O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Blogueira e suspeitas de estelionato debocham de vítima com pouco dinheiro: ‘Não aguento mais pobre’

Sgt. Kowalski

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
50.186
Reações
113.368
Pontos
989
g1.globo.com

Em aplicativo de troca de mensagens, blogueira e suspeitas de estelionato debocham de vítima com pouco dinheiro: ‘Não aguento mais pobre’


Em um dos prints que integra o inquérito policial, e que ajudou a embasar a decisão da Justiça de decretar a prisão preventiva de Carol; Yasmin Navarro, de 25 anos; Mariana Serrano de Oliveira, de 27; Rayane Silva Sousa, de 28; e Gabriela Silva Vieira, de 20 anos, elas debocham de uma das vítimas que tinha pouco dinheiro na conta.

No print, trocado em um grupo do WhatsApp intitulado Apto 302 — o mesmo em que elas foram presas em flagrante, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio —, elas trocam impressões sobre a vítima da vez e debocham quando encontram alguém com pouco dinheiro em conta.

Ao se deparar com uma mulher de 88 anos, que só tinha R$ 330 na conta, Yasmin Navarro repassa os dados da vítima no grupo e marca a amiga Carol.

Um número, que não é o de nenhuma das cinco mulheres, debocha da “sorte” da blogueira em se deparar com vítimas com pouco dinheiro em conta.

“Carol tá com azar”, diz.

No que Yasmin pergunta se já comprou passagens para uma determinada ação e debocha:

“Não aguento mais pobre."

' Trampo de sexta só cai na segunda'


Print de uma conversa das supostas estelionatárias: 'Não aguento mais pobre' — Foto: Reprodução


Print de uma conversa das supostas estelionatárias: 'Não aguento mais pobre' — Foto: Reprodução

A troca de mensagens aconteceu em uma sexta-feira, que seria um dia de grande atuação da quadrilha, como mostra outro print.

Neste, a conversa começa com um lamento de Mariana Serrano de Oliveira, seguido pela concordância de Rayane, sobre ligar para números furados e inexistentes.

“Tá ruim para falar mesmo, muito número que não existe”, diz Mariana, que é paulista.
“Mesmo jeito que a de vocês, mas vambora”, anima a carioca Rayane.

Yasmin intervém na conversa e lembra de como as coisas devem ser feitas para que elas obtenham o dinheiro que desejam.

“Bora meninas, 15h. Tem que estourar de segundas. Dinheiro para o FDS [fim de semana]. Porque o trampo de sexta só cai na segunda”, alerta ela.
A mensagem vem acompanhada de novo deboche de Rayane sobre a possibilidade de ganhar o dinheiro das vítimas: “Chega me tremo”.

Print da conversa da conversa das supostas estelionatárias do Rio — Foto: Reprodução


Print da conversa da conversa das supostas estelionatárias do Rio — Foto: Reprodução


Quadrilha tinha mais de 10 mil dados de vítimas


A investigação policial apresentada na audiência de custódia de Anna Carolina de Sousa Santos, que se apresentava como influenciadora e empreendedora nas redes sociais, mostrou que ela e seu grupo tinha um elaborado material na hora de aplicar golpes e roubar dados de cartões de crédito das vítimas.

Ao menos foi isso que a polícia encontrou no apartamento do Recreio dos Bandeirantes, na quarta-feira (7), onde foram presas ainda Yasmin, Mariana, Rayane e Gabriela.

Os agentes encontraram arquivos de Excel com mais de 10 mil dados de vítimas em poder do grupo. Um caderno com anotações indicava ainda um pagamento de R$ 416.516,30 para um homem e folhas com a logo do Banco do Brasil, que deveriam ser apresentadas pelo falso motoboy para ajudar a enganar as vítimas.

Mariana Serrano, Gabriela Vieira, Rayane Sousa, Anna Carolinas  e Yasmin Navarro — Foto: Reprodução


Mariana Serrano, Gabriela Vieira, Rayane Sousa, Anna Carolinas e Yasmin Navarro — Foto: Reprodução

LEIA TAMBÉM


Golpe tinha central de telemarketing e script


Eles encontraram ainda uma espécie de “central de telemarketing” com uso de ferramenta de gravação eletrônica chamada URA, que é usada pelos bancos com mensagens pré-gravadas, e que direciona as ligações para atendentes. Tudo para dar mais veracidade ao golpe.

