O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Fantasias medievais e protagonistas que pertencem a uma classe de RPG

guiracer

Bam-bam-bam
Mensagens
8.873
Reações
7.580
Pontos
434
Comecei a ler Conan esses dias pela primeira vez (desculpa o atraso), e estou adorando acompanhar a história tendo como protagonista a visão de um bárbaro, é legal ver como ele resolve as situações, que fariam um ser poderoso suar de medo, na base da força bruta, violência, improviso e reflexos brutos, ou, quando o medo bate nele (como em todo ser humano mortal) na hora de desespero a fúria do berserker surge, suplanta o medo e faz ele agir.

Admirado com essas características resolvi relembrar as outras fantasias que li e em qual classe de RPG o protagonista se encaixava, citarei alguns abaixo, mas adoraria que vocês sugerissem outras histórias e em qual classe o protagonista se encaixa:

Trilogia dos Espinhos - O protagonista Jorg Ancrath é um guerreiro, mas não fica só nisso, a melhor parte do personagem é que ele tem algum poder de necromante, as partes do livro que ele usa esses poderes são fantásticas.

A Saga do Matador do Rei - O personagem Kvothe é um mago (arcanista seria mais correto) em aprendizagem, o que mais gosto aqui é que o autor criou todo um sistema de como a magia funciona, e não fica apenas na magia por si só, por se passar numa universidade, o personagem tem diversos aprendizados não apenas magia por si própria (chamada de simpatia), passa desde alquimia, atificiaria, aritmética, linguística, medicina, até nomeação (magia mais poderosa, utilizada apenas por poucos capazes), praticamente uma descrição da vida de Hogwartz que a JK Rowling nunca escreveu e que eu sempre esperei ao ler Harry Potter.

A Mão Esquerda de Deus - O protagonista Cale, possui os reflexos e passou por um árduo treinamento em uma árdua vida em um monastério, isso (e mais outros acontecimentos) fez ele se tornar se tornar um assassino excepcional, habilidades muito superiores a qualquer cavaleiro esnobe da nobreza, aconselho muito a ler.

Não se enquadra bem como fantasia, mas apesar dos livros do Bernard Cornwell serem bem mais pé no chão com fundo de história real, não tem como não encaixar o Derfel Cadarn (Crônicas de Artur) e o Uhtred (Crônicas Saxônicas) como uma das melhores descrições de como eram a vida dos guerreiros na época medieval, ainda preciso ler a Saga do Graal, sei que o protagonista Thomas é um arqueiro fenomenal, e quero muito ler uma história com a visão de arqueiro.

Tem também inéditas naquele universo da história (se tiver mais assim, também aceito sugestões), como por exemplo a trilogia Mistborn, em que se usa a magia através dos metais, duas classes usam esse poder só que de maneiras diferentes, os que seguem a Alomância, e os que seguem a Feruquemia, esses é pra quem gostam de histórias em que as magias possuem um sistema e possuem regras próprias (assim como é na saga do matador do rei), cada metal concede um poder diferente, e cada classe usa esse ou aquele metal de forma diferente, bom demais.
 


Lost Angel

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.306
Reações
13.772
Pontos
553
Crônicas de Dragonlance e qualquer outro livro da Wizard of the Coast.

Tem os nacionais da editora Jambo como a Trilogia Tormenta.

Mas em termos de fantasia medieval eu prefiro que não seja muito na cara.

E Conan é multiclasse, é ladino, guerreiro e rei além de bárbaro :klolwtf.
 

guiracer

Bam-bam-bam
Mensagens
8.873
Reações
7.580
Pontos
434
Elric de Melniboné
Pesquisei, e me interessei, muito obrigado, vou correr atrás desse.

Crônicas de Dragonlance e qualquer outro livro da Wizard of the Coast.

Tem os nacionais da editora Jambo como a Trilogia Tormenta.

Mas em termos de fantasia medieval eu prefiro que não seja muito na cara.

E Conan é multiclasse, é ladino, guerreiro e rei além de bárbaro :klolwtf.
Interessante, tem algum cujo protagonista é um paladino/crusado ou sacerdote?
 

Lost Angel

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.306
Reações
13.772
Pontos
553
Pesquisei, e me interessei, muito obrigado, vou correr atrás desse.



Interessante, tem algum cujo protagonista é um paladino/crusado ou sacerdote?
Tem o Deusa no Labirinto onde a protagonista é uma sacerdotisa da Deusa do Conhecimento do cenário.

No Trilogia Tormenta a partir do segundo livro o protagonista é membro de um grupo religioso, mas ele é mais um cavaleiro que um paladino.

E no Flecha de Fogo tem um clérigo do deus da ressurreição do cenário.

A sequência de leitura seria Trilogia Tormenta, e depois os outros dois livros podem ser lidos independente.

De Dragonlance e livros da WotC não tenho como ajudar, pois só li um livro deles mesmo tendo a trilogia de Dragonlance.

A Editora Jambo traduziu esses e os livros de um elfo negro que não lembro o nome agora.
 

Asteriques

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.366
Reações
18.591
Pontos
609
Tem o Deusa no Labirinto onde a protagonista é uma sacerdotisa da Deusa do Conhecimento do cenário.

