O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


CRUZEIRO ESPORTE CLUBE since 1921

Cruzeiro Esporte Clube

Ser evoluído
Mensagens
57
Reações
49
Pontos
34
CRUZEIRO ESPORTE CLUBE
Fundação 02/01/1921

www.cruzeiro.com.br
www.sociodofutebol.com.br/crusempre/www/comparativo/index.php

TÍTULOS INTERNACIONAIS
Copa Libertadores da América 1976, 1997
Recopa Sul-Americana 1998
Supercopa dos Campeões da Libertadores da América 1991, 1992
Copa Ouro 1995
Copa Master da Supercopa 1995

TÍTULOS NACIONAIS
Campeonato Brasileiro 1966, 2003, 2013, 2014
Copa do Brasil 1993, 1996, 2000, 2003
Copa Sul-Minas 2001, 2002
Copa Centro-Oeste 1999

TÍTULOS ESTADUAIS
Copa dos Campeões Mineiros 1991, 1999
Campeonato Mineiro 1926, 1928, 1929, 1930, 1940, 1943, 1944, 1945, 1956, 1959, 1960, 1961, 1965, 1966, 1967, 1968 ,1969, 1972, 1973, 1974, 1975, 1977, 1984, 1987, 1990, 1992, 1994, 1996, 1997, 1998, 2002*, 2003, 2004, 2006, 2008, 2009, 2011, 2014
Taça Minas Gerais 1973, 1982, 1983, 1984, 1985
Copa Belo Horizonte 1960
Torneio Início 1926, 1927, 1929, 1938, 1940, 1941, 1943, 1944, 1948, 1966


ESTRUTURA
Sede Administrativa
A Sede Administrativa do Cruzeiro está localizada em um grande, moderno e funcional prédio, há poucos metros do Parque Esportivo do Barro Preto, e comporta importantes áreas para o funcionamento do Clube, como o departamento jurídico, marketing, comercial, tecnologia da informação, secretaria, administração, patrimônio e acervo, além da presidência, entre outros.
Inaugurada em 2003, a Sede Administrativa tem linhas arrojadas e modernas, com revestimento em vidro azul laminado, espelhado, ajustado a uma torre de circulação vertical revestida em porcelanato branco A área total é de 4,3 mil metros quadrados e a estrutura é dividida em oito andares.


Parque Esportivo do Barro Preto

O Parque Esportivo do Barro Preto foi fundamental para o crescimento do Cruzeiro desde o momento de sua criação, na década de 1950, e até hoje oferece aos sócios uma excelente oportunidade de diversão na área central de Belo Horizonte.

Com uma área superior a 11 mil metros quadrados, o Parque Esportivo conta com piscinas adultas e infantis, toboáguas, vestiários, quadras, campo de grama sintética, ginásio poliesportivo, salão de jogos e eventos, bares e restaurantes. Além dos sócios, a estrutura do Barro Preto também é a sede da escola de esportes, para crianças, do Cruzeiro, e também abriga o centro de treinamentos da equipe profissional Sada Cruzeiro Vôlei.


Sede Campestre
A Sede Campestre do Cruzeiro é um completo complexo de diversão para atender o associado cruzeirense. Em uma área com mais de 55 mil metros quadrados, o clube oferece sete piscinas, sendo uma em padrão olímpico, toboágua, departamento médico e salva-vidas, parquinho com brinquedos para crianças, seis quadras de futebol e basquete, três quadras de vôlei, 14 quadras abertas de peteca e três cobertas, ginásio esportivo, salão de jogos, três campos de futebol soçaite, campo de futebol com grama sintética, pista de cooper, saunas, bares, restaurantes, quiosques com churrasqueiras e equipes de apoio, salão de eventos e estacionamento para 250 carros.

Além de ser uma garantia de bom entretenimento para os associados, a Sede Campestre do Cruzeiro abriga importantes festas produzidas pelo Clube, como a tradicional “Una Notte in Itallia” e o “Churrascão do Cruzeiro”, um dos principais eventos de música e gastronomia de Minas Gerais.

Toca da Raposa I
O Cruzeiro Esporte Clube conta com um amplo e moderno centro de treinamentos para cuidar dos craques do futuro: a Toca da Raposa I. Construída em um terreno de 60 mil metros quadrados, a Toca I se tornou o primeiro centro de treinamento projetado para concentração de uma equipe de futebol no Brasil, em 1973. A Toca da Raposa I é há anos referência de qualidade, tanto é que a estrutura foi utilizada para a preparação da Seleção Brasileira para as Copas do Mundo de 1982 e 1986.

O local de treinamentos para os jovens cruzeirenses conta com quatro campos de treinamento, sendo um de grama sintética, piscina, academia, departamentos médico, odontológico e de nutrição, escritórios administrativos, biblioteca, refeitório, auditório e sala de vídeo, alojamentos e vestiários, um moderno hotel para o programa de intercâmbios e uma escola com ensino fundamental e médio para viabilizar a formação educacional dos atletas.

Neste projeto, delegações de vários países são recebidas na Toca I e participam do programa que oferece, além de acomodação e alimentação, o acompanhamento de uma equipe de profissionais que compartilham experiências através de práticas dinâmicas.Os atletas do exterior conhecem novas técnicas, participam de campeonatos e aprimoram o futebol.

Toca da Raposa II
A Toca da Raposa II é o centro de treinamentos da equipe profissional do Cruzeiro. Considerada como uma das mais modernas estruturas de futebol de todo o mundo, a Toca II foi inaugurada em março de 2002 e conta com visitas diárias de cruzeirenses de todas as partes do país e demais apaixonados por futebol no mundo.

A área total da Toca II é de 83 mil metros quadrados, com 4,2 mil metros quadrados de espaço edificado. Neste espaço encontram-se quatro campos de treinamento, piscina térmica, quadra poliesportiva, solarium, restaurante, hotel com 26 apartamentos, salão de jogos, sala de cinema, escritórios administrativos, além de modernos departamentos de nutrição e médico, composto por consultórios de clínica geral, ortopedia, odontologia, fisioterapia, fisiologia e sala de raio X.


