O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Desafio dos 52 jogos em um ano! [2016]

gamermaniacow

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
38.572
Reações
36.387
Pontos
932
Pelo jeito valeu a pena dar uma segunda chance :ksafado:ksafado

Fechou as 3 rotas?
Melhor segunda chance que dei, PQP
Ainda não fiz e não sei se vou fazer por 2 motivos\;
- Meu tempo esta curto, ai quero dar oportunidade para outros jogos
- E não quero estragar a minha primeira experiencia
 


alex666

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.181
Reações
10.874
Pontos
644
Melhor postar pra não deixar acumular. :klingua


#Jogo 6
: Limbo (PC) - ~4h - 27/01
Achievements
: 12/13 (92%)
*O game tem um estilo único e uma atmosfera sombria, os ótimos puzzles ficam mais desafiadores lá pro final quando se envolve a gravidade.
Pena que acaba de forma abrupta e sem muitas explicações, com muitas teorias sobre o final.

8.5/10


#Jogo 7: Tales of Symphonia (PC) - ~62h - 14/02
Achievements:
20/39 (51%)
*A história é clichê, 'parta em uma jornada com o escolhido pra salvar o mundo', mas o bacana é que acontecem vários twists em meio à temas interessantes, como a influência da religião e o preconceito entre raças.
O combate ainda continua divertido, mesmo sendo no velho estilo 2D. As dungeons são bem elaboradas no geral, alternando puzzles interessantes com alguns chatos, já os personagens achei bem medianos.

7.5/10
 
Ultima Edição:

MalleoBH

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
23.094
Reações
37.455
Pontos
574
Até que enfim terminei mais um game, Life is Strange. The Witness, Gravity Rush Remaster e Strider estão encaminhados para terminar.

# 4: Life is Strange (PS4)
Tempo:
~12 horas
Terminado em: 28/02/2016
Nota: 9,0
Comentários: Gostei demais do game. Mas amei em especial o tom mais intimista dos 3 primeiros capítulos e o início do 4º. No 4º e 5º capítulos a resolução da trama muda o tom e ganha uma velocidade maior na narrativa que destoa um pouco dos primeiros. O jogo tem personagens interessantes e realmente nos importamos com eles e com as consequências de nossos atos.

Edit. Vi que o pessoal listou, vou listar também o SF V:

# 5: Street Fighter V (PS4)
Tempo:
Não sei
Terminado em: Ainda jogando
Nota: 7,0 (game incompleto ainda)
Comentários: Fiz Modo História, alguns Sobrevivência e partidas online.
Game com foco no lançamento na porção online, então sem muito o que comentar. Pouco conteúdo single, mas um gameplay muito foda.


Post fixo: http://forum.outerspace.com.br/index.php?threads/desafio-dos-52-jogos-em-um-ano-2016.442066/page-2#post-13138667
 
Ultima Edição:

kellyleona

Supra-sumo
Mensagens
1.194
Reações
525
Pontos
189
Faz tempo que não posto... E só tenho um pra incluir...
7 - Titanfall - Xbox One
Não sou muito chegado em fps online mais esse é top de mais. Joguei umas 60 hs e se não fosse por ele ja teria dado uma adiantada na lista...
Nota 09/10.

Enviado de meu C2304 usando Tapatalk
 

kellyleona

Supra-sumo
Mensagens
1.194
Reações
525
Pontos
189
8 - Lara Croft and the guardian of the light - Xbox 360
Gostei bastante do jogo, pena ser tão curto. Vale a pena conferir.
Nota 7,5/10.

Enviado de meu C2304 usando Tapatalk
 

Otacon Link

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.281
Reações
11.953
Pontos
669
Índice

#7 Uncharted: Drake's Fortune (PS4) - 18/02/2016


Review:

Em preparação para o lançamento de Uncharted 4, resolvi rejogar os jogos anteriores de PS3 e aproveitei para pegar a versão remasterizada do PS4.

