O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.


Alguém aqui desenvolve para WEB e Mobile?

Macaco Louco

Bam-bam-bam
Mensagens
1.390
Reações
1.066
Pontos
208
Durante toda a minha graduação em ciência da computação eu nunca tive contato com web e muito menos mobile (nem existia smartphone na época). Após me formar, fui para a área acadêmica e nunca sai da computação científica. Agora estou querendo aprender web e mobile por diversão e estou achando complicado demais.

Não sei se escolhi o curso errado para aprender (online gratuito), mas é normal precisar instalar uma porrada de coisas para fazer uma simples listagem de produtos? É um monte de webpack, yarn, babel, axios, React, React Native, blá-blá-blá, etc.

Sinceramente, parece que é meio que impossível desenvolver qualquer coisa sem ficar olhando a documentação toda hora, sem contar a sintaxe horrível do JavaScript e os inúmeros arquivos de configuração e funções obsoletas que mudam direto.

A vida de desenvolvedor web/mobile hoje em dia é assim mesmo ou estou indo pelo caminho mais difícil? Depois que comecei a aprender web e mobile passei a achar Python até que bem organizado hahaha.

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 


dk120

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
34.886
Reações
66.791
Pontos
979
Você deve ter pegado um curso que ensina fazer site usando os frameworks de Javascript. Isso é uma loucura sem tamanho. Mas ainda se faz site de forma tradicional, com o servidor gerando todo o HTML e com pouquissimo Javascript.

Da uma olhada no framework Laravel para PHP ou Ruby on Rails. Você vai ver como é bem mais simples.
 

Bug_Secular

Bam-bam-bam
Mensagens
3.373
Reações
4.835
Pontos
303
E aí, beleza?


Trabalho com WEB, mas só sei o básico: PHP pro backend, MYSQL pro banco de dados e HTML/Jquery/CSS pro front end.
Atualmente o pessoal usa dezenas de ferramentas disponíveis para desenvolvimento WEB. Dentre eles está o React Native (Que estou estudando), Angular, FLutter...

Essas frameworks permitem transformar o sistema web em um app web - claro, que adotando técnicas diferentes entre o sistema WEB e o sistema mobile.
Mas essas 3 ferramentas que citei são frameworks em JavaScript. Por isso o JavaScript deve ser estudado, e o cara tem que ter um bom domínio.

Eu mesmo não sou fã dessas frameworks em Javascript, pra mim os apps deveriam ser em Java/Golang/Kotlin pro Android e swift para a Apple.

Tem ainda framework Javascript pro backend: o NodeJS.

Estou me dando bem com o React, claro que com algumas briguinhas e por achar algo desnecessário, mas infelizmente o mercado cobre.

Acho vantagem se dedicar nessas frameworks pra quem já domina pelo menos o Java|Php|C#|(e o Python)), mas pra quem ainda não manja de nenhuma linguagem de programação acho desvantagem.

Resumindo:

Tenha calma. Antes de se aventurar nessas frameworks, aprenda HTML, CSS, JS e alguma lingugaem no backend +banco de dados.
Apesar de ser dificil aprender algo novo, sempre fica mais fácil quando vc já tem uma base. E programação vc aprende com a prática.
 
Ultima Edição:

Macaco Louco

Bam-bam-bam
Mensagens
1.390
Reações
1.066
Pontos
208
Você deve ter pegado um curso que ensina fazer site usando os frameworks de Javascript. Isso é uma loucura sem tamanho. Mas ainda se faz site de forma tradicional, com o servidor gerando todo o HTML e com pouquissimo Javascript.

Da uma olhada no framework Laravel para PHP ou Ruby on Rails. Você vai ver como é bem mais simples.
Eu peguei um curso que ensina React e React Native por querer aprender tanto web como mobile.

Php eu já usei e gostava bastante (é da minha época, hahaha).


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

CidoLoco

Bam-bam-bam
VIP
Mensagens
3.078
Reações
1.948
Pontos
254
Da uma olhada em Ruby + Rails, que é um doce, ou django + python. Para front-end basta aprender um framework básico de CSS como bootstrap ou Bulma.io para as páginas não ficarem muito toscas.

Eu pessoalmente gosto muito de Python + Flask + Vue.js.

Se preferir algo mais tradicional como Java, da uma olhada em Springboot, funciona bem pra quem ja sabe java mas é iniciante no assunto.

O Laravel é legal mas eu acho meio chato de configurar o ambiente (tanto no homestead quanto no valé), e no final das contas tu sai com algo simples feito mais rapidamente em python ou ruby. Eu aprendi os fundamentos de MVC com rails.

No mais, se for usar Rails, faça em uma VM com Linux. Não tente fazer no Windows, tu vai levar mais tempo tentando instalar o Rails do que de fato fazendo as coisas. Isso é meio que geral pra tudo nessa área, mas o Rails é especialmente chato de rodar no Windows.

Fuja de Angular, React, Omnistack, node.js, e coisas de javascript. Dá pra aprender por aí mas como Javascript é cru, precisa de uma caralhada de biblioteca e framework pra coisas que transformam uma solução simples em algo complicado. Além de que alguns frameworks usam dialetos e não o javascript em si, o que confunde ainda mais novatos (react usa JSX e angular usa typescript).
 