HISTORIA


O Cruzeiro Esporte Clube nasceu através do esforço de desportistas da comunidade italiana em Belo Horizonte, com o nome de Societá Sportiva Palestra Itália, em 2 de janeiro de 1921. Após mais de 93 anos de história, o Clube se transformou em uma das maiores agremiações de futebol do mundo.

Dos anos iniciais, datam os primeiros ídolos e conquistas do Palestra, como o tricampeonato estadual de 1928, 1929 e 1930, com uma equipe que contava com os lendários Ninão, Nininho, Bengala e Piorra.

Em 1942, com a entrada do Brasil na 2ª Guerra Mundial, um decreto de lei do governo federal proibiu o uso de termos que remetem à Itália em entidades, instituições e estabelecimentos no Brasil. Com isso, o Clube precisou ser renomeado e o nome escolhido foi Cruzeiro Esporte Clube, em homenagem ao símbolo maior da pátria brasileira. Assim como o nome, o uniforme também sofreu mudanças. Antes verde e vermelho, em homenagem à bandeira italiana, o Clube adotou o azul e branco, inspirado pela seleção da Itália.

Nas décadas seguintes, o que se viu foi o crescimento de um gigante, especialmente após a inauguração do Estádio Magalhães Pinto, o Mineirão, onde o Cruzeiro conquistou os principais títulos da história do futebol de Minas Gerais. Com craques como Tostão, Piazza, Dirceu Lopes, Raul, Zé Carlos, Palhinha, Joãozinho, o fenômeno Ronaldo, Sorín, Alex, Fábio e tantos outros, o time passou a ser um dos clubes brasileiros com maior número de conquistas internacionais.

São dois títulos da Copa Libertadores (1976 e 1997), dois da Supercopa (1991 e 1992), um da Recopa (1999), um da Copa Ouro (1995) e um da Copa Master (1995). No âmbito nacional, o time azul foi três vezes campeão brasileiro (1966, 2003 e 2013) e, em quatro outras ocasiões, conquistou a Copa do Brasil (1993, 1996, 2000 e 2003).

Além dos títulos, o Cruzeiro é reconhecido mundialmente pela sua excelente estrutura e como um dos principais reveladores de talentos para o futebol, como aconteceu em relação a Ronaldo, Maicon, Gomes, Luisão, Wendell, Jussiê, Beletti e muitos outros.

Em setembro de 2009, a Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS), entidade alemã reconhecida pela FIFA, apontou o Cruzeiro como o Melhor Clube Brasileiro do Século XX. O instituto levou em consideração a performance dos clubes do mundo em competições organizadas pelas federações continentais e só confirmou o que já sabiam todos aqueles que acompanham de perto a bela trajetória do time cinco estrelas.


__
 


Cruzeiro Esporte Clube

Ser evoluído
Mensagens
57
Reações
49
Pontos
34




Na raça, Cruzeiro vence a quarta consecutiva

Da redação João Marcos Dias




O Cruzeiro lutou muito, foi valente, e venceu o Corinthians, por 1 x 0, na noite deste domingo, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. O quarto triunfo seguido mantém o time celeste vivo na disputa por uma vaga na Copa Santander Libertadores 2010.
O resultado leva o Cruzeiro ao sexto lugar, com 48 pontos ganhos, e mantém a distância de quatro para o São Paulo, que fecha o G-4 do Campeonato Brasileiro, com 52.
O Cruzeiro soube suportar a pressão do Corinthians nos 15 minutos inicias de jogo e cresceu aos poucos, até conquistar terreno e igualar as ações.
O gol da vitória foi marcado pelo camisa 10 Gilberto, aos 40 min da primeira etapa. O volante Marquinhos Paraná encontrou Fabrício na direita, o camisa 5 cruzou rasteiro e Gilberto apareceu na pequena área, atrás da defesa, para fazer 1 x 0.
Para o segundo tempo, Adilson Batista lançou o lateral-esquerdo Fernandinho na vaga do atacante Guerrón, para conter as investidas do lateral-direito Alessandro. O time celeste se segurou como pôde frente à investida do adversário rumo ao gol de empate.
Fábio fez grande defesa aos 10 min, depois que Dentinho lançou Ronaldo, que escorou de cabeça. Da pequena área, Jorge Henrique cabeceou e não passou pela muralha azul. Aos 22 min, foi a vez de o meia-atacante Leandro Lima substituir o cansado Gilberto.
O jogo ganhou contornos dramáticos aos 29 min, quando Fernandinho discutiu com Elias e uma confusão se formou em campo. Como resultado, Fernandinho recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Para completar, Diego Renan teve o tornozelo direito atingido por duas vezes e foi substituído pelo volante Elicarlos aos 37 min.
Com um homem a menos, os comandados de Adilson Batista mostraram muita fibra para segurar a vantagem até o apito final do carioca Péricles Bassols.
CORINTHIANS 0 X 1 CRUZEIRO
Data: 25/10/2009 (domingo)
Local: estádio do Pacaembu, São Paulo (SP)
Árbitro: Péricles Bassols (RJ)
Público: 23.672 torcedores
Renda: R$ 705.591,50
Gol: Gilberto, aos 40min do primeiro tempo
Corinthians
Felipe; Alessandro, William, Chicão e Marcelo Oliveira; Jucilei (Edno), Edu (Boquita) e Elias; Jorge Henrique, Ronaldo e Dentinho (Defederico)
Técnico: Mano Menezes
Cruzeiro
Fábio; Jonathan, Cláudio Caçapa, Gil e Diego Renan (Elicarlos); Fabrício, Henrique, Marquinhos Paraná e Gilberto (Leandro Lima); Thiago Ribeiro e Guerrón (Fernandinho)
Técnico: Adilson Batista
Cartões amarelos: Edu, Felipe e Elias (Corinthians); Gil, Fernandinho e Fabrício (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Fernandinho (Cruzeiro)