Além disso, os policiais acharam uma espécie de script, que deveria ser usado pelo grupo para que nada levantasse as suspeitas das vítimas.

No computador que era utilizado por Rayane Sousa, os policiais acharam o seguinte texto:

“Boa tarde, por gentileza ... Sr (a) ... Aqui quem fala é Gabriela Cardoso, sou do setor de segurança do Banco do Brasil ... Tudo bem com o Sr(a)? O motivo do meu contato é referente a uma transação que se encontra irregular no nosso sistema. Foi uma compra realizada agora há pouco nas Lojas Americanas da cidade de São Paulo (...)”
Os agentes acrescentaram ao inquérito que, ao chegarem ao apartamento, Rayane e Anna Carolina estavam em ligações com as vítimas.

Eles afirmaram ainda que o atendimento passava por diversos falsos atendentes da quadrilha para dar maior credibilidade à ação.

Montagem de fotos de Anna Carolina (a primeira, sorrindo, em um barco em alto mar; a segunda, séria, na delegacia) — Foto: Reprodução/Redes sociais


Montagem de fotos de Anna Carolina (a primeira, sorrindo, em um barco em alto mar; a segunda, séria, na delegacia) — Foto: Reprodução/Redes sociais


Entenda como era dado o golpe


Na quarta-feira (7), policiais da da 40ª DP, de Honório Gurgel, prenderam Carol, Yasmin, Mariana, Rayane e Gabriela em um apartamento no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, por estelionato.

No local funcionava uma “central de telemarketing", que servia para aplicar golpes em suas vítimas. Elas entravam em contato fingindo ser da administradora do cartão de crédito, diziam quem havia sido detectada uma fraude nas compras feitas no cartão, e que a vítima deveria passar alguns dados para resolver o problema. Elas ainda mandavam um suposto motoboy até a casa da pessoa para pegar o cartão.

Com todos os dados e o cartão das vítimas em mãos, elas faziam compras, saques em contas bancárias, Pix e até empréstimos.


Defesa nega envolvimento de duas meninas


A defesa de Mariana Serrano de Oliveira e Gabriela Silva Vieira negou envolvimento delas na quadrilha.

Segundo o advogado Norley Thomas Lauand, que representa as duas, elas são universitárias, moram em São Paulo e estavam hospedadas no apartamento, que pertencem a Yasmin Navarro.

"Elas estavam com passagem comprada para voltar hoje (sexta-feira) para São Paulo. Não têm nada a ver com isso. As famílias estão desesperadas", disse Lauand.

A defesa de Anna Carolina de Sousa Santos também se manifestou dizendo que repudia veementemente as acusações.

"Ao longo do instrução criminal, sua inocência será provada. A mesma possui ocupação lícita, residência fixa e bons antecedentes, razão pela qual será impetrado o recurso cabível para sua soltura", disse o advogado Daniel Sad, que representa a blogueira.

Anna Carolina sorri em foto publicada em rede social  — Foto: Reprodução/Redes sociais


Anna Carolina sorri em foto publicada em rede social — Foto: Reprodução/Redes sociais

Anna Carolina posa em piscina  — Foto: Reprodução/Redes sociais


Anna Carolina posa em piscina — Foto: Reprodução/Redes sociais

Anna Carolina em foto publicada nas redes sociais  — Foto: Reprodução/Redes sociais


Anna Carolina em foto publicada nas redes sociais — Foto: Reprodução/Redes sociais
 


Bonk

Bam-bam-bam
Mensagens
2.028
Reações
6.298
Pontos
278
Famoso lixo humano, daquele tipo de pessoa que não faria mínima falta na sociedade.
Vão presas, cumprem 1/3 da pena, saem por bom comportamento e vão arrumar outra coisa para fazer.

Minha mãe já teve o cartão clonado, só quem já passou por isso sabe o saco que pode ser.
 

Riraito

Bam-bam-bam
Mensagens
4.427
Reações
5.350
Pontos
374
Influencer de cu é rola.

