O que há de Novo?
  • Aviso: A troca de avatares está normalizada


Ativista Malala visita o Brasil e vai ao RJ

Coffinator

Mil pontos, LOL!
Mensagens
51.311
Curtidas
105.631
Pontos
1.029
#1
Após visitar São Paulo e Salvador, a ativista paquistanesa Malala Yousafzai, vencedora do Prêmio Nobel da Paz em 2014, desembarcou no Rio de Janeiro e conheceu na tarde desta quarta (11) um projeto que aborda os direitos da mulher negra por meio do grafite. Trata-se do AfroGrafiteiras, desenvolvido pela Rede Nami.

Malala visitou um dos locais onde o projeto é desenvolvido: a comunidade Tavares Bastos, no bairro do Catete, zona sul do Rio de Janeiro. Ali, conheceu obras de mais 100 artistas colorem muros no local. Convidada, paquistanesa se arriscou no spray e deixou um registro próximo a uma imagem da vereadora Marielle Franco, símbolo da luta pelo direito das mulheres, assassinada em março desse ano. A ativista também recebeu de presente um quadro e foi homenageada com um grafite.

Leia mais:
"Usamos o grafite como forma de educação. Esperamos que, através dele, as mulheres consigam entender os seus direitos", explica a grafiteira Panmela Castro, fundadora da Rede Nami. Ela defende a arte de rua como um instrumento para expressar inquietações e incentiva as mulheres a se aventurarem pelo grafite e promoverem mudança por meio dele.


Malala posa ao lado de grafite de Marielle

Panmela já coloriu paredes em diferentes cidades do mundo, como Berlim, Toronto e Joanesburgo. Sua trajetória na arte remonta a 2008, quando criou o projeto Grafiteiras pela Lei Maria da Penha, que promove oficinas em escolas públicas. No projeto AfroGrafiteiras, a cada ano, uma turma de mulheres participa de um curso de oito meses. Chegando em sua quarta edição, a iniciativa já soma mais de 100 beneficiadas.

Após a visita à comunidade Tavares Bastos, Malala assistiu à partida da semifinal da Copa do Mundo entre Croácia e Inglaterra em um quiosque de Copacabana, acompanhada de seu pai. A previsão é de que ela fique no Rio de Janeiro até sexta-feira (13). A ativista comemora seu aniversário amanhã (12), quando completará 21 anos.

Agenda no Brasil
A vinda da paquistanesa ao Brasil vinha sendo organizada há mais de um ano pela Agência Tudo, ligada ao Grupo ABC. Por meio de um projeto Tudo Talks, outros nomes de expressão mundial já haviam vindo ao país Bill Clinton, ex-presidente dos Estados Unidos, e Kofi Annan, ex-secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

Malala fez na segunda-feira (9) uma palestra em São Paulo. O evento foi fechado para convidados da Fundação Itaú, que organizou a cerimônia em parceria com a Agência Tudo. No dia seguinte, ela também anunciou apoio a três ativistas brasileiras que lutam pela educação. Antes de chegar ao Rio de Janeiro, a ativista ainda visitou Salvador.

11.jul.18 - Malala bate um pênalti com meninas do Complexo da Penha

Atentado
Malala recebeu Prêmio Nobel da Paz quando tinha apenas 17 anos, se tornando a pessoa mais jovem a alcançar o feito. Ela é conhecida por sua luta em defesa do acesso das mulheres à educação na região de sua terra natal, no nordeste do Paquistão. Com o incentivo de seu pai, que é professor, Malala começou a escrever para veículos ingleses aos 11 anos relatando o seu cotidiano. Com o aumento de sua popularidade, ela foi alvo de uma tentativa de homicídio realizada por talibãs em 2012.

Após sobreviver ao atentado, a ativista se mudou para a Inglaterra, onde passou a liderar um movimento internacional pelo direito à educação. No fim de março, ela retornou ao Paquistão pela primeira vez desde que deixou o país.
++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Pelo menos não difere em nada do que ela já tinha visto no Oriente Médio, exceto pelos seguranças armados dela.
 


Mensagens
2.983
Curtidas
4.754
Pontos
303
#3
Destino é foda. Se não fosse o tiro que ela tinha levado, onde será que ela estaria? Destino é algo interessante. Ela se deu bem. Fico feliz por isto.