Após ultrapassar Goiás, Adilson mira Flamengo


Da redação
João Marcos Dias




O técnico Adilson Batista avaliou que o Cruzeiro teve de se superar para bater o Corinthians, por 1 x 0, neste domingo, no Pacaembu, em São Paulo. O resultado faz com que o time celeste suba da sétima para a sexta colocação no Campeonato Brasileiro, e tenha como próximo alvo o Flamengo, em quinto lugar, com três pontos a mais.
O resultado manteve em quatro pontos a distância para a zona de classificação para a Copa Santander Libertadores e diminuiu de nove para seis a desvantagem para o líder. Há quem diga que o título é possível, mas o treinador pensa um obstáculo de cada vez.
"Não dá para fazer uma projeção. O campeonato está muito equilibrado, o segundo turno é sempre diferente. Eu tenho experiência, porque foram três equipes que dirigi e tirei (do rebaixamento). É um campeonato diferente. Com a volta de alguns, a gente vai encorpando e acho que temos condições. Vamos tentar diminuir a diferença para o Flamengo agora", disse.
Sobre o jogo, Adilson viu dois tempos distintos. Apesar de o gol da vitória ter sido marcado aos 40 min, o comandante celeste enxergou falhas na marcação, corrigidas na segunda etapa.
"Tivemos algumas dificuldades, até pela qualidade do adversário. Acho que no segundo tempo a gente corrigiu e voltou melhor. O gol foi em uma jogada característica do Cruzeiro, de rodar a bola. E no final é enaltecer o esforço, a dedicação. O objetivo foi alcançado", observou.
Depois que Fernandinho foi expulso, aos 29 min do segundo tempo, o coração falou mais alto. "Acho que houve superação. Todos estão bem conscientes da responsabilidade e da importância de cada jogo", concluiu.

fonte: site oficial


Bilhetes para o jogo de despedida de Sorín começam a ser trocados na terça-feira



Da Toca II


João Marcos Dias




O torcedor que quiser garantir presença no jogo de despedida do ídolo eterno Sorín poderá fazê-lo a partir desta terça-feira. Os 62.400 ingressos para o jogo festivo entre Cruzeiro e Argentinos Juniors, no próximo dia 4, às 21h 50, no Mineirão, começarão a ser trocados pela doação de mantimentos em dois postos na capital mineira.
Para comparecer, o torcedor deverá doar alimentos não perecíveis, exceto sal, fubá e farinha de mandioca. Os bilhetes de cadeira lateral e geral serão trocados por 1 kg de mantimento, os de cadeira central, 2 kg, e os de cadeira especial, 3 kg. O total arrecadado será doado a instituições beneficentes escolhidas por Sorín.
A troca dos bilhetes será feita entre os dias 27 de outubro e 3 de novembro, de 9h às 17h, no Ginásio do Barro Preto (rua Ouro Preto s/n) e no Mineirinho (Av. Abrahão Caram, 1000). Os guichês não serão abertos no dia 1º, já que o Cruzeiro enfrentará o Fluminense no Mineirão, nem no dia do amistoso, para evitar tumulto.
Quem possui o Cartão Papafilas terá uma bilheteria exclusiva no Ginásio do Barro Preto para efetuar a troca. O Sócio do Futebol com a mensalidade em dia poderá comparecer apresentando a carteira e o último recibo quitado no dia do jogo. O Cruzeiro convida todos a participar da ação solidária e doar alimento perecível na entrada do estádio.
No dia 4, os portões do Mineirão serão abertos às 18h 30 e os amigos ilustres de Sorín, entre eles ex-atletas e artistas, disputarão uma partida preliminar com dois tempos de 20 minutos, a partir das 19h. Antes de a bola rolar para Cruzeiro x Argentinos Juniors, haverá um show do Skank, dos cruzeirenses Samuel Rosa e Henrique Portugal, a partir das 20h.
O evento será transmitido pela Rede Globo Minas, pelo canal de TV a cabo Sportv para o Brasil e pelo PFC Internacional para outros países.

fonte: site oficial do cruzeiro

Equipe de Adilson supera campanha de 2008




Da Toca II


João Marcos Dias




No domingo, o Cruzeiro igualou os 64 jogos que disputou em 2008 e o fez com um melhor aproveitamento nos pontos ganhos. A sete rodadas do fim do Campeonato Brasileiro, o time celeste conta com números ligeiramente superiores que os da última temporada, e segue na tentativa de disputar a Copa Santander Libertadores pela terceira vez consecutiva.
Este ano, são 37 vitórias, 14 empates e apenas 13 derrotas. O Cruzeiro somou 125 de 192 pontos possíveis, o que resulta em aproveitamento de 65%.
Com as mesmas 64 partidas disputadas durante todo o ano de 2008, foram 38 triunfos, nove empates e 17 derrotas. O time angariou 123 pontos, ou 64% do total em disputa.
Se tem uma vitória a menos, o time de 2009 possui cinco empates a mais e quatro derrotas a menos que o de 2008. Foi mais consistente e pontuou por mais rodadas.
Na comparação por resultados, o Cruzeiro disputou este ano o Torneio de Verão do Uruguai e foi o campeão, com triunfos sobre Atlético-MG e Nacional-URU. Em contrapartida, a equipe de 2008 disputou e venceu um amistoso de pré-temporada.
O Cruzeiro foi bicampeão Mineiro em 2008/2009. No ano passado, a campanha foi de 11 vitórias, três empates e uma derrota, aproveitamento de 80%. A campanha deste ano foi invicta: 12 triunfos, cinco empates e 80,39% dos pontos disputados.
O time celeste chegou mais longe na Libertadores este ano. Disputou 14 jogos e foi vice-campeão, com campanha de nove vitórias, três empates e duas derrotas. Mesmo sem o título, o Cruzeiro teve o melhor aproveitamento do torneio: 71,42%.
Em 2008, a equipe foi eliminada pelo Boca Juniors, nas oitavas-de-final. Foram cinco triunfos, dois empates e três derrotas, rendimento de 56,66%.
Por enquanto, apenas no Campeonato Brasileiro o time de 2008 é melhor. No ano passado foram 21 vitórias, quatro empates e 13 derrotas. O time trouxe para a Toca da Raposa 58,77% dos pontos disputados e terminou como o terceiro melhor do País.
Mesmo tendo de se dividir por mais tempo entre Libertadores e Brasileiro este ano, o Cruzeiro cresce na competição nacional. A sete rodadas do fim, a Raposa tem 14 triunfos, seis empates e 11 derrotas, 51,61% de aproveitamento, e o sexto lugar na classificação.

