O que há de Novo?
Fórum Outer Space - O maior fórum de games do Brasil

Registre uma conta gratuita hoje para se tornar um membro! Uma vez conectado, você poderá participar neste site adicionando seus próprios tópicos e postagens, além de se conectar com outros membros por meio de sua própria caixa de entrada privada!

  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.


Street Fighter 1 - Análise, comentários e fatos

Hikkari

Ser evoluído
Mensagens
53
Reações
0
Pontos
22
O fato é que todas franquias tem um início, seja ele um ótimo pontapé inicial, um grande erro ou talvez até um início que seja esquecido até hoje para quem gosta dessa série que vou abordar nessa matéria. Que nada mais é do que: Street Fighter! Sim, a mais famosa franquia dos games de luta, onde pode ser a grande causadora de brigas entre amigos, dúvidas de qual é o nome correto da magia usada pelo personagem e diversas outras bizarrices possíveis e imagináveis. Em 1987, quando os jogos de arcade se baseavem em atirar com uma nave e, também, pular sobre um barril e salvar uma princesinha, chegava um jogo que apresentava um estilo muito raro de se ver na epóca, que eram os de luta. Leia tudo depois do pulo.


Não se pode dizer que Street Fighter inventou totalmente o gênero dos jogos de luta, até porque em 1979, Victronics’ Warrior, já tinha dado o grande começo do estilo. Tudo bem que não se pareça nada com o que vemos hoje, porém, já mostrava o confronto de dois cavalheiros em gráficos bizarros. Alguns anos depois veio Karate Champ de 1985, e só tivemos o que chegasse mais próximo de Street Fighter em 1985 com Yie-Ar Kung Fu da Konami, que já contava com ótimos gráficos para epóca e com cenários e personagens bem detalhados.

O começo tão esquecido..

A primeira versão lançada do jogo foi para os Arcades, mas futuramente também ganharia um port para Turbografix-16 com o nome de Fighting Street, além de muito mais ports para diversas outras plataformas e também adições até hoje em coletâneas da Capcom. O game em si não fez um impacto tão grande entre os jogadores da época, não se sabe exatamente porque do título não ter tido um grande prestígio entre o pessoal, porém, teve uma grande importância para a Capcom, já que foi o primeiro jogo desenvolvido pela empresa.
Outra “importância” que eles trouxeram para os arcades da época foi o de que seus controles “Deluxe Upright” eram com botões hidráulicos, para ambos os jogadores, que dependendo da força aplicada nesses botões faziam com que houvesse uma diferença na potência do golpe aplicado pelo personagem. Entretanto, esse sistema mesmo sendo algo novo para epóca, foi retirado algum tempo depois, já que era praticamente IMPOSSÍVEL se usar os golpes especiais, sem contar com os problemas dos donos dos arcades tinham que arcar com pessoas destruindo suas máquinas. O sistema foi substituído pelo “Regular Upright” que é baseado em seis botões com três tipos de soco e chute (fraco, médio e forte).

Como foi dito no início do texto, Street Fighter I não deu o lance inicial em jogos de luta, porém, foi ele que apresentou diversos tipos de sistemas que incorporam até hoje os títulos do mesmo gênero, como o uso do bloqueio, usar o direcional para movimentar o personagem em várias direções diferentes (mudando o esquema do para trás e para frente), usando combinações dos direcionais e botões de ação para o uso de golpes especiais. O uso de um segundo personagem para entrar no jogo também era algo que já era surpreendente, principalmente se fomos ver o ano em que isso foi adicionado.

O jogo apresentava 10 personagens de 5 países diferentes, sendo 8 inimigos e os protagonistas Ryu e Ken. A temática de Street Fighter é sempre mantida ao decorrer dos jogos, adicionando oponentes de vários países diferentes e cada um com características e “histórias” novas. Basicamente sua história com Ryu é vencer seu primeiro campeonato e orgulhar seu mestre, Gouken, e pela cronologia da série Ryu vence esse desafio tendo como inimigo final Sagat, que na epóca era “O melhor lutador de Muay-Thai do planeta”, porém, com um Shoryuken no peito ele vê que na verdade tem que treinar muito seu “Tiger Robocop” para vencer o mendigão do Ryu! A trama não termina aí e, sim, com a volta de Ryu para o Japão e a descoberta que seu mestre foi morto e agora ele precisa descobrir quem fez isso com ele.

