O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


O Maníaco do ácido : Empresário jogava ácido aleatoriamente nas pessoas pra voltar com EX

Cyber King

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.945
Reações
15.897
Pontos
699
Mais um otário que fez merda por causa de uma pepeka.

Não me conformo com a cabeça fraca desses caras.



Ele premeditou tudo, desde o início", afirma delegado sobre suspeito de ataques com ácido em Porto Alegre

Wanderlei da Silva Camargo Júnior, 48 anos, teve prisão preventiva decretada pela Justiça e foi capturado em Curitiba. Para a polícia, ele queria convencer ex a se mudar para o Paraná

07/10/2019 - 12h56minAtualizada em 07/10/2019 - 16h23min

LETICIA MENDES

Fernando Gomes / Agencia RBS

Materiais apreendidos com suspeito foram apresentados em coletiva nesta segunda-feiraFernando Gomes / Agencia RBS

Entenda a reportagem em cinco pontos
  1. Entre os dias 19 e 21 de junho deste ano, cinco pessoas foram vítimas de ataques com líquido ácido nas ruas Santa Flora, no bairro Nonoai, e Francisca Prezzi Bolognesi, no bairro Hípica, na zona sul de Porto Alegre.
  2. Durante a investigação, os policiais chegaram ao nome do empresário Wanderlei da Silva Camargo Júnior, 48 anos. Ele foi preso na sexta-feira (4), em Curitiba, no Paraná.
  3. Informalmente, Camargo Júnior disse aos policiais que pretendia mostrar a ex-companheira que os locais que ele frequenta não eram seguros — os ataques foram em trajetos que ela usava. Assim, queria convencê-la a morar com ele no Paraná.
  4. Segundo a polícia, as vítimas foram escolhidas aleatoriamente.
  5. O suspeito ainda teria arremessado uma carta com instruções para que novos ataques fossem realizados na Zona Sul.
Leia a reportagem completa
Por não aceitar o término de um relacionamento, um empresário teria atacado cinco vítimas com substância ácida na zona sul de Porto Alegre. A série de crimes, ocorrida em junho, teria sido uma forma de tentar assustar a ex-companheira, moradora da Capital, para que ela decidisse residir com ele no Paraná. Na sexta-feira (4), Wanderlei da Silva Camargo Júnior, 48 anos, proprietário de uma empresa de turismo, foi preso preventivamente em Curitiba. O resultado da investigação foi divulgado em coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (7), no Palácio da Polícia.
O CASO
Os locais escolhidos para os ataques, as ruas Santa Flora, no bairro Nonoai, e Francisca Prezzi Bolognesi, no Hípica, seriam áreas de circulação da ex-companheira do suspeito. Para a polícia, o homem ainda teria sido responsável por arremessar uma carta, enrolada em uma pedra, contra uma residência. No papel, havia instruções para que novos ataques fossem realizados em outras duas ruas da Zona Sul, onde a mulher residia e trabalhava.
Conforme o delegado Luciano Coelho, da 13ª Delegacia de Polícia, o empresário teria escolhido as vítimas de forma aleatória. Para realizar os ataques, teria usado três veículos alugados. Um deles, um HB20, teve as placas trocadas pelas de um Astra, de Sapucaia do Sul. Conforme o policial, o próprio empresário furtou as placas de outro carro e substituiu as originais do HB20. O empresário decidiu não prestar depoimento sobre o caso, mas, de acordo com o delegado, falou informalmente aos policiais sobre a motivação e a forma como teria agido.

