O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Ciências da computação IME USP

The Cérebro

Larva
Mensagens
13
Reações
7
Pontos
3
Atualmente sou aluno da POLI, curso engenharia elétrica, no segundo semestre. Estou bem desmotivado com o curso.
No primeiro semestre consegui terminar no 11 lugar em CR, então acho que uma transferência não seria muito difícil.

Originalmente eu queria cursar matemática aplicada na UFRJ (sou carioca) ou Física no IF da USP, mas apesar da minha família ter boas condições é economicamente inviável.
Estava tão interessado que já cobri toda a matemática do ciclo básico, nesse ano mesmo.

Observando a grade curricular, me identifiquei muito mais que o curso de CC.

Poderiam compartilhar as suas experiências?
 


The Cérebro

Larva
Mensagens
13
Reações
7
Pontos
3
engenharia em 2020.
Cai fora dessa roubada.

No melhor dos cenários (vc ganhando bem) vc não vai trabalhar com engenharia e vai ter perdido muito tempo estudando coisas que nunca vai usar.
Além da faculdade ser difícil e integral.

Se quer ser programador faça direto programação.
Nem fiz a escolha, fui obrigado.
Os meus pais acreditam nesse meme de eng 20k porque são eng 20k. É difícil fazê-los aceitar que não é a realidade atual, ainda mais com a extinção dos concursos públicos.
 

Biff89

Bam-bam-bam
Mensagens
3.130
Reações
1.934
Pontos
259
Me formei esse ano pela UFRGS.

Se gosta de teoria, Ciência da Computação é um bom curso. Mas em uma instituição de qualidade, não vão te ensinar tecnologias do mercado. Você tem que se virar sozinho pra isso. Normalmente um estágio durante a graduação resolve isso. Conhecimento teórico vai te ajudar muito se precisares gerenciar grandes projetos, já que você sabe sempre o terreno onde as tecnologias se apoiam (o terreno, não as tecnologias em si). Por essas que matemática é bastante cobrada no curso, pois é a maneira de provar que algo funciona ou não.

Se quer só programar/ser desenvolvedor, um curso técnico basta. Ou até uma Udemy/Youtube já são excelentes pra se guiar.
 

geist

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.357
Reações
53.351
Pontos
553
Lamento não poder ajudar. As poucas carreiras que ainda pareciam interessantes me parecem ser uma tremenda perda de tempo e recursos hoje.
CC ao menos pode abrir mais portas fora do Brasil. Em minha lista estaria acima das engenharias.
 


The Cérebro

Larva
Mensagens
13
Reações
7
Pontos
3
Me formei esse ano pela UFRGS.

Se gosta de teoria, Ciência da Computação é um bom curso. Mas em uma instituição de qualidade, não vão te ensinar tecnologias do mercado. Você tem que se virar sozinho pra isso. Normalmente um estágio durante a graduação resolve isso. Conhecimento teórico vai te ajudar muito se precisares gerenciar grandes projetos, já que você sabe sempre o terreno onde as tecnologias se apoiam (o terreno, não as tecnologias em si). Por essas que matemática é bastante cobrada no curso, pois é a maneira de provar que algo funciona ou não.

Se quer só programar/ser desenvolvedor, um curso técnico basta. Ou até uma Udemy/Youtube já são excelentes pra se guiar.
Eu gostaria de me especializar em uma área que envolva a implementação de conhecimentos teóricos de matemática (estatística por exemplo).
A grade de CC da USP parece ser top, tendo inclusive ênfases em IA ou Estatística (ciência de dados).
Segue o link abaixo :

 

Biff89

Bam-bam-bam
Mensagens
3.130
Reações
1.934
Pontos
259
Eu gostaria de me especializar em uma área que envolva a implementação de conhecimentos teóricos de matemática (estatística por exemplo).
A grade de CC da USP parece ser top, tendo inclusive ênfases em IA ou Estatística (ciência de dados).
Segue o link abaixo :

Então é uma boa. Qualquer coisa envolvendo IA tem um caminhão de matemática por trás (Cálculo, Álgebra Linear, Probabilidade e Estatística, etc), o que vai te dar um diferencial uma vez que boa parte da galera só sabe usar funções prontas que frameworks e APIs fornecem. Computação gráfica e Processamento de imagens tem muita matemática envolvida também. Dá uma olhada nesses tópicos pra já ver sua trilha se fores ingressar no curso.
 

carlos222

Bam-bam-bam
Mensagens
2.065
Reações
4.680
Pontos
294
Nem fiz a escolha, fui obrigado.
Os meus pais acreditam nesse meme de eng 20k porque são eng 20k. É difícil fazê-los aceitar que não é a realidade atual, ainda mais com a extinção dos concursos públicos.
Se seus pais são da área e estão bem financeiramente a coisa muda um pouco. Contatos na área de engenharia é o que mais conta no começo.
De qualquer forma acho que não vale a pena.