Informações úteis (ou não) sobre Street Fighter 1 :

-Os acontecimentos do game se passam em 1987;
-O game foi dirigido por Takashi Nishiyama e planejado por Hiroshi Matsumoto, que após o “grande” sucesso do game se mandaram para a SNK;
-Existem ports para Arcade, TurboGrafx-CD, DOS, Commodore 64, ZX Spectrum, Windows, PS2 (coletânea) e PSP (coletânea);
-Hadouken, Shouryuken e Tatsumaki Sempuukyaku existiam, porém, com nomes de Ball of Fire, Dragon Punch e Huricane Kick;
-Provavelmente hoje todos saibam como executar o Hadouken, Shouryuken, mas na epóca nada disso foi divulgado, apenas uma cartilha mostrando o que chutava e socava;
-Além de só saber chutar e dar socos, você tinha 30 segundos para derrotar seu inimigo ou deixar ele com a vida menor que a sua, caso não conseguisse perderia a luta, nada de segundo Round;
-Ryu, Ken, Sagat, Adon, Gen, Retsu, Geki, Mike, Lee, Birdie e Eagle são todos os lutadores de SFI;
-Em sua primeira aparição, Birdie era branco e em SF Alpha ele está negro e a desculpa da Capcom foi a que ele estava doente em sua primeira vez no torneio;
-O nome Fighting Street do port foi dado para que evitassem a ligação com o jogo de Arcade;
-Mesmo não tendo aquele sucesso tão gigantesco entre os jogadores da época, a Capcom não desistiu da ideia e aproveitou o número de fãs do primogênito para que em 1991 tivesse sua continuação e seu grande sucesso.

Imagens:

StreetFighter_1.gif


StreetFighter1.gif


sfgolpeswy0.png


Birde em Street Fighter 1:

sfi_bustart_birdie.jpg

Street_Fighter_Art_Birdie_1.jpg
 

Gallic

Bam-bam-bam
Mensagens
4.591
Reações
705
Pontos
244
[FONT="Comic Sans MS"][SIZE="2"]Bacana o seu texto, não sabia q os criadores do SF tinham ido para a SNK, sobre o jogo hoje em dia ele é impraticável, tenho ele no Mame e vou te falar jogar dar um haduken é muito difícil, mas imagino isso quando lançou, embora não tenha feito sucesso foi muito importante para os jogos de luta e foi o precursor do Street Fighters II, q para mim é um dos titulos de luta mais feitos da história, q até hoje eu jogo.

Parabéns pela analise
[/SIZE][/FONT]
 

Gallic

Bam-bam-bam
Mensagens
4.591
Reações
705
Pontos
244
[FONT="Comic Sans MS"][SIZE="2"]Off, vi q vc é "larva" e sempre vejo um pouco de preconceito contra os novatos aki na OS e até as vezes um pouco de razão, mas como tudo na vida tem excessões, você com "apenas" 9 posts, criou um texto super bacana sobre um jogo q poucos tem conhecimento, todos conhecem o SF II. Mais uma vez, parabéns. [/SIZE][/FONT]
 

Hans Castorp

Mil pontos, LOL!
Mensagens
20.203
Reações
20.421
Pontos
1.129
Bom post, sobre um jogo de díficil acesso, olhando anacronicamente o jogo parece um fóssil, mas na época já poderia ser considerado revolucionario em muitos aspectos, e seu texto demonstra bem isso!!

Congratulations!!!!
 

Hiperbrain

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
15.200
Reações
69.183
Pontos
634
Cara, curti as informações, sempre tive curiosidade com relação a este arcade, pois nunca vi pessoalmente. Acho importante investigar as origens de certos games, pois revelam a história e evolução da própria tecnologia que até hoje mantém seus sucessores. Ainda mais um clássico como Street Fighter... bem legal.. Parabéns aê...
 


WAR

Mil pontos, LOL!
Mensagens
1.744
Reações
242
Pontos
1.059
Joguei muito em dupla: um esmagava os botões que nem louco e o outro rodava o controle que nem maluco. E ainda assim, era difícil.

Ah se eu fosse dono do arcade, ME expulsava.
 