Macaco Louco

Bam-bam-bam
Mensagens
1.390
Reações
1.066
Pontos
208
E aí, beleza?


Trabalho com WEB, mas só sei o básico: PHP pro backend, MYSQL pro banco de dados e HTML/Jquery/CSS pro front end.
Atualmente o pessoal usa dezenas de ferramentas disponíveis para desenvolvimento WEB. Dentre eles está o React Native (Que estou estudando), Angular, FLutter...

Essas frameworks permitem transformar o sistema web em um app web - claro, que adotando técnicas diferentes entre o sistema WEB e o sistema mobile.
Mas essas 3 ferramentas que citei são frameworks em JavaScript. Por isso o JavaScript deve ser estudado, e o cara tem que ter um bom domínio.

Eu mesmo não sou fã dessas frameworks em Javascript, pra mim os apps deveriam ser em Java/Golang/Kotlin pro Android e swift para a Apple.

Tem ainda framework Javascript pro backend: o NodeJS.

Estou me dando bem com o React, claro que com algumas briguinhas e por achar algo desnecessário, mas infelizmente o mercado cobre.

Acho vantagem se dedicar nessas frameworks pra quem já domina pelo menos o Java|Php|C#|(e o Python)), mas pra quem ainda não manja de nenhuma linguagem de programação acho desvantagem.

Resumindo:

Tenha calma. Antes de se aventurar nessas frameworks, aprenda HTML, CSS, JS e alguma lingugaem no backend +banco de dados.
Apesar de ser dificil aprender algo novo, sempre fica mais fácil quando vc já tem uma base. E programação vc aprende com a prática.
Então, HTML e CSS eu conheço bem, assim como Java e banco de dados. Estou tendo problema mais no React mesmo. Aquilo é uma zona para quem está começando.

No backend estou usando NodeJS também. Por incrível que pareça o backend achei mais fácil.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 


Macaco Louco

Bam-bam-bam
Mensagens
1.390
Reações
1.066
Pontos
208
Da uma olhada em Ruby + Rails, que é um doce, ou django + python. Para front-end basta aprender um framework básico de CSS como bootstrap ou Bulma.io para as páginas não ficarem muito toscas.

Eu pessoalmente gosto muito de Python + Flask + Vue.js.

Se preferir algo mais tradicional como Java, da uma olhada em Springboot, funciona bem pra quem ja sabe java mas é iniciante no assunto.

O Laravel é legal mas eu acho meio chato de configurar o ambiente (tanto no homestead quanto no valé), e no final das contas tu sai com algo simples feito mais rapidamente em python ou ruby. Eu aprendi os fundamentos de MVC com rails.

No mais, se for usar Rails, faça em uma VM com Linux. Não tente fazer no Windows, tu vai levar mais tempo tentando instalar o Rails do que de fato fazendo as coisas. Isso é meio que geral pra tudo nessa área, mas o Rails é especialmente chato de rodar no Windows.

Fuja de Angular, React, Omnistack, node.js, e coisas de javascript. Dá pra aprender por aí mas como Javascript é cru, precisa de uma caralhada de biblioteca e framework pra coisas que transformam uma solução simples em algo complicado. Além de que alguns frameworks usam dialetos e não o javascript em si, o que confunde ainda mais novatos (react usa JSX e angular usa typescript).
Eu estou fazendo o curso da Rocketseat (gratuito). O cara explica bem, mas ele instala uma biblioteca para cada funcionalidade hahaha.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Bug_Secular

Bam-bam-bam
Mensagens
3.373
Reações
4.835
Pontos
303
Então, HTML e CSS eu conheço bem, assim como Java e banco de dados. Estou tendo problema mais no React mesmo. Aquilo é uma zona para quem está começando.

No backend estou usando NodeJS também. Por incrível que pareça o backend achei mais fácil.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Não sou muito fã dessas frameworks não, mas o mercado cobra e temos que dar um jeito. Acho confuso. Acho uma dor de cabeça configurar, gerar, compilar...
Acho gambiarrento um sistema com trilhões de módulos/extensões mas fazer o quê...
 

Bug_Secular

Bam-bam-bam
Mensagens
3.373
Reações
4.835
Pontos
303
Eu estou fazendo o curso da Rocketseat. O cara explica bem, mas ele instala uma biblioteca para cada funcionalidade hahaha.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Eu comecei uma aula dele e larguei. To vendo vídeos randoms e aprendendo apenas aquilo que busco: assim como fiz antes de aprender PHP.
Ele (o Rocketseat) instala trilhões de extensões, bilhoes de comandos e etc, acabou me deixando confuso. Depois que comecei a ver vídeos randoms comecei a progredir. O cara sabe explicar, mas o ritmo e os conteúdos iniciais não batem com o meu.
 

Bug_Secular

Bam-bam-bam
Mensagens
3.373
Reações
4.835
Pontos
303
Da uma olhada em Ruby + Rails, que é um doce, ou django + python. Para front-end basta aprender um framework básico de CSS como bootstrap ou Bulma.io para as páginas não ficarem muito toscas.

Eu pessoalmente gosto muito de Python + Flask + Vue.js.

Se preferir algo mais tradicional como Java, da uma olhada em Springboot, funciona bem pra quem ja sabe java mas é iniciante no assunto.

