O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Promotor que pediu laqueadura de mulheres pobres leva 15 dias de suspensão

Anarco-otaku

Habitué da casa
Mensagens
172
Reações
160
Pontos
53

Destaque:

Embora relutante em realizar o procedimento, Janaína foi objeto de uma ação civil que determinava liminarmente “a realização de cirurgia, a qual deve ser feita mesmo contra a vontade da requerida”, sob a justificativa de garantia de vida da mulher. O processo foi deferido pelo juiz Djalma Moreira Gomes Júnior, e Janaína, após o parto de seu oitavo filho, saiu da sala de cirurgia sem nunca mais poder engravidar.
O que acham sobre o assunto?
 


xDoom

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
23.203
Reações
125.703
Pontos
589
É uma questão complicada.

Aqui em vitória tinha uma mendiga doida que engravidou umas 5x e o estado teve que tomar todos os filhos dela. Depois fizeram uma laqueadura nela.

Via de regra acho errado, mas em algumas situações é compreensível, vide o exemplo que citei onde uma pessoa relativamente/absolutamente incapaz engravida reiteradas vezes.
 

sebastiao coelho neto

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.015
Reações
28.729
Pontos
639
Eu acho que tal procedimento forçado é absurdo, por mais absurda ainda que seja essas mulheres reiteradamente engravidem por pura ignorância, falta de condições ou vício. Mas sinceramente se me pedissem uma solução eu não saberia dizer mas foi melhor isso que futuros abortos bancados pelo estado ou por quem quer que seja.

Aliás, se há tantos grupos de apoio a pessoas carentes que pagam por procedimentos médicos, não haveria nenhum desses que se proponham a fazer laqueaduras ou vasectomias gratuitas em pessoas pobres (que consentissem a operação, óbvio)?
 


Tauron

Bam-bam-bam
Mensagens
3.119
Reações
20.506
Pontos
303
Completamente absurdo e repugnante, algo assim é típico de ocorrer em ditaduras feito a Coreia do Norte, onde até o corpo das pessoas pertence ao estado.

Esse promotor tinha de ser demitido e condenado criminalmente por lesão corporal gravíssima por perda irreparável da função reprodutiva de terceiro.

E inaceitável dar ao estado poder sobre o corpo das pessoas devido a situação social delas, esse argumento pode ser usado pra justificar todo tipo de monstruosidade "do bem".
 

firulero

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
36.239
Reações
40.972
Pontos
877
Vindo do judiciário eu não duvido de nada

Um dia desses vi um juiz nomeando uma pessoa totalmente aleatória como Curador de um rapaz deficiente, sem a anuência de nenhuma das partes e já expediu ofício pro Cartório pra alterar na certidão de nascimento dele.
 

JmB!

Bam-bam-bam
Mensagens
10.437
Reações
8.358
Pontos
484
Por mais que pareça compreensível, o corpo é da mulher e somente ela tem o direito de decidir.

Olha só eu concordando com as feministas (o mundo dá voltas), a diferença é claro é que eu não defendo "a liberdade" em detrimento de alguém.

T+
 

Cielo

Bam-bam-bam
Mensagens
9.366
Reações
14.805
Pontos
389
Eu normalmente seria contra tbm, mas vejam a situação, a mulher ja teve 8 filhos, aparentemente não tem condições, como vai ser a vida dessas crianças? é uma questão dificil mesmo.
 

nEstle

Bam-bam-bam
Mensagens
1.122
Reações
5.379
Pontos
303
Sou contra pelos motivos já expostos, mas o estado deveria incentivar, talvez até financeiramente, pessoas de baixa renda a realizar a laqueadura após o segundo filho.

No Brasil temos o incentivo contrário. Pessoas de baixa renda são incentivadas a ter mais filhos, o que gera mais concentração de renda, já que as classes mais altas tem poucos ou nao tem filhos.
 

firulero

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
36.239
Reações
40.972
Pontos
877
Era pra ter ameaçado fazer laqueadura no 2° e cumprido no 3°. A não ser que algum milagre ocorra, serão oito marginais a mais no mundo.
Falou pouco, mas falou merda.