Leira

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
2.294
Reações
2.492
Pontos
999
Bela análise. Já vi esse fliperama há anos atrás, mas nunca joguei. Só fui me interessar mesmo no Street Fighter II, assim como todo mundo :D
 

JUGULADOR

Mil pontos, LOL!
Mensagens
50.904
Reações
37.602
Pontos
1.129
Legal esse texto... só discordo disso:

O game em si não fez um impacto tão grande entre os jogadores da época, não se sabe exatamente porque do título não ter tido um grande prestígio entre o pessoal, porém, teve uma grande importância para a Capcom, já que foi o primeiro jogo desenvolvido pela empresa.
O jogo não teve impacto tão grande pq ele era simplesmente ruim mesmo pros padrões da época... uma verdadeira prova do que eu sempre digo: "inovação não é igual a qualidade".

E vc se equivocou quando disse que foi o primeiro jogo da empresa... o primeiro jogo de arcade foi um shooter chamado Vulgus em 1984 e nesse meio tempo lançou muitos outros títulos.

E seja bem vindo ao forum;D

FALOW
U
I
 

Rodrigo dsf

Mil pontos, LOL!
Mensagens
7.905
Reações
6.548
Pontos
1.079
Seu texto ta muito bom parabens.

Joguei SF no emulador e achei uma b*sta, só da pra joga com dois personagens e a jogabilidade é muito ruim, mas é interessante pra quem quiser conhecer a história da série e ver Sagat sem cicatriz.

E nem sabia que os criadores de SF foi pra SNK, isso explica o pq da jogabilidade deKOF ser muito parecida com Street.
 

Grandpa

Mestre Jedi
Mensagens
5.693
Reações
2.842
Pontos
1.334
O único valor de Street Fighter 1 para mim é histórico. Só fui conhecê-lo através do MAME e mandei a rom pra lixeira depois de algumas partidas. Os personagens parecem robôs de tão duro que é pra se tentar encaixar um golpe. Sorte que o jogo, por incrível que pareça, fez sucesso no Japão e isso motivou a CAPCOM a providenciar o Street Fighter 2.

Muito bom o seu texto, parabéns !

E se alguém ficou curioso em ver como é esse Warriors ou o Karate Champ, que o Hikkari citou, dá uma olhadinha aqui nos Pioneiros da Porrada Eletrônica
 

Hikkari

Ser evoluído
Mensagens
53
Reações
0
Pontos
22
Valeu pelas dicas aí, estarei arrumando o texto em breve. A segunda parte do texto da série Alpha - que vem cronologicamente depois - já está na metade e em breve eu posto aqui. Obrigado aê pessoal! :)
 

Kobayashi

Bam-bam-bam
Mensagens
14.002
Reações
6.259
Pontos
499
Lembro desse jogo nos arcades (e isso bem antes do Street Fighter II ser lançado) e também já vi jogarem a versão do TurboGrafx (aka PC-Engine) numa locadora. O game impressionava na época pelos belos gráficos.
 

Sol_BaDGuY

Novato
Mensagens
40
Reações
0
Pontos
6
O Jogo é muito bom ainda mais estamos falandode um jogo de 1986~87 imagine néssa época sprites grandes e um jogo com 6 botões sendo que no Brasil só se falava em Atari, e a precisão dos golpes sim é inferior obviamente mas com um bom joystick e calma so fazer o comando vc consegue ver a origem dos "Hadoukens"
 

toad02

Lenda da internet
Mensagens
39.639
Reações
66.931
Pontos
1.659
e esse aqui? alguem conhece?

Eu nao conhecia essa birosca até essa semana




Street_fighter_2010_j_boxart.jpg





MAIS IMAGENS:
Street_Fighter_2010_box.jpg


sidestory.jpg



[youtube]gJTotdtZjo8[/youtube]


pelo que eu li no Street fighter wiki o jogo originalmente não tinha nada a ver com street fighter, mas a capcom usa mudou o nome do personagem principal pra ken e pos o título de street fighter no jogo.
 

Solid Dante

Mil pontos, LOL!
Mensagens
12.041
Reações
15.906
Pontos
1.389
Bacana sua análise, tá de parabéns :kongpositivo:

SF1 só serve de valor histórico mesmo, é bem fraquinho, mas deve ter sido legal e diferente pro padrão da época, já que não era comum jogar com controle arcade de 6 botões.
 

Rodrigocfb

Mil pontos, LOL!
Mensagens
5.662
Reações
3.600
Pontos
1.354
Joguei esse Arcade em 1990.

Quando saía um hadouken era uma festa...

A jogabilidade era muito ruim, mas não tinha muita coisa melhor na época...
 
Topo Fundo