— As vítimas não têm nenhuma relação com ele. Mas os locais dos ataques têm relação com a ex-companheira dele. Isso ele verbalizou. A gente vai procurar investigar melhor, claro. Como estava em fase de separação, queria demonstrar para a ex-companheira que os locais habituais (que ela frequentava) não eram seguros. Queria que ela fosse residir com ele no Estado do Paraná — explicou Coelho.
Arquivo Pessoal

Roupas de vítimas queimadas por substância ácidaArquivo Pessoal

Conforme o delegado, o empresário gaúcho morava há 26 anos no Paraná, onde mantinha a sede de uma empresa de turismo. No entanto, abriu uma filial no Rio Grande do Sul e, enquanto manteve o relacionamento com a ex, costumava passar uma semana em Porto Alegre e outra em Curitiba. Com o rompimento da relação, teria regressado ao Paraná. O suspeito supostamente voltou ao Rio Grande do Sul com a intenção de cometer os ataques. Com ele, foram apreendidos dois tubos com uma substância que teria sido usada nos ataques, assim como uma chave de fenda e luvas.
— Ele premeditou tudo, desde o início. Foi tudo muito bem pensado, arquitetado. Queria demonstrar que aqueles locais não eram seguros. Que o local mais seguro para ela ficar seria no Paraná com ele. Quanto ao material apreendido, foi encontrada uma pochete e ali tem todos os elementos que usou para cometer o delito. Desde chave de fenda, arame para a troca da placa, ácido, luvas. Ele referiu para mim que dentro daqueles dois tubos existe a substância que ele utilizou. Tudo será periciado — afirmou o delegado.

Divulgação / Câmera de segurança

HB20 usado em ataques teria sido alugado por suspeito de crimesDivulgação / Câmera de segurança

Três das cinco vítimas dos ataques tiveram lesões corporais graves. Elas serão submetidas a novos exames daqui a seis meses para saber se continuarão com lesões, o que pode resultar em responsabilização por lesão corporal gravíssima. O empresário deve responder ainda pelo furto da placa e pela adulteração do veículo. Ele foi encaminhado ao Presídio Central. Novas perícias serão feitas em um notebook e nos recipientes apreendidos.
— As lesões foram em pessoas que ele sequer conhecia, embora elas residissem próximo de locais de trânsito da ex-companheira. Foi um caso grave. Nosso receio, era que ocorressem novos ataques. Isso mobilizou todos os serviços de inteligência da polícia. Foi um conjunto de forças e chegamos à elucidação desse caso — disse o delegado.

Medida protetiva
Conforme a delegada Adriana Regina da Costa, do Departamento de Polícia Metropolitana, a ex-companheira do suspeito possui medida protetiva contra ele e foi monitorada pelos policiais ao longo da investigação, para que não ficasse em risco.
RELEMBRE
— Estávamos preocupados também com ela, não só com as vítimas que já tinham sido atacadas. A mulher não tinha conhecimento desses ataques. Também não podíamos expor a ela a investigação. Mas estávamos preocupados em trazer segurança para ela, mesmo que não soubesse.
A mulher foi informada na sexta-feira (4) sobre a prisão do ex-companheiro. Segundo o delegado Coelho, demonstrou surpresa:
— Ela já tinha um registro contra ele, por perturbação da tranquilidade. Mas ficou muito surpresa porque não o descrevia como um homem violento — disse o delegado.

https://gauchazh.clicrbs.com.br/seguranca/noticia/2019/10/ele-premeditou-tudo-desde-o-inicio-afirma-delegado-sobre-suspeito-de-ataques-com-acido-em-porto-alegre-ck1glcmn503om01r2x1q0u9a2.html
 


shabba ranks

Veterano
Mensagens
165
Reações
642
Pontos
103
É incrível como, principalmente os homens, fazem merda no término de um relacionamento. Vejam este imbecil, eu sinto ódio e vergonha dele ao mesmo tempo.
Eu sei, tem muita mulher que vira quase uma psicopata depois do término, mas os homens se superam. É só ligar a TV no noticiário que você verá, pelo menos, uma notícia por dia de um bosta que não se conformou com o término e fez merda.

Porra, será que é impossível seguir a porra da vida sem infernizar a vida da(o) ex e a dos outros?
 

