O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

[Agora vai??]Julgamento da chapa Dilma-Temer deve começar semana que vem, diz Gilmar

-Elfo-

Bam-bam-bam
Mensagens
4.103
Reações
9.324
Pontos
329
Julgamento da chapa Dilma-Temer deve começar semana que vem, diz Gilmar
Presidente do TSE confirmou que tribunal deve começar a analisar a ação na a partir da próxima semana; relator do caso já pediu que a Corte agende a data do julgamento.
Por Fabiano Costa, G1, Brasília

28/03/2017 14h57Atualizado há 15 minutos

Relator da ação da chapa Dilma-Temer pede para Gilmar Mendes marcar julgamento

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, afirmou nesta terça-feira (28) que a "tendência" é iniciar na semana que vem o julgamento da ação que pede a cassação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer.

O tribunal eleitoral apura desde 2015, a pedido do PSDB, se a chapa formada por Dilma e Temer nas eleições presidenciais de 2014 cometeu abuso de poder político e econômico, recebeu propina e se beneficiou do esquema de corrupção que atuou na Petrobras. O relator do caso, ministro Herman Benjamin,já pediu para o julgamento ser marcado.

"A tendência é essa", respondeu o ministro nesta terça ao ser questionado sobre se o julgamento começará na semana que vem. Gilmar Mendes deu a declaração ao chegar para a sessão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal.

Pelos cálculos da assessoria do TSE, o julgamento da ação pode ocorrer já na próxima terça-feira (4). Gilmar Mendes, no entanto, se limitou a dizer "vamos ver".

Mais prazo
Também nesta terça, Gilmar Mendes foi questionado sobre a possibilidade de os ministros do TSE concederem prazo extra de cinco dias para as defesas dos partidos apresentarem novas alegações finais. O prazo para a última manifestação se encerrou à meia-noite da última sexta (24).

Os advogados de PT, PMDB e PSDB apresentaram as alegações dentro do prazo-limite, mas a defesa de Dilma pediu, antes das alegações finais, que o relator, ministro Herman Benjamin, concedesse mais prazo para a análise dos documentos da Lava Jato anexados ao processo.

Na ocasião, apesar de os advogados da ex-presidente terem solicitado cinco dias, Herman Benjamin concedeu somente 48 horas.

Segundo a colunista doG1Andréia Sadi, os ministros do TSE discutemconceder mais prazo para as defesasse manifestarem. Se eles acatarem as chamadas preliminares dos advogados, o julgamento pode ser suspenso no dia em que tiver início. Posteriormente, as defesas serão intimadas a apresentar novas alegações finais.

Neste cenário – encerrado o prazo de cinco dias –, os advogados apresentam as últimas defesas e o julgamento pode ser retomado.

Teoricamente, o julgamento poderia ser pautado novamente para a Semana Santa, porém, o feriado do Judiciário começará já no dia 12 de abril, uma quarta-feira.

De acordo com a colunista doG1, na semana seguinte ao feriado da Páscoa, Gilmar Mendes estará em Portugal para participar de um evento. No dia 23 de abril, informou Andréia Sadi, o magistrado acompanhará as eleições presidenciais da França, retornando ao Brasil somente na última semana de abril.

Além disso, se fosse alterado o cronograma inicial, o ministro Henrique Neves não participaria do julgamento da ação da chapa Dilma-Temer porque o mandato dele se encerra em 16 de abril.

Na semana seguinte à da Páscoa, o ministro Gilmar Mendes participará de um evento no exterior, que começa dia 18 de abril em Portugal.

Nas contas de ministros do TSE, se for concedido mais prazo para as defesas, o julgamento da ação que pede a cassação dos mandatos de Dilma e temer só deve ser retomado a partir da última semana de abril.

Relatório final
Relator da ação no TSE, o ministro Herman Benjamin pediu nesta segunda (27) – dia em que conclui o relatório final do caso – para a Corte marcar o julgamento do processo.

Também nesta segunda-feira, Herman deu 48 horas para o Ministério Público se manifestar na ação. O prazo se encerra nesta quarta (29).

Cronograma
A Lei Complementar 64, de 1990 – a chamada de Lei da Inelegibilidade – prevê que, no dia útil seguinte à entrega das últimas manifestações das defesas e da acusação, os autos devem ser enviados para o corregedor para que ele elabore seu relatório final em até três dias.

Concluído o relatório, o voto é liberado para julgamento.

Nesse momento, o Ministério Público tem uma nova oportunidade para se manifestar sobre o relatório final, dentro do prazo de 48 horas.

Cabe ao presidente do TSE marcar a data do julgamento. A lei prevê que o caso deve ser submetido ao plenário na sessão seguinte à entrega das alegações finais do Ministério Público.

Entenda o caso
O TSE apura desde 2015, a pedido do PSDB, se a campanha que teve Dilma como candidata a presidente e Temer como vice cometeu abuso de poder político e econômico, recebeu dinheiro de propina e se beneficiou do esquema de corrupção que atuava na Petrobras.

Na ação, apresentada à Justiça eleitoral em dezembro de 2014, o PSDB pede que, caso a chapa seja cassada, o TSE emposse como presidente e vice os senadores tucanos Aécio Neves (MG) e Aloysio Nunes Ferreira (SP), atual ministro das Relações Exteriores, derrotados na eleição presidencial.