fonte: site oficial
 

Cruzeiro Esporte Clube

Ser evoluído
Mensagens
57
Reações
49
Pontos
34


LEGENDA:
Bom resultado
Mau resultado

Cruzeiro prejudicado pela arbitragem
Jogos do Cruzeiro
1ª RODADA
2 x 0

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 10/05/2009 - 16:00
2ª RODADA
2 x 0

Estádio: Aflitos - Recife
Data: 17/05/2009 - 18:30
3ª RODADA
2 x 0

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 23/05/2009 - 18:30
4ª RODADA
3 x 0

Estádio: Morumbi - São Paulo
Data: 31/05/2009 - 16:00
Juíz deixou o time do Ínter bater sem dó...a ponto de o bolívar dar um carrinho criminoso no Magrão num lance claro para expulsão, o Índio cometeu 3 ou 4 faltas passíveis de cartão amarelo, expulsou o kléber por ser agredido pelo Lauro.
5ª RODADA
1 x 1

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 07/06/2009 - 18:30
Falta de uso do mesmo critério durante a partida (dois pesos, duas medidas)
6ª RODADA
3 x 1

Estádio: Palestra Itália - São Paulo
Data: 14/06/2009 - 18:30
7ª RODADA
2 x 4
Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 21/06/2009 - 18:30
8ª RODADA
1 x 0

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 27/06/2009 - 18:30
9ª RODADA
1 x 0

Estádio: Serra Dourada - Goiânia
Data: 05/07/2009 - 16:00
10ª RODADA
0 x 3

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 12/07/2009 - 16:00
11ª RODADA
1 x 1

Estádio: Engenhão - Rio de Janeiro
Data: 27/08/2009 - 21:00
jogo remarcado para a final da Libertadores da América
Juíz anulou um gol legítimo do cruzeiro, expulsou o único zagueiro que estava relacionado para a partida em um pênalti que não existiu, deixou de dar várias faltas para o Cruzeiro e 'matava' todos os contra-ataques do cruzeiro
12ª RODADA
1 x 2

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 19/07/2009 - 16:00
13ª RODADA
0 x 2

Estádio: Bruno José Daniel - ABC Paulista
Data: 22/07/2009 - 19:30
L. Silva foi expulso em um lance onde ele sofre a falta antes de cometer a falta para a expulsão

14ª RODADA
1 x 1

Estádio: Maracanã - Rio de Janeiro
Data: 26/07/2009 - 18:30
falta de critério da árbitragem (expulsaram o D. Renam e em lances semelhantes não foram aplicados cartões amarelos para a equpe pernambucana)

15ª RODADA
1 x 0

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 29/07/2009 - 21:50
16ª RODADA


4 x 1

Estádio: Olímpico - Porto Alegre
Data: 02/08/2009 - 18:30
17ª RODADA

0 x 1

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 05/08/2009 - 19:30
18ª RODADA

1 x 3

Estádio: Couto Pereira - Curitiba
Data: 09/08/2009 - 18:30

19ª RODADA
1 x 1

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 16/08/2009 - 18:30

20ª RODADA
1 x 2

Estádio: Maracanã - Rio de Janeiro
Data: 19/08/2009 - 21:00

21ª RODADA
4 x 2

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 23/08/2009 - 16:00

22ª RODADA
3 x 3

Estádio: Barradão - Salvador
Data: 30/08/2009 - 16:00

23ª RODADA
1 x 2

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 05/09/2009 - 16:00

24ª RODADA
2 x 3

Estádio: Beira Rio - Porto Alegre
Data: 13/09/2009 - 16:00
25ª RODADA

falta de critério da árbitragem, no mínimo 3 penaltis ROUBADOS do cruzeiro. Nada mais a comentar.


1 x 2

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 20/09/2009 - 16:00
26ª RODADA

Acredito que o Cruzeiro fatalmente ganharia o jogo, mas não é nessário roubar do barueri para fazer a famosa compensação depois do jogo contra o palmeiras.

0 x 1

Estádio: Arena Barueri - Barueri
Data: 27/09/2009 - 16:00
27ª RODADA
2 x 2

Estádio: Ressacada - Florianópolis
Data: 04/10/2009 - 16:00
28ª RODADA
3 x 0

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 07/10/2009 - 21:00
29ª RODADA
0 x 1

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 10/10/2009 - 16:00
30ª RODADA
1 x 0

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 18/10/2009 - 16:00
31ª RODADA
0 x 1

Estádio: Pacaembu - São Paulo
Data: 25/10/2009 - 16:00
32ª RODADA
3 x 2

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 28/10/2009 - 21:00
33ª RODADA
2 x 3

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 01/11/2009 - 16:00
34ª RODADA
2 x 3

Estádio: Ilha do Retiro - Recife
Data: 08/11/2009 - 16:00
35ª RODADA
1 x 1

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 15/11/2009 - 16:00
36ª RODADA
1 x 1