Uncharted: Drake's Fortune é o primeiro jogo da série que conta a história de Nathan Drake, um aventureiro/ladrão que atravessa o mundo em busca de grandes tesouros perdidos. Neste primeiro capítulo ele parte em busca da lendária cidade de El Dorado, mas acaba chamando a atenção de um grupo de capangas que também querem encontrar os tesouros e acaba tendo de enfrentar hordas de piratas e bandidos.

O jogo alterna em partes de plataforma, puzzles e tiroteio, mas não há um bom equilíbrio. O jogador passa a maior parte do tempo em tiroteios contra hordas de inimigos com A.I. limitada, um atrás do outro e com pouquíssima variedade de inimigos e desafios. O level design foi construído de tal forma que você encontrará inimigos até mesmo após desvendar um puzzle e encontrar uma área nova. Aumentar a dificuldade do jogo significa apenas aumentar a resistência dos inimigos e diminuir sua barra de vida (na maior dificuldade qualquer arma te mata em dois tiros).

Os puzzles são muito fracos, pois não há raciocínio envolvido, é uma mera questão de olhar a solução pronta em um caderno de anotações e seguir o script. Já as partes de plataforma são um pouco mais interessantes, mas não apresentam muito desafio, pois é tudo muito automatizado, e se resume a apontar o analógico e apertar o botão de pulo para assistir ao Drake fazer tudo sozinho.

O brilho do jogo está em sua estrutura cinematográfica, usando cutscenes para mascarar os loadings, sequências on rail graficosas além de uma grande atenção aos detalhes no que diz respeito aos gráficos e animação dos personagens. Some aí os lindos gráficos (levando em conta que é um jogo do começo da geração passada), o humor e a excelente trilha sonora e temos uma boa experiência, mesmo que curta e com baixo fator replay.

De novidade no PS4 temos um tapa no visual do jogo que agora roda em 1080p60 e a remoção do uso do sixaxis, que já havia sido abandonado nas sequências no PS3.
Tempo jogado: ~8 horas
Completo: Terminei o jogo no Normal
Nota: 3/5

#8 Until Dawn (PS4) - 29/02/2016


Review:

Until Dawn é um filme interativo, inspirado nos clássicos filmes de terror adolescente como "Eu sei o que vocês fizeram no verão passado". Assim como nos filmes o jogo acompanha um grupo de adolescentes em um lugar remoto tendo de fugir de um assassino que está a espreita.

No jogo 8 jovens se reúnem em uma cabana no topo de uma montanha nevosa 1 ano após uma experiência traumática em que as duas irmãs de um dos personagens desapareceram após uma brincadeira de mau gosto. Após alguns eventos fica claro que tem alguém os observando e eles devem lutar por sua sobrevivência.

No primeiro ato do jogo ocorre a apresentação dos personagens e um bocado de diálogos e dramas adolescentes, é bem chato, mas dura pouco. No segundo os personagens fogem do assassino bem no estilo dos filmes antigos, e no terceiro ato ele caminha para um lado diferente apostando no gore e em momentos de tensão. Nos dois primeiros atos o jogo é recheado de "jump scares" bem óbvios que falharam em me assustar e no terceiro ato ele abre mão desses sustinhos e se torna um jogo mais tenso, ao invés de assustador.

Em relação ao gameplay, você controla os personagens de forma alternada e em caminhos lineares, tendo de tomar algumas decisões de vez em quando, essas decisões podem mudar o destino dos personagens de forma drástica. Esse, para mim, foi o ponto forte do jogo, já que muita coisa pode mudar (até mesmo alterando quem morre e quem sobrevive no final do jogo), mas é chato que muitas vezes não tem como saber o que vai acontecer em cada decisão, o que pode ser um tanto frustrante.

O jogo tenta amenizar isso com os totens, que são objetos que dão dicas do que pode acontecer no futuro, e com o Efeito Borboleta, que é um menu que lista todas as decisões tomadas e suas consequências e te permitem mudar tudo numa segunda jogada, aumentando assim o efeito replay. O jogo conta ainda com alguns colecionáveis que ajudam a explicar o que está acontecendo no jogo.

