O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

[Especial] Mega Drive 30 anos: trinta softhouses que definiram o console

Crude Dude

Bam-bam-bam
Mensagens
1.463
Reações
1.854
Pontos
229
[Especial] Mega Drive trinta anos: 30 softhouses que definiram o console

Hoje, 29/10/2018, o Mega Drive completa 30 anos e para comemorar a data listo aqui 30 softhouses que foram decisivas (ou que colaboraram) para que o console viesse a ser o sucesso que conhecemos! Parabéns ao trintão!



Acclaim Entertainment, Inc.


Origem: Empresa fundada em 1987 na cidade de Nova York, EUA.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~50
Contribuições para o console: Focada essencialmente em publicar games, a empresa começou suas operações no console através da sua subsidiária Flying Edge, já que haviam questões legais com a Nintendo que impediam a utilização do nome Acclaim em consoles da Sega. Outra subsidiária, a Arena Entertainment, também foi utilizada para os mesmos fins. Ambas, Flying Edge e Arena, tiveram suas atividades encerradas em 1994 quando a Acclaim passou a utilizar sua própria marca nos consoles Sega.
A Acclaim ficou fortemente conhecida por publicar ports de arcades da Midway, como as séries Mortal Kombat e NBA Jam, além de Arch Rivals. Também marcou forte presença com os jogos da série Os Simpsons (Space Mutants, Nightmare e Virtual Bart), WWF (Wrestlemania, Raw, Royal Rumble, Arcade), jogos de super-heróis, como Batman Forever e série Spiderman & Venom, além de games baseados em filmes, como Robocop 3 e Terminator 2.
Situação atual: A empresa faliu em 2004 mas resurgiu em 2006 como Acclaim Games, focando no lançamento de MMO orientais no ocidente. Fechou definitivamente em 2010.






Accolade

Origem: Empresa fundada em 1984 na Califórnia, EUA.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~30
Contribuições para o console: A empresa começou escrevendo sua história no Mega Drive na clandestinidade: seus jogos não eram licenciados pela Sega. Apenas em 1993 a empresa regularizou sua situação com a Sega e passou a lançar seus jogos de maneira oficial. Ela atuou tanto na criação quanto na publicação de jogos, fazendo fama principalmente pelas séries Bubsy, Hardball e Barkley Shut Up and Jam.
Situação atual: Foi incorporada à Infogrames no ano 2000 e em 2017 teve seu nome comprado por uma empresa de Hong Kong.






Ancient

Origem: Empresa fundada em 1990 na cidade de Tóquio, Japão.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~5
Contribuições para o console: Empresa do mago Yuzo Koshiro, especializada na parte sonora dos jogos mas que também coloca a mão na massa. No Mega Drive a empresa (ou, em alguns casos, apenas Koshiro) colaborou com a série Streets of Rage, The Revenge Of Shinobi, Slap Fight MD, além de produzir Beyond Oasis.
Situação atual: A empresa continua em atividade, sendo o seu trabalho mais recente Gotta Protectors para Nintendo 3DS, lançado em 2014.






Appaloosa Interactive (Novatrade)

Origem: Empresa fundada em 1982 na Hungria.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~10
Contribuições para o console: Conhecida anteriormente por Novatrade, mudou-se para os EUA em 1989 e transformou-se em Appaloosa em 1996. Lançou jogos de destaque no Mega Drive, muitos encomendados pela Sega, como a série Ecco the Dolphin, Cyborg Justice e Lost World: Jurassic Park, além de portar California Games.
Situação atual: A companhia se dissolveu em 2006.






BlueSky Software

Origem: Empresa fundada em 1988 na Califórnia, EUA.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~20
Contribuições para o console: Empresa que manteve laços bem estreitos com a Sega até meados dos anos 90, tendo feito vários games por encomenda para a dona do Mega Drive. Destacam-se a série Vectorman, World Series Baseball, Jurassic Park, Joe Montana, além de Desert Demolition e Shadowrun.
Situação atual: Foi adquirida pela Titus Software em 1998 e com a falência da Titus em 2001, a Bluesky também deixou de existir.