Estádio: Arena da Baixada - Curitiba
Data: 22/11/2009 - 16:00
37ª RODADA
4 x 1

Estádio: Mineirão - Belo Horizonte
Data: 29/11/2009 - 16:00
38ª RODADA
x

Estádio: Vila Belmiro - Santos
Data: 06/12/2009 - 16:00
 

Cruzeiro Esporte Clube

Ser evoluído
Mensagens
57
Reações
49
Pontos
34


PALESTRA ITÁLIA
O Cruzeiro Esporte Clube surgiu de um antigo sonho da colônia italiana de Belo Horizonte de fundar uma associação esportiva que a representasse. Em dezembro de 1920, aproveitando a presença do cônsul da Itália em Belo Horizonte, vários desportistas da colônia resolveram levar a idéia da criação de um clube de futebol. No dia 2 de janeiro de 1921, foi fundado oficialmente a Societá Sportiva Palestra Italia.
As cores adotadas pelo Palestra foram as mesmas da bandeira italiana. O primeiro uniforme do Clube foi camisa verde, calção branco e meias vermelhas, com detalhes em branco e verde.
O primeiro jogo do Palestra aconteceu no dia 3 de abril de 1921, no estádio do Prado Mineiro. O Palestra venceu por 2 a 0 um combinado formado por jogadores de dois times de Nova Lima ( Villa Nova e Palmeiras). Porém, a primeira apresentação oficial da nova equipe ao público foi em um jogo contra o Atlético-MG. Vitória Palestrina por 3 a 0. A equipe era composta por Nullo, Henriqueto e Polenta; Grande, Gallo e Checchino; Pederzoli, Parizi, Nani, Attílio e Armandinho.
Em 1925, ocorreu a extinção da cláusula do estatuto que impedia a participação de atletas de outras nacionalidades no time do Palestra. Outra modificação feita foi o aportuguesamento do nome do Clube que passou a se chamar Sociedade Sportiva Palestra Itália.
Em 30 de janeiro de 1942, em plena 2ª Guerra Mundial, o governo brasileiro, através de um decreto lei, proibiu do uso de termos e denominações referentes às nações inimigas. Neste dia, o Palestra Itália passou a se chamar Palestra Mineiro.
Nasce o Cruzeiro Esporte Clube
A idéia de transformar a equipe em uma entidade totalmente brasileira só foi concretizada em 29 de setembro de 1942, quando a diretoria aprovou uma nova mudança no nome do Clube, que passou a se chamar Ypiranga. No entanto, o time atuou com este nome em apenas uma partida.
Finalmente, no dia 7 de outubro de 1942, em uma reunião entre sócios e dirigentes, foi aprovado o novo nome: Cruzeiro Esporte Clube. Uma homenagem ao símbolo maior da pátria, a constelação do Cruzeiro do Sul, o nome do maior time de futebol de Minas Gerais foi sugerido pelo ex-presidente do Clube, Oswaldo Pinto Coelho.

HINOS OFICIAIS:




HINO AO CAMPEÃO
Hino oficial do Cruzeiro
Autor: Maestro Jadir Ambrósio

Existe um grande clube na cidade
Que mora dentro do meu coração
Eu vivo cheio de vaidade,
Pois na realidade é um grande campeão
Nos gramados de Minas Gerais
Temos páginas heróicas, imortais

Cruzeiro, Cruzeiro querido
Tão combatido, jamais vencido !


HINO AO PALESTRA
Hino oficial do Palestra Itália
Autores: Arrigo Buzzacchi e Tolentino Miraglia

No campo da lucta
entramos, contentes
sentindo, frementes
as almas vibrar
E deste entusiasmo
nos nasce a pujança
na firme esperança
de sempre ganhar
Que seja o Palestra
escola elevada por nós consagrada
à força e ao valor (bis)

Saindo do campo
da nossa vitória
sabemos a glória
no peito guardar
Não vá nosso orgulho ferir, quem contente
conosco valente
soubera jogar

(refrão com bis)

Porque se de fato
na lucta renhida
tão bela partida
soubemos ganhar
não temos conosco
razão que nos há
de cortar a amizade
e os ódios gerar

(refrão com bis)

E se, porventura
na lucta perdermos
e justo sabermos
sorrindo calar
Fazendo desporto
não temos em mira
nem ódio, nem ira
mas sim prosperar

(refrão com bis)

E sejam as iras
no peito guardadas
tremendas, sagradas
se a pátria chamar
E com a pujança da força educada
a pátria adorada
saibamos honrar.

Fonte: jornal Diário de Minas (5/5/1922)

  • O primeiro jogo da história contra o atlético foi vencido pelo então Palestra Itália em 17 de abril de 1921 - Estádio do Prado Mineiro (Belo Horizonte, MG) - Palestra 3 x 0 Atlético Mineiro
  • O Cruzeiro é o primeiro e único clube Brasileiro a conquistar, no mesmo ano, o Campeonato Estadual e as duas principais competições do país: Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Feito ocorrido em 2003.
  • O Cruzeiro é o único time Brasileiro e Sulamericano a conquistar pelo menos um título por ano durante 15 anos consecutivos (1990-2004). Esta façanha só foi conseguida por grandes clubes europeus, como Real Madrid (16 anos) e Manchester United (14 anos).
  • O Cruzeiro é o primeiro time a vencer o Campeonato Brasileiro de Futebol no modelo de pontos corridos e o único a atingir a marca de 100 pontos.
  • Juntamente com Flamengo e Internacional, o Cruzeiro é um dos 3 clubes que disputou todas as edições do Campeonato Brasileiro na Série A .
  • Maior vencedor da Copa do Brasil juntamente com o Grêmio com 4 conquistas, embora o Cruzeiro já tenha vencido o Grêmio em decisão de Copa do Brasil.
  • Maior média de público na história de um torneio na história do futebol: 73.000 pagantes por jogo na Supercopa de 1992.
  • Recorde de público pagante numa final de Taça Libertadores da América: 95.472 pessoas na partida contra o Sporting Cristal, em 1997.
  • Segundo maior público pagante numa final de Copa do Brasil: 85.841 pessoas na partida contra o São Paulo, em 2000, atrás apenas de Botafogo 0 a 0 Juventude, em 1999, que teve 101.581 presentes (90.217 pagantes).
  • Recorde absoluto de público presente em uma partida no Mineirão, 132.834 pessoas na partida contra o Villa Nova/MG realizada em 22 de Junho de 1997.
  • Em 1984 o Cruzeiro ficou com a posse definitiva da Taça Minas Gerais (instituída pela Federação Mineira em 1973) por tê-la conquistado três vezes consecutivas.
  • O Cruzeiro Revelou Ronaldo Nazário de Lima para o Futebol
  • O Atancante Fred Alcançou pelo Cruzeiro o Título de Maior Artilheiro da história da Copa do Brasil.
ÍDOLOS