O Laravel é legal mas eu acho meio chato de configurar o ambiente (tanto no homestead quanto no valé), e no final das contas tu sai com algo simples feito mais rapidamente em python ou ruby. Eu aprendi os fundamentos de MVC com rails.

No mais, se for usar Rails, faça em uma VM com Linux. Não tente fazer no Windows, tu vai levar mais tempo tentando instalar o Rails do que de fato fazendo as coisas. Isso é meio que geral pra tudo nessa área, mas o Rails é especialmente chato de rodar no Windows.

Fuja de Angular, React, Omnistack, node.js, e coisas de javascript. Dá pra aprender por aí mas como Javascript é cru, precisa de uma caralhada de biblioteca e framework pra coisas que transformam uma solução simples em algo complicado. Além de que alguns frameworks usam dialetos e não o javascript em si, o que confunde ainda mais novatos (react usa JSX e angular usa typescript).
Infelizmente o cara que trabalha pra WEB tem que dar uma chance pra uma dessas ferramentas... os clientes e agências estão mais espertos, querem economizar grana e tempo e acabam cobrando que o programador saiba pelo menos React Native, pois criar um app web é mais rápido que criar com Java Android + servidor. Python e Ruby achei chatinho pra WEB, Python devido o lance da falta de "functions(){ }" me desanimou demais.
 

Macaco Louco

Bam-bam-bam
Mensagens
1.390
Reações
1.066
Pontos
208
Não sou muito fã dessas frameworks não, mas o mercado cobra e temos que dar um jeito. Acho confuso. Acho uma dor de cabeça configurar, gerar, compilar...
Acho gambiarrento um sistema com trilhões de módulos/extensões mas fazer o quê...
Também não gosto de ficar usando muitas bibliotecas. Óbvio que sou contra reinventar a roda, mas o pessoal exagera também.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

CidoLoco

Bam-bam-bam
VIP
Mensagens
3.078
Reações
1.948
Pontos
254
Infelizmente o cara que trabalha pra WEB tem que dar uma chance pra uma dessas ferramentas... os clientes e agências estão mais espertos, querem economizar grana e tempo e acabam cobrando que o programador saiba pelo menos React Native, pois criar um app web é mais rápido que criar com Java Android + servidor. Python e Ruby achei chatinho pra WEB, Python devido o lance da falta de "functions(){ }" me desanimou demais.
De fato tem que aprender essas ferramentas para o mercado, mas quem ta começando vai ter muito trabalho iniciando por aí. Eu quis dizer um "fuja por enquanto " e não "fuja para o resto da vida" hehehe.

É mais fácil pegar um framework simples pra aprender os conceitos de model, view, controller, rotas, serviços, cors, templating e etc e depois pular pra um desses e pegar os outros conceitos mais avançados.
 

Bug_Secular

Bam-bam-bam
Mensagens
3.373
Reações
4.835
Pontos
303
Também não gosto de ficar usando muitas bibliotecas. Óbvio que sou contra reinventar a roda, mas o pessoal exagera também.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Por enquanto só fiz umas telinhas bobas, ainda não peguei no médio nem no pesado, mas vou aprender só o básico para continuar pegando projetos da agência.
Tá complicado sobreviver apenas com PHP e HTML/CSS/JS. Mas meu sonho mesmo é migrar pro java e tentar ganhar mais.
 

Bug_Secular

Bam-bam-bam
Mensagens
3.373
Reações
4.835
Pontos
303
De fato tem que aprender essas ferramentas para o mercado, mas quem ta começando vai ter muito trabalho iniciando por aí. Eu quis dizer um "fuja por enquanto " e não "fuja para o resto da vida" hehehe.

É mais fácil pegar um framework simples pra aprender os conceitos de model, view, controller, rotas, serviços, cors, templating e etc e depois pular pra um desses e pegar os outros conceitos mais avançados.
Boa! Cara uma boa dica q vc deu mesmo. Tem muito tutorial do youtube que ensina a como criar uns frameworks "simples" usando padrão MVC. Eu mesmo aprimorei assim. Tipo, faz um sistema simples em mvc e vai aprimorando aos poucos. Da pra aprender muito assim.

Agora sobre essas frame em JS acho só válido para um curto período, agora não me vejo ficar anos trabalhando com React Native, quero paz e sossego e código limpo/bem organizado sem bilhões de pastas.
 

dk120

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
34.886
Reações
66.791
Pontos
979
Eu peguei um curso que ensina React e React Native por querer aprender tanto web como mobile.

Php eu já usei e gostava bastante (é da minha época, hahaha).


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Se querer aplicativo, é isso mesmo. Ou o Flutter do Google.

Quando eu fiz pós graduação até ensinaram a desenvolver aplicativo nativo, mas o mercado está seguindo essa onda do React. Mas se quiser só para hobby, pode tentar programar para o Android nativo. É bem legal.
 

Macaco Louco

Bam-bam-bam
Mensagens
1.390
Reações
1.066
Pontos
208
Vou continuar o curso e tentar fazer um projeto simples para ver se entendi alguma coisa.