Os gráficos do jogo e a trilha sonora são espetaculares, mas a animação dos rostos dos personagens é bizarra e o jogo tem algumas quedas severas de framerate. Como eu disse antes, o jogo falhou em me assustar (mesmo jogando a noite, no escuro e com fones de ouvido), o que é um ponto bem negativo, mas acredito que deve ser um jogo bem divertido de se jogar com a namorada ou com amigos dando pitaco nas decisões que aparecem. Eu também não gostei muito do excesso de QTEs e da burrice dos personagens que toda hora se separam (mesmo sabendo que isso faz parte dos filmes que tentaram homenagear com o jogo). Também não sou grande fã da aleatoriedade de certas consequências, as pistas dos tokens deixaram a desejar.
Tempo jogado: ~7 horas
Completo: Terminei o jogo
Nota: 4/5
 
Ultima Edição:


Champion

Bam-bam-bam
Mensagens
12.022
Reações
7.974
Pontos
474
#6 - GRIM FANDANGO
PROGRESSO: PLATINA

O jogo é muito bom e engraçado, como não joguei o original tudo foi novidade pra mim, a dublagem tá muito boa.
 

Fatofi

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
28.615
Reações
10.024
Pontos
864
Eu joguei o IV vanilla e o super mas parei em 2011. Tô voltando agora, você não parou desde o launch do 4 :eek:

Enviado de meu D5322 usando Tapatalk
Até 2013 joguei bastante, 2014 e 2015 larguei quase que completamente o___o
 

burn1004

Supra-sumo
Mensagens
2.094
Reações
740
Pontos
199
Jogo 4: Battlefield Hardline
Finalizado em: 06/03/16
Tempo total: +/-9h (como joguei o piratinha não tinha controle de autolog, mas só joguei a campanha então acredito que seja isso, demorou mais que o antecessor por causa da quantidade absurda de bugs presente nessa versão)
Nota: 6/10


# depois de ter zerado o 4 eu fiquei com muita vontade de continuar jogando e zerar mais um fps até o final... ter emendado o hardline não foi a melhor das minhas ideias, o jogo tinha um potencial incrível, o esquema de prisões é muito maneira e o clima do jogo é divertido, mas algumas coisas estragaram tanto, mas tanto a experiência pra mim que foi bem frustante terminar o jogo...
primeiro ponto é a semi-impossibilidade de se jogar no modo "policial eficaz", uma vez que tem horas que o jogo praticamente te obriga a ativar o modo "rambo", sair prendendo todos os bandidos, impossível...
o scanner de mão também me deixou meio bolado, consigo aceitar isso em batman, mas num jogo em que se é um policial? pelo amor de deus né? me diz que policial no meio da ação coloca um celular na cara e fica rastreando os bandidos/procurando evidências de um crime?
e por final, a história, meu deus que história merda... eles tentaram fazer uma vibe meio filme policial da sessão da tarde, mas no final ficou cartunesco demais e MUITO desnecessário... tem tanto plot twist na história que chega a dar agonia...
bom, dei 6 só pq é um Battlefield, então em aspectos técnicos o fps funciona muito bem, mas sinceramente acho que estou sendo muito bomzinho com esse jogo...

ps: minha meta presse ano na real é zerar 16 jogos, mas pela minha média acho que não vai rolar :s espero conseguir agilizar o processo no meio do ano, depois de me formar
 

foxmulderbh

Bam-bam-bam
Mensagens
6.984
Reações
2.353
Pontos
444
#11 - Game of Thrones - The Game ( Xbox 360 )
Finalizado em: 06/03/16
Tempo total: ~26 h
Progresso: Zerado
Nota: 8/10


achei a nota dele muito injusta. 52 no metacritic. Jogo muito bom pra quem gosta de Game of Thrones.