Uma que eu conheço ia fazer um curso pra ter maior engajamento nas redes sociais e tempos depois veio falar que clonaram o whatsapp dela. Coincidência? Acho que não!

Além do que tem que ser muito burro pra cair em golpe de telemarketing em pleno 2021. Eu nem atendo mais ligação, quanto mais passar meus dados pra uma empresa.
 


konata

Pior user da OS
VIP
Mensagens
5.391
Reações
15.641
Pontos
338
Bandido já merece se foder, debochado tinha que ser torturado queimado em pneu vivo. Todo dia recebo mensagens de golpistas, algumas são ridículas de se identificar. Meu receio é enganarem meus pais que são leigos. Uma boa forma de se precaver é bom senso, não atender quem não conhece, ignorar SMS e nunca passar dados a ninguém, banco nunca vai atrás de você, você que tem que ir atrás do banco.
 

João Ninguém

Veterano
Mensagens
739
Reações
1.076
Pontos
148
o pior é que esse tipo de golpe é recorrente, todo mês aparece alguma quadrilha que fazia praticamente a mesma coisa. Lógico que os golpistas merecem se fuder, mas o pessoal não aprende tbm
 

JackWade

Bam-bam-bam
Mensagens
4.339
Reações
6.215
Pontos
394
Somos carentes até pra cair em golpe, pois nunca vi uma sociedade que curte tanto bater papo com quem não conhece, aceitar solicitações de amizades quando nunca viu a pessoa e etc.
Aumentar o círculo de amizades a qualquer preço? Hmmmm...
Fiquei solteiro a pouco, daí as pessoas que estou conhecendo ficam "desconfiadas", pois não posto fotos nas redes...
 

Idoso

Habitué da casa
Mensagens
436
Reações
334
Pontos
83
Influencer de cu é rola.

Uma que eu conheço ia fazer um curso pra ter maior engajamento nas redes sociais e tempos depois veio falar que clonaram o whatsapp dela. Coincidência? Acho que não!

Além do que tem que ser muito burro pra cair em golpe de telemarketing em pleno 2021. Eu nem atendo mais ligação, quanto mais passar meus dados pra uma empresa.
O alvo é pessoas idosas, que acreditam em qualquer coisa que ver no WhatsApp, agora com isso de pagamento no WhatsApp os golpes só vão aumentar.

Enviado de meu SM-A520F usando o Tapatalk
 

SirSerius

Bam-bam-bam
Mensagens
3.321
Reações
12.205
Pontos
288
Blogueira presa por estelionato é solta e recebida com festa, champanhe e caipirinha no Rio

'Se você é minha amiga e for presa já sabe', celebra amiga em vídeo. Suspeita tem milhares de seguidores e ostentava vida de luxo — conquistada roubando cartões, segundo a polícia.


 

Bat Esponja

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
28.770
Reações
57.351
Pontos
629
Blogueira presa por estelionato é solta e recebida com festa, champanhe e caipirinha no Rio

'Se você é minha amiga e for presa já sabe', celebra amiga em vídeo. Suspeita tem milhares de seguidores e ostentava vida de luxo — conquistada roubando cartões, segundo a polícia.


Agora é só fugir pra Dubai e virar cantora, com direito a música dedicada aos tapeados
 

Dr. Pregos

Xbox Power!
GOLD
Mensagens
19.710
Reações
68.748
Pontos
553
Blogueira presa por estelionato é solta e recebida com festa, champanhe e caipirinha no Rio

'Se você é minha amiga e for presa já sabe', celebra amiga em vídeo. Suspeita tem milhares de seguidores e ostentava vida de luxo — conquistada roubando cartões, segundo a polícia.


KKKKKKKK, vai meter mais golpes ainda, principalmente em cima dos manginas.
 

Kinomatsu Isoshai

Habitué da casa
Mensagens
195
Reações
426
Pontos
63
Li agora o post principal que fala sobre um banco de dados do Banco do Brasil.

Cuidado, galera!!! Já tive meus dados vazados do BB também. Vivo recebendo SMS sobre a minha conta estar "bloqueada".

Os caras sabem o meu nome, telefone e que tenho conta no BB.

Fechei minha conta lá depois que comecei a receber esses sms
 
Topo Fundo