E para quem acha que engenharia está morta só no Brasil tá muito enganado.
Nos EUA tem vários vídeos falando sobre isso.

 

The Cérebro

Larva
Mensagens
13
Reações
7
Pontos
3
Se seus pais são da área e estão bem financeiramente a coisa muda um pouco. Contatos na área de engenharia é o que mais conta no começo.
De qualquer forma acho que não vale a pena.

E para quem acha que engenharia está morta só no Brasil tá muito enganado.
Nos EUA tem vários vídeos falando sobre isso.

Eles não têm contatos, a minha mãe era concursada que foi demitida com a privatização de empresa e o meu pai trabalha no setor de vendas de uma empresa, Sem capacidade de me ajudar. A minha família tem origem pobre então não há tradições ou influência.
Parece que quitar pra CC seria a melhor escolha.
 

Nunchaku

Bam-bam-bam
Mensagens
2.175
Reações
4.833
Pontos
334
Com relação à oportunidades, você vai estar bem servido em qualquer um dos cursos que citou, então escolha o que mais te interessar.

Se tiver interesse em fazer intercâmbio ou se mudar pro exterior, melhor ainda. Aqui na Europa tem uma demanda altíssima por engenheiros elétricos, principalmente pelo foco em energia limpa.

Em TI, você vai vai usar conhecimentos de matemática indiretamente em praticamente todas áreas; diretamente, principalmente cientistas de dados usam várias facetas de estatística, algebra linear, etc..
 

carlos222

Bam-bam-bam
Mensagens
2.065
Reações
4.680
Pontos
294
Eles não têm contatos, a minha mãe era concursada que foi demitida com a privatização de empresa e o meu pai trabalha no setor de vendas de uma empresa, Sem capacidade de me ajudar. A minha família tem origem pobre então não há tradições ou influência.
Parece que quitar pra CC seria a melhor escolha.
Então seus pais ti colocaram numa furada.
Tá com quantos anos?
Recomendo correr da área. Pelo próximo 20~30 anos a área vai estar ruim
 

-Zeh-

Bam-bam-bam
Mensagens
3.853
Reações
1.098
Pontos
264
Cara sou cientista da computação (FEI, e agora pós na USP).

Meus amigos que se formaram da minha turma, todos trabalham na area ou em bancões (itaú, santander etc), salários entre 3,5k a uns 15k, quem é programador mesmo quase todo mundo chega nos 4 - 5k nos primeiros empregos CLT e fica por aí, se for programador real, não aqueles que "mexem com pc", tem banco de dados, análise de dados, criação de software interno é muito difícil achar alguem que programa mesmo, ai quando acham o cara casa com a empresa.

As áreas de desenvolvimento pagam normalmente no mínimo uns 3k atualmente, tenho amigos da minha sala no QuintoAndar, Uber, iFood, Cabify, alguns abriram apps próprios aí não sei dizer a remuneração.

Eu ganho 8k, mas tenho diversos benefícios (seguro de automóvel pago, PLR, vale combustível mensal de 600 reais, telefone celular, algumas viagens anuais pagas pela empresa a trabalho) então talvez seja um pouco mais na realidade.

O meme do engenheiro de 20k eu até conheço alguns que prestam serviço para VALE principalmente e Petrobras mas eles tem uns 50 - 60 anos, os novos desconheço que chegaram nesse ponto, tem muitos que ganham muito pouco mesmo, a grande maioria não atua na engenharia, vai para vendas de empresas como MAHLE, Parker Hannifin, VW por ai vai, no fim da carreira vira mais comercial que engenheiro.