Outra dificuldade que estou tendo é com o mongodb. Sou da época dos bancos relacionais. Vamos ver o que vai sair.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

CidoLoco

Bam-bam-bam
VIP
Mensagens
3.078
Reações
1.948
Pontos
254
Dos 3 mais comuns eu nunca mexi muito com React, mas já usei Angular e estou aprendendo Vue.js. Minhas conclusões são:
- O Angular é espetacular pra coisas complexas, mas é um tormento fazer coisas simples nele. Pra algo que se faz em 1 arquivo .js no Vue, ele usa ao menos umas 5 classes em typescript. O interessante é que ele é estruturado do zero pra fazer aplicações grandes, e pra isso ele escala melhor que React ao que dizem. Ainda assim, o uso do node.js e o sistema de funções assíncronas quebra a cabeça de quem ta acostumado com outras linguagens que não tem esse paradigma.

- Vue.js é um passeio no parque. Em uma tarde consegui aprender o que precisava e fazer uma página simples pra chamar uns serviços e mostrar uns dados na tela. Ele funciona tanto como uma lib de javascript cru, 100% client-side e também pode rodar em um servidor de aplicação próprio. Ele não mistura lógica com template como no React e suporta separar os componentes em arquivos separados caso queira. Não sei como ele funciona escalando, mas pra aprender o conceito de framework reativo ele é bem legal, além de possibilitar o uso de javascript padrão. Tem libs pra front-end e back-end, mas não te obriga a rodar um servidor de aplicação e permite progressivamente migrar uma aplicação existente pra vue.

Pra aprender eu recomendo os guias oficiais, normalmente eu leio a documentação oficial pra fazer as coisas.

E cara, nesse mundo de JS as coisas são tão voláteis que eu acho que vale mais aprender na hora que for usar do que estudar "caso um dia vá usar", porque toda hora aparece framework novo de JS. Eu lembro que há uns anos atrás tava todo mundo no Angular 1 (muy diferente do atual), JQuery, Wicket, Foundation e outras coisas que nem se ve mais muito.
 

Bug_Secular

Bam-bam-bam
Mensagens
3.373
Reações
4.835
Pontos
303
Dos 3 mais comuns eu nunca mexi muito com React, mas já usei Angular e estou aprendendo Vue.js. Minhas conclusões são:
- O Angular é espetacular pra coisas complexas, mas é um tormento fazer coisas simples nele. Pra algo que se faz em 1 arquivo .js no Vue, ele usa ao menos umas 5 classes em typescript. O interessante é que ele é estruturado do zero pra fazer aplicações grandes, e pra isso ele escala melhor que React ao que dizem. Ainda assim, o uso do node.js e o sistema de funções assíncronas quebra a cabeça de quem ta acostumado com outras linguagens que não tem esse paradigma.

- Vue.js é um passeio no parque. Em uma tarde consegui aprender o que precisava e fazer uma página simples pra chamar uns serviços e mostrar uns dados na tela. Ele funciona tanto como uma lib de javascript cru, 100% client-side e também pode rodar em um servidor de aplicação próprio. Ele não mistura lógica com template como no React e suporta separar os componentes em arquivos separados caso queira. Não sei como ele funciona escalando, mas pra aprender o conceito de framework reativo ele é bem legal, além de possibilitar o uso de javascript padrão. Tem libs pra front-end e back-end, mas não te obriga a rodar um servidor de aplicação e permite progressivamente migrar uma aplicação existente pra vue.

Pra aprender eu recomendo os guias oficiais, normalmente eu leio a documentação oficial pra fazer as coisas.

E cara, nesse mundo de JS as coisas são tão voláteis que eu acho que vale mais aprender na hora que for usar do que estudar "caso um dia vá usar", porque toda hora aparece framework novo de JS. Eu lembro que há uns anos atrás tava todo mundo no Angular 1 (muy diferente do atual), JQuery, Wicket, Foundation e outras coisas que nem se ve mais muito.
jQuery ainda é muito usado, acho a framework mais facil pra quem tá aprendendo. E concordo com isso: aprender apenas quando for usar. Esse lance de framework é passageiro.
 

ganondorfan

Supra-sumo
Mensagens
904
Reações
1.963
Pontos
168
Durante toda a minha graduação em ciência da computação eu nunca tive contato com web e muito menos mobile (nem existia smartphone na época). Após me formar, fui para a área acadêmica e nunca sai da computação científica. Agora estou querendo aprender web e mobile por diversão e estou achando complicado demais.

Não sei se escolhi o curso errado para aprender (online gratuito), mas é normal precisar instalar uma porrada de coisas para fazer uma simples listagem de produtos? É um monte de webpack, yarn, babel, axios, React, React Native, blá-blá-blá, etc.

Sinceramente, parece que é meio que impossível desenvolver qualquer coisa sem ficar olhando a documentação toda hora, sem contar a sintaxe horrível do JavaScript e os inúmeros arquivos de configuração e funções obsoletas que mudam direto.

A vida de desenvolvedor web/mobile hoje em dia é assim mesmo ou estou indo pelo caminho mais difícil? Depois que comecei a aprender web e mobile passei a achar Python até que bem organizado hahaha.

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
O mais curioso da sua postagem no meu ponto de vista é o estranhamento com Javascript.

Vou te falar um pouco sobre mim, venho de uma base sólida de Java, desde que decidi me tornar um desenvolvedor profissional, a primeira linguagem que estudei com real afinco foi Java, justamente por ela ser multi propósito e totalmente OO. Estudei durante a faculdade e fora dela também.

