O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Meu estudo antropológico e psicográfico sobre o futuro das game (não confundir com console) wars.

Rodrigo Zé do Cx Jr

Lenda da OS desde 2000
VIP
Mensagens
26.998
Reações
38.154
Pontos
609

1) INTRODUÇÃO / CONTEXTO

As console war sempre existiram (ou pelo menos a partir da 3ª geração) e no meu ver sempre foram salutares pra indústria, afinal de contas, fomenta a concorrência que por sua vez obriga as empresas a nos entregarem melhores produtos.
Eu fico constrangido em ver nego barbado brigando por marca de games, mas reconheço a importância até por dar um toque quase que folclórico a nossa tão amada indústria de caixas plásticas que rodam games.

De maneira geral, desnecessário falar sobre a migração do público gamer pras plataformas mobile, ainda mais com o público mais jovem.
Essa pesquisa, mostrada nesse tópico do @nando3d deixa claríssimo isso, a jogatina mobile é algo que não tem mais como voltar atrás.

181645

Então a guerra de consoles é algo que faz parte do cotidiano, mas nunca parei pra pensar no futuro disso, até presenciar a seguinte situação:

2) O ESTUDO

Ontem fui no aniversário da sobrinha da minha patroa, ela estava fazendo 7 anos e por conta da pandemia a comemoração foi no pátio da casa deles, com ela + 4 crianças brincando no pátio, TODAS ELAS com celulares / e ou tablets nas mãos, percebi algumas coisas e resolvi defecar algumas ideias, primeiro por eu simplesmente estar afim, segundo por ser profissional da área de marketing e vendas e curtir muito debates sobre comportamento, tendências etc...

Minha sobrinha ganhou um tablet Samsung do meu cunhado e estavam TODOS ELES completamente VICIADOS numa porra de um tal de Roblox, que eu nem sabia que m**** que era.
Uma das amigas dela tava com um iPhone na mão e minha sobrinha queria alguma m**** de dentro do jogo, pelo que entendi uma roupa, então a amiga dela (um pouco mais velha, acho que uns 10 anos) largou toda arrogante: "AAAIAN ISSO SÓ TEM NO IPHONE".

181646

Eu não sei se aquilo era verdade, mas vi que a minha sobrinha ficou put* da cara, respondendo que "a tela dela era maior" :klolwtf
Sim, estive diante de uma "console" war de crianças e parei pra refletir sobre isso.

Sei que alguns games mobile disponibilizam alguns recursos extras pra IOS ou Android e que a coisa vai mudando de acordo com a plataforma, mas por não entender absolutamente nada disso fico meio que boiando.

Então, apenas divagando sobre o futuro, pode ser que voltemos aqui no fórum daqui uns 10 anos e ao invés de caixistas X sonystas brigando por quem tem melhores gráficos termos androidistas X IOSistas se matando pra ver qual entrega mais skins no Free Fire 12.0 e coisas do tipo?


3) CONCLUSÃO

Nenhuma. Quero mais é que se foda e meu paul cresça (ainda mais :ksanfona)
Mas é interessante refletir sobre o futuro das discussões gamísticas, como será a manutenção do ismo e como ele vai permear as discussões sobre games.

Se realmente a coisa descambar pra esse lado de IOS x Android , ou seja, a briga será pelo soft e não pelo hardware, como vai ser? Teremos games exclusivos feitos, por exemplo, pela Apple pra destacar o IOS? Teremos games exclusivos por um certo tempo pra determinada plataforma?
Indo mais longe, as plataforma mobile poderão ocupar o espaço quase que integralmente das plataformas convencionais? Se sim, como essas plataformas poderão combater essa onda?
 


renbh

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
GOLD
Mensagens
16.105
Reações
13.420
Pontos
634
É preciso ter muito cuidado com pesquisar que generalizam mercado, você começa a achar que tudo é a mesma coisa e cria relações que não existem.

Console nunca foi feito para publico geral, ele é direcionado a um consumidor específico que não se importa em pagar alto por um hardware dedicado e nem ficar horas de frente para TV com controles complexos.

