O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Em MS, Justiça prioriza vínculo afetivo e enganado pela ex-mulher não pode ‘deixar de ser pai’

Cielo

Bam-bam-bam
Mensagens
8.844
Reações
13.481
Pontos
389
O pessoal aqui é muito radical mesmo, talvez pq a maioria não é pai, mas tds são filhos, pensem se tivesse acontecido isso na casa de vcs, é uma situação foda pro homem e é uma situação foda pra criança, ambos são inocentes, a unica culpada é a mulher, nós temos que levar em conta que a pensão é pra criança e não pra mulher e o homem da reportagem tem laços com a criança, se o cara não tivesse afeto nenhum com a criança eu concordo, tinha que cortar vinculo total, mas o cara aparentemente se considera o pai dela, tinha que arrumar uma punição mesmo pra mulher, mas algo que nao afetasse a criança.
 


Calcifer

Bam-bam-bam
Mensagens
1.746
Reações
4.046
Pontos
294
Não sei oque me dá mais raiva: Essa decisão do juiz ou a noticia escrita em juridiquês.
 

Hitmanbadass

You can't handle the truth!
VIP
Mensagens
11.441
Reações
13.375
Pontos
614
Mas é, pô. O moleque vive dez anos chamando o cara de pai, daí, do nada, o dito cujo descobre que a esposa o traiu e abandona (pq realmente não tem outra palavra pra isso) a criança.

E a cabeça do moleque nisso tudo?

Pra um marmanjo isso é mais fácil de digerir do que um pai q não te ama mais (pq pro moleque é isso).

Vai falar q criança não é mais frágil q adulto?
Eu não acho que seja ESSE O PONTO, como falei, me parece a lógica de defender um bandido pq ele não tem Iphone então rouba de um cara rico e o cara rico poderá comprar outro. O impacto será menor na vida dele.

Eu vejo aí uma SÉRIA afronta à liberdade individual. Mas posso estar errado, se isso não for uma coisa só Brasileira e amplamente feita no mundo eu acho que serei a minoria absoluta... mas acho difícil ser algo considerado normal em outros locais.
 

Ex-peão louco

Bam-bam-bam
VIP
Mensagens
1.069
Reações
2.065
Pontos
293
Eu não acho que seja ESSE O PONTO, como falei, me parece a lógica de defender um bandido pq ele não tem Iphone então rouba de um cara rico e o cara rico poderá comprar outro. O impacto será menor na vida dele.

Eu vejo aí uma SÉRIA afronta à liberdade individual. Mas posso estar errado, se isso não for uma coisa só Brasileira e amplamente feita no mundo eu acho que serei a minoria absoluta... mas acho difícil ser algo considerado normal em outros locais.
Eu te entendo, mas acho que o ponto é esse mesmo.

Só que geralmente se foca na traição homem-mulher pra se justificar a retirada do registro homem-criança.

Veja bem, o direito discutido não é mais relacionado à traição, mas à paternidade.

Tem que se enxergar que não foi somente o corno enganado, mas a própria criança. A criança foi enganada por anos achando que o pai registral era o biológico.

O cara não é a única vítima nisso.

Só queria acrescentar isso, não tô insistindo com você. :*
 

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.612
Reações
46.860
Pontos
544
Esse juiz deveria levar porrada, isso sim.

Vamos supor que essa criança tenha entre 4-6 anos (levando em consideração o tempo do processo). Ela chama essa pessoa de "pai", apresenta como Pai, tem o documento de identidade/ certidão de nascimento o nome desse Pai.

Do nada, a criança perde tudo isso. Até que a mãe consiga localizar o suposto pai, fazer o exame de DNA (judicialmente?) para no final constar o nome de uma pessoa que não tem o melhor vínculo com a criança.

Isso é justiça para você?
Sim, isso é justiça sim.
 


Hitmanbadass

You can't handle the truth!
VIP
Mensagens
11.441
Reações
13.375
Pontos
614
Eu te entendo, mas acho que o ponto é esse mesmo.

Só que geralmente se foca na traição homem-mulher pra se justificar a retirada do registro homem-criança.

Veja bem, o direito discutido não é mais relacionado à traição, mas à paternidade.

Tem que se enxergar que não foi somente o corno enganado, mas a própria criança. A criança foi enganada por anos achando que o pai registral era o biológico.

O cara não é a única vítima nisso.

Só queria acrescentar isso, não tô insistindo com você. :*
Eu entendi seu ponto, entendi que a questão é a PATERNIDADE e agora tem outros players na jogada. rs

É um campo nebuloso mas mantenho minha opinião, respeitando a sua.

