualquer outro que esteja para adoção. Mas mesmo assim você tem que levar em conta os poréns, se tiver filhos, se muitas pessoas passam pela sua casa, se tem tempo para fazer atividades com o cachorro e tal.

Mas essas atribuições que você está falando são em casos minoritários. Cão para pastoreio por exemplo um função bem especifica que deve apresentar um percentual mísero o mesmo caso para cães guias função muito específica.

Quanto ao cão de guarda é o caso com maior incidência em que deve se ter um cachorro maior mais imponente.

Mas se for ver a maioria dos casos os cachorros não são usados para funções e são meramente pets.
 

f0rg0tten

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
9.794
Reações
12.445
Pontos
394
Mas essas atribuições que você está falando são em casos minoritários. Cão para pastoreio por exemplo um função bem especifica que deve apresentar um percentual mísero o mesmo caso para cães guias função muito específica.

Quanto ao cão de guarda é o caso com maior incidência em que deve se ter um cachorro maior mais imponente.

Mas se for ver a maioria dos casos os cachorros não são usados para funções e são meramente pets.
Até nisso tem coisas específicas que não dá para garantir num SRD. Se o dono tem alergia, se vai lidar com crianças, se vai ter outros animais no ambiente...

Concordo que muitas pessoas compram um cachorro somente pela aparência (como quem coloca um beagle em um apartamento) mas considero esse problema como falta de conscientização, como é o da castração e o das pessoas que pensam em cruzar em casa para ganhar dinheiro. As vezes quando penso nisso lembro de outras discussões do tipo que tiveram aqui no forum, e penso que talvez fazer um teste para avaliar se o camarada tem condições de ter um cachorro ou não não me parece uma ideia tão ruim.
 

Coffinator

Mil pontos, LOL!
Mensagens
62.565
Reações
178.458
Pontos
1.029
Nego pagar R$500+ ou mais em cachorro é algo que não concebo, não importa a raça. O meu peguei na rua mesmo, vacinei e está aqui de boa e sem problemas.

Floodando from mTalk
 

Tecnomage

Bam-bam-bam
Mensagens
5.035
Reações
8.604
Pontos
363
O vídeo possui "meia verdades", mas falha completamente no "tom".

Algumas raças possuem sérios problemas e são realmente mantidas mais pela estética do que pela performance física, pela resistência. Pug, Cavalier King Charles Spaniel e algumas outras (principalmente entre as raças pequenas e ornamentais) são exemplos disso.

Mas em outras raças o oposto acontece, muitas linhagens são mantidas pela funcionalidade, força, "inteligência" e resistência. Exemplos: Malinois/Belgian Shepherd (o "gene pool" dos Belgian é na verdade extremamente vasto), Cão lobo checoslovaco, Dogo Argentino, Boerboel, etc.

A ideia de que qualquer mestiço é mais "forte e resistente" é completamente equivocada, principalmente quando um cão é buscado por razões específicas.

O vídeo se torna uma grande bobagem quando tenta apelar para o emocional, comentando sobre a eugenia sabendo que o termo e o ato em si representam um tabu na sociedade (graças ao histórico nazista), mas é algo extremamente útil em animais que executam funções específicas.

A rejeição dos "vira-latas" é sinal de ignorância, mas a visão de que conceito de raça em cães é algo puramente negativo é tão ignorante quanto.

Esse é o problema da internet, muitas vezes a pseudo-convicção, "agendas" e informações tendenciosas acabam somente mostrando o "outro lado da moeda", transmitindo somente uma "meia-verdade".

Algumas raças são mantidas somente pela estética e desconsideram problemas físicos e o sofrimento animal, essa é uma realidade. Mas algumas raças são extremamente bem desenvolvidas, gerando caninos fortes, resistentes e adequados para climas e funções específicas.

Misturas, vira-latas, cães de boas linhagens, todos possuem seu "lugar", ao lado do dono correto.
Tem outras coisas que influenciam também... o Dogo Argentino e o Cão lobo Checoslovaco são raças novas, não tem nem 100 anos... e no caso dos Malinois/Belgian Shepherd pelo menos no Brasil os de raça pura costumam ter doenças genéticas como Displasia coxofemoral e do cotovelo, cegueira e até epilepsia provavelmente os criadores não trouxeram pro Brasil uma mátris muito variada o que leva os que tem por aqui apresentarem mais doenças...
 

soap

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.809
Reações
19.491
Pontos
544
dei um like apesar de ser vídeo gringo, mas o q importa é q tá traduzido.
 
Topo Fundo