FighterBR

Veterano
Mensagens
762
Reações
939
Pontos
118
É incrível como, principalmente os homens, fazem merda no término de um relacionamento. Vejam este imbecil, eu sinto ódio e vergonha dele ao mesmo tempo.
Eu sei, tem muita mulher que vira quase uma psicopata depois do término, mas os homens se superam. É só ligar a TV no noticiário que você verá, pelo menos, uma notícia por dia de um bosta que não se conformou com o término e fez merda.

Porra, será que é impossível seguir a porra da vida sem infernizar a vida da(o) ex e a dos outros?
Cada um reage de uma forma. Não sei o quanto voce ja gostou de uma pessoa na vida mas falo por mim. Eu perdi todo meu chão, quase me matei e pensei sim em vingança (nunca pensei em matar). vc perde um pouco da sua coerencia devido ao desespero. Sabe sindrome de panico? é basicamente o mesmo.

Agora não to passando pano pro que ele fez e sim dizendo que é facil falar do alto de um pedntismo sem conhecimento algum.
 


Alberon3

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
43.291
Reações
48.587
Pontos
924
Todo dia tem a porra de um gado fazendo merda, prato perfeito para as generalizações, que todo homem é isso ou aquilo.

Peraí, o cara jogou ácido nas pessoas pra provar pra mulher que não era seguro ali mas é seguro morar com ele. Na cabeça dele isso teve lógica.


Se não é pego, esse maluco psicopata iria tacar ácido em meio mundo.
 

return null

Habitué da casa
VIP
Mensagens
312
Reações
439
Pontos
89
É incrível como, principalmente os homens, fazem merda no término de um relacionamento. Vejam este imbecil, eu sinto ódio e vergonha dele ao mesmo tempo.
Eu sei, tem muita mulher que vira quase uma psicopata depois do término, mas os homens se superam. É só ligar a TV no noticiário que você verá, pelo menos, uma notícia por dia de um bosta que não se conformou com o término e fez merda.

Porra, será que é impossível seguir a porra da vida sem infernizar a vida da(o) ex e a dos outros?
Sim, alguns estudos apontam que no geral homem são mais inseguros e não sabem lidar com fim de relacionamento, o problema é que as mulheres tendem a sentir toda a merda de um fim de relação de uma vez só kkk, já os homens leva anos para superar ou nunca (isso é prejudicial) + individuo com alto risco para sociopatia/psicopatia ... ai resulta nesses casos merdas.

 

Vlaew

Bam-bam-bam
Mensagens
2.091
Reações
3.113
Pontos
303
É incrível como, principalmente os homens, fazem merda no término de um relacionamento. Vejam este imbecil, eu sinto ódio e vergonha dele ao mesmo tempo.
Eu sei, tem muita mulher que vira quase uma psicopata depois do término, mas os homens se superam. É só ligar a TV no noticiário que você verá, pelo menos, uma notícia por dia de um bosta que não se conformou com o término e fez merda.

Porra, será que é impossível seguir a porra da vida sem infernizar a vida da(o) ex e a dos outros?
Vdd cara .....

Quase todo dia tem notícias assim :facepalm
 

Demétrio

Bam-bam-bam
Mensagens
4.209
Reações
5.181
Pontos
359
É incrível como, principalmente os homens, fazem merda no término de um relacionamento. Vejam este imbecil, eu sinto ódio e vergonha dele ao mesmo tempo.
Eu sei, tem muita mulher que vira quase uma psicopata depois do término, mas os homens se superam. É só ligar a TV no noticiário que você verá, pelo menos, uma notícia por dia de um bosta que não se conformou com o término e fez merda.

Porra, será que é impossível seguir a porra da vida sem infernizar a vida da(o) ex e a dos outros?

Acho que as pessoas estão tão miseráveis nesse mundo de aparências e curtidas e etc, e por conta de preguiça e síndrome do floquinho de neve, estão com saúde mental tão precária, que quando são abandonadas, não sabem lidar mais. Eu não conheço pessoa(maioria mulheres mesmo, entre exs e amigas) que terminaram algum relacionamento e não foram ameaçadas ou os caras ameaçaram se matar. Tá foda.