Estudei de tudo, criei programas Desktop (até hoje ainda tenho clientes com eles), aplicativos Android nativo, aplicação Web com Servlets, com JSF, Spring, Hibernate, EclipseLink e por aí vai. Sempre tinha algum framework novo pra estudar. Me certifiquei (Oracle) e estava numa pegada quase que evangelista.

Porém, me vi obrigado a aprender Angular (do google, rival do React, praticamente) para trabalhar num projeto com um conhecido meu, encarei o desafio e cai de cabeça no framework.

No início, comecei a tentar aplicar meu conhecimento de OO para estruturar o projeto e, a medida que fui me aprofundando fui tendo contato com Programação Funcional, este que é um paradigma bem diferente do que estamos acostumados a lidar com OO. Ao passo que o tempo foi passando, fui percebendo o quanto eu programava em Java(quantidade e tempo) para fazer todo o aparato sistêmico funcionar em detrimento do que eu estava fazendo com Angular.

Mais precisamente com Javascript, o ganho de produtividade é absurdamente grande. A tipagem forte do Java, antes demasiadamente apreciada pela minha pessoa caiu por terra e, passei a contabilizar o tempo que eu passava programando regra de negócio e a partir de então WeB virou meu foco em absoluto.

O poder do javascript está em sua flexibilidade e elegância. O novo padrão ECS6 tem muita facilidade e resolve uma miríade de problemas que são dificilmente contornáveis em uma linguagem mais tradicional como Java, C# e derivados. O lema com Js é resolver os problemas o mais simples e direto possível e, caso num futuro próximo seja necessário uma mudança estrutural, diferentemente do que ocorre com linguagens mais tradicionais, o impacto é sempre pequeno e de fácil adaptação.

Existe muita coisa moderna nesse mundo Web e de aplicações híbridas (Android e Ios), mas depois que se entende o Core, tudo flui com muita facilidade e produtividade. Talvez, seria interessante você dominar o conceito de desenvolvimento web com JS antes de embarcar nos frameworks, ou até gostaria de lhe sugerir tentar o ecossistema do Angular 2+, que é extremamente amigável de se começar.

Um curso excelente e gratuito de angular no youtube é o da Lorraine, consegui estar apto a trabalhar em uma semana do zero com ele.
Segue o vídeo (procure pela playlist).


Ah, antes que eu me esqueça, tem uma galera que ainda usa Bootstrap para poder criar interfaces, sinceramente, acho um retrocesso.
Dê uma olhadinha no Prime https://www.primefaces.org/primeng/#/ (Prime NG com Angular é a dupla perfeita)

Forte abraço.
 
Ultima Edição:

Totalmente Drogada

Supra-sumo
VIP
Mensagens
999
Reações
1.542
Pontos
174
Já que vc quer trabalhar com o mobile híbrido/web, uma sugestão é que foque em web agora e deixar os frameworks para mobile/web um pouco de lado, cria uma boa base de conhecimento em HTML, JS e CSS. Depois foca em alguns frameworks de CSS, como Bootstrap e Materalize. E ai vai para o back-end com Ruby, PHP, Java, C# ( ai depende da stack que vc quer especializar) associados a SQL Server / Oracle / Mongo.

Se algo tá pegando, por exemplo o Mongo, que traz conceitos novos, então primeiro brinca com ele, entende como ele funciona e depois associa com o que vc tá fazendo em web. Antes de encarar um framework, veja quais design principles ele faz uso e quais design patterns se adequam melhor a ele, assim vc já vai com uma ideia melhor do que vai encontrar e como trabalhar.

Aproveita faz seu github se não tiver, cria o costume de publicar seus projetinhos até para te dar uma visibilidade de como vc tá progredindo, o Medium é ótimo para tutoriais rápidos e discutir assuntos relacionados, StackOverflow é obrigatório, e pega uns cursos no Udemy ou Linkedin Premium que tem um monte junto com a assinatura.



Se quiser apostar em nativo primeiro, Android é uma boa + Kotlin (vai facilitar com os componentes do Android Jetpack e programação funcional).

 

dk120

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
34.886
Reações
66.791
Pontos
979
Vou continuar o curso e tentar fazer um projeto simples para ver se entendi alguma coisa.

Outra dificuldade que estou tendo é com o mongodb. Sou da época dos bancos relacionais. Vamos ver o que vai sair.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Outra tecnologia hipster. Bancos de dados relacionais ainda são os mais usados.
 

Maner

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
24.673
Reações
18.006
Pontos
739
Particularmente, backend pra mim sempre será Spring. Ainda mais com Kotlin hoje em dia. Também gostei daquele da M$.

Agora front eu sinceramente desisti de acompanhar. É muito framework hipster, trezentas mil ferramentas e um inferno pra gerenciar tudo. Mas recomendo muito caso vá pra essa parte de apps investir em aprender Typescript. Não sofre com javascript não, bicho.
 

dk120

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
34.886
Reações
66.791
Pontos
979
Particularmente, backend pra mim sempre será Spring. Ainda mais com Kotlin hoje em dia. Também gostei daquele da M$.