Capcom

Origem: Empresa fundada em 1979 em Osaka, Japão.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~10
Contribuições para o console: A história da Capcom no Mega Drive possui duas fases distintas: a primeira fase são dos arcade games da companhia que foram portados pela Sega, como Strider, Forgotten Worlds e Ghouls'n Ghosts. A segunda fase, a partir de 1993, é quando a companhia passa a dar suporte ao console da Sega de maneira oficial, desenvolvendo os jogos internamente, como Street Fighter II Special Champion Edition, Super Street Fighter II, Mega Man: The Wily Wars e Saturday Night Slam Masters. No caso de The Punisher, a Capcom terceirizou o port, que foi feito pela Sculptured Software (a mesma que portou Mortal Kombat 3).
Situação atual: Continua sendo uma das maiores softhouses do planeta, um dos seus jogos mais recentes, Monster Hunter World, já ultrapassou a marca de 8 milhões de cópia vendidas.






Climax Entertainment e Sonic! Software Planning

Origem: Empresas fundadas em 1990 e 1991, respectivamente, em Tóquio no Japão.
Quantidade de games criados/publicados no console: 4
Contribuições para o console: Aqui uma história bem interessante de empresas irmãs de ex funcionários da Enix que fizeram história no Mega Drive criando juntas alguns dos melhores RPGs do console, como Shining in the Darkness e Shining Force. Após Shining Force, a Climax encabeçou sozinha o incrível Landstalker enquanto a Sonic! (nenhuma ligação com o Sonic Team) cuidou da sequência Shining Force II.
Situação atual: A Climax fechou as portas entre 2014 e 2015 por problemas financeiros. A Sonic! se fundiu com a Camelot (outra empresa irmã) após Shinning Force III e permance na ativa.






Data East

Origem: Empresa fundada em 1976 na cidade de Tóquio, Japão.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~10
Contribuições para o console: A Data East é famosa pelos seus arcades e fez alguns ports de sucesso para o Mega, como Two Crude Dudes, Midnight Resistance, Joe & Mac e Side Pocket. Também publicou Outrunners nos EUA.
Situação atual: Faliu em 2003 e teve seu espólio comprado em 2004 por uma softhouse japonesa focada em games mobile.






Disney Interactive

Origem: Braço da Disney fundado em 1988 na Califórnia, EUA.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~20
Contribuições para o console: Anteriormente conhecida por Disney Software, a empresa teve como foco o aumento da qualidade dos jogos baseados em franquias Disney, fornecendo artistas e suporte técnico para empresas terceirizadas que criavam os jogos. A lista de sucessos é enorme, valendo destacar Aladdin, The Lion King, Mickey Mania, Toy Story e Pocahontas.
Situação atual: Entre várias fusões e reestruturações, a empresa deixou de existir oficialmente em 2016.






Electronic Arts

Origem: Empresa fundada em 1982 na Califórnia, EUA.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~120
Contribuições para o console: É impossível falar do Mega Drive sem falar da Electronic Arts, muito do sucesso do console no ocidente se deve a ela e, depois da Sega, foi a empresa que mais esteve presente no Mega, foram mais de 100 jogos lançados, entre criações e publicações.
A linha de jogos esportiva foi tão importante que gerou um novo braço, a EA Sports, que fez fama com os jogos da série Fifa Soccer (94, 95, 96, 97 e 98), NBA (anual desde Lakers versus Celtics de 1990 até NBA Live '97 de 1996), Madden NFL (anual desde John Madden Football de 1990 até Madden NFL 98 de 1997), NHL (anual desde NHL Hockey de 1991 até NHL 98 de 1997), além de séries de baseball (Triple Play, Tony La Russa Baseball e MLBPA Baseball), golf (série PGA), Tennis e Rugby.
A empresa publicou vários RPGs ocidentais, como Buck Rogers: Countdown to Doomsday e Rings of Power, simuladores (F-22 Interceptor e F-117 Night Storm), jogos de estratégia (Populous, Power Monger e General Chaos), games de plataforma como Rolo to the Rescue e série James Pond. Mas seus maiores sucessos no console foram as séries Road Rash e Strike (Desert Strike, Jungle Strike e Urban Strike). Literalmente fez barba, cabelo e bigode!
Situação atual: Continua sendo uma das maiores softhouses do mundo, ainda tendo muita força com jogos esportivos.