Mobile, por outro lado, é mais geral, ele é um passatempo que pode ter custo largamente inferior, com experiencias mais amigáveis e que qualquer um pode usar, ele afeta uma parcela maior de pessoas.

O que basicamente quero dizer é que, se não fosse o tablet, sua sobrinha não estaria necessariamente jogando PS4 ou Xone, ela estaria brincando de outra coisa, uma boneca talvez, talvez assistindo TV.

Para verificar mercado de consoles, tirando os pucos momentos em que eles se misturam (como foi com gameboy e seu Tetris ou Wii e seus games casuais), você tem que comparar a evolução deste mercado. Tem que avaliar que SNES foi sucesso com 5o milhões de cópias e console que vender isso hoje é flop. É um mercado que vem arrecadando mais ano após ano e que tende a crescer ainda mais se o streaming se popularizar e o custo de entrada reduzir.

Então vamos ter uma guerra de console pesada pela frente, mais acirrada que a da última geração onde a Sony tratorou até chegar o Switch e isso é ótimo, quanto mais concorrência, maior a quantidade de produtos a preços mais convidativos.
 

Rodrigo Zé do Cx Jr

Lenda da OS desde 2000
VIP
Mensagens
26.998
Reações
38.154
Pontos
609
É preciso ter muito cuidado com pesquisar que generalizam mercado, você começa a achar que tudo é a mesma coisa e cria relações que não existem.

Console nunca foi feito para publico geral, ele é direcionado a um consumidor específico que não se importa em pagar alto por um hardware dedicado e nem ficar horas de frente para TV com controles complexos.

Mobile, por outro lado, é mais geral, ele é um passatempo que pode ter custo largamente inferior, com experiencias mais amigáveis e que qualquer um pode usar, ele afeta uma parcela maior de pessoas.

O que basicamente quero dizer é que, se não fosse o tablet, sua sobrinha não estaria necessariamente jogando PS4 ou Xone, ela estaria brincando de outra coisa, uma boneca talvez, talvez assistindo TV.

Para verificar mercado de consoles, tirando os pucos momentos em que eles se misturam (como foi com gameboy e seu Tetris ou Wii e seus games casuais), você tem que comparar a evolução deste mercado. Tem que avaliar que SNES foi sucesso com 5o milhões de cópias e console que vender isso hoje é flop. É um mercado que vem arrecadando mais ano após ano e que tende a crescer ainda mais se o streaming se popularizar e o custo de entrada reduzir.

Então vamos ter uma guerra de console pesada pela frente, mais acirrada que a da última geração onde a Sony tratorou até chegar o Switch e isso é ótimo, quanto mais concorrência, maior a quantidade de produtos a preços mais convidativos.
Entendo e mais que isso: concordo.
Mas o que eu trouxe é o futuro das "guerras" envolvendo GAMES de maneira geral, não necessariamente consoles, vide título.
 

renbh

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
GOLD
Mensagens
16.105
Reações
13.420
Pontos
634
Entendo e mais que isso: concordo.
Mas o que eu trouxe é o futuro das "guerras" envolvendo GAMES de maneira geral, não necessariamente consoles, vide título.
O futuro será a guerra por plataformas de streaming, assim como hoje a galera fala de Netflix, Amazon Prime, Disney+. Talvez tenhamos algumas mudanças de protagonistas e parcerias, mas acho que o tom vai mudar pouco, mesmo com o preço da assinatura sendo bem inferior ao de um console e ser mais fácil consumir mais de uma empresa.

Até lá, vamos continuar com Sony vs M$ vs Nintendo e a galera do PC se achando acima disso, mas com presença em todas as discussões do genero.
 

Rodrigo Zé do Cx Jr

Lenda da OS desde 2000
VIP
Mensagens
26.998
Reações
38.154
Pontos
609
O futuro será a guerra por plataformas de streaming, assim como hoje a galera fala de Netflix, Amazon Prime, Disney+.
Ou seja: Nowsistas X Cloudistas X Stadiumzistas vão se trucidar até a morte :rox

Mas considerando a massificação da jogatina mobile e com quase uma certeza que a maioria do mercado estará nela, por consequência as gamer wars também não migrarão? Esse é o ponto.
 