No Trilogia Tormenta a partir do segundo livro o protagonista é membro de um grupo religioso, mas ele é mais um cavaleiro que um paladino.

E no Flecha de Fogo tem um clérigo do deus da ressurreição do cenário.

A sequência de leitura seria Trilogia Tormenta, e depois os outros dois livros podem ser lidos independente.

De Dragonlance e livros da WotC não tenho como ajudar, pois só li um livro deles mesmo tendo a trilogia de Dragonlance.

A Editora Jambo traduziu esses e os livros de um elfo negro que não lembro o nome agora.
Drizz Do' Urden
Qualquer livro do Drizzt é obrigatório pra quem gosta de RPG. Ele é uma espécie de Ladino/Assassin/Rogue.
A partir do livro 4 ele tem uma das melhores partys de RPG da história da literatura.
 


Thomas Shelby

Bam-bam-bam
Mensagens
1.957
Reações
4.207
Pontos
288
Muito interessante teu tópico.

Bom, eu li os 2 da crônica do matador do rei e aguardo muito um terceiro há 9-10 anos kkkk. Também tem um spin-off que fala mais da história da Auri e eu não cheguei a ler rs. Inclusive planejo reler esses livros. Sem sombra de dúvida, foi o melhor conteúdo de fantasia medieval que eu já li, simplesmente me prendeu muito e considero esses livros uma maravilha. Não entendo como não foram explorados em games, séries e filmes, pq há muitas possibilidades.

Eu li o Hobbit e o Silmarillion e O Senhor dos Anéis (que dropei em mais de metade, vergonhosamente). Considero livros muito bons, mas acredito que faltou talvez uma pouco de putaria e violência kkkk. Mas pretendo começar novamente o senhor dos aneis. Acho o Silmarillion um tanto confuso, mas ele é uma boa fonte para quem quer aprofundar-se na mitologia e nas origens das coisas daquele mundo. Lembro inclusive que falei desse livro com uma guria bem gatinha numa piscina de um hotel (ela tinha lido o hobbit) e me arrependo amargamente de não ter tentado ficar com ela, pq ficamos horas na piscina, isso foi há 9 anos tbm, na época dos vestibulares.

Lembro que comecei a ler GOT e não curti muito (foi em 2011), na época estava começando a virar modinha a série e não tinha tanto hype e tals, e troquei por outro livro: tequila vermelha (que é sensacional). Me arrependo de não ter tido persistência para continuar pq muita gente ama os livros.

Deltora Quest li na infância e considero ótimos livros de fantasia-medieval, tbm deveriam ter feito filmes e séries... Tem um desenho que eu não cheguei a assitir que é baseado no livro. Apesar de infantil creio que muitos possam gostar.

Tbm gostaria de ler As Crônicas do Rei Arthur e as Brumas de Avalon, porém não li nada ainda apesar de ter no kindle.
 

Agito

Bam-bam-bam
Mensagens
5.780
Reações
20.927
Pontos
353
Nada da trilogia Mar Despedaçado, sem alguns parafusos, mas um guerreiro formidável na mais teor da palavra.
 

Karazul

Bam-bam-bam
Mensagens
2.039
Reações
2.321
Pontos
303
A Saga do Matador do Rei será minha próxima série depois de terminar de ler A Torre Negra. Porém, esse negócio da saga não ter desfecho da uma broxada.

Comecei a ler o Rei do Inverno das Crônicas do Rei Arthur quando fazia faculdade a uns 7 anos atrás e tava gostando muito do livro mas tive que parar de ler por causa das provas finais e nunca mais voltei. Tá na minha lista. O Bernard Cornwell escreve bem demais, dá pra ver claramente as cenas de ação.

Quanto a Harry Potter, depois de ficar mais ou menos uns 10-15 anos parado no A Ordem da Fênix - Na época tinha escola e o livro não me motivou como O Cálice de Fogo, que pra mim é o melhor da série - terminei de ler ele e o restante da série no final do ano passado após ter mais tempo para ler. E o que eu posso dizer é que achei os livros restantes fraquíssimos. O Enigma do Príncipe é o menos pior deles, mas por causa do Tom Riddle. Acho que a JK Rowling pegou antipatia do Harry, pq ela escreveu um personagem MUITO CHATO. Não sei se foi a idade que li ou se os últimos livros são realmente inferiores ao Cálice de fogo e ao Prisioneiro de azkaban, que foram os que mais gostei na época. Talvez seja o tipo de serie que deve ser lida até os 25 anos de idade.
 
Ultima Edição:

Tauron

Bam-bam-bam
Mensagens
3.705
Reações
25.577
Pontos
303
Pesquisei, e me interessei, muito obrigado, vou correr atrás desse.
Tem uns crossovers da década de 70s do Conan com o Elric, da época da Savage Sword of Conan, quando o Roy Tomas quis apresentar o Elric ao público americano e pediu ao Moorcock que escrevesse uma versão de "Elric meets Conan", essa história foi originalmente publicada nos números 15 e 16 da SSoC, e no brasil acho que saiu fragmentado nos números 9, 12 e 15.
Bem legal por sinal.
 
Topo Fundo