 

gamermaniacow

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
38.572
Reações
36.387
Pontos
932
#18
Super Hot

O jogo tem uma mecanica central muito interessante, mas acredito que faltou explorar um pouco mais. O jogo parece um prototipo.
Nota: 5

#19
Sound Shapes

É um jogo simples de plataforma que mescla o som e o game design, tem seu charme, mas faltou um pouco mais de apelo. O editor de fases é bem bom, mas não me aventurei muito pra esse lado.
Nota: 6
 

Ponce de Leon

Bam-bam-bam
Mensagens
9.133
Reações
9.489
Pontos
353
ATUALIZANDO


#7 - Gravity Rush Remastered - PS4 - 06/03/2016
Info: Já tinha jogado no Vita quando lançou, mas não lembrava de quase nada. Gosto demais desse jogo.
Tempo jogado: 12h
 

Ravenps3

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.952
Reações
4.620
Pontos
509
29º#
Mad Max (PS4)

Progresso: 72 Horas - 91% de Troféus (Platina com Bug ¬¬)
Uma Historia bacana, digna a série de filmes. O combate free flow é basicamente uma cópia do batman, mas um pouco mais simplificado. O bom mesmo e que faz o game brilhar são os veículos e os combates nos mesmos. De resto ele aprendeu bem com o gerador de open World e há muito objetivo secundário repetido aos montes no mapa.
Nota: Aviso a todos que forem tentar a Platina desse jogo que tomem cuidado. Há um glitch no jogo impedindo você de conquistar uma das challenges (Reaper of the Harvest) e mesmo após conseguir fazer os 191/191 dos Scavenging locations e inclusive ganhar o troféu da tarefa, o jogo continua marcando 190/191, fazendo com que você não consiga o troféu de fazer todas as 144 Challenges.
O glitch existe desde o lançamento mas pelo que li piorou com o ultimo patch e praticamente todos que começam jogando com o ultimo patch tem 90% de chance de sofrer com ele. E como a Avalanche já lançou até outro game depois desse, duvido muito que terá correção. Meu conselho pra quem for iniciar, NÃO ATUALIZE e comece o jogo do jeito que vem no disco/download. Após começar jogo com o patch novo o save não funciona caso vc delete a atualização. Não sei se isso afeta tbm a versão XONE ou PC.

7/10 - (daria 8 se não fosse pelo Glitch)

30º#
BroForce (PS4)

Progresso: Campanha em Local Coop
Um game mt bacana com várias sátiras e heróis dos grandes filmes de ação dos anos 80 e 90. Muito fácil de sentar, entrar e jogar. Pra quem curte Coop é ótimo e possui suporte para até 4 players Local ou Online. O defeito dele é a quantidade de Slowdowns que o jogo tem nas partes com mais inimigos. O ultimo boss é uma zona de tão lento que fica.
7,5/10

31º#
Rocketbirds: Hardboiled Chicken (PSVITA)

Progresso: Campanha
Queria jogar desde que saiu em 2012 no PS3. Ótimo shooter lateral com historia nonsense e trilha sonora muito boa. Que venha o 2 :rox
8/10

32º#
Street Fighter V (PS4)

Progresso: Modo Historia com os 16 Personagens + Partidas Online + Survival
Street é sempre Street. Ótima jogabilidade e ótima escolha de personagens (tirando Birdie). Bem fraco no conteúdo interno do jogo, mas pelo menos temos a promessa de melhoras.
8,5/10
 
Ultima Edição:

TommyAngelo

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.316
Reações
12.863
Pontos
684
Bah... do jeito que tô tendo tempo pra jogar, vou criar um tópico "Desafio de 01 jogo em 52 anos".
:facepalm
 

raffa85

Bam-bam-bam
Mensagens
1.989
Reações
3.015
Pontos
294
Mais um!

08/03/2016

3 - Wolfenstein: The Old Blood (PS4)


É um jogo situado pouco antes dos acontecimentos de ''New Order'', quando os nazistas estavam próximos de vencer a 2ª guerra mundial. Tal como o jogo anterior, o jogador controla o agente BJ Blazkowicz, que sai em busca da arqueóloga nazista Helga, que contém uma pasta ultra secreta contendo a localização do vilão Deathshead.
''Jogavelmente'' falando, é mais do mesmo, praticamente uma expansão, tendo uma mecânica nova ou outra, como o cano que é usado pra escalar, abrir portas e, claro, matar. Porém, isso não afeta Old Blood na minha opinião. A fórmula da jogabilidade ainda diverte, e o fato de ser bem mais curto que o jogo anterior, evita que caia no tédio. Enredo e personagens também a ajudaram a segurar o meu interesse de chegar ao fim.NOTA 8/10


Enfim...curti...achei bacana.



