O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


OS Books [+reading now]

albanibr

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.110
Reações
20.389
Pontos
599
O problema dos livros desse cara é que de 500 páginas, quase a metade pode jogar fora pq é apenas enrolação.

Enviado de meu Lenovo A7010a48 usando o Tapatalk
ai que vc se engana, eu achei "estranho" exatamente por esse ser "enxuto"
acho que vale a pena
 


Roger.pds

Supra-sumo
Mensagens
722
Reações
1.105
Pontos
183
ai que vc se engana, eu achei "estranho" exatamente por esse ser "enxuto"
acho que vale a pena
Eu li "Cujo" e o que mais queria ler é a parte do cachorro, mas até chegar lá, foi de uma enrolação sem fim, ele criou historias paralelas não seu pq, não acrescentou em nada. Por isso fiquei com o pe atrás.

Enviado de meu Lenovo A7010a48 usando o Tapatalk
 

albanibr

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.110
Reações
20.389
Pontos
599
Eu li "Cujo" e o que mais queria ler é a parte do cachorro, mas até chegar lá, foi de uma enrolação sem fim, ele criou historias paralelas não seu pq, não acrescentou em nada. Por isso fiquei com o pe atrás.

Enviado de meu Lenovo A7010a48 usando o Tapatalk
Esse ele desenvolve somente os personagens da trama central
bem enxuta mesmo..
 

Giant Enemy Crab

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.803
Reações
45.106
Pontos
553
Terminei de ler os 10 livros das Cronicas do Uhtred Foderoson


Cronicas Saxonicas Vol 8: O Trono Vazio



A Mércia a beira de um colapso por causa de uma treta interna pra disputar o trono da Mércia, que ainda não esta vago, faz nosso sagaz protagonista e sua trupe atras de ajudar sua jurada, Aethelflaed. e seu amado "sobrinho" e futuro rei Athelsdan. Enquanto treta contra noruegueses vindo da Irlanda selvagem, passando pelo pais de Gales atras da espada de Cnut.

Achei interessante o prologo do livro, dando o ponto de vista ao Uhtred Uhtredson, e não ao "The Bebbaburgh", pois esse tava zoado demais depois do ultimo capitulo do livro anterior.

O meio perde bastante o pique, não que seja ruim, voltando a ficar excelente quando o Uhtred se ve na posição do "Ubba a beira do mar" muitos anos antes.




Cronicas Saxonicas Vol 9: Guerreiros da Tempestade





Depois de alguns anos após as tretas finais do Trono Vazio, Uhtred vive em Ceaster vê ao longe o problema vindouro dos norugueses que estão fugindo da Irlanda, "pois a Irlanda é uma terra guerreiros que lutam como demonios". O irmão de seu genro, comandando um exercito de milhares, consegue passar pelo primeiro Burh de proteção da Mércia pra inimigos vindo da Irlanda, se assentando a poucos kilometros de Ceaster. Forçando o Uhtred Foderoson a lidar com milhares de dinamarqueses e norugueses, e Irlandeses.

É um livro no qual não há um capitulo sem passar aquela sensação de que ta tudo ferrado e o Uhtred vai precisar do martelo de Tor em pessoa pra derrotar o inimigo, principalmente com os aliados que ele tem, um bando de reis bundões que são governados por padres mais lixos ainda (meio pleonasmo isso).

Mas a fama de Uhtred ja transcende o mar, como um homem que jamais deve-se enfrentar em uma batalha, e ele aproveita disso pra tentar resolver a situação, além da coragem e do melhor grito de guerra até então.
"PELA RATINHA!!!!".


De praxe, quanto mais avança na história, mais vai ficando ficcticio. Embora esse ainda tenha resquicios históricos importantes na história da Inglaterra (e por tabela, do mundo como conhecemos hoje).

Cronicas Saxonicas Vol 10: O Portador do Fogo
67547


Finalmente, depois de 10 livros, dezenas de anos, paredes de escudos indo do Sul ao norte da Inglaterra expulsando e matando os pagãos, falta pouco para o sonho de Alfredo se tornar realidade. Mas com a jogada de Uhtred pra resolver o problema do livro anterior, acaba obrigando a Mércia a fazer um tratado de paz temporario com o ultimo reino pagão, a Notumbria.
Agora Uhtred foderoson, em tempos de "paz", mesmo que conturbada, se vê livre pra ir atrás do seu sonho dito desde as primeiras paginas, voltar a Bebbaburgh, mas o final desse "caminho das predas" não vai ser nada facil para o sagaz protagonista, porque não é só ele quem esta querendo a fortaleza, ressurge um velho conhecido dele, escoces, habil comandante e rei, pra tomar ela do outro Uhtred (o primo do Uhtred), e tem seu velho aliado e inimigo (as duas coisas ao mesmo tempo) também querendo dar um golpe.
E um "bispo louco" pra fazer o papel de traira pra todos os lados pra piorar.

O livro é quase que todo focado na saga de Uhtred pra invadir o local e continuar vivo, pois não basta invadir, tem que matar a maioria dos guerreiros que tiver la dentro pra poder dizer que dominou o local, por motivos óbvios (a vida não é AoE).

Há apenas alguns poucos capitulos que força o protagonista a desviar um pouco sua meta.

Achei merecido praticamente todo o livro ser dedicado a isso, tanto o nome do livro é sobre Ida, O Portador do Fogo, o ancestral de Uhtred que conseguiu invadir o mesmo local séculos antes e criado assim o reino da Bernicia (coisa assim).


Devo dizer que o final me pareceu bastante inspirado em 300 