Eu acabei sendo programador mas meu cargo não é de programador, eu programo e faço outras trocentas tarefas (desde contratar/cancelar planos de internet, telefone, manutenção e planejamento do servidor, aquisição de equipamentos e computadores impressoras etc) e também escrevo TODOS os softwares internos que empresa usa, tenho um estagiário meu atualmente. No meu cargo consta Gerente de TI.

Só concluindo: computação é algoritmo, quase tudo cai na matemática pura mesmo, e eu acho que quem faz computação e realmente faz (não passa no curso para formatar PC) SEMPRE tem emprego disponível, juro, qualquer empresa que você entra e programa uma ferramenta você tem a opção de ficar anos.

Acho que é uma escolha bem segura para ter emprego, agora nem todo mundo vai ganhar horrores, tenho amigo que é programador de micro empresa que ganha seus 3k mensais há anos e está feliz.

Não acredito que nenhuma profissão tenha um salário de 10k sei lá garantido hoje em dia, mas acho que computação é uma escolha segura para quem deseja certeza que pelo menos não passará fome, isso sim realmente tem emprego de sobra se vc topar.
 

The Cérebro

Larva
Mensagens
13
Reações
7
Pontos
3
Então seus pais ti colocaram numa furada.
Tá com quantos anos?
Recomendo correr da área. Pelo próximo 20~30 anos a área vai estar ruim
Tô com 18.

Cara sou cientista da computação (FEI, e agora pós na USP).

Meus amigos que se formaram da minha turma, todos trabalham na area ou em bancões (itaú, santander etc), salários entre 3,5k a uns 15k, quem é programador mesmo quase todo mundo chega nos 4 - 5k nos primeiros empregos CLT e fica por aí, se for programador real, não aqueles que "mexem com pc", tem banco de dados, análise de dados, criação de software interno é muito difícil achar alguem que programa mesmo, ai quando acham o cara casa com a empresa.

As áreas de desenvolvimento pagam normalmente no mínimo uns 3k atualmente, tenho amigos da minha sala no QuintoAndar, Uber, iFood, Cabify, alguns abriram apps próprios aí não sei dizer a remuneração.

Eu ganho 8k, mas tenho diversos benefícios (seguro de automóvel pago, PLR, vale combustível mensal de 600 reais, telefone celular, algumas viagens anuais pagas pela empresa a trabalho) então talvez seja um pouco mais na realidade.

O meme do engenheiro de 20k eu até conheço alguns que prestam serviço para VALE principalmente e Petrobras mas eles tem uns 50 - 60 anos, os novos desconheço que chegaram nesse ponto, tem muitos que ganham muito pouco mesmo, a grande maioria não atua na engenharia, vai para vendas de empresas como MAHLE, Parker Hannifin, VW por ai vai, no fim da carreira vira mais comercial que engenheiro.

Eu acabei sendo programador mas meu cargo não é de programador, eu programo e faço outras trocentas tarefas (desde contratar/cancelar planos de internet, telefone, manutenção e planejamento do servidor, aquisição de equipamentos e computadores impressoras etc) e também escrevo TODOS os softwares internos que empresa usa, tenho um estagiário meu atualmente. No meu cargo consta Gerente de TI.

Só concluindo: computação é algoritmo, quase tudo cai na matemática pura mesmo, e eu acho que quem faz computação e realmente faz (não passa no curso para formatar PC) SEMPRE tem emprego disponível, juro, qualquer empresa que você entra e programa uma ferramenta você tem a opção de ficar anos.

Acho que é uma escolha bem segura para ter emprego, agora nem todo mundo vai ganhar horrores, tenho amigo que é programador de micro empresa que ganha seus 3k mensais há anos e está feliz.

Não acredito que nenhuma profissão tenha um salário de 10k sei lá garantido hoje em dia, mas acho que computação é uma escolha segura para quem deseja certeza que pelo menos não passará fome, isso sim realmente tem emprego de sobra se vc topar.
Valeu pelas dicas!
Achei as matérias especificas de computação bem mais interessantes que as de elétrica e o mercado parece estar bem mais aquecido.
 

dk120

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
35.628
Reações
69.447
Pontos
979
Eu fiz CC. Para trabalhar de programador não é requisito, mas dá fundamentos que vão te servir para toda a vida. E é um curso legal mesmo. Você dificilmente vai criar um sistema operacional na vida mas a teoria deles é incrível, por exemplo. E se você pensa em trabalhar em empresa de tecnologia de ponta, eu diria que muitos conhecimentos do curso são essenciais.
 

milkflame

Bam-bam-bam
Mensagens
3.594
Reações
6.818
Pontos
303
CC para ser programador de mercado é perda de tempo no que tange tempo X benefício mesmo $.