Agora front eu sinceramente desisti de acompanhar. É muito framework hipster, trezentas mil ferramentas e um inferno pra gerenciar tudo. Mas recomendo muito caso vá pra essa parte de apps investir em aprender Typescript. Não sofre com javascript não, bicho.
Hoje em dia não dá para fazer tudo. Cara que tenta aprender tudo, não fica bom em nada.

Felizmente o backend tá bem estável. Se olhar como funciona os frameworks PHP, Ruby ou Java, são todos parecidos. Bom que a gente pode focar na modelagem das regras, que é onde desenvolvedor backend se sente em casa.
 

Macaco Louco

Bam-bam-bam
Mensagens
1.390
Reações
1.066
Pontos
208
Dos 3 mais comuns eu nunca mexi muito com React, mas já usei Angular e estou aprendendo Vue.js. Minhas conclusões são:
- O Angular é espetacular pra coisas complexas, mas é um tormento fazer coisas simples nele. Pra algo que se faz em 1 arquivo .js no Vue, ele usa ao menos umas 5 classes em typescript. O interessante é que ele é estruturado do zero pra fazer aplicações grandes, e pra isso ele escala melhor que React ao que dizem. Ainda assim, o uso do node.js e o sistema de funções assíncronas quebra a cabeça de quem ta acostumado com outras linguagens que não tem esse paradigma.

- Vue.js é um passeio no parque. Em uma tarde consegui aprender o que precisava e fazer uma página simples pra chamar uns serviços e mostrar uns dados na tela. Ele funciona tanto como uma lib de javascript cru, 100% client-side e também pode rodar em um servidor de aplicação próprio. Ele não mistura lógica com template como no React e suporta separar os componentes em arquivos separados caso queira. Não sei como ele funciona escalando, mas pra aprender o conceito de framework reativo ele é bem legal, além de possibilitar o uso de javascript padrão. Tem libs pra front-end e back-end, mas não te obriga a rodar um servidor de aplicação e permite progressivamente migrar uma aplicação existente pra vue.

Pra aprender eu recomendo os guias oficiais, normalmente eu leio a documentação oficial pra fazer as coisas.

E cara, nesse mundo de JS as coisas são tão voláteis que eu acho que vale mais aprender na hora que for usar do que estudar "caso um dia vá usar", porque toda hora aparece framework novo de JS. Eu lembro que há uns anos atrás tava todo mundo no Angular 1 (muy diferente do atual), JQuery, Wicket, Foundation e outras coisas que nem se ve mais muito.
Estou percebendo que é mais fácil ler a documentação também. Cada curso online explica de uma forma. Acho que estou engessado na computação científica que é tudo meio que padronizado.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Amigo Bolha

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
19.690
Reações
24.246
Pontos
674
Durante toda a minha graduação em ciência da computação eu nunca tive contato com web e muito menos mobile (nem existia smartphone na época). Após me formar, fui para a área acadêmica e nunca sai da computação científica. Agora estou querendo aprender web e mobile por diversão e estou achando complicado demais.

Não sei se escolhi o curso errado para aprender (online gratuito), mas é normal precisar instalar uma porrada de coisas para fazer uma simples listagem de produtos? É um monte de webpack, yarn, babel, axios, React, React Native, blá-blá-blá, etc.

Sinceramente, parece que é meio que impossível desenvolver qualquer coisa sem ficar olhando a documentação toda hora, sem contar a sintaxe horrível do JavaScript e os inúmeros arquivos de configuração e funções obsoletas que mudam direto.

A vida de desenvolvedor web/mobile hoje em dia é assim mesmo ou estou indo pelo caminho mais difícil? Depois que comecei a aprender web e mobile passei a achar Python até que bem organizado hahaha.

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Não é não. Tudo depende do seu projeto e do stack que pretende usar. Pode ser bem mais simples.
 

Macaco Louco

Bam-bam-bam
Mensagens
1.390
Reações
1.066
Pontos
208
O mais curioso da sua postagem no meu ponto de vista é o estranhamento com Javascript.

Vou te falar um pouco sobre mim, venho de uma base sólida de Java, desde que decidi me tornar um desenvolvedor profissional, a primeira linguagem que estudei com real afinco foi Java, justamente por ela ser multi propósito e totalmente OO. Estudei durante a faculdade e fora dela também.

Estudei de tudo, criei programas Desktop (até hoje ainda tenho clientes com eles), aplicativos Android nativo, aplicação Web com Servlets, com JSF, Spring, Hibernate, EclipseLink e por aí vai. Sempre tinha algum framework novo pra estudar. Me certifiquei (Oracle) e estava numa pegada quase que evangelista.

Porém, me vi obrigado a aprender Angular (do google, rival do React, praticamente) para trabalhar num projeto com um conhecido meu, encarei o desafio e cai de cabeça no framework.

No início, comecei a tentar aplicar meu conhecimento de OO para estruturar o projeto e, a medida que fui me aprofundando fui tendo contato com Programação Funcional, este que é um paradigma bem diferente do que estamos acostumados a lidar com OO. Ao passo que o tempo foi passando, fui percebendo o quanto eu programava em Java(quantidade e tempo) para fazer todo o aparato sistêmico funcionar em detrimento do que eu estava fazendo com Angular.