Enviado de meu P10 Lite usando Tapatalk
 


Mensagens
5.774
Curtidas
18.006
Pontos
374
#9
lutar pelo direito das mulheres no oriente médio faz sentido, visto que lá tem barbaridades como a mulher não poder estudar.
E desse lado do mundo? faz sentido essa histórinha de "lutar pelo direito das mulheres?"
O que a mulher ocidental não poder fazer por ser mulher? Qual a lei que diz assim: " somente homem pode executar essa função e bla bla bla bla bla "?
Não existe nenhum campo hoje que a mulher não possa atuar, só pense um minuto nisso:
Mulher pode estudar? pode
Mulher pode dirigir? pode
Mulher pode votar? pode
Mulher pode entrar em qualquer curso de qualquer faculdade? pode
Mulher pode trabalhar como policial, bombeira, radialista, jogadora de futebol, lutadora de MMA, pesquisadora, política, cientista? pode
Até a porcaria do aborto elas podem fazer se quiserem, só não é legalizado.
Mulher já faz o que quer, o problema é o resultado dessas ações, vou citar um exemplo clássico, " mulher pode usar a roupa que quiser" Antigamente não podia mesmo, mas hoje? hoje a mulher se quiser sair na rua vestida apenas com uma fita em suas partes ela pode.
O problema é o resultado disso, provavelmente vai chamar atenção, que vai ouvir xingos de invejosas e cantadas dos homens, se ela souber contornar isso, ela vai poder sair com a roupa curta que quiser... "a mas meu marido não deixa..." realmente o homem não deve interferir no desejo da mulher sair seminua de casa, ele deve é arrumar uma outra mulher que compactue com o desejo dele e deixar essa mulher fazer o que quiser...sozinha..
O que acontece é que, precisam a todo custo botar na cabeça da mulher que ela precisa do feminismo, que precisa lutar por direitos, direitos esses já conquistados, mas que se disserem isso, vão perceber o quanto o feminismo é desnecessário e com esse, muitos grupinhos que ganham dinheiro com ongs vão perder suas mamatas, então é necessário continuar a luta "pelo dinheiros das mulheres"...
 

ptsousa

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
44.810
Curtidas
117.683
Pontos
814
#12
lutar pelo direito das mulheres no oriente médio faz sentido, visto que lá tem barbaridades como a mulher não poder estudar.
E desse lado do mundo? faz sentido essa histórinha de "lutar pelo direito das mulheres?"
O que a mulher ocidental não poder fazer por ser mulher? Qual a lei que diz assim: " somente homem pode executar essa função e bla bla bla bla bla "?
Não existe nenhum campo hoje que a mulher não possa atuar, só pense um minuto nisso:
Mulher pode estudar? pode
Mulher pode dirigir? pode
Mulher pode votar? pode
Mulher pode entrar em qualquer curso de qualquer faculdade? pode
Mulher pode trabalhar como policial, bombeira, radialista, jogadora de futebol, lutadora de MMA, pesquisadora, política, cientista? pode
Até a porcaria do aborto elas podem fazer se quiserem, só não é legalizado.
Mulher já faz o que quer, o problema é o resultado dessas ações, vou citar um exemplo clássico, " mulher pode usar a roupa que quiser" Antigamente não podia mesmo, mas hoje? hoje a mulher se quiser sair na rua vestida apenas com uma fita em suas partes ela pode.
O problema é o resultado disso, provavelmente vai chamar atenção, que vai ouvir xingos de invejosas e cantadas dos homens, se ela souber contornar isso, ela vai poder sair com a roupa curta que quiser... "a mas meu marido não deixa..." realmente o homem não deve interferir no desejo da mulher sair seminua de casa, ele deve é arrumar uma outra mulher que compactue com o desejo dele e deixar essa mulher fazer o que quiser...sozinha..
O que acontece é que, precisam a todo custo botar na cabeça da mulher que ela precisa do feminismo, que precisa lutar por direitos, direitos esses já conquistados, mas que se disserem isso, vão perceber o quanto o feminismo é desnecessário e com esse, muitos grupinhos que ganham dinheiro com ongs vão perder suas mamatas, então é necessário continuar a luta "pelo dinheiros das mulheres"...
/close
 

Damyen

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
31.931
Curtidas
52.187
Pontos
979
#14
Só acho engraçado essa mulher vir fazer militância sobre mulheres aqui no Brasil, enquanto que, nos países islâmicos, as mulheres nem assistir a um jogo em um estádio podem. Na Arábia Saudita, eles agora podem dirigir, pois lhes foi concedido esse "direito" há poucas semanas.