Qualquer faculdade de tecnologia não prepara para o mercado de software comercial.

Eu acredito que em um ano em casa devorando livros modernos você coloca no bolso qualquer aluno de faculdade.

Coisas como um C50 já abre a visão em uma aula.
 
Ultima Edição:

Drew Brees

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.883
Reações
20.697
Pontos
639
Bom sou formado pela USP em CC.

O bom do curso é que te da a base para fazer e aprender qualquer coisa que o mercado te jogar. O ruim, é que no caso de CC da USP, a faculdade é bem distante do mercado.

O curso é quatro anos, mas normalmente o pessoal aumenta para 5 ou 6 para pegar um estágio (fui um dos que não fez e sinceramente, me arrependo).
 

javagod

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
5.221
Reações
6.830
Pontos
439
Sou formado em CC há 20 anos pela PUC Minas. Outros tempos. Eu valorizo quando o candidato chega formado em CC por boas universidades, mas já me surpreendi positivamente com caboclo formado até em curso de tecnólogo; mas a regra é me decepcionarem.

O mercado está bem aquecido, com essa conversa de transformação digital, LGPD, etc. Os salários estão se recuperando.
 

Thermal Detonator

Habitué da casa
Mensagens
391
Reações
352
Pontos
73
CC, física, matemática, engenharia. Esses cursos em federal, de maneira geral, são muito muito acadêmicos e cheios de professores ultrapassados ou terroristas. OQ dá pra dizer é q se vc aprende análise real, topologia, grafos, etc. Então vc provavelmente tem capacidade de aprender Ruby, Java, frameworks, blablabla q vc não terá nenhuma matéria especifica pra essas coisas na graduação.
 

Homerzinho

Habitué da casa
Mensagens
130
Reações
37
Pontos
54
Sou formado em Eng. Eletrônica na POLI.

Não acredite nessa bobajada de que engenharia já era. Sendo engenheiro de qualquer coisa e com o diploma na POLI sua empregabilidade vai ser altíssima. Inclusive se decidir trabalhar em outra área.

Se a faculdade for atrás do que o mercado quer, é melhor fechar. Uma faculdade integral e difícil como engenharia te ensina a pensar. As tecnologias que o mercado usa você aprende rápido depois que passou pelos 5 anos (ou mais) com matérias 10x mais difíceis.

O diploma da POLI é pesado. Você vai se arrepender se largar.

Se quiser, me manda uma MP e a gente troca ideia. Abs!
 

Jujuba o cão idealista

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.321
Reações
19.693
Pontos
659
quase off-topic, mas você tem interesse em desenvolvimento de games? sei que tem uma galera lá no ime que desenvolve, mas nunca me envolvi no rolê.

Enviado de meu Redmi Note 8 Pro usando o Tapatalk
 

Macaco Louco

Bam-bam-bam
Mensagens
1.391
Reações
1.070
Pontos
208
Sou formado em ciência da computação com mestrado e doutorado em engenharia elétrica pela Unicamp, então acho que posso falar um pouco sobre os dois cursos.

Pelo que você escreveu, você parece ter um perfil mais acadêmico. Talvez você passe a gostar mais do curso se envolvendo em projetos de iniciação científica, você já chegou a conversar com algum professor sobre isso?

Quanto a engenharia elétrica e ciência da computação, são cursos que atualmente caminham juntos. Se você futuramente tiver interesse em trabalhar com computação, vai conseguir sem muita dificuldade. Eu no seu lugar continuaria na engenharia, pois com o CREA você consegue alcançar algumas oportunidades restritas a engenheiros.

Só não recomendo deixar a graduação de lado. Muitos dizem que o importante é ter experiência, mas nas grandes empresas o diploma ainda é valioso. Sem contar as oportunidades que a universidade disponibiliza.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Amigo Bolha

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
19.927
Reações
25.026
Pontos
674
Atualmente sou aluno da POLI, curso engenharia elétrica, no segundo semestre. Estou bem desmotivado com o curso.
No primeiro semestre consegui terminar no 11 lugar em CR, então acho que uma transferência não seria muito difícil.