Imagina se fosse com você ou sua senhora. Juizão chega e diz: vou arrancar suas bolas/útero fora, sem chororo, sem mimimi. Aguarde a viatura da polícia que vai te levar direto pro hospital.

No cu dos outros é refresco...
 

Coffinator

Mil pontos, LOL!
Mensagens
58.162
Reações
146.317
Pontos
1.029
Falou pouco, mas falou merda.

Imagina se fosse com você ou sua senhora. Juizão chega e diz: vou arrancar suas bolas/útero fora, sem chororo, sem mimimi. Aguarde a viatura da polícia que vai te levar direto pro hospital.

No cu dos outros é refresco...
Eu passo o dia todo enchendo a cara de cachaça, a mulher em casa com SETE FILHOS não tem o que comer. Chego em casa, como ela SEM CAMISINHA e vem por aí o OITAVO FILHO. As crianças não estudam, a comida que chega é via doação. Nesse caso arrancar as bolas seria o MÍNIMO a ser feito, mas eu até te entendo. ADEVOGADO sempre acha lindo defender esse tipo de coisa, sobra mais bandido pra ele ganhar dinheiro no futuro.
 

Beren_

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.982
Reações
27.234
Pontos
553
Completamente absurdo.
Que tal aplicamos uma "cota de filhos" a todas as pessoas? Ou só a "pobres"? Talvez a negros? Ou a brancos? Que tal pessoas com predisposição a doenças genéticas?
Deficientes talvez?
Chineses ? Ah já fizeram.


independente de qualquer utilitarismo barato, ainda é eugenia.
 

大天使

Veterano
Mensagens
696
Reações
1.563
Pontos
148
Sou contra pelos motivos já expostos, mas o estado deveria incentivar, talvez até financeiramente, pessoas de baixa renda a realizar a laqueadura após o segundo filho.

No Brasil temos o incentivo contrário. Pessoas de baixa renda são incentivadas a ter mais filhos, o que gera mais concentração de renda, já que as classes mais altas tem poucos ou nao tem filhos.
O problema é que o estado só libera a vasectomia/laqueadura gratuita para pessoas que possuem dois filhos e mais um monte de burocracia de brinde.

A pessoa pode até fazer cirugia de mudança de sexo de graça no SUS, mas não pode fazer laqueadura se não tiver filhos. Como pode isso?

Enquanto isso, as pessoas de boa renda podem fazer laqueadura quando quiserem.

E quanto ao assunto principal do tópico, não é bom forçar a pessoa pobre fazer laqueadura. Se é mais barato para o estado fazer laqueadura do que o estado bancar a criança, então que o estado ofereça laqueadura gratuita para todas as mulheres que queiram fazer e não ter filhos. Assim diminui a quantidade de crianças pobres e a quantidade de abortos ilegais.
 

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
23.109
Reações
51.042
Pontos
544
Sou contra. É o estado querendo mandar no cidadão.

No entanto, curioso que alguns que são contra, são favoráveis ao aborto, sendo que a eugenia no fim das contas é vil nos dois casos.
 

firulero

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
36.239
Reações
40.972
Pontos
877
Eu passo o dia todo enchendo a cara de cachaça, a mulher em casa com SETE FILHOS não tem o que comer. Chego em casa, como ela SEM CAMISINHA e vem por aí o OITAVO FILHO. As crianças não estudam, a comida que chega é via doação. Nesse caso arrancar as bolas seria o MÍNIMO a ser feito, mas eu até te entendo. ADEVOGADO sempre acha lindo defender esse tipo de coisa, sobra mais bandido pra ele ganhar dinheiro no futuro.
Falou pouco, mas falou merda de novo.

Novamente, no cu dos outros é refresco. Vamo fazer assim, primeiro arranca as suas, depois você vai lá e defende esse tipo de coisa.

Ficar atrás de um monitor destilando esse tipo de ideia é fácil demais, quero ver ter bolas (trocadilho intencional rsrsrs) pra dar o exemplo na vida real arrancando o ovo fora.
 