Como disseram acima, o que as mulheres aqui no Brasil não podem fazer só porque são do sexo feminino? Na verdade, elas têm o direito de não se alistar para as Forças Armadas, tem o direito de se aposentar mais tarde, tem delegacias só para elas, tem leis só para elas e por aí vai, mas o importante é vir aqui no Brasil e pixar um muro com o rosto da vereadora morta que todo mundo acusa de ter sido morta pela PM, mas que, até agora, ninguém nem chegou perto disso.

Deprimente ver até o prêmio Nobel servtomado pela militância esquerdopata incoerente.
 

Mr.Disco

Bam-bam-bam
Mensagens
9.477
Curtidas
17.108
Pontos
419
#16
Só acho engraçado essa mulher vir fazer militância sobre mulheres aqui no Brasil, enquanto que, nos países islâmicos, as mulheres nem assistir a um jogo em um estádio podem. Na Arábia Saudita, eles agora podem dirigir, pois lhes foi concedido esse "direito" há poucas semanas.

Como disseram acima, o que as mulheres aqui no Brasil não podem fazer só porque são do sexo feminino? Na verdade, elas têm o direito de não se alistar para as Forças Armadas, tem o direito de se aposentar mais tarde, tem delegacias só para elas, tem leis só para elas e por aí vai, mas o importante é vir aqui no Brasil e pixar um muro com o rosto da vereadora morta que todo mundo acusa de ter sido morta pela PM, mas que, até agora, ninguém nem chegou perto disso.

Deprimente ver até o prêmio Nobel servtomado pela militância esquerdopata incoerente.
Stalin foi indicado umas duas vezes pro Nobel da Paz. Mussolini, também. Indicações sérias.

Essa porra tem um tesão por degenerados.
 

Lascaux

Bam-bam-bam
Mensagens
1.043
Curtidas
3.664
Pontos
303
#17
Parece piada, coisa do Joselito.

Menina vem do PAQUISTÃO para fazer campanha de desarmamento no BR cercada de seguranças armados porque o BR é muito violento.
Menina vem do PAQUISTÃO para fazer campanha feminista num país onde as leis já favorecem a mulheres, mas como uma militante comunista foi morta então as mulheres são oprimidas. Esqueça o fato de que 90% de quem morre por crimes violentos é homem, isso é só detalhe.
 

xDoom

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.097
Curtidas
88.860
Pontos
589
#18
lutar pelo direito das mulheres no oriente médio faz sentido, visto que lá tem barbaridades como a mulher não poder estudar.
E desse lado do mundo? faz sentido essa histórinha de "lutar pelo direito das mulheres?"
O que a mulher ocidental não poder fazer por ser mulher? Qual a lei que diz assim: " somente homem pode executar essa função e bla bla bla bla bla "?
Não existe nenhum campo hoje que a mulher não possa atuar, só pense um minuto nisso:
Mulher pode estudar? pode
Mulher pode dirigir? pode
Mulher pode votar? pode
Mulher pode entrar em qualquer curso de qualquer faculdade? pode
Mulher pode trabalhar como policial, bombeira, radialista, jogadora de futebol, lutadora de MMA, pesquisadora, política, cientista? pode
Até a porcaria do aborto elas podem fazer se quiserem, só não é legalizado.
Mulher já faz o que quer, o problema é o resultado dessas ações, vou citar um exemplo clássico, " mulher pode usar a roupa que quiser" Antigamente não podia mesmo, mas hoje? hoje a mulher se quiser sair na rua vestida apenas com uma fita em suas partes ela pode.
O problema é o resultado disso, provavelmente vai chamar atenção, que vai ouvir xingos de invejosas e cantadas dos homens, se ela souber contornar isso, ela vai poder sair com a roupa curta que quiser... "a mas meu marido não deixa..." realmente o homem não deve interferir no desejo da mulher sair seminua de casa, ele deve é arrumar uma outra mulher que compactue com o desejo dele e deixar essa mulher fazer o que quiser...sozinha..
O que acontece é que, precisam a todo custo botar na cabeça da mulher que ela precisa do feminismo, que precisa lutar por direitos, direitos esses já conquistados, mas que se disserem isso, vão perceber o quanto o feminismo é desnecessário e com esse, muitos grupinhos que ganham dinheiro com ongs vão perder suas mamatas, então é necessário continuar a luta "pelo dinheiros das mulheres"...
Post belo e moral.