Agora, é uma coisa mto tensa se colocar no lugar desse cara ai do processo... sangue chega a ferver. kkk até pq se ele entrou na justiça para NÃO PAGAR é pq ta PUTO com isso.
 

Caronte

Bam-bam-bam
Mensagens
1.364
Reações
2.021
Pontos
349
Muito simples, é pai, não quer pagar pensão? Peça a guarda e deixe a ex para lá. Fica tudo bem entre os dois, isso se o pai for uma pessoa decente, porque pegar criança para não cuidar direito é covardia e falta de caráter.
 

Cielo

Bam-bam-bam
Mensagens
8.844
Reações
13.481
Pontos
389
Eu te entendo, mas acho que o ponto é esse mesmo.

Só que geralmente se foca na traição homem-mulher pra se justificar a retirada do registro homem-criança.

Veja bem, o direito discutido não é mais relacionado à traição, mas à paternidade.

Tem que se enxergar que não foi somente o corno enganado, mas a própria criança. A criança foi enganada por anos achando que o pai registral era o biológico.

O cara não é a única vítima nisso.

Só queria acrescentar isso, não tô insistindo com você. :*
o pessoal não consegue entender, aparentemente, que a principal vitima de tudo é a criança, a criança é a mais vulneravel na historia, e não tem culpa se os pais são assim, a mulher deveria ser punida? com certeza deveria, mas qualquer punição na mulher vai acabar acarretando em problemas para a criança, é a mãe da criança, esse que é o problema, é dificil vc colocar uma punição na mãe, ao meu ver o que deveria ser feito era achar o pai biologico dessa criança pra ele sim pagar a pensão financeira, o pai que está criando deve sim continuar como o pai, ja que ele mesmo admite ter laços afetivos com a criança, e se for da vontade dele deveria ter prioridade inclusive na guarda da criança com relação a mãe, que ai sim seria punida perdendo a guarda.
 

Ex-peão louco

Bam-bam-bam
VIP
Mensagens
1.069
Reações
2.065
Pontos
293
Eu entendi seu ponto, entendi que a questão é a PATERNIDADE e agora tem outros players na jogada. rs

É um campo nebuloso mas mantenho minha opinião, respeitando a sua.

Agora, é uma coisa mto tensa se colocar no lugar desse cara ai do processo... sangue chega a ferver. kkk até pq se ele entrou na justiça para NÃO PAGAR é pq ta PUTO com isso.
De fato hahahaha
Que dá dó do cara, dá.
 

find

Bam-bam-bam
Mensagens
6.763
Reações
5.054
Pontos
394
Mas é, pô. O moleque vive dez anos chamando o cara de pai, daí, do nada, o dito cujo descobre que a esposa o traiu e abandona (pq realmente não tem outra palavra pra isso) a criança.

E a cabeça do moleque nisso tudo?

Pra um marmanjo isso é mais fácil de digerir do que um pai q não te ama mais (pq pro moleque é isso).

Vai falar q criança não é mais frágil q adulto?
Ai é problema da mulher e não do cara, logo elA que resolva além que deveria ser punida em relação a mentira ao cara.

Tapatalk.
 

Aragorn News

Bam-bam-bam
Mensagens
5.492
Reações
1.097
Pontos
329
o pessoal não consegue entender, aparentemente, que a principal vitima de tudo é a criança, a criança é a mais vulneravel na historia, e não tem culpa se os pais são assim, a mulher deveria ser punida? com certeza deveria, mas qualquer punição na mulher vai acabar acarretando em problemas para a criança, é a mãe da criança, esse que é o problema, é dificil vc colocar uma punição na mãe, ao meu ver o que deveria ser feito era achar o pai biologico dessa criança pra ele sim pagar a pensão financeira, o pai que está criando deve sim continuar como o pai, ja que ele mesmo admite ter laços afetivos com a criança, e se for da vontade dele deveria ter prioridade inclusive na guarda da criança com relação a mãe, que ai sim seria punida perdendo a guarda.
Problema é que na prática isso dificilmente aconteceria, porque ele pode ter laço afetivo, mas não tem laço biológico

Dar a guarda pra ele ao invés da mae biológica, é como se ele tivesse adotado a crianca, acho que nem podem fazer isso ne

Ou seja, pode obrigar o cara a manter vínculo como pai por ter laço afetivo, agora dar a guarda total nao pois ele não é o pai "biológico"

Ctz que a mãe do garoto iria argumentar assim se perdesse a guarda pro cara hahah

Eu nessa situação, so aceitaria o reconhecimento como pai do moleque se ficasse com a GUARDA TOTAL dele, ai queria ver se a mãe iria continuar com essa historia de forçar pensao
 
Topo