Dreamscape

Bam-bam-bam
Mensagens
4.144
Reações
10.362
Pontos
278
Completamente absurdo.
Que tal aplicamos uma "cota de filhos" a todas as pessoas? Ou só a "pobres"? Talvez a negros? Ou a brancos? Que tal pessoas com predisposição a doenças genéticas?
Deficientes talvez?
Chineses ? Ah já fizeram.


independente de qualquer utilitarismo barato, ainda é eugenia.
:kkk
Eu sou a favor de terem mais filhos. A densidade demográfica brasileira é baixíssima. Além do mais a população vai diminuir drasticamente daqui pra 2050.
 

Coffinator

Mil pontos, LOL!
Mensagens
58.162
Reações
146.317
Pontos
1.029
Falou pouco, mas falou merda de novo.

Novamente, no cu dos outros é refresco. Vamo fazer assim, primeiro arranca as suas, depois você vai lá e defende esse tipo de coisa.

Ficar atrás de um monitor destilando esse tipo de ideia é fácil demais, quero ver ter bolas (trocadilho intencional rsrsrs) pra dar o exemplo na vida real arrancando o ovo fora.
Fui eu que passei a defender o partidão por causa de cargo público? :coolface
 

Maladino

Bam-bam-bam
Mensagens
6.397
Reações
7.846
Pontos
459
Eu sou contra.

Mas aí existem certas situações complicadas... Por exemplo, se a pessoa é inimputável por algum problema mental (como foi o caso de uma das moças), como é que ela pode ser responsabilizada pela própria reprodução/filhos e etc?

Não concordo que a esterilização seja a resposta nem nada, mas são coisas a serem discutidas (em outros contextos) na minha opinião.

Falou pouco, mas falou merda de novo.

Novamente, no cu dos outros é refresco. Vamo fazer assim, primeiro arranca as suas, depois você vai lá e defende esse tipo de coisa.

Ficar atrás de um monitor destilando esse tipo de ideia é fácil demais, quero ver ter bolas (trocadilho intencional rsrsrs) pra dar o exemplo na vida real arrancando o ovo fora.
Pra ser justo, ninguém está arrancando nada. Laqueadura e vasectomia não são histerectomia nem orquiectomia.
 

Ataru

Bam-bam-bam
Mensagens
4.435
Reações
18.691
Pontos
303
Decisão totalmente equivocada. Se a pessoa quer ser o Genghis Khan do século XXI, beleza. Pode ter filhos quanto quiser. Mas se não estiver tendo o cuidado e a educação necessária para cada um dos seus filhos, vai pra cadeia. Simples. Não precisa violar o corpo e as decisões dela. Basta usar a lei.
 

tylenol

Bam-bam-bam
VIP
Mensagens
2.494
Reações
1.528
Pontos
234
Era pra ter desligado o sistema reprodutor depois do 2º filho, como é que tem cidadão aqui que está cagando pra 8 crianças sem base familiar talvez até passando fome ?
 

Yapathi

Bam-bam-bam
Mensagens
2.055
Reações
8.738
Pontos
303
A lei brasileira não permite.
Isso é a única coisa que tem de ser dita nesse caso. Ponto.

Promotor tem de ser pautar pela porra da lei. É pra isso que ele é pago.

Nada fode mais uma Democracia que tapado em posição de poder no judiciário se achando um semi Deus no cargo. (STF, estou olhando para você...)

Nessa estou com a OAB: foi leve demais. Esse é o tipo de caso para ser chutado pra fora, demitido. E com justa causa.

Dito isso: realmente, tem de se criar uma lei para tratar desses casos.
 

RainbowSix

Bam-bam-bam
Mensagens
5.047
Reações
7.677
Pontos
404
Sou contra pelos motivos já expostos, mas o estado deveria incentivar, talvez até financeiramente, pessoas de baixa renda a realizar a laqueadura após o segundo filho.

No Brasil temos o incentivo contrário. Pessoas de baixa renda são incentivadas a ter mais filhos, o que gera mais concentração de renda, já que as classes mais altas tem poucos ou nao tem filhos.
Também acho que os incentivos estão errados, hoje quanto mais filhos mais ganha com bolsa família, deveria ter um incentivo para laqueadura após o terceiro filho por exemplo.
 

The Kong

Cruz Bala Trevoso
VIP
Mensagens
21.944
Reações
93.393
Pontos
584
Esse tópico aqui é como se fosse um universo paralelo...
 