E essa mulherzinha aí é um baita lixo subhumano. ''Desarmamento pra vocês, exército particular pra mim.''
 
Ultima Edição:

Alberon3

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
40.010
Curtidas
36.590
Pontos
924
#19
Não acho que ela esteja fazendo uma "campanha do desarmamento" por falar, mais livros e menos armas. Acredito que a turminha desarmamentista que está tentando fazer colar isso.
Se não o discurso dela seria algo do tipo "Diga NÃO as armas", no caso, ela fala, "Menos armas e mais livros", neste caso ela "ataca" o excesso. Por isso não vejo incoerência com os 16 seguranças.
Não é a mesma coisa do Marcelo Frouxo que é claramente um verme desarmamentista, que nunca abriu mão de sua segurança armada (paga com dinheiro dos outros).
Claro, se ela continuar com a turminha lacradora, é questão de tempo ela encabeçar uma "campanha desarmamentista".
E se ela diz ler tanto como diz, ela se afastaria dessa galera que apoia essa turminha gente boa aqui:


 

Lascaux

Bam-bam-bam
Mensagens
1.043
Curtidas
3.664
Pontos
303
#25
Agora vão demonizar até a Malala? depois não fiquem ofendidos em serem chamados de extrema direita.
Meu problema é que trouxeram a menina aqui para lacrar e promover misandria. Ela nem deve estar ciente dos seres sinistros ao redor. OU está projetando a experiência horrível com os homens do país de origem a todo o resto.
 

xDoom

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.097
Curtidas
88.860
Pontos
589
#27
Até seu modo de escrever deixa bem claro que seu objetivo é destruir a imagem do seu inimigo ideológico, e não simplesmente apontar uma suposta incoerência.
Não, meu modo de escrever mostra que você falhou em mais um tópico em querer nos colocar como vilões por apontar a incoerência dela em defender merda enquanto ela mesmo não prega o que fala.

 
Ultima Edição:
Mensagens
908
Curtidas
2.136
Pontos
263
#28
A esquerda goza litros com essas merdas, e ainda por cima deram um premio nobel pra essazinha ai, só por que tomou um tiro e não morreu, só que eu não vejo ninguém dando premio nobel para os policiais ( os BONS ) quando levam tiro , tentando fazer o serviço deles de proteger a população!!

Só veio para o brazil esquerdar e ganhar midia, pois o pais dela continua a mesma merda de sempre, com mulheres sendo escurraçadas e com pouquissimos direitos sendo que ela propria só anda de burca, mas tudo bem, e mais importante "grafitar" ( leia-se pixar ) o rosto da outra esquerdista morta pelos seus "protegidos" , do que reamente usar essa fama para algo produtivo e fazer a diferença para o pais dela !!!!!

E algo me diz, que esse tour pelo brazil, de alguma forma esta sendo bancado pela população !!!
 

antonioli

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
82.118
Curtidas
112.565
Pontos
949
#31
lutar pelo direito das mulheres no oriente médio faz sentido, visto que lá tem barbaridades como a mulher não poder estudar.
E desse lado do mundo? faz sentido essa histórinha de "lutar pelo direito das mulheres?"
O que a mulher ocidental não poder fazer por ser mulher? Qual a lei que diz assim: " somente homem pode executar essa função e bla bla bla bla bla "?
Não existe nenhum campo hoje que a mulher não possa atuar, só pense um minuto nisso:
Mulher pode estudar? pode
Mulher pode dirigir? pode
Mulher pode votar? pode
Mulher pode entrar em qualquer curso de qualquer faculdade? pode
Mulher pode trabalhar como policial, bombeira, radialista, jogadora de futebol, lutadora de MMA, pesquisadora, política, cientista? pode
Até a porcaria do aborto elas podem fazer se quiserem, só não é legalizado.
Mulher já faz o que quer, o problema é o resultado dessas ações, vou citar um exemplo clássico, " mulher pode usar a roupa que quiser" Antigamente não podia mesmo, mas hoje? hoje a mulher se quiser sair na rua vestida apenas com uma fita em suas partes ela pode.
O problema é o resultado disso, provavelmente vai chamar atenção, que vai ouvir xingos de invejosas e cantadas dos homens, se ela souber contornar isso, ela vai poder sair com a roupa curta que quiser... "a mas meu marido não deixa..." realmente o homem não deve interferir no desejo da mulher sair seminua de casa, ele deve é arrumar uma outra mulher que compactue com o desejo dele e deixar essa mulher fazer o que quiser...sozinha..
O que acontece é que, precisam a todo custo botar na cabeça da mulher que ela precisa do feminismo, que precisa lutar por direitos, direitos esses já conquistados, mas que se disserem isso, vão perceber o quanto o feminismo é desnecessário e com esse, muitos grupinhos que ganham dinheiro com ongs vão perder suas mamatas, então é necessário continuar a luta "pelo dinheiros das mulheres"...
 