Toguro Games

Bam-bam-bam
Mensagens
4.418
Reações
12.101
Pontos
299
Possivelmente me tornarei um jogador full mobile quando a Sony anunciar um Playstation Phone como plataforma principal.

O mercado casual mobile é delicioso, jogo diariamente Pokemon Go e Clash of Clans!
 


Venn

Habitué da casa
Mensagens
241
Reações
337
Pontos
73
"wars", no título, deveria estar dentro dos parênteses.
 

renbh

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
GOLD
Mensagens
16.105
Reações
13.420
Pontos
634
Ou seja: Nowsistas X Cloudistas X Stadiumzistas vão se trucidar até a morte :rox

Mas considerando a massificação da jogatina mobile e com quase uma certeza que a maioria do mercado estará nela, por consequência as gamer wars também não migrarão? Esse é o ponto.
Em termos de games não. A disputa já existe no mobile, mas é por status, é ter ou não a maçã e não sobre IOs e Android (mesmo porque não faz muito sentido em buscar exclusividades quando você quer vender f2P).

É uma disputa que engole concorrentes, Sony, M$ já dançaram LG vai na onda. Não vejo isso girando em torno de games a não ser que o streaming chegue lá, mas aí a questão vai ser a provedora do serviço e não do aparelho.
 

Rodrigo Zé do Cx Jr

Lenda da OS desde 2000
VIP
Mensagens
26.998
Reações
38.154
Pontos
609
"wars", no título, deveria estar dentro dos parênteses.
Perderia completamente a sintaxe, isso sem falar na concordância do "das"... mas entendo, ainda que o futuro DOS GAMES seja uma coisa e FUTURO DAS DISCUSSÕES SOBRE GAMES sejam outra coisa, bem diferente.
 

Lemarchand's box

Zima Blue
VIP
Mensagens
13.722
Reações
23.059
Pontos
553
Parecido com o tópico do Sony-AMD. É praticamente a mesma discussão, suponho.

Mas o renbh já disse o que eu iria dizer.
 

Rodrigo Zé do Cx Jr

Lenda da OS desde 2000
VIP
Mensagens
26.998
Reações
38.154
Pontos
609
Possivelmente me tornarei um jogador full mobile quando a Sony anunciar um Playstation Phone como plataforma principal.

O mercado casual mobile é delicioso, jogo diariamente Pokemon Go e Clash of Clans!
Pra mim também f**a-se a plataforma, ainda que eu seja um boomer old school e prefira sentar o coo num sofá e jogar no console (algo que mudou muito com o Switch).
Aliás, tu falou em CoC... nos últimos 7 anos passei por 2 divórcios e em ambos os casos eu que sai de casa. A logística bagunça, então passei a mergulhar na jogatina mobile, sendo que Clash Royale deve ter sido o game que mais joguei nesse período. Hoje o game que mais jogo, de todas as plataformas, é xadrez no app do chess.com.

Mas mesclando os 2 modelos, seria foda demais se no futuro os atuais fabricantes de consoles virassem simplesmente plataformas de streaming para jogarmos no celular, quem sabe com uma dock pra jogarmos na TV assim como ocorre no Switch. E acho que isso não tá muito longe...
 

Iraque77

Supra-sumo
Mensagens
1.801
Reações
1.923
Pontos
178
como tudo em nossa vida está mudando rapidamente não será diferente com os games, a era do compartilhamento, fim do capitalismo, fim do poder e demais teorias recentes tentam classificar a época que estamos e vamos viver daqui pra frente

no mercado de games não acho diferente... expandiu absurdamente com o mobile, não há como negar e todos querem uma fatia, não acho que separar console de mobile é certo, td mundo quer abocanhar tudo, afinal o ser humano é ganancioso,

o que acredito é que cada vez mais teremos os games como serviço, como tudo, é alguel de casa, de carro, de locadora(netflix), de CD (spotify), album de fotos (google drive, apple icloud), casa (airbnb)