 

Fade

Bam-bam-bam
VIP
Mensagens
3.650
Reações
8.677
Pontos
314


#08: Life is Strange (PS4)


Por onde começar? Não tenho nem palavras para descrever esse jogo, que nem parece um jogo.
Em LiS você controla Max, uma estudante que descobre ser capaz de voltar no tempo. Ela usa esse poder para alterar acontecimentos e evitar as tragédias que cercam Arcadia Bay, a cidade onde o jogo se passa.

Você recebe novas informações a cada objeto no cenário que você interage ou personagem com quem conversa, e vai desvendando aos poucos os segredos que Arcadia Bay guarda, como se a cidade fosse um grande quebra-cabeça e tivesse que procurar e ligar as pistas.
O que de início parece um drama teen evolui para algo bem mais complexo, envolvendo temas bem sérios.

É fácil ver o capricho nos mínimos detalhes, em todo lugar. Dos cenários às roupas das pessoas.
Até um momento simples como sentar em um banco, observando o cenário ao seu redor por diversos ângulos, escutando os pensamentos da Max enquanto uma música tranquila toca ao fundo são realmente tocantes.

E suas decisões realmente contam. Por mais que tenha poderes envolvidos, LiS é um jogo sobre realidade. Você faz suas escolhas e tem de lidar com as consequências, mesmo que tenha que deixar algo para trás, assim como na vida.

Por último, os personagens. É incrível como a Dontnod Entertainment (olho neles!) criou uma atmosfera realista nos diálogos e relação entre eles. Cada um parece único, não apenas com pensamentos próprios mas na maneira como eles reagem dependendo da forma como você fale com eles.
Destaque é claro, para a Max e Chloe, que esbanjam carisma e originalidade a ponto de torná-las duas das melhores personagens do mundo dos games IMO.

Enfim, uma experiência marcante e envolvente.
Se fosse descrever em poucas palavras, Life is Strange é uma história sobre a vida, as pessoas, e como nossas decisões as afetam.


Agora que terminou de ler meu wall, vá jogar Life is Strange :kfeliz
NOW!!
 
Ultima Edição:

TommyAngelo

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.316
Reações
12.863
Pontos
684
#08: Life is Strange (PS4)
Agora que terminou de ler meu wall, vá jogar Life is Strange :kfeliz
NOW!!
Comprei ontem esse jogo (Steam) e não quis ler todo teu comentário pra não correr o mínimo risco de spoiler, mas só por ler essas duas últimas frases, provavelmente vai ser o próximo que vou jogar (junto com Deponia, depois que terminar State of Decay e Outlast, com seus dlc's).
 

Ultima Weapon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.589
Reações
16.414
Pontos
629
(11/03) 7 - Os Cavaleiros do Zodíaco - Alma dos Soldados (PS4, 15hs e sigo jogando para liberar tudo):
Gosto de CDZ, foi o principal desenho da minha adolescência. No entanto tive hype baixo pra esse, os games do PS2 são péssimos e pulei os 2 da geração passada. Nem foi pra mim que comprei e ainda tive que parar com o estupendo Life is Strange pra jogá-lo, mas acabei aproveitando tanto quanto.
É um jogo muito bacana para fãs da franquia, tem a grande maioria dos personagens (incluindo versões do mangá e do anime), golpes e sagas da história (tá bem completo, no entanto começa apenas na saga das 12 casas; além disso apresenta-se mais carente na saga de Hades pois não há os espectros e a reta final [Campos Elísios] tá descaracterizada, tem cara de feito às pressas).
Os gráficos dão pro gasto mas deveriam ser muito superiores, o único personagem que achei no mesmo nível do anime é a Hilda.
Jogabilidade é legal, dá pra brincar, surpreendeu bastante. Vários modos de jogo e colecionáveis, gostei especialmente da torneio galáctico.
A dublagem br dá outro clima ao jogo, têm quase todos os profissionais que trabalharam no anime.
O que senti mais falta foi da trilha sonora original, ao invés disso nos apresentam uma genérica sem graça.
Nota 7,0
 

Fórum de merda

Habitué da casa
Mensagens
142
Reações
263
Pontos
89
Meio tarde, mas gostaria de participar. Zerei uns 6 jogos desde o início do ano.