Originalmente eu queria cursar matemática aplicada na UFRJ (sou carioca) ou Física no IF da USP, mas apesar da minha família ter boas condições é economicamente inviável.
Estava tão interessado que já cobri toda a matemática do ciclo básico, nesse ano mesmo.

Observando a grade curricular, me identifiquei muito mais que o curso de CC.

Poderiam compartilhar as suas experiências?
Matemática e Computação são áreas que se complementam muito bem.
Se tem o interesse em fazer pesquisa, você poderá estudar/trabalhar em qualquer bom departamento de Ciência da Computação do país ou fora.
Um aluno de CC com o background forte em matemática é sempre muito requisitado no ambiente acadêmico.
 

Elijah Kamski

Bam-bam-bam
Mensagens
4.181
Reações
9.217
Pontos
303
No seu caso, compensa se manter no curso até conseguir migrar para uma graduação que curta mais (só por garantia).

Infelizmente, para você ganhar um salário de 20k hoje no Brasil (desconsiderando rendas extra tipo alugueis, investimentos e outros) só mesmo em concurso público (olhe lá, porque muitos concursos de ponta nem estão pagando nesses valores mais, tipo muitos fiscais novos) e medicina (abdicando de boa parte da sua vida social para garantir isso nesse caso). Até mesmo para doutorado anda complicado almejar um salário de cinco dígitos.
 

Sic Parvis Magna

The Intelligent Investor
Mensagens
15.714
Reações
5.994
Pontos
529
Muita gente da POLI no mercado financeiro. Tem que definir mais qual profissão você quer ter, e não tanto o diploma. Elétrica é um dos cursos mais difíceis que tem. Tenho amigos que pediram arrego na elétrica e foram pra civil, porque pra eles é o curso fácil da engenharia.

Se quiser ir pra ciência de dados mesmo, pegue disciplinas com o Fávero na contabilidade da FEA (sério, maior autoridade de ciência de dados do país, autor do "Manual da Análise de Dados" e diversos outros livros).
 

carlos222

Bam-bam-bam
Mensagens
2.065
Reações
4.680
Pontos
294
Sou formado em Eng. Eletrônica na POLI.

Não acredite nessa bobajada de que engenharia já era. Sendo engenheiro de qualquer coisa e com o diploma na POLI sua empregabilidade vai ser altíssima. Inclusive se decidir trabalhar em outra área.

Se a faculdade for atrás do que o mercado quer, é melhor fechar. Uma faculdade integral e difícil como engenharia te ensina a pensar. As tecnologias que o mercado usa você aprende rápido depois que passou pelos 5 anos (ou mais) com matérias 10x mais difíceis.

O diploma da POLI é pesado. Você vai se arrepender se largar.

Se quiser, me manda uma MP e a gente troca ideia. Abs!
Discordo muito.

Não faz sentido ele fazer um monte de materiais inúteis, grade curricular MUITO antiga, professores fdps, faculdade integral, horário das aulas ruins, matérias extremamente difíceis se ele quer trabalhar com ti.

Vai ganhar muito mais tempo partindo para o que ele realmente quer.

Se quer fazer eng recomendo olhar o tópico engenharia não vale mais nada do fórum politz e depois diga que ng avisou.

É esse negócio de fazer faculdade difícil para aumentar raciocínio lógico é pura besteira, dá para ter resultados melhores estudando coisas que vão trazer retorno.
 
Ultima Edição:

Sr.Haller

Bam-bam-bam
Mensagens
6.661
Reações
5.004
Pontos
414
Discordo muito.

Não faz sentido ele fazer um monte de materiais inúteis, grade curricular MUITO antiga, professores fdps, faculdade integral, horário das aulas ruins, matérias extremamente difíceis se ele quer trabalhar com ti.

Vai ganhar muito mais tempo partindo para o que ele realmente quer.

Se quer fazer eng recomendo olhar o tópico engenharia não vale mais nada do fórum politz e depois diga que ng avisou.

É esse negócio de fazer faculdade difícil para aumentar raciocínio lógico é pura besteira, dá para ter resultados melhores estudando coisas que vão trazer retorno.
Vc teria razão se não fosse da poli que estivéssemos falando.
 