**fnx**

Bam-bam-bam
Mensagens
4.848
Curtidas
9.061
Pontos
339
#32
lutar pelo direito das mulheres no oriente médio faz sentido, visto que lá tem barbaridades como a mulher não poder estudar.
E desse lado do mundo? faz sentido essa histórinha de "lutar pelo direito das mulheres?"
O que a mulher ocidental não poder fazer por ser mulher? Qual a lei que diz assim: " somente homem pode executar essa função e bla bla bla bla bla "?
Não existe nenhum campo hoje que a mulher não possa atuar, só pense um minuto nisso:
Mulher pode estudar? pode
Mulher pode dirigir? pode
Mulher pode votar? pode
Mulher pode entrar em qualquer curso de qualquer faculdade? pode
Mulher pode trabalhar como policial, bombeira, radialista, jogadora de futebol, lutadora de MMA, pesquisadora, política, cientista? pode
Até a porcaria do aborto elas podem fazer se quiserem, só não é legalizado.
Mulher já faz o que quer, o problema é o resultado dessas ações, vou citar um exemplo clássico, " mulher pode usar a roupa que quiser" Antigamente não podia mesmo, mas hoje? hoje a mulher se quiser sair na rua vestida apenas com uma fita em suas partes ela pode.
O problema é o resultado disso, provavelmente vai chamar atenção, que vai ouvir xingos de invejosas e cantadas dos homens, se ela souber contornar isso, ela vai poder sair com a roupa curta que quiser... "a mas meu marido não deixa..." realmente o homem não deve interferir no desejo da mulher sair seminua de casa, ele deve é arrumar uma outra mulher que compactue com o desejo dele e deixar essa mulher fazer o que quiser...sozinha..
O que acontece é que, precisam a todo custo botar na cabeça da mulher que ela precisa do feminismo, que precisa lutar por direitos, direitos esses já conquistados, mas que se disserem isso, vão perceber o quanto o feminismo é desnecessário e com esse, muitos grupinhos que ganham dinheiro com ongs vão perder suas mamatas, então é necessário continuar a luta "pelo dinheiros das mulheres"...
podem fechar o tópico
 

BorgezKaka2018

Habitué da casa
Mensagens
270
Curtidas
490
Pontos
78
#34
Me encanta a Malala. Uma menina simples e encantadora.
Há muitas jovens com pensamentos independentes fora da ondinha de todos por aí. Um que também me encantou é aquele jovem dos Estados Unidos que ganhou seu primeiro milhão aos 18 ou 20 anos através de softwares, não lembro, e que no documentário demonstra como o dinheiro não lhe traz felicidade alguma e desvenda todas estruturas da sociedade de consumo. Jovens como esses me inspiram, mostram que ainda há pensamento vivo e original.
 

Tauron

Bam-bam-bam
Mensagens
2.278
Curtidas
13.426
Pontos
303
#35
Vamos ver outras coisas que essa comunista aqui em baixo chamada Malala defende.


No 32 congresso de paquistaneses marxistas ela nos brindou com as seguintes pérolas:
"First of all I’d like to thank The Struggle and the IMT [International Marxist Tendency] for giving me a chance to speak last year at their Summer Marxist School in Swat and also for introducing me to Marxism and Socialism. I just want to say that in terms of education, as well as other problems in Pakistan, it is high time that we did something to tackle them ourselves. It’s important to take the initiative. We cannot wait around for any one else to come and do it. Why are we waiting for someone else to come and fix things? Why aren’t we doing it ourselves?

I would like to send my heartfelt greetings to the congress. I am convinced Socialism is the only answer and I urge all comrades to take this struggle to a victorious conclusion. Only this will free us from the chains of bigotry and exploitation."
 


Topo