O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


E esse caso do pro player que fingiu ser uma mulher no Overwatch

matroska

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.699
Reações
13.065
Pontos
674
na minha opinião essa afirmação é falsa e inclusive meio insultante para as que estão tentando se tornar profissionais. Quer dizer então que todas que gostam são incompetentes? Nenhuma se salva?

É estatisticamente semi-impossível a situação de nenhum jogo ter profissional feminino competitivo nos níveis mais altos se elas tem a mesma capacidade dos homens. Por mais que sejam expressivamente menos numerosas, ao menos algumas deveriam se destacar.

Tem sim algo impedindo-as de chegarem ao topo. Seja algum fator social ou fisico. Pessoalmente acho que é a mesma situação dos esportes. Mulher que se dedica chega ao top 20% geral fácil. Mas top 20% não chega nem perto de ser competitivo a nivel mundial. Simples assim. A melhor mulher vai ser melhor que 80% das pessoas, mas dificilmente vai superar aqueles 20% restantes. E isso ainda colabora com a quebra da auto-estima dessas aspirantes a profissionais, que desistem da carreira quando veem a barreira impenetrável que é o top 1%. Por isso sou 100% a favor de ligas femininas de todos os jogos que existem. Aposto que teria muito mais pro player mulher, e TALVEZ assim alguma excepcional algum dia conquistasse algo em uma liga geral.

Anedota: ja joguei com milhares de mulheres em diversos jogos (bom ragnarok online tinha milhares :P ), nunca vi uma que jogasse bem de verdade o respectivo jogo. Sempre são no maximo "ok".

ps: tem algum jogo baseado em skill (então mmo não conta) que tem profissional feminina competitiva nos niveis mais altos que eu não saiba?

pps: top 20% também foi só um chute, continua valido se for top 10% ou top 5%.
Questão de probabilidade.

Mulheres tem interesse em games muito menor que homens.

Agora Mulheres que tem interesse em ser profissional nos jogos é numa proporção de 1 para 10mil/100 mil homens dependendo do jogo. Coisa ainda menor.

Ou seja apenas um número muito pequeno se interessa pelo cenário competitivo.

Saiba que existem milhões de homens que tenta ser jogadores profissionais e fracassam. De 1 milhão de jogadores que tentam ser jogadores profissionais 999.999/999.990 fracassam. Apenas um pequena minoria obtêm sucesso.

No universo das mulheres temos um número muitíssimo pequeno de jogadoras que tenta ser profissionais.

EM SFV apenas 10/11 mulheres chegaram a tentar participar do circuito competitivo...... contra milhares de homens. Como ter sucesso assim onde paenas uns gatos (melhor gatas) pingados aparecem para competir contra dezenas de milhares de homens

No universo de 10/11 uma delas obter sucesso é muito improvável contra mais de 20 mil homens que já participaram no circuito.

Mesma coisa acontece nos demais jogos. Só a quantidade de marmanjo que fracassou tentando ser profissional ultrapassa muitas vezes o número total de mulheres jogadoras (incluindo as casuais).

Se pegar o número de mulheres que tentam entrar para ser profissionais então esse número é ridiculamente baixo.

O número delas que fracassam querendo ser profissional é algo tão insignificante perto das dezenas, centenas de milhares e mesmo milhões de homens que fracassaram em ser profissionais em determinado jogo.
 
Ultima Edição:


Project Schizoid

Zima Blue
VIP
Mensagens
4.010
Reações
5.581
Pontos
303
na minha opinião essa afirmação é falsa e inclusive meio insultante para as que estão tentando se tornar profissionais. Quer dizer então que todas que gostam são incompetentes? Nenhuma se salva?

É estatisticamente semi-impossível a situação de nenhum jogo ter profissional feminino competitivo nos níveis mais altos se elas tem a mesma capacidade dos homens. Por mais que sejam expressivamente menos numerosas, ao menos algumas deveriam se destacar.

Tem sim algo impedindo-as de chegarem ao topo. Seja algum fator social ou fisico. Pessoalmente acho que é a mesma situação dos esportes. Mulher que se dedica chega ao top 20% geral fácil. Mas top 20% não chega nem perto de ser competitivo a nivel mundial. Simples assim. A melhor mulher vai ser melhor que 80% das pessoas, mas dificilmente vai superar aqueles 20% restantes. E isso ainda colabora com a quebra da auto-estima dessas aspirantes a profissionais, que desistem da carreira quando veem a barreira impenetrável que é o top 1%. Por isso sou 100% a favor de ligas femininas de todos os jogos que existem. Aposto que teria muito mais pro player mulher, e TALVEZ assim alguma excepcional algum dia conquistasse algo em uma liga geral.

Anedota: ja joguei com milhares de mulheres em diversos jogos (bom ragnarok online tinha milhares :P ), nunca vi uma que jogasse bem de verdade o respectivo jogo. Sempre são no maximo "ok".

ps: tem algum jogo baseado em skill (então mmo não conta) que tem profissional feminina competitiva nos niveis mais altos que eu não saiba?

pps: top 20% também foi só um chute, continua valido se for top 10% ou top 5%.
Deve ser limitação física ou genética mesmo. A única comunidade de e-sports que eu acompanhava, era Overwatch. Eu vi a Copa do Mundo, e não vi uma mulher. Se tem, eu não vi. Pesquisei sobre pro player na época, e só vi uma coreana lá, numa equipe. Era pro player, mas eu nunca tinha ouvido falar. Os melhores sempre são homens, em Overwatch. E jogos não possuem as limitações físicas de esporte, como o fato delas serem fisicamente menores e mais leves. Então eu realmente não sei o que ocorre.

Nunca ouvi falar de mulher que compete com os tops de algum jogo. Nem as nerdonas. Aliás, as garotas nerdonas e "gamers" que conheci eram bem casuais, fãs de mobile ou Nintendo(animal crossing, pokemon etc.). Hoje, mais cedo, eu tava no Mypst. A garota de level mais alto no site, segundo o rank, era uns 30 levels abaixo do primeiro colocado homem. E lá pro top 5, as garotas já caíam pra lvl 30. Mas eram todas Br, acho.

http://mypst.com.br/rank/laddyvalentine/#!perfil
 
Ultima Edição:

Monogo

Bam-bam-bam
Mensagens
9.694
Reações
36.149
Pontos
379
Não é questão de limitação genética, mas sim o que o desenvolvimento a base de estrogenio e testosterona trazem de vantagem e desvantagem.

Homen por exemplo tem uma visão espacial e percepção de objetos em movimentos mais aguçados que as mulheres
E quanto elas têm um campo de visão periférica maior, e consegue ver um espectro de cores maior.

Sem fala que machos sempre foram mais competitivos, onde na própria natureza vc vê isso em ação, onde machos sempre tiveram que competir por fêmeas e territórios, desde que mundo é mundo.
 
Topo