Ataru

Bam-bam-bam
Mensagens
4.435
Reações
18.691
Pontos
303
Isso é a única coisa que tem de ser dita nesse caso. Ponto.

Promotor tem de ser pautar pela porra da lei. É pra isso que ele é pago.

Nada fode mais uma Democracia que tapado em posição de poder no judiciário se achando um semi Deus no cargo. (STF, estou olhando para você...)

Nessa estou com a OAB: foi leve demais. Esse é o tipo de caso para ser chutado pra fora, demitido. E com justa causa.

Dito isso: realmente, tem de se criar uma lei para tratar desses casos.
Por isso que eu sempre digo que a gente tem que defender o império da lei.

Muitas pessoas, por exemplo, ficaram horrorizadas porque a PM prendeu em flagrante um garoto que furou uma moeda e transformou em um pingente. Então, se é crime passível de prisão a violação de qualquer moeda nacional, acabou. Crime é crime e merece ir pra cadeia.

A gente precisa acabar com esses 50 milhões de tons de cinza da justiça Brasileira e tentar chegar o mais próximo possível no preto e branco. Leis foram feitas e escritas para facilitar o entendimento das normas cívicas, e não pra dificultar e relativizar.

Caso não tenhamos essa cultura de império da lei, viveremos numa sociedade eternamente fadada a relativização, impunidade, e injustiça.
 

edikaoz

Bam-bam-bam
Mensagens
2.022
Reações
4.685
Pontos
339
Bom, sou contra a decisão, porque se trata do estado interferindo na vida privada do cidadão.

Por outro lado, seria necessário criar um mecanismo de incentivo a laqueadura em casos específicos. Por exemplo, pessoa com vulnerabilidade social seria incentivada (não obrigada) a passar pelo procedimento após o segundo filho.

Além disso, a mulher é a parte mais interessada nessa situação. Cabe a ela decidir (se for capaz, claro) se faz ou não.

Agora, vamos se francos: que situação de merda essa da notícia. E o pai dessas crianças??? Deve ser um arrombado que não usa camisinha porque "se sente menos macho". Tomanocu!!!
 

Lost Brother

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.273
Reações
20.229
Pontos
554
Defender a esterilizacao obrigatoria de pessoas abre um puta precedente perigoso. Hoje pode ser ela, amanha pode ser voce ou sua companheira/irmã/tia. Nunca deve ser dado o poder do Estado decidir a força quantos filhos alguem deve ter. E a puniçao foi corretissima.

Enviado de meu Moto C Plus usando o Tapatalk
 

Lacerda Yawara

Bam-bam-bam
Mensagens
5.485
Reações
9.212
Pontos
353
Odeio Mano Brown mas terei que parafrasear-lhe.
"-Adolf Hitler sorri no inferno
O ser humano é descartável no Brasil..."
Eugenista FDP.
 

Anarco-otaku

Habitué da casa
Mensagens
172
Reações
160
Pontos
53
Por incrivel que pareça não acho que ter filhos é algo ruim, acho até que é necessario, mas no caso dessa mulher parece que ela era mendiga, ai fica completamente inviavel criar os filhos mesmo.
 

Anarco-otaku

Habitué da casa
Mensagens
172
Reações
160
Pontos
53
Por isso que eu sempre digo que a gente tem que defender o império da lei.

Muitas pessoas, por exemplo, ficaram horrorizadas porque a PM prendeu em flagrante um garoto que furou uma moeda e transformou em um pingente. Então, se é crime passível de prisão a violação de qualquer moeda nacional, acabou. Crime é crime e merece ir pra cadeia.

A gente precisa acabar com esses 50 milhões de tons de cinza da justiça Brasileira e tentar chegar o mais próximo possível no preto e branco. Leis foram feitas e escritas para facilitar o entendimento das normas cívicas, e não pra dificultar e relativizar.

Caso não tenhamos essa cultura de império da lei, viveremos numa sociedade eternamente fadada a relativização, impunidade, e injustiça.
Também não é assim, em todos os paises, incluindo os desenvolvidos, existe a questão do espirito da lei.
 
Topo