O ÍDOLO MÁXIMO DA TORCIDA

Tostão - atacante - 1963/72 - disputou as Copas de 1966 e 1970 pelo Brasil

Eduardo Gonçalves de Andrade conhecido como Tostão.
Nasceu em 25 de Janeiro de 1947 em Belo Horizonte, e foi um dos principais integrantes de uma das maiores equipes esportivas da história do esporte mundial, a seleção brasileira de futebol que disputou a copa do mundo de 1970 no méxico.
É considerado uma das maiores figuras do futebol brasileiro de todos os tempos, e para a FIFA é considerado um dos 20 melhores jogador de futebol sulamericano de todos os tempos.
Tostão foi um meia atacante com gigantesca capacidade, dono de uma precisão para passes e chutes impressionante e uma criatividade que a imprensa mundial descreveu como "sem limites". Chegou a ser chamado na sua época de "Pelé branco" devido ao seu talento, mas uma lesão no olho causada por uma bolada que levou do zagueiro Ditão do Corinthians em 1969 causou o descolamento da retina e esse problema se agravou com o tempo e o obrigou a encerrar a sua carreira aos 27 anos.

Apesar de sua curta carreira é considerado junto a:
Teofilo Cubillas (Peru), Elias Figueroa (Uruguai), Roberto Rivelino (Brasil) e Mario Kempes (Argentina) os melhores jogadores de futebol sulamericanos na década de 70.
Ele aos 15 anos o prodígio foi promovido aos juniores do cruzeiro, no mesmo ano ficou um ano no América MG (clube do coração dos pais de tostão), mas após um anos voltou para o cruzeiro. Aos 19 anos estreou como profissional onde rapidamente se transformou no capitão da equipe e ganhou quatro campeonatos mineiros consecutivos (1966-1969).
Em 1971 foi nomeado o Melhor Jogador da América, troféu este que até então era restrito ao futebol europeu e que nesse ano foi criado uma versão sul americana para jogadores americanos.

Com a "canarinha" ele estreou em 1966, com apenas 19 anos. Com a Seleção Brasileira disputou 54 partidas internacionais em marcou 32 gols.
Participou da copa do mundo de futebol de 1966 e 1970 onde se sagrou campeão formando o maior ataque da história do futebol com Jairzinho, Gerson, Pelé e Rivelino.


Após o término precoce de sua carreira, Tostão dedicou-se à medicina, tendo mais tarde se formado como médico pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Após vários anos afastado do futebol, Tostão retornou como cronista esportivo. Escreve para diversos jornais no Brasil e é comentarista da Rádio Jovem Pan.




ÍDOLOS DA TORCIDA

* Ademir - volante - 1986/91, 1993/95

* Alex - meio campo - 2001, 2003/04


* Aristizábal - atacante - 2003


* Bengala - atacante

* Marco Antônio Boiadeiro - meio campo - 1991/93

* Cris - zagueiro - 1999/2004


* Dida - goleiro - 1994/98


* Dirceu Lopes - meio campo - 1964/76


* Douglas - volante - 1981/87 - 1992/94

* Edu Dracena - zagueiro - 2003/06


* Evaldo - atacante - Atacante - 1966/1971 (fez 108 gols em 296 jogos)


* Fontana - zagueiro - 1969/1972 - disputou a Copa de 1970 pelo Brasil

* Fábio - goleiro - 2005/atualmente no Cruzeiro


* Fred - atacante - 2004/2005


* Gomes - goleiro - 2001/2004


* Jairzinho - atacante - 1976 - disputou as Copas de 1966, 1970 e 1974 pelo Brasil


* Joãozinho - ponta esquerda - 1972/86


* Luisão - zagueiro - 2001/04 - disputou a Copa de 2006 pelo Brasil

* Marcelo Ramos - 1997/99 e 2002/03


* Natal - ponta direita - 1964/71

* Nelinho - lateral direito - 1973/82 - disputou as Copas de 1974 e 1978 pelo Brasil


* Niginho - atacante - 1929/32, 1935/36, 1939/47 - disputou a Copa de 1938 pelo Brasil

* Nininho - lateral esquerdo - disputou a Copa de 1934 pela Itália

* Nonato - lateral esquerdo - 1990/97

* Palhinha - atacante - 1968/76, 1983/84


* Palhinha - meio campo - 1996/97


* Perfumo - zagueiro - 1971/1975 - disputou as Copas de 1966 e 1974 pela Argentina

* Piazza - meio campo - 1964/77 - disputou as Copas de 1970 e 1974 pelo Brasil


* Procópio - zagueiro - 1959/61, 1966/68, 1973/74

* Ramires- Volante - 2007/09

* Raul - goleiro - 1966/78

* Ricardinho - volante - 1995/2002, 2007


* Renato Gaúcho - atacante - 1992 - disputou a Copa de 1990 pelo Brasil

* Revétria - atacante

* Roberto Batata - atacante

* Roberto Gaúcho - meio campo - 1992/96


* Ronaldo - atacante - 1993/94 - disputou as Copas de 1994, 1998, 2002 e 2006 pelo Brasil

* Juan Pablo Sorín - lateral esquerdo - 2000/2002, 2004/05 e 2008/09 - encerrou a carreira no Cruzeiro - disputou as Copas de 2002 e 2006 pela Argentina

* Zé Carlos - meio campo - 1966/77
MAIORES ARTILHEIROS
1 - Eduardo Gonçalves Andrade (Tostão) - meio-campo - 1963 a 1972 - 242 gols

2 - Dirceu Lopes Mendes - meio-campo - 1963 a 1979 - 223 gols

3 - Leonízio Fantoni (Niginho) - centroavante - 1929 a 1947 - 207 gols

4 - Ítalo Frattesi (Bengala) - meio-campo - 1927 a 1939 - 168 gols

5 - Marcelo Silva Ramos (Marcelo Ramos) - centroavante - 1995 a 2003 - 162 gols

6 - João Fantoni (Ninão) - centroavante - 1923 a 1938 - 156 gols

7 - Vanderley Eustáquio Oliveira (Palhinha) - centroavante - 1968 a 1984 - 145 gols