tudo o que consumimos está virando um serviço, cobrando mensalidades, adicionais em troca de benefícios, qual a diferença entre GTA Online, Fifa Ultimate, COD, Elder Scroll Online, Fortinite ou Roblox? no final das contas nenhuma, todos te oferencendo algo que podem ficar te cobrando infinitamente, a faixa etária do consumidor que muda somente,

nesse contexto, acredito que o futuro dos games é o serviço no software, publishers e estudios gastando dinheiro para criar Franquias (marcas) e explorar o máximo disso com mais conteúdo e licensiamento, tirar até a ultima gota de suco,

então ficar o cenário parecido com Star Wars
1- Investe o que for necessário para trazer um novo filme / Titulos AAA em seu universo com mode de campanha
2 - Espera retorno de bilheteria / Vendas
3 - investe no universo a fim de ter mais base / Desenhos na netlix e afins
4 - Retorno com fanbase para vender licenciamento a outros segmentos / roupas, brindes etc....
5 - Diversifica o uso da marca em spinoffs / Games de celular voltado a outro publico e Universo online , famoso GAAS


EDIT: nesse contexto o mercado de hardware perderá cada vez mais espaço, migrando td para nuvem, haverão plataformas mas cada vez menos reelevantes, com algumas exclusividades de itens (seu exemplo do roblox no iphone), tipo de um Choromecast, Apple TV, até existe, mas só para quem não tem outra forma de acessar seu conteúdo
 

Rodrigo Zé do Cx Jr

Lenda da OS desde 2000
VIP
Mensagens
26.998
Reações
38.154
Pontos
609
Esse Roblox é bem conhecido, se eu não me engano é o Minecraft de pobre

Enviado de meu moto g(8) usando o Tapatalk
Eu tinha lido algo sobre uma ou outra vez, mas conhecia apenas o nome não sabia nem do que se tratava...
Agora fui dar uma pesquisada mais a fundo e:


É um negócio que não dá pra fechar os olhos, de forma alguma.
Questão de MUITO pouco tempo pra indústria "convencional" de games querer botar as mãos nesse nicho... isso se eles já tiverem virado um, enquanto o convencional é o mobile.
 

Iraque77

Supra-sumo
Mensagens
1.801
Reações
1.923
Pontos
178
Eu tinha lido algo sobre uma ou outra vez, mas conhecia apenas o nome não sabia nem do que se tratava...
Agora fui dar uma pesquisada mais a fundo e:


É um negócio que não dá pra fechar os olhos, de forma alguma.
Questão de MUITO pouco tempo pra indústria "convencional" de games querer botar as mãos nesse nicho... isso se eles já tiverem virado um, enquanto o convencional é o mobile.
 

Rodrigo Zé do Cx Jr

Lenda da OS desde 2000
VIP
Mensagens
26.998
Reações
38.154
Pontos
609
como tudo em nossa vida está mudando rapidamente não será diferente com os games, a era do compartilhamento, fim do capitalismo, fim do poder e demais teorias recentes tentam classificar a época que estamos e vamos viver daqui pra frente

no mercado de games não acho diferente... expandiu absurdamente com o mobile, não há como negar e todos querem uma fatia, não acho que separar console de mobile é certo, td mundo quer abocanhar tudo, afinal o ser humano é ganancioso,

o que acredito é que cada vez mais teremos os games como serviço, como tudo, é alguel de casa, de carro, de locadora(netflix), de CD (spotify), album de fotos (google drive, apple icloud), casa (airbnb)

tudo o que consumimos está virando um serviço, cobrando mensalidades, adicionais em troca de benefícios, qual a diferença entre GTA Online, Fifa Ultimate, COD, Elder Scroll Online, Fortinite ou Roblox? no final das contas nenhuma, todos te oferencendo algo que podem ficar te cobrando infinitamente, a faixa etária do consumidor que muda somente,

nesse contexto, acredito que o futuro dos games é o serviço no software, publishers e estudios gastando dinheiro para criar Franquias (marcas) e explorar o máximo disso com mais conteúdo e licensiamento, tirar até a ultima gota de suco,

então ficar o cenário parecido com Star Wars
1- Investe o que for necessário para trazer um novo filme / Titulos AAA em seu universo com mode de campanha
2 - Espera retorno de bilheteria / Vendas
3 - investe no universo a fim de ter mais base / Desenhos na netlix e afins
4 - Retorno com fanbase para vender licenciamento a outros segmentos / roupas, brindes etc....
5 - Diversifica o uso da marca em spinoffs / Games de celular voltado a outro publico e Universo online , famoso GAAS