Ao longo da fase de coleta de provas, Herman Benjamin determinou a realização de diligências e perícias, quebrou sigilos e ouviu dezenas de depoimentos, como os de executivos e ex-dirigentes da Odebrecht.

Os delatores da construtora relataram ao corregedor do TSE o pagamento de despesas da campanha encabeçada pelo PT e pelo PMDB por meio de caixa 2, o que as defesas negam.

Herman também tomou os depoimentos de empresários donos de três gráficas que prestaram serviços à campanha presidencial de Dilma e Temer em 2014. Essas gráficas são suspeitas, segundo as investigações da Polícia Federal, de terem recebido dinheiro da campanha sem que os serviços tenham sido prestados.

http://g1.globo.com/politica/noticia/gilmar-mendes-tendencia-e-julgamento-da-chapa-dilma-temer-iniciar-na-semana-que-vem.ghtml
 


TE DIBREI;

Bam-bam-bam
Mensagens
1.954
Reações
7.202
Pontos
303
Grandes bostas, vão caçar esses dois arrombados e a porra do voto vai ser indireto, vai saber que aberração essa corja vai colocar no poder. Tenho até medo.
 

thiago_rariz

Bam-bam-bam
Mensagens
10.782
Reações
8.580
Pontos
454
Grandes bostas, vão caçar esses dois arrombados e a porra do voto vai ser indireto, vai saber que aberração essa corja vai colocar no poder. Tenho até medo.
E isso é justificativa pra não cassar? O TSE tem que cumprir a lei, não se preocupar com estabilidade politica.
 

Metal God

Ei mãe, 500 pontos!
GOLD
Mensagens
33.139
Reações
26.960
Pontos
944
Curioso pra ver a jabuticaba jurídica que inventarão para cassar só a Dilma.
 

fernandy

Bam-bam-bam
Mensagens
6.659
Reações
2.489
Pontos
479
que sejam todos cassados e respondam na esfera civil, penal, e capetal
 

IcE_WiNd

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.201
Reações
16.157
Pontos
724
Se acontecer o voto indireto vão colocar o Temer outra vez, querem apostar quanto? :ksafado
 


rossetto

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.248
Reações
33.231
Pontos
553
E agora, o quê o PT faz? Defende o golpe ou ataca o golpe?

Vai acaba em:


Desgraça, pra que fui procurar foto de pizza as 15?
 

Johnzim

Bam-bam-bam
Mensagens
8.420
Reações
19.070
Pontos
369
Duvido que haja cassação.
Depois da artimanha de separar as penas no impeachmeant, impera a Lei de Gil nos tribunais superiores. Vão dar um jeito de dividir a chapa e vai ser uma das coisas mais patéticas que nosso Judiciário vai arrumar.

Se não, tomara que cassem. Temer conseguiu se mostrar menos ruim que a Dilma, o que não era muito difícil, né. Mas continua sendo um ignóbil no quase 1 ano que tá como chefe do Executivo. Não é à toa que era o vice da Dilma mesmo.
 

SmartBR

Bam-bam-bam
Mensagens
1.249
Reações
2.607
Pontos
339
Lembrando que Alexandre de Moraes também assumiu o cargo de ministro substituto no TSE...
 

*Splash*

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.827
Reações
39.111
Pontos
664
MARMELADA NO TSE
Os defensores de Michel Temer já decidiram até o nome do ministro que vai pedir vista, interrompendo o processo. Trata-se de Admar Gonzaga, que ainda nem assumiu.
O plano é iniciar o julgamento apenas no fim de abril, contando com os passeios europeus de Gilmar Mendes. Até lá, Henrique Neves terá cedido sua vaga no tribunal para Admar Gonzaga, indicado por Michel Temer.

Seu primeiro ato será pedir vista.

O ministro Herman Benjamin fez um trabalho extraordinário, revelando o maior furto eleitoral da história.
Infelizmente, seus colegas escolheram jogar tudo no lixo.

fonte
 

antonioli

O Exterminador de confusões
Membro STAFF
VIP
GOLD
Mensagens
95.605
Reações
153.618
Pontos
949
Rolará um jeitinho brasileiro nisso. É só aguardarmos.
 

Mokvwap

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.333
Reações
52.961
Pontos
553
se preparem para ouvir novamente a palavra "fatiamento"
Se conseguiram impitimar a Miss Mandioca Sapiens e manter os direitos dela, vai ser moleza separar as contas para manter a queda da Mandioca e a subida do Draclau.
 

Chimpanú

Supra-sumo
Mensagens
526
Reações
1.501
Pontos
183
Com Gilmar, pode contar!

Fala-se que o processo, na verdade, só irá em julgamento no final de abril. Isso porque a pauta não encaixa na terça-feira quando ocorreria o julgamento. E, é claro, vão pedir vista. Aí vão entrar novos ministros na corte. Quando houver o voto, será favorável ao nosso amigo hematófago. Ainda assim, se tudo der errado, recorrer-se-á no STF - e mais uma vez, salvará Gilmarzão.

Repitam comigo: "Não existe Justiça no Brasil!"
 

Okira

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.460
Reações
47.400
Pontos
544
Pizza já foi colocada ao forno, o resto é a mídia falando como se fosse algo sério.
 
Topo