Mais precisamente com Javascript, o ganho de produtividade é absurdamente grande. A tipagem forte do Java, antes demasiadamente apreciada pela minha pessoa caiu por terra e, passei a contabilizar o tempo que eu passava programando regra de negócio e a partir de então WeB virou meu foco em absoluto.

O poder do javascript está em sua flexibilidade e elegância. O novo padrão ECS6 tem muita facilidade e resolve uma miríade de problemas que são dificilmente contornáveis em uma linguagem mais tradicional como Java, C# e derivados. O lema com Js é resolver os problemas o mais simples e direto possível e, caso num futuro próximo seja necessário uma mudança estrutural, diferentemente do que ocorre com linguagens mais tradicionais, o impacto é sempre pequeno e de fácil adaptação.

Existe muita coisa moderna nesse mundo Web e de aplicações híbridas (Android e Ios), mas depois que se entende o Core, tudo flui com muita facilidade e produtividade. Talvez, seria interessante você dominar o conceito de desenvolvimento web com JS antes de embarcar nos frameworks, ou até gostaria de lhe sugerir tentar o ecossistema do Angular 2+, que é extremamente amigável de se começar.

Um curso excelente e gratuito de angular no youtube é o da Lorraine, consegui estar apto a trabalhar em uma semana do zero com ele.
Segue o vídeo (procure pela playlist).


Ah, antes que eu me esqueça, tem uma galera que ainda usa Bootstrap para poder criar interfaces, sinceramente, acho um retrocesso.
Dê uma olhadinha no Prime https://www.primefaces.org/primeng/#/ (Prime NG com Angular é a dupla perfeita)

Forte abraço.
Realmente o JavaScript facilita algumas coisas. O meu estranhamente é devido a eu não usar no dia a dia mesmo. Antes de começar a estudar node e react eu fiz um curso online de JavaScript. Talvez devesse praticar mais JS antes de partir para node e React.

Quanto ao bootstrap eu cheguei a usar na época que era famoso em alguns projetos pessoais só por diversão. Eu achava bem fácil.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Macaco Louco

Bam-bam-bam
Mensagens
1.390
Reações
1.066
Pontos
208
Já que vc quer trabalhar com o mobile híbrido/web, uma sugestão é que foque em web agora e deixar os frameworks para mobile/web um pouco de lado, cria uma boa base de conhecimento em HTML, JS e CSS. Depois foca em alguns frameworks de CSS, como Bootstrap e Materalize. E ai vai para o back-end com Ruby, PHP, Java, C# ( ai depende da stack que vc quer especializar) associados a SQL Server / Oracle / Mongo.

Se algo tá pegando, por exemplo o Mongo, que traz conceitos novos, então primeiro brinca com ele, entende como ele funciona e depois associa com o que vc tá fazendo em web. Antes de encarar um framework, veja quais design principles ele faz uso e quais design patterns se adequam melhor a ele, assim vc já vai com uma ideia melhor do que vai encontrar e como trabalhar.

Aproveita faz seu github se não tiver, cria o costume de publicar seus projetinhos até para te dar uma visibilidade de como vc tá progredindo, o Medium é ótimo para tutoriais rápidos e discutir assuntos relacionados, StackOverflow é obrigatório, e pega uns cursos no Udemy ou Linkedin Premium que tem um monte junto com a assinatura.



Se quiser apostar em nativo primeiro, Android é uma boa + Kotlin (vai facilitar com os componentes do Android Jetpack e programação funcional).

Cara, adorei as figuras. Vou tentar sistematizar o estudo aqui. Obrigado.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Macaco Louco

Bam-bam-bam
Mensagens
1.390
Reações
1.066
Pontos
208
Outra tecnologia hipster. Bancos de dados relacionais ainda são os mais usados.
Aquilo é estranho demais. Não consigo imaginar uma empresa gigante organizando os dados daquela maneira. Aquilo não me parece seguro por algum motivo. Mas certamente deve ter muita empresa grande que usa.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Macaco Louco

Bam-bam-bam
Mensagens
1.390
Reações
1.066
Pontos
208
Hoje em dia não dá para fazer tudo. Cara que tenta aprender tudo, não fica bom em nada.

Felizmente o backend tá bem estável. Se olhar como funciona os frameworks PHP, Ruby ou Java, são todos parecidos. Bom que a gente pode focar na modelagem das regras, que é onde desenvolvedor backend se sente em casa.
Concordo. Só estou tentando abraçar tudo pois é por hobby é quero criar um App web e mobile por diversão. Se fosse focar não sairia do backend.

Se bem que atualmente as empresas devem exigir de tudo e mais um pouco.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Xaropinho

Bam-bam-bam
Mensagens
2.044
Reações
5.741
Pontos
268
por hobby é quero criar um App web e mobile por diversão
PWA

Se for só para brincar não perca seu tempo estudando uma coisa que não vai usar de maneira pratica.
Alias esse é um dos motivos por que existem varias pessoas da área de TI reclamando da área.
Não sabem o que querem, estudam tudo que aparece e depois saem xingando tudo e todos.

Cuidado com as muitas vozes, todo mundo hoje tenta vender seu peixe, procura algo e foque naquilo. Vai fazer sentido lá na frente.