Se meu relacionamento atual termina, eu fico malzão, claro, mas aí eu resolvo com 200 horas de Battlefield + vintão de conhecidas + pizza baiana com alho frito :kjoinha
 
Ultima Edição:

大天使

Veterano
Mensagens
664
Reações
1.438
Pontos
148
Já vi gente fazendo loucuras grandes por causa de mulher, mas esse cara me surpreendeu.

E vale lembrar que Porto Alegre tem bastante organizações criminosas crescendo. Se esse cara tivesse tacado ácido em algum parente de traficante, ele tava fudido.
 

iporco

Bam-bam-bam
Mensagens
4.499
Reações
9.549
Pontos
303
Ataque com ácido em Porto Alegre é episódio perverso de machismo
nope, nope... é caso extremo de escravocetismo msm

como odeio fdp q ataca pessoas q n tem nada a ver com a situaçao de merda do cara... devia fazer igual em breaking bad e colocar esse maluco num barril de acido tbm
 

ROLGENIO

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.362
Reações
28.059
Pontos
563
Moro em Canoas (cidade vizinha de POA) e até aqui o pessoal ficou muito assustado com esse caso na época dos ataques. Conheço pessoas de fora daqui que achavam que seriam atacadas a qualquer momento por um maluco, que evitavam de todo jeito sair de casa ou trabalho pra ninguém fazer nada parecido com elas.

Um verme desses tem que sofrer muito e de preferência com ácido, pq o que ele fez não afetou somente a ex dele... Ele instaurou um medo generalizado nas pessoas daqui na época dos ataques. Tomara que dêem um jeito nele lá no Presídio Central (também conhecido como um dos piores presídios do Brasil).
 

Odin Games

Bam-bam-bam
Mensagens
2.985
Reações
4.581
Pontos
303
Eu sou de Porto Alegre e fiquei com muito medo de sair nas ruas também, não fazia ideia de quem era o maluco, e as vezes passo perto desses locais de onde ocorreram os ataques...

Maluco doente da porra, com tanta mulher no mundo e o cara fazendo essas merdas deformando as pessoas jogando ácido... Tomara que ele seja tratado com muito "carinho" na cadeia... :kpensa

Lembro que a mais de uma década apareceu outro louco por aqui jogando uma água suja nas pessoas, o cara simplesmente parava o carro e jogava uma água podre que ninguém sabia o que era, e depois vazava, ai um dia acharam o doente mental que fazia isso, ao menos ele só jogava uma água podre, podia ter qualquer nojeira nela, mas nada se compara com jogar ácido.
 

Hellskah

Bam-bam-bam
Mensagens
3.290
Reações
5.195
Pontos
344
Podiam injetar 300ml de soda cáustica intra venosa nele e mergulhá-lo em seguida em uma banheira com água fervente e tampar.
 

Cyber King

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.945
Reações
15.897
Pontos
699
Olha a carta que o animal escreveu e jogou com uma pedra na casa de um morador:

 

Senhor Catástrofe

Bam-bam-bam
Mensagens
1.766
Reações
4.468
Pontos
303
É incrível como, principalmente os homens, fazem merda no término de um relacionamento.
ainda por cima, o homem pra fazer merda não precisa de muito
digo, pela maior força física, ele mata a mina na porrada, raramente uma mulher consegue fazer isso se não for treinada (ou se não for bem maior que o cara fisicamente)

e tb tem a questão cultural da mulher ser uma propriedade do homem, no interiorzão do br ainda tem mulher sendo vendida pra casamento (dote)
basicamente é algo mais comum em pessoas com menos estudo e/ou condições financeiras mais precárias

a tendencia, creio eu, é que isso diminua muito com o avanço economico do pais (digam o que quiserem, está melhor do que há 50 anos no geral)
 

mfalan

Supra-sumo
Mensagens
1.134
Reações
1.974
Pontos
168
Deve falar que é maluco e em 3 anos tá solto e "curado"...
 
Topo