8 - Alcides Lemos - ponta esquerda - 1931 a 1948 - 144 gols

9 - João Soares Almeida Filho (Joãozinho) - ponta esquerda - 1973 a 1986 - 118 gols

10 - Raimundo Ferreira da Silva (Raimundinho) - ponta direita - 1951 a 1963 - 111 gols

11 - Roberto Monteiro (Roberto Batata) - ponta direita - 1971 a 1976 - 110 gols

12 - Evaldo Cruz - centroavante - 1966 a 1975 - 108 gols

13 - Manoel Rezende Mattos Cabral (Nelinho) - lateral direito - 1973 a 1982 - 105 gols

14 - Luiz Antônio Fernandes (Tostão II ) - meio campo - 1982 a 1985 - 97 gols

15 - Milton Pires ( Pelau) - atacante - 1955 a 1959 - 94 gols

16 - Paulo Rêgo (Sabu) - ponta esquerda - 1947 a 1957 - 90 gols

17 - Cleison Édson Assunção Nascimento - centro avante - 1992 a 1997 - 87 gols

18 - Guerino Isoni - ponta direita - 1947 a 1959 - 86 gols

19 - Orlando Fantoni - centro avante - 1932 a 1949 - 84 gols

20 - José Carlos Bernardo (Zé Carlos) - meio campo - 1965 a 1977 - 83 gols

21 - Abelardo Dutra Meireles - centro avante - 1946 a 1960 - 82 gols

22 - Mauro Arruda Madureira - centro avante - 1978 a 1986 - 79 gols

22 - Fábio Júnior Pereira -centro avante - 1997 a 2002 - 79 gols

24 - Dirceu Francisco - centro avante - 1957 a 1963 - 72 gols

25 - Hamilton Silva Lima - centro avante - 1986 a 1990 - 71 gols

25 - Natal Carvalho Boroni - ponta direita - 1964 a 1971 - 71 gols

27 - Carlos Alberto Seixas - centro avante - 1983 a 1986 - 65 gols

28 - Alexsandro Souza (Alex) - meio campo - 2001 a 2004 - 64 gols

28 - Elmo Correia Lima - atacante - 1957 a 1964 - 64 gols

28 - Roberto César Itacaramby - centro avante - 1974 a 1981 - 64 gols

31 - Carlos Alberto Isidoro (Carlinhos Sabiá) - ponta direita - 1978 a 1985 - 60 gols

32 - Áureo Soares - centro avante - 1950 a 1956 - 58 gols

33 - Ronaldo Nazário Lima (Ronaldinho) - centro avante - 1993 a 1994 - 56 gols em 55 jogos)

34 - Edmar Bernardes Santos - centro avante - 1980 a 1983 - 55 gols

34 - Frederico Chaves Guedes (Fred) - centro avante - 2004 a 2005 - 55 gols

36 - Alexsandro Alves Nascimento (Alex Alves) - atacante - 1998 a 1999 - 54 gols

37 - Oséas Reis Santos - centro avante - 2000 a 2001 - 53 gols

38 - Roberto Jusceli Weber (Roberto Gaúcho) - ponta esquerda - 1992 a 1997 - 52 gols

39 - Ismael Caetano - atacante - 1942 a 1954 - 51 gols



TÍTULOS
INTERNACIONAIS

CAMPEÃO
Copa Libertadores da América 1976, 1997
Supercopa dos Campeões da Libertadores da América 1991, 1992
Recopa Sul-Americana 1998
Copa Ouro 1995
Copa Master da Supercopa 1995

VICE-CAMPEÃO
Copa Intercontinental 1976, 1997
Copa Libertadores da América 1977, 2009
Supercopa dos Campeões da Libertadores da América 1988, 1996
Recopa Sul-Americana 1992, 1993
Copa Mercosul 1998
Copa Master da Supercopa 1992

TÍTULOS NACIONAIS

CAMPEÃO

Campeonato Brasileiro 2003
Copa do Brasil 1993, 1996, 2000, 2003 (ao lado do grêmio o maior vencedor da competição)
Taça Brasil 1966

VICE-CAMPEÃO
Campeonato Brasileiro 1974, 1975, 1998
Copa do Brasil 1998
Copa dos Campeões 2002

TÍTULOS INTERESTADUAIS

CAMPEÃO

Copa Sul-Minas 2001, 2002
Copa Centro-Oeste 1999

VICE-CAMPEÃO
Copa Sul-Minas 2000
Taça de Prata 1969


TÍTULOS ESTADUAIS

CAMPEÃO

Supercampeonato Mineiro 2002
Copa dos Campeões Mineiros 1991, 1999
Campeonato Mineiro 1926, 1928, 1929, 1930, 1940, 1943, 1944, 1945, 1956, 1959, 1960, 1961, 1965, 1966, 1967, 1968 ,1969, 1972, 1973, 1974, 1975, 1977, 1984, 1987, 1990, 1992, 1994, 1996, 1997, 1998, 2003, 2004, 2006, 2008, 2009
Taça Minas Gerais 1973, 1982, 1983, 1984, 1985
Copa Belo Horizonte 1960
Torneio Início 1926, 1927, 1929, 1938, 1940, 1941, 1943, 1944, 1948, 1966
VICE-CAMPEÃO
Campeonato Mineiro 1922, 1923, 1931, 1932, 1933, 1942, 1946, 1950, 1954, 1955, 1962, 1970, 1971, 1976, 1978, 1979, 1980, 1981, 1982, 1983, 1985, 1986, 1988, 1989, 2000, 2005, 2007
Taça Minas Gerais 1975, 1976, 1979
Copa Belo Horizonte 1959
Torneio Municipal 1951
Torneio Início 1921, 1926, 1930, 1931, 1933, 1934

*A Recopa Sul-Americana de 1998 foi disputada em 1999.
*A Taça Minas Gerais de 1982 foi relativa ao título da 1ª fase do Campeonato Mineiro; a de 1983 ao título do 2º turno; e as de 1984 e 1985 ao título do 1º turno. Em 1984 o Cruzeiro ficou com a posse definitiva da Taça Minas Gerais (instituída pela Federação Mineira em 1973) por tê-la conquistado três vezes consecutivas.
*Em 1926 o Cruzeiro disputou dois Torneios Início promovidos por duas federações distintas sagrando-se campeão pela Associação Mineira de Esportes Geraes e vice pela Liga Mineira de Desportos Terrestres.