Eu sou engenheiro de software mobile...
 

nando3d

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
24.729
Reações
33.356
Pontos
654
Sugiro o FreeCodeCamp. Ele é mais gradual nesse aspecto: https://www.freecodecamp.org/

  • Responsive Web Design Certification (300 hours)
    • Basic HTML and HTML5
      Not Passed0/28
    • Basic CSS
      Not Passed0/44
    • Applied Visual Design
      Not Passed0/52
    • Applied Accessibility
      Not Passed0/22
    • Responsive Web Design Principles
      Not Passed0/4
    • CSS Flexbox
      Not Passed0/17
    • CSS Grid
      Not Passed0/22
    • Responsive Web Design Projects
      Not Passed0/5
  • JavaScript Algorithms and Data Structures Certification (300 hours)
    • Basic JavaScript
      Not Passed0/110
    • ES6
      Not Passed0/31
    • Regular Expressions
      Not Passed0/33
    • Debugging
      Not Passed0/12
    • Basic Data Structures
      Not Passed0/20
    • Basic Algorithm Scripting
      Not Passed0/16
    • Object Oriented Programming
      Not Passed0/26
    • Functional Programming
      Not Passed0/24
    • Intermediate Algorithm Scripting
      Not Passed0/21
    • JavaScript Algorithms and Data Structures Projects
      Not Passed0/5
  • Front End Libraries Certification (300 hours)
    • Bootstrap
      Not Passed0/31
    • jQuery
      Not Passed0/18
    • Sass
      Not Passed0/9
    • React
      Not Passed0/47
    • Redux
      Not Passed0/17
    • React and Redux
      Not Passed0/10
    • Front End Libraries Projects
      Not Passed0/5
  • Data Visualization Certification (300 hours)
    • Data Visualization with D3
      Not Passed0/29
    • JSON APIs and Ajax
      Not Passed0/10
    • Data Visualization Projects
      Not Passed0/5
  • APIs and Microservices Certification (300 hours)
    • Managing Packages with Npm
      Not Passed0/10
    • Basic Node and Express
      Not Passed0/12
    • MongoDB and Mongoose
      Not Passed0/12
    • APIs and Microservices Projects
      Not Passed0/5
  • Information Security and Quality Assurance Certification (300 hours)
    • Information Security with HelmetJS
      Not Passed0/14
    • Quality Assurance and Testing with Chai
      Not Passed0/24
    • Advanced Node and Express
      Not Passed0/22
    • Information Security and Quality Assurance Projects
      Not Passed0/5
  • Coding Interview Prep (Thousands of hours of challenges)
    • Algorithms
      Not Passed0/9
    • Data Structures
      Not Passed0/46
    • Take Home Projects
      Not Passed0/20
    • Rosetta Code
      Not Passed0/134
    • Project Euler
      Not Passed0/480
 

dk120

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
34.886
Reações
66.791
Pontos
979
Concordo. Só estou tentando abraçar tudo pois é por hobby é quero criar um App web e mobile por diversão. Se fosse focar não sairia do backend.

Se bem que atualmente as empresas devem exigir de tudo e mais um pouco.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Sim, os bancos de dados relacionais são testados e otimizados a décadas. Controle de transações, de concorrência, recuperação de crash, são muitas coisas que eles fornecem para as aplicações. Não dá para abrir mão de tudo isso.
 

nando3d

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
24.729
Reações
33.356
Pontos
654
Vou continuar o curso e tentar fazer um projeto simples para ver se entendi alguma coisa.

Outra dificuldade que estou tendo é com o mongodb. Sou da época dos bancos relacionais. Vamos ver o que vai sair.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
É porque cada um tem um propósito diferente:

Se o negócio é estruturado, tem esquemas pré-definidos, o ideal são bancos relacionais, como MySQL. Por exemplo, aplicações que requerem transações de várias linhas, como sistemas contábeis ou sistemas de estoques.

Tipo, eu tenho uma tabela de cadastro de cliente com id, nome, cpf. Sempre serão os mesmos dados, no máximo eu posso acrescentar mais alguma coluna, mas estruturalmente é o mesmo sempre.

Se sua base cresce rápido e não tem uma estrutura definida, então o ideal são bancos não relacionais, como o MongoDB. Mais especificamente, se você não conseguir definir um esquema para o seu banco de dados, se perceber que está sempre desnormalizando esquemas de dados ou se o seu esquema passa constantemente por mudanças, como costuma ser o caso de mobile, análises em tempo real (big data), sistemas de gerenciamento de conteúdo, etc.

A mesma tabela de clientes que pega suas atividades no app, frequência, deslocamento, horários, basicamente, coisas que as telemetrias fazem. São tantos dados diferentes e sem ordem, que não dá pra usar algo relacional.

 

Maner

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
24.673
Reações
18.006
Pontos
739
Hoje em dia não dá para fazer tudo. Cara que tenta aprender tudo, não fica bom em nada
Muito bem lembrado. Felizmente, o mercado tem se adaptado de forma até que bem rápida e o mito do FULLSTACK MOTHAFUCA tem perdido força.

IMO não tem problema ser generalista no começo (ou por hobby como o @Macaco Louco tá fazendo), mas pra fazer carreira o ideal é investir onde se sente à vontade, mesmo, ou senão vai viver de dar manutenção em código dos outros.
 
Topo