EDIT: nesse contexto o mercado de hardware perderá cada vez mais espaço, migrando td para nuvem, haverão plataformas mas cada vez menos reelevantes, com algumas exclusividades de itens (seu exemplo do roblox no iphone), tipo de um Choromecast, Apple TV, até existe, mas só para quem não tem outra forma de acessar seu conteúdo
Entendo, é um interessantíssimo ponto de vista.

Mas o que eu quis trazer pra discussão foi o seguinte: as "guerras" envolvendo discussão sobre vídeo games existem há muito tempo e sempre foi algo dicotômico, no máximo tricotômico, talvez com mais um elemento correndo por fora (hoje temos Caixistas X Sonystas se descabelando, com a Nintendo e PCzistas comendo pelas beiradas, por exemplo).

Tivemos Sega x Nintendo na geração 8 bits (Alex Kidd X Mario), que continuou na geração 16 (Sonic X Mario)... depois com a entrada da Sony tivemos o nascimento dos sonystas, que por sua vez tiveram a concorrência dos caixistas 2 gerações depois e assim estamos até hoje.

As guerras passaram por vários focos, desde as franquias até poderio de hardware, entretanto, sempre tendo como foco o CONSOLE.

Com a possível e quase certa da migração em massa do público gamer pros mobile e por consequência diminuição da utilização de consoles tradicionais, como a coisa vai ficar? Esse é o ponto.

A "guerra" será por conta das plataformas de streaming, como disse o @renbh ?
Será pelos OS mobile atuais, no caso Android X IOS?
As fabricantes atuais de consoles migrarão pra essas plataformas de straming e a briga se dará por lá?

 

Iraque77

Supra-sumo
Mensagens
1.801
Reações
1.923
Pontos
178
Entendo, é um interessantíssimo ponto de vista.

Mas o que eu quis trazer pra discussão foi o seguinte: as "guerras" envolvendo discussão sobre vídeo games existem há muito tempo e sempre foi algo dicotômico, no máximo tricotômico, talvez com mais um elemento correndo por fora (hoje temos Caixistas X Sonystas se descabelando, com a Nintendo e PCzistas comendo pelas beiradas, por exemplo).

Tivemos Sega x Nintendo na geração 8 bits (Alex Kidd X Mario), que continuou na geração 16 (Sonic X Mario)... depois com a entrada da Sony tivemos o nascimento dos sonystas, que por sua vez tiveram a concorrência dos caixistas 2 gerações depois e assim estamos até hoje.

As guerras passaram por vários focos, desde as franquias até poderio de hardware, entretanto, sempre tendo como foco o CONSOLE.

Com a possível e quase certa da migração em massa do público gamer pros mobile e por consequência diminuição da utilização de consoles tradicionais, como a coisa vai ficar? Esse é o ponto.

A "guerra" será por conta das plataformas de streaming, como disse o @renbh ?
Será pelos OS mobile atuais, no caso Android X IOS?
As fabricantes atuais de consoles migrarão pra essas plataformas de straming e a briga se dará por lá?

ah sim... esse o ponto que coloquei ali por ultimo, streaming 100%, plataforma anywhere on any device,
exemplo se por acaso vc tiver jogando de um hardware Sony (Tv, Smartfone, VR, Implante Neural), vc terá alguns benefícios, mas a guerra vai se ater nas franquias e não nas plataformas de hardware

isso aqui migrar para os games,

por isso acho o que a M$ está investindo agora (assim como google e amazon) é tentar se estabelecer como plataforma de conteúdo, ter lá seus exclusivos para angariar alguns fãs,

formato que acho
M$
AMAZON
GOOGLE
APPLE
STEAM

como serviços e plaforma digital, tendo seus proprios exclusivos e games da Sony e Nintendo inseridos,