JC Denton

Bam-bam-bam
Mensagens
1.797
Reações
3.369
Pontos
303
quase off-topic, mas você tem interesse em desenvolvimento de games? sei que tem uma galera lá no ime que desenvolve, mas nunca me envolvi no rolê.

Enviado de meu Redmi Note 8 Pro usando o Tapatalk
Desenvolvimento de Jogos é inviavel no Brasil até para se estudar.
Isso sem contar que é uma área que é muito raro ter emprego (Graças a Pirataria) e principalmente grande parte dos Brasileiros tem um preconceito com gente dessa área, então é capaz do cara não conseguir emprego nem como padeiro. Fardo puro, ou o cara vai ter que se matar pra conseguir um emprego numa empresa de jogos (e isso mesmo só em SP, Campinas e BH) ou então ser dependente em tempo integral da familia.
Creio que no caso do OP a melhor opção é ir pela CC ou pelas Engenharias, que por mais que não tenha mais uso, permitirá ele a migrar progressivamente pra TI e afins que nem foi o caso de algumas pessoas aqui.

Ah sim, e como o cara é de familia pobre assim como eu: Piorou e muito, porque o cara vai ter que investir num PC foda, Windows Original, IDE e outros mais originais. E isso aí duvido que fique por menos de 10K.
Desenvolvimento de Jogos no Brasil é pra familia de Bacana.
E como diria um conhecido meu: Se Hideo Kojima fosse Brasileiro, ele seria Advogado.

Como diria um certo usuário alguns posts atrás que não me lembro o nome:
Faculdade: Tá ruim com e tá pior sem.
E cada dia mais isso se prova verdade.
Tem muito supermercado, drogaria e até mesmo Casas Bahia da vida em cidades médias e pequenas aí chutando cara com 5-8 anos de trabalho com Ensino Médio e outros conhecimentos para pegar um recem-diplomado sem 50% da experiencia dos anteriores NA MESMA FAIXA DE IDADE.
Eu mesmo estou querendo fazer uma graduação nem que seja em uma Administração EAD para poder sair um pouco desse marasmo e trabalhar nem que seja numa padoca e depois ver o que faço.
E ao mesmo tempo to focando em estudar para concurso, nem que seja em Prefeitura, pra poder guardar grana e pagar um Convenio Médico melhor...
E isso porque estou 27 anos! Ou seja: ESTOU MEGA ATRASADO NA VIDA...


No seu caso, compensa se manter no curso até conseguir migrar para uma graduação que curta mais (só por garantia).

Infelizmente, para você ganhar um salário de 20k hoje no Brasil (desconsiderando rendas extra tipo alugueis, investimentos e outros) só mesmo em concurso público (olhe lá, porque muitos concursos de ponta nem estão pagando nesses valores mais, tipo muitos fiscais novos) e medicina (abdicando de boa parte da sua vida social para garantir isso nesse caso). Até mesmo para doutorado anda complicado almejar um salário de cinco dígitos.
Acho que nem em Medicina se paga mais os 20K (a não ser que você seja cirurgiã plástica, igual a mãe de uma colega minha de inglês, no entanto a mesma já tem 50 anos, dificilmente alguém entre 20-40 anos vai sequer ter chance de receber isso), por mais que seja a única área valorizada em todo o Território Brasileiro.

Mas claro, isso não quer dizer que não valha a pena investir no Ramo Médico (Especialmente no Nordeste e no Interior do Sul/Sudeste).

Até porque nessas regiões, a situação de TODAS as outras profissões são PESSIMAS (a não ser que o cara more numa região que é um polo administrativo, ou more numa região cuja principal fonte de economia é produzir sapatos, chinelos, ternos, etc... - o que é raro devido as importações, mas existe).
 
Ultima Edição:

JC Denton

Bam-bam-bam
Mensagens
1.797
Reações
3.369
Pontos
303
O pessoal fala de sair do país como se fosse a coisa mais simples do mundo...
Assim como vejo uma porrada de gente falando de empreender, como se fosse a coisa mais fácil do mundo...

Mas nada nesse mundo é fácil e barato, caro @Rayzen_X.

Alias, por isso que vivemos tão doentes e frustrados com tudo. Porque ainda acreditamos em fácil e barato/gratuito.

Eu mesmo não uso mais fácil e dificil.

Ou eu uso "Possivel ou impossível", ou "Viavel ou inviavel".
 
Topo