Jogo 1 - Resident Evil 5 (PC)
Iniciado em: 11/01/2016
Terminado em: 26/01/2016
Tempo aproximado: 16h na dificuldade normal
Avaliação: 7/10 - Curti bastante, confesso que não me importo com a mudança de foco do survival horror para um jogo mais de ação iniciada no jogo anterior. Os gráficos continuam muito bons, mesmo pra um jogo de 2009.

Jogo 2 - Uncharted 2 (PS3)
Iniciado em: 31/01/2016
Terminado em: 01/02/2016
Tempo aproximado: 10h na dificuldade hard, talvez o dobro pra platinar
Avaliação: 8/10 - Joguei a trilogia fora de ordem, comecei pelo U3, depois joguei o Drake's Fortune. Deixei o melhor deles pro final, Among Thieves foi o que eu mais curti jogar.

Jogo 3 - Saints Row IV (PS3)
Iniciado em: 15/01/2016
Terminado em: 15/02/2016
Tempo aproximado: 40h na dificuldade normal mais 100% do jogo, só não platinei porque um dos troféus bugou
Avaliação: 7/10 - Gostei muito do The Third; SR IV é praticamente o mesmo jogo, com a adição de superpoderes. Curti, mas a versão de PS3 é muito bugada, o framerate é muito ruim, e o jogo trava constantemente. Pra piorar, não consegui platinar por causa de um trofeu que bugou, e a produtora nunca se preocupou em consertar, inclusive todas as versões do jogo tem esse problema.

Jogo 4 - Zombie Army Trilogy (PC)
Iniciado em: 17/02/2016
Terminado em: 22/02/2016
Tempo aproximado: 18h na dificuldade normal
Avaliação: 8,5/10 - Gostei bastante. Matar zumbis usando rifles antigos é bem divertido. O Coop também achei bem legal.

Jogo 5 - Call of Duty: United Offensive (PC)
Iniciado em: 02/03/2016
Terminado em: 03/03/2016
Tempo aproximado: 5h na dificuldade normal
Avaliação: 9/10 - Pacote de expansão do Call of Duty 1, lançado um ano após o jogo principal. Mantém a mesma estrutura, focando em diferentes batalhas da Segunda Guerra através de soldados de diferentes nacionalidades. Apesar de curto, complementa de maneira excepcional o primeiro jogo, que já é muito bom.

Jogo 6 - Medal of Honor (PS1, via EpsxE)
Iniciado em: 03/03/2016
Terminado em: 07/03/2016
Tempo aproximado: 8h
Avaliação: 8/10 - Lembro que comecei este jogo no meu PS1, que infelizmente não completei pois o leitor havia queimado na época. Depois de muito tempo, resolvi terminar o jogo.

Apesar dos controles extremamente datados em comparação aos shooters atuais, gostei bastante e fico feliz em ter fechado o jogo depois de todo esse tempo. Lembro que na época, tinha dificuldade em algumas partes do jogo, mas agora, consegui passar delas tranquilamente.
 

Fade

Bam-bam-bam
VIP
Mensagens
3.650
Reações
8.677
Pontos
314
Comprei ontem esse jogo (Steam) e não quis ler todo teu comentário pra não correr o mínimo risco de spoiler, mas só por ler essas duas últimas frases, provavelmente vai ser o próximo que vou jogar (junto com Deponia, depois que terminar State of Decay e Outlast, com seus dlc's).
Faça isso bro, LiS é apaixonante.
E pode ler tranquilo que o texto é spoiler-free :kjoinha
 

tintiN

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.832
Reações
35.675
Pontos
574
ATUALIZANDO:

#17 - Beyond: Two Souls Remastered (PS4)
Finalizado em: 05/03/16
Tempo total: ~25h
Progresso: Platina
Nota: 9.0/10

#18 - Heavy Rain Remastered (PS4)
Finalizado em: 12/03/16
Tempo total: ~20h
Progresso: Platina
Nota: 10/10