Nintendo e Sony ainda fabricando Hardware diversos que tornam seus jogos unicos se jogados neles, porém nada de exclusividade aqui, como hoje vc compra um Iphone e depois vai lá comprar um fone ou um smartwatch, não precisa ser da apple, mas se for tem algumas funcionalidades só deles,

e assim será a "guerra", crianças que cresceram brigando pela cor da camisa do seu avatar no roblox, vai ficar se gabando do seu machado elfico exclusivo no God Of War, jogando no gamepass, que ganhou como voucher ao adquirir o SonyPass
 

Rodrigo Zé do Cx Jr

Lenda da OS desde 2000
VIP
Mensagens
26.998
Reações
38.154
Pontos
609
ah sim... esse o ponto que coloquei ali por ultimo, streaming 100%, plataforma anywhere on any device,
exemplo se por acaso vc tiver jogando de um hardware Sony (Tv, Smartfone, VR, Implante Neural), vc terá alguns benefícios, mas a guerra vai se ater nas franquias e não nas plataformas de hardware

isso aqui migrar para os games,

por isso acho o que a M$ está investindo agora (assim como google e amazon) é tentar se estabelecer como plataforma de conteúdo, ter lá seus exclusivos para angariar alguns fãs,

formato que acho
M$
AMAZON
GOOGLE
APPLE
STEAM

como serviços e plaforma digital, tendo seus proprios exclusivos e games da Sony e Nintendo inseridos,

Nintendo e Sony ainda fabricando Hardware diversos que tornam seus jogos unicos se jogados neles, porém nada de exclusividade aqui, como hoje vc compra um Iphone e depois vai lá comprar um fone ou um smartwatch, não precisa ser da apple, mas se for tem algumas funcionalidades só deles,

e assim será a "guerra", crianças que cresceram brigando pela cor da camisa do seu avatar no roblox, vai ficar se gabando do seu machado elfico exclusivo no God Of War, jogando no gamepass, que ganhou como voucher ao adquirir o SonyPass
Perfeito, é esse o ponto.

Aparentemente, o que hoje é "AAAAAIIINNNN MEU XBOX TEM MAIS TERAFLOP QUE O TEU PS5" amanhã será "AAAAAIINNN MEU STADIUM TEM MAIS JOGO QUE A TUA NOW" (o hardware aqui é indiferente).
 

Rodrigo Zé do Cx Jr

Lenda da OS desde 2000
VIP
Mensagens
26.998
Reações
38.154
Pontos
609
Olha essa porra!
Isso sem falar nos outros games.

.


Ficaria até amanhã explanando.

Agora imagina que temos toda uma geração de BILHARES de crianças jogando essas ensandecidas seja no celular ou tablet, diariamente.
Olha a base futura que o mobile - enquanto plataforma de jogos - está formando.

Acho que uma questão muito mais importante do que a que eu trouxe no tópico é saber qual o futuro dos games na sua forma "tradicional".
 

Iraque77

Supra-sumo
Mensagens
1.801
Reações
1.923
Pontos
178
Olha essa porra!
Isso sem falar nos outros games.

.


Ficaria até amanhã explanando.

Agora imagina que temos toda uma geração de BILHARES de crianças jogando essas ensandecidas seja no celular ou tablet, diariamente.
Olha a base futura que o mobile - enquanto plataforma de jogos - está formando.

Acho que uma questão muito mais importante do que a que eu trouxe no tópico é saber qual o futuro dos games na sua forma "tradicional".
exato.. por isso até meu primeiro post um pouco desconexo com a questão inicial, é que o consol wars vai virar IP Wars, galera vai focar em IP e não em plataforma,

isso falando dos players tradicionais que temos hoje, isso + nova guerra de Nexflix dos games wars
 
Topo