Gremlin Interactive

Origem: Empresa fundada em 1984 na cidade de Sheffield na Inglaterra.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~10
Contribuições para o console: A Gremlin marcou a geração 16bit com seus jogos de corrida, seja a série Lotus ou a série Top Gear e o Mega Drive recebeu 2 títulos da primeira e 1 da segunda. Também produziu os jogos do Nigel Mansell para o console e série Premier Manager.
Situação atual: A empresa foi comprada pela Infogrames em 1999 e em 2003 vários de seus ex-funcionários fundaram a Sumo Digital.






Konami

Origem: Empresa fundada em 1969 em Osaka, Japão.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~15
Contribuições para o console: A empresa, uma das maiores do mundo nas décadas de 80 e 90, só chegou ao Mega Drive em 1992, mas trouxe um suporte decente ao console, com vários games originais, como Tiny Toon Adventures, Rocket Knight Adventures, Castlevania Bloodlines e Contra: Hard Corps. Também trouxe alguns dos seus arcades de maior sucesso, como Teenage Mutant Ninja Turtles: The Hyperstone Heist e Sunset Riders, além do badalado International Superstar Soccer Deluxe.
Situação atual: A empresa continua na ativa, embora sem a força de anos atrás, focando mais seus esforços em games mobile.






Namco

Origem: Empresa fundada em 1955 na cidade de Tóquio, Japão.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~20
Contribuições para o console: A Namco havia sido muito forte na geração 8 bit mas na 16 bit ficou um pouco apagada. Ainda assim, o suporte para o Mega Drive foi bom, com boas séries como Rolling Thunder, Splatterhouse e Pac-Man, além de Weaponlord.
Situação atual: A empresa se fundiu com a Bandai em 2006 e continua forte no mercado.






NCS

Origem: Empresa fundada em 1980 no Japão.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~15
Contribuições para o console: Também conhecida pelo nome Masaya, trouxe ao Mega Drive uma grande quantidade de games de estratégia e shoot 'em ups, destacando-se Langrisser, Gynoug, Gley Lancer, e Hellfire.
Situação atual: A divisão de games Masaya ainda existe mas não pertence mais a NCS, que se foca em outras atividades.






Nihon Falcom

Origem: Empresa fundada em 1981 no Japão.
Quantidade de games criados/publicados no console: 5
Contribuições para o console: RPGs nunca foram o forte do Mega Drive e pra tentar melhorar essa situação a Sega fez uma parceria com a Nihon Falcom, que trouxe bons games do estilo para o console, como a série Dragon Slayer, Sorcerian, YS III e Lord Monarch. Infelizmente, apenas YS III chegou ao ocidente.
Situação atual: A empresa continua a todo vapor com a série YS e The Legend of Heroes.

 


Crude Dude

Bam-bam-bam
Mensagens
1.463
Reações
1.854
Pontos
229

Sega R&D2 e Sega CS

Origem: Braço da Sega fundado em 1984 em Tóquio, Japão.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~90
Contribuições para o console: A Sega R&D2 (posteriormente refundada como Sega CS) foi o principal estúdio de criação de games para as plataformas domésticas da empresa, atuando desde o SG-1000. A lista de sucessos é infindável, quase todos os jogos da Sega japonesa lançado para o console foram feitos nesses estúdios. Destacam-se os ports de arcade Altered Beast, Golden Axe, OutRun, Virtua Racing e Strider; games originais, como as séries Shinobi, Super Monaco GP, Sonic the Hedgehog, Streets of Rage, Phantasy Star, Castle of Illusion, Quackshot e Ristar. Enfim, foi a mãe dos maiores sucessos do console.
Situação atual: O estúdio foi renomeado, refundado e fundido várias vezes, não existindo mais da forma como era conhecido nos anos 90.






Sega Interactive

Origem: Empresa fundada em 1984 na Califórnia, EUA.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~10
Contribuições para o console: Fundada como Interactive Designs, foi incorporada â Sega americana em 1992 e produziu alguns sucessos para o Mega, destacando-se Eternal Champions, Greendog, Garfield e Bonkers.
Situação atual: A empresa foi dissolvida em 1996.






Sega Technical Institute

Origem: Braço da Sega Americana fundado em 1990.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~5
Contribuições para o console: Estúdio que ficou famoso por participar do desenvolvimento de Sonic the Hedgehog 2, já que o Sonic Team foi transferido para os EUA durante a criação do game e os escritórios da STI foram os escolhidos. Também desenvolveu outros games de sucesso, como Kid Chameleon, Sonic Spinball e Comix Zone.
Situação atual: Foi dissolvida em 1996 durante a problemática criação de Sonic Xtreme.






SNK

Origem: Empresa fundada em 1978 em Osaka, Japão.
Quantidade de games criados/publicados no console: -10
Contribuições para o console: Embora não tenha dado suporte de maneira oficial ao Mega, sempre terceirizando o port dos seus títulos (geralmente pelas mãos da Takara ou Sega), os arcades da SNK tiveram boas conversões para o console, em especial Fatal Fury 2 e Samurai Shodown. As séries Art of Fighting, World Heroes e King of the Monsters também marcaram presença com ao menos um título.
Situação atual: A empresa faliu em 2001, voltou como SNK Playmore em 2003 e a partir de 2016 voltou a se chamar apenas SNK.






Sony Imagesoft

Origem: Braço da Sony fundando em 1989 na Califórnia, EUA.
Quantidade de games criados/publicados no console: -15
Contribuições para o console: A Sony Imagesoft foi um dos primeiros contatos da companhia com o mundo dos games, a sua passagem pelo Mega Drive foi, em geral, publicando games baseados em filmes, como Last Action Hero, Hook, Mary Shelley's Frankenstein e No Escape. Também lançou uma linha de jogos esportivos ESPN.
Situação atual: Com o lançamento do Playstation em 1995, a companhia foi fundida com a Sony Computer Entertainment of America.






Sunsoft

Origem: Empresa fundada na cidade de Aichi no Japão em 1971.
Quantidade de games criados/publicados no console: -20
Contribuições para o console: A Sunsoft atuava mais na publicação de games, mas também tinha suas criações. A empresa trouxe alguns games interessantes para o Mega, como o excelente Scooby-Doo Mystery, série Aero the Acro-Bat, série Beauty and the Beast, série Batman (Batman e Batman Return of The Jocker) e Panorama Cotton.
Situação atual: A empresa continua na ativa, embora mais focada em explorar seus sucessos do passado e publicar jogos no Japão.






Taito

Origem: Empresa fundada em 1953 em Tóquio, Japão.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~20
Contribuições para o console: A Taito contava com uma ampla linha de arcades nos anos 80 e 90 e alguns deles foram portados para o Mega Drive, como Rastan Saga II, Darius II, Fire Mustang, Growl e Hit the Ice. Nem sempre a qualidade das conversões convencia, sendo a Taito mais conhecida pela quantidade do que pela qualidade dos ports. Também lançou games originais, como The Flintstones e Chase H.Q. II.
Situação atual: A empresa foi comprada pela Square Enix em 2005, porém sua marca ainda existe.






Tec Toy

Origem: Empresa fundada em 1987 na cidade de São Paulo.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~10 (modificados ou originais)
Contribuições para o console: A Tec Toy é bem conhecida do público brasileiro e além de publicar os jogos de diversas companhias para o Mega Drive no Brasil, também se aventurou em lançar versões traduzidas para o português (Phantasy Star II, Phantasy Star III, Shining in the Darkness, YuYu Hakusho e série Carmen Sandiego), games adaptados (Turma da Mônica na Terra dos Monstros), conversões (Duke Nukem 3D) e games originais (série Show do Milhão e Férias Frustradas do Pica Pau). Fez história.
Situação atual: A empresa passou por várias fases ao longo dos anos, de concordatas a diversificação dos produtos, novos consoles (Zeebo), mas ainda mantém forte ligação com o Mega Drive e recentemente relançou o console no Brasil.






Tecmo

Origem: Empresa fundada em 1967 em Tóquio, Japão.
Quantidade de games criados/publicados no console: 7
Contribuições para o console: Apesar de ter sido forte no NES, a passagem da Tecmo pelos 16bit foi um pouco apagada e no Mega Drive ela se resumiu a sua boa linha de jogos esportivos, começando com Tecmo World Cup '92, trilogia Tecmo Super Bowl, Tecmo Super NBA Basketball, Tecmo Super Baseball e Tecmo Super Hockey.
Situação atual: A empresa se fundiu com a Koei em 2009 e continua na ativa como Koei Tecmo.






Technosoft

Origem: Empresa fundada em 1980 em Nagasaki, Japão.
Quantidade de games criados/publicados no console: 6
Contribuições para o console: Também conhecida por Tecnosoft, a empresa marcou época com sua série suprema de shoot 'em ups: Thunder Force. Também criou Herzog Zwei, que é considerado o pai dos RTS. Elemental Master e Devil Crash também vieram pelas mãos dela.
Situação atual: A empresa foi comprada por uma fabricante de pachinko em 2001 e em 2016 teve os direitos sobre seus jogos comprados pela Sega.






Time Warner Interactive (Tengen)

Origem: Braço da Atari fundado em 1987 na Califórnia, EUA.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~30
Contribuições para o console: Divisão da Atari focada no desenvolvimento e publicação de games para plataformas domésticas, a Tengen foi comprada em 1994 pela Time Warner e teve seu nome alterado para Time Warner Interactive. A lista de games lançada é bem grande, destacando-se arcades da Atari, como Pit Fighter, Primal Rage, PaperBoy, RoadBlasters, Hard Drivin' e Gauntlet IV. Destaca-se também a série RBI Baseball, MIG-29, Prince of Persia e Sylvester and Tweety in Cagey Capers.
Situação atual: O estúdio foi comprado pela Midway em 1996, tornando-se Midway Games West e sobreviveu até 2003.






Traveller's Tales

Origem: Estúdio fundado em 1990 no Reino Unido.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~5
Contribuições para o console: A TT lançou alguns bons jogos para o Mega Drive, fazendo alguns games sob encomenda da Sega nos anos 90 e 2000. Destacam-se Puggsy, Mickey Mania, Sonic 3D Blast e Toy Story.
Situação atual: A empresar continua na ativa, agora como um braço da Warner Bros., sendo famosa pelos jogos da série Lego.






Treasure

Origem: Empresa fundada em 1992 em Tóquio, Japão.
Quantidade de games criados/publicados no console: 6
Contribuições para o console: Empresa fundada por ex funcionários da Konami, fez história no Mega Drive por seus jogos cheio de efeitos visuais, levando o console ao limite. Dentre os jogos lançados destacam-se Gunstar Heroes, Alien Soldier, Yuu Yuu Hakusho e Dynamite Headdy.
Situação atual: A empresa ainda existe mas seu último jogo lançado é de 2014,






U.S. Gold

Origem: Empresa fundada em 1984 na cidade de Birmingham, Inglaterra.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~15
Contribuições para o console: Empresa que ficou famosa por produzir a (não muito boa) continuação de Strider da Capcom, Strider II, pegando carona no sucesso que o primeiro game fez no console. Publicou alguns games para o Mega e adquiriu licença para lançar os jogos oficiais da Copa do Mundo de 1994 (World Cup USA 94), Olimpíadas de 1996 (Olympic Summer Games e Izzy's Quest for the Olympic Rings) e Olimpíadas de Inverno 1994 (Winter Olympics: Lillehammer '94). Também publicou o ótimo Flashback.
Situação atual: Foi comprada pela Eidos em 1996 e seu nome não foi mais utilizado.






Virgin Interactive

Origem: Braço da companhia Virgin fundado em 1981 na Inglaterra.
Quantidade de games criados/publicados no console: ~30
Contribuições para o console: Empresa que se destacou no Mega Drive tanto pela qualidade quanto pela quantidade, foram em torno de 30 games lançados. Fez história com vários jogos Disney, como The Lion King, Aladdin e The Jungle Book, publicou os jogos da série Earthworm Jim e Out of This World, além de fazer fama com a série Cool Spot e Robocop vs Terminator.
Situação atual: A parte norte americana foi vendida para a Eletronic Arts em 1998 e uma parta da européia para a Titus em 1999. A parte que sobrou virou Virgin Play e foi liquidada em 2009.

 

Lightwarrior8

Bam-bam-bam
Mensagens
2.162
Reações
2.855
Pontos
303
Que belo tópico.
Rapaz bateu aquela nostalgia forte aqui , tantos jogos foda que fizeram parte da nossa infância. Por outro lado vemos como o mercado é cruel e como a maioria das empresas se perderam pelo caminho , quem não se atualizou fechou.
A Sony tá ae mostrando que veio pra ficar assim como a Capcom , a Tecmo e algumas outras. Seria interessante ver a Sega se juntar a MS e voltar a ser grande também

Enviado de meu Moto G (5S) usando o Tapatalk
 

rgx

Bam-bam-bam
Mensagens
3.995
Reações
7.984
Pontos
303
Excelente tópico!

Mega Drive tão incompreendido como qualquer console SEGA, se o mundo fosse mais justo a história da Service Games seria um pouco diferente.
 

pc

Veterano
Mensagens
684
Reações
788
Pontos
134
Que tópico!
Parabéns!

Marcando aqui pra ler depois sobre esse velho guerreiro que jogo há quase 30 anos!
 

edineilopes

Retrogamer
Mensagens
27.748
Reações
89.633
Pontos
654
Excelente tópico. O que faz um videogame são seus jogos e o Mega teve muitos memoráveis graças a essas softhouses tão talentosas.

Além da SEGA, os games da EA e Treasure foram muito importantes pro console.

E a turma Disney Interactive + Travellers Tales + Virgin" eram coisa do outro mundo. Os games Disney eram um show de encanto e tecnologia naquela época.
 
Ultima Edição:


Asha

Bam-bam-bam
Mensagens
1.820
Reações
5.441
Pontos
303
Tópico maravilhoso, Crude Dude!

Vou repetir algo que mencionei em outro fórum: A qualidade da biblioteca do Meguinha é simplesmente uma coisa impressionante. Não só a Sega, mas muitas outras empresas fizeram games de qualidade utilizando o que há de melhor do hardware. A quantidade pequena de shovelware disponível na sua listagem de jogos é algo surpreendente.

Happy Birthday, Sega Genesis!:kpaixao:kpaixao:kpaixao

Excelente tópico!

Mega Drive tão incompreendido como qualquer console SEGA, se o mundo fosse mais justo a história da Service Games seria um pouco diferente.
Pessoalmente, eu diria que é menos culpa do mundo e mais das decisões da própria empresa. A história já mostrou que a Sega foi Cega e matou a Sega.:ksnif
 

Darkko

Ser evoluído
Mensagens
64
Reações
84
Pontos
29
Lindo tópico, tive Super Nintendo na época mas um amigo tinha Mega Drive, sempre gostei dos dois.
 

Ridge

Bam-bam-bam
Mensagens
1.819
Reações
3.792
Pontos
303
Na época um primo meu tinha o Mega e eu um SNES, e as vezes a gente trocava de console por alguns dias, eu tinha inveja do cartucho 6-Pak dele, no SNES não tinha nada igual, o mais próximo era o Mario All-Star mas ainda sim era bem diferente, achava sensacional ter Sonic, SOR e Shinobi num único cartucho.
 

doraemondigimon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.939
Reações
16.479
Pontos
619
A Sega, se for analisar sua história relativa ANTERIOR ao mega drive, se torna de suma importância descobrir que ela, literalmente 'se comeu' entre regras que ela mesmo não utilizava na hora da liberação de suas licenças para as thirds em computadores pessoais como ZX Spectrum, AMIGA, Vic20, Amstrad e outros.

Isso era uma constante, já que é facilmente verificado em muitas conversões feitas, por exemplo, pela US Gold (que teve grandes jogos lançados por ela, mas as conversões eram, no mínimo, estranhas!)

 

METALMANIAC

Bam-bam-bam
Mensagens
4.947
Reações
4.349
Pontos
369
Meus parabéns pelo tópico. O Mega Fucking Drive foi o console que mais me deu emoções durante essa vida de amante de videogames. O meu é o de 1989 japones, o único que comprei e não me desfiz...
Como sempre preferi jogos mais arcade -ação, o console me deu e continua me dando inúmeras alegrias, sem desrespeitar os outros da mesma época.
 

Piga

Alien Pro-Gear Spec!
VIP
GOLD
Mensagens
8.761
Reações
21.716
Pontos
348
Grande tópico. Eu sou um daqueles que tive a oportunidade de ter um Mega Drive em sua época, quando eu era guri. Meu primeiro Mega foi o da Tec Toy mas ele foi embora com a minha primeira coleção. Hoje sou um feliz proprietário de um Sega Genesis fabricado em 1989, o primeiríssimo modelo que foi posto a venda nos USA, High Definition Graphics e sem o TSM.

Estou no momento esperando o Paprium.....
 

B - Mark

Bam-bam-bam
Mensagens
5.887
Reações
3.037
Pontos
459
O Mega Drive é meu console favorito e ainda tenho ele com vários jogos.

Várias empresas da lista me marcaram como Capcom,Data East,Konami e SNK além da Wolfteam que não foi mencionada como jogos como Granada e EL Viento.

Sobre a Data East, a maior parte de seu espólio pertence a G-Mode que inclusive tem um site dedicado a extinta empresa chamado Data East Revival Project que pode ser conferido nesse link:

https://gmodecorp.com/dataeast/

Uma outra parte de seu espólio foi comprado pela Paon Corporation que detém os direitos de Windjammers,KarnovAtomic Runner e Glory of Heracles.

Por fim, aproveitando as comemorações dos 30 anos do Mega, o site Comunidade Mega Drive lançou uma edição especial de seu fanzine chamado Megazine sobre o evento

https://www.comunidademegadrive.com.br/artigos/megazine-especial-30-anos/
 

Crude Dude

Bam-bam-bam
Mensagens
1.463
Reações
1.854
Pontos
229
Valeu pessoal! O Mega foi meu primeiro console, tenho um carinho imenso por ele! Não dava pra deixar essa data passar em branco.
 

Mega_X

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.319
Reações
38.387
Pontos
654
Mega Drive foi o console que menos joguei na minha vida pq na época eu era apaixonado pelo meu Master System, preciso tirar todo este atraso.
 

RM Danger

Bam-bam-bam
Mensagens
6.054
Reações
9.417
Pontos
384
Saudades do mega e do tempo livre que tinha para jogar, uma pena que nas locadoras da região não tinham opções tão variadas.
 

Marculino

Bam-bam-bam
Mensagens
10.160
Reações
7.388
Pontos
419
O melhor console da Sega e um dos melhores de todos os tempos na minha opinião.
 

pc

Veterano
Mensagens
684
Reações
788
Pontos
134
Em tempo a esse console atemporal:
Estou jogando StarFlight. put* trabalho bacana que a EA(homenageada no tópico) fez ao converter a versão de PC pro Megão.. na década de 90 esse jogo passou batido.....que Jogo!!
 

Cristiano Sword

Bam-bam-bam
Mensagens
978
Reações
3.524
Pontos
273
o único console que ainda jogo. Não consigo enjoar do Mega Drive, eh magia? não! eh puro blast processing!
 
Topo