 

Carecão

Supra-sumo
Mensagens
12.078
Reações
4
Pontos
151
Torcida modinha, cairá rápido. Falomermo.

























Brinks. É sempre bom ter tópicos oficiais por aqui.
 


Carecão

Supra-sumo
Mensagens
12.078
Reações
4
Pontos
151
Cruzeiro Esporte Clube;4927347 disse:
puta que pariu!

o título do tópico é claro e objetivo!

Mas podem reservar os comentários né!? fazer o que...
Mas não eram 4 posts ? esperei os 4 e comentei.
 

kid-bengala

Veterano
Mensagens
1.881
Reações
23
Pontos
134
Cruzeiro Esporte Clube;4927347 disse:
puta que pariu!

o título do tópico é claro e objetivo!

Mas podem reservar os comentários né!? fazer o que...
Tambem esperei poxa vida...
 

Heavenaut

Supra-sumo
Mensagens
4.207
Reações
223
Pontos
179
O tópico está bem feito, estou gos...

































Gooooooooooooooooooool do Estudiantes.
 

Sealzinho

Bam-bam-bam
Mensagens
9.710
Reações
2.031
Pontos
484
esse tópico vai render..reservarei meus posts aqui...

e ficou legal esse texto hein.
 

Tear

Bam-bam-bam
Mensagens
19.418
Reações
148
Pontos
404
[COLOR="Navy"]Esse tópico seria melhor se fosse feito no verón.[/COLOR]
 

TOPETE DUMAL

Bam-bam-bam
Mensagens
19.359
Reações
43
Pontos
271
Tear;4927526 disse:
[COLOR="Navy"]Esse tópico seria melhor se fosse feito no verón.[/COLOR]
Mas no Veron as andorinhas voltam para casa todas alegres e sorridentes
 

|Boss|

Ser evoluído
Mensagens
365
Reações
0
Pontos
41
Ótimo tópico.

Criemos bonecos de voodoo do Verón e desse tópico espetemos [kgay] aquela alma careca por toda eternidade.


:p
 

_Morgoth_

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.044
Reações
2.071
Pontos
564
Título tinha que ser "Não postem ainda, ou se Verón comigo"

:D
 

Cruzeiro Esporte Clube

Ser evoluído
Mensagens
57
Reações
49
Pontos
34
Carecão;4927451 disse:
Mas não eram 4 posts ? esperei os 4 e comentei.
Quatro além do post principal.[kong]

Mas agora já era.:D


<>yage<>;4927544 disse:
Poderia jurar que o Brasileirao começou em 1971.[kviraolho]
Poderia jurar que o Pelé, Garrincha, tostão e a seleção de 70 não existiram também.:p

Sealzinho;4927515 disse:
esse tópico vai render..reservarei meus posts aqui...

e ficou legal esse texto hein.
Thanks man


Carecão;4927472 disse:
Tá mais com cara de clone do rbegralda lá.
ZeH LuIs;4927466 disse:
Clone do Jango.
<>yage<>;4927544 disse:
Clone, reportado a moderação.[kbravo]

Não é clone não, to até procurando cruzeirenses para ajudar a atualizar o post principal.

Já falei até agora, com:

- Jango (falou que ajuda)
- Sharrakor (falou que ajuda)
- JediMaster (ele não me respondeu)

Quem mais quiser se habilitar pode avisar...

Além do mais eu só criei esse usuário para postar esse tópico.
 

TOPETE DUMAL

Bam-bam-bam
Mensagens
19.359
Reações
43
Pontos
271
Cruzeiro Esporte Clube;4927597 disse:
Quatro além do post principal.[kong]

Mas agora já era.:D



Poderia jurar que o Pelé, Garrincha, tostão e a seleção de 70 não existiram também.:p


Thanks man








Não é clone não, to até procurando cruzeirenses para ajudar a atualizar o post principal.

Já falei até agora, com:

- Jango (falou que ajuda)
- Sharrakor (falou que ajuda)
- JediMaster (ele não me respondeu)

Quem mais quiser se habilitar pode avisar...

Além do mais eu só criei esse usuário para postar esse tópico.
Viche se voce for depender desses caras ai para te ajudar voce vai se veron de tanta raiva
 

MMarchesan

Bam-bam-bam
Mensagens
6.565
Reações
866
Pontos
314
Campeonato Brasileiro de 66?

Tem alguma coisa errada que não tá certa.

Ter duas Libertadores e nenhum mundial é a mesma coisa que ter duas bolas e nenhum pau.
Tô pagando aposta, fui aposta no Cruzeiro e no Inter.

Sou gremista, antes de qualquer coisa...

Bem vindo.
 

Cruzeiro Esporte Clube

Ser evoluído
Mensagens
57
Reações
49
Pontos
34
MMarchesan;4927728 disse:
Campeonato Brasileiro de 66?

Tem alguma coisa errada que não tá certa.



Tô pagando aposta, fui aposta no Cruzeiro e no Inter.

Sou gremista, antes de qualquer coisa...

Bem vindo.
Taça Brasil = campeonato Brasileiro

Cruzeiro 6 x 2 Santos de Pelé
 

_Morgoth_

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.044
Reações
2.071
Pontos
564
Cruzeiro Esporte Clube;4927740 disse:
Taça Brasil = campeonato Brasileiro

Cruzeiro 6 x 2 Santos de Pelé
Tu pode argumentar que a Taça Brasil vale a mesma coisa que um campeonato brasileiro, mas não dá pra falar que são efetivamente a mesma coisa. Cruzeiro tem 1 Taça Brasil e 1 Campeonato Brasileiro, não 2 Campeonatos Brasileiros.
 
Topo