LISTA COMPLETA: LINK
ID: PSN PROFILES
 
Ultima Edição:

king_hyperdyo

A RPG Gamer
VIP
Mensagens
15.222
Reações
4.828
Pontos
519
#Jogo 11: Gem of Wars - Android
Finalizado em: 03/03/16
Tempo total: 2 Meses :karrepio
Progresso: Terminado - Campanha
Nota: 5 Para fazer caridade.
Nota: Tava jogando todos os dias nas idas e voltas do trem, não sei como fiz todas as merdas das fases sendo o negocio chato e reptitvo. Vai ver por que lembrou o Puzzle Quest. Mas beleza, não recomendo.


#Jogo 12: Street Fighter V - ps4
Finalizado em: 10/03/16
Tempo total: 5 Horas
Progresso: Terminado - Historia / Surival
Nota: 7
Nota: A Falta do modo Arcade deixou muito a desejar quem gosta de jogar Street Single, o conteúdo On Line parece ser divertido. Mas não é meu foco por que sou muito ruim. Pelo menos não paguei carro nisso.
 

rizabr

Bam-bam-bam
Mensagens
12.290
Reações
9.775
Pontos
374
Março

12 - Kingdom Hearts HD (PS3) - Nota 06

História morna, só fica interessante no final, mas o excesso de bosses dessa parte atrapalha o desenvolvimento da mesma. Gameplay mediano, melhora depois de pegar várias magias/habilidades diferentes, o que demora muitas horas. Não curti o level design também
 

Vaynard

Mil pontos, LOL!
Mensagens
61.612
Reações
37.826
Pontos
1.014
Março

12 - Kingdom Hearts HD (PS3) - Nota 06

História morna, só fica interessante no final, mas o excesso de bosses dessa parte atrapalha o desenvolvimento da mesma. Gameplay mediano, melhora depois de pegar várias magias/habilidades diferentes, o que demora muitas horas. Não curti o level design também
Nossa, 6 :eek:

Não gostou mesmo então?!

Vai pro 2? A história melhora e muito, o ponto forte do 1 é o final.
 

rizabr

Bam-bam-bam
Mensagens
12.290
Reações
9.775
Pontos
374
Nossa, 6 :eek:

Não gostou mesmo então?!

Vai pro 2? A história melhora e muito, o ponto forte do 1 é o final.
Vou, mas tenho que ver o resumo do Re: Chain of Memories e 358 antes
Tentei jogar o COM, não saí nem de Traverse Town :klolz

O 1 até fica interessante no final, mas achei que as boss battles dessa parte acabaram atrapalhando o jogo. Nem lembro o que o vilão queria por causa disso :eek:
 

Celagus

Supra-sumo
Mensagens
1.051
Reações
967
Pontos
163
#2 - Xeodrifter - 3ds
esperava mais do jogo, meio curto, tres horas de jogo e terminei com 98%

#3 - Shantae and the pirates curse - 3ds
Jogo divertido demorei em media umas 8hras

#4 - Bravely Default - 3ds
Joguei no hard upei quae todas as jobs e lv99 pra td mundo, demorei umas 90hras, gostei mt do jogo


Enviado de meu XT1095 usando Tapatalk
 

Vaynard

Mil pontos, LOL!
Mensagens
61.612
Reações
37.826
Pontos
1.014
Vou, mas tenho que ver o resumo do Re: Chain of Memories e 358 antes
Tentei jogar o COM, não saí nem de Traverse Town :klolz

O 1 até fica interessante no final, mas achei que as boss battles dessa parte acabaram atrapalhando o jogo. Nem lembro o que o vilão queria por causa disso :eek:
O mais legal de KH1 pra mim são os universos Disney. Lembro quando joguei no PS2, quando vi o Coliseum e o Cerberus, fiquei doido :kpaixao
A série me ganhou ali. O problema é o excesso de drama bobo na história. O CoM vai introduzir os Nobodies e a Organização. O 358/2 é muito legal, mas não é obrigatório pro 2, eu mesmo joguei o 2 e só depois eu vi o 358/2. Mas depois dele, passei a curti demais o Axel, achei ele bem foda.

Matou o Sephiroth no 1? É obrigação hein! :klingua
 

rizabr

Bam-bam-bam
Mensagens
12.290
Reações
9.775
Pontos
374
O mais legal de KH1 pra mim são os universos Disney. Lembro quando joguei no PS2, quando vi o Coliseum e o Cerberus, fiquei doido :kpaixao
A série me ganhou ali. O problema é o excesso de drama bobo na história. O CoM vai introduzir os Nobodies e a Organização. O 358/2 é muito legal, mas não é obrigatório pro 2, eu mesmo joguei o 2 e só depois eu vi o 358/2. Mas depois dele, passei a curti demais o Axel, achei ele bem foda.

Matou o Sephiroth no 1? É obrigação hein! :klingua
Matei nada, deixei ele em paz :klolz
Já tenho o CoM e o 358/2 aqui para ver, daí já posso ir para o 2, e depois finalmente voltar para o BBS :kpaixao
 

Ultima Weapon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.589
Reações
16.414
Pontos
629
Dois no mesmo dia:

(14/03) 8 - Life is Strange (PS4; faltou quase metade das fotos acho, depois farei):
Cópia de postagem na madrugada deste dia: Terminei agora, estava com sono demais mas entre os capítulos 3 e 4, não tive como parar sem saber o que aconteceria, comi e lavei o rosto a cada hora pra manter o embalo lulz
O capítulo 1 é muito bom, 2 melhor ainda, 3 e 4 são o ápice e o 5 fica entre o primeiro e o segundo.
Eu já gosto muito das influência das escolhas nos jogos da Telltale por exemplo, que muito pouco pesam a longo prazo mas sempre influenciam bastante na cena seguinte, é o suficiente pra mim mas no Life is Strange está em outro patamar, muito melhor elaborado nesse aspecto e o roteiro esteve empolgante.
Ótimo enredo, trilha sonora e personagens, um game extraordinário e talvez o melhor entre os lançados em 2015.
Referências importantes ao Efeito Borboleta e Donnie Darko, maravilha.
Tomara que tenha continuação mesmo.
Nota 9,5

(14/03) 9 - Valkyria Chronicles 2 (PSP; 48hs):
Após uns 2 anos de eventuais jogatinas finalmente acabou, será alívio retirá-lo do memory stick.
É um jogo que em alguns aspectos brilha mais do que o primeiro, leia-se sistema de batalhas (muito mais especializações e customizações de unidades e do tanque, mais tipos de terreno, elementos no mapa etc, game bem mais complexo no geral), é mais difícil e tem um simulador de relacionamento simples, dando bastante enfoque aos personagens. Para o PSP o jogo é bonito, tem bastante conteúdo extra e muitas cenas animadas.
Contudo, todavia, não obstante...o jogo é muito, muito repetitivo, a esmagadora maioria das missões (excetuando quase todas as da história, certa de 15) são reciclagens de mapas e objetivos. Outro problema é que nessas missões genéricas (precisamos fazer pelo menos 3 delas por capítulo para avançar na história) os mapas são simples e pequenos (provavelmente para driblar limitações técnicas do PSP, temos sempre alguns deles linkados entre si). Outro fator desestimulante é o enredo, muito raso e aquém do Valkyria 1, um tédio.
Agora é experimentar o terceiro, que alguns ousam dizer que é o melhor da franquia.
Nota 8
 

razorkaos

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.223
Reações
27.242
Pontos
563
Street V ta me sabotando. Nao sei se da pra contar ele como "completo" apos terminar o modo historia com todo mundo, por isso nem boto aqui.

Tenho 2 Mega Man em andamento (2 e 7), Fire Emblem Fates: Conquest com 30% jogados, e to querendo fechar o ALTTP nesses dias... Mas o meu problema de não ter saco pra jogar nada voltou a aparecer (ate com o SFV, graças ao jogo estar abandonado)

Edit: Como o pessoal ta dando SFV como completo ao terminar o modo historia com todo mundo, vou colocar tb

#16 - Street Fighter V (PS4)
Iniciado em
: 18/2/2016
Finalizado em: 20/2/2016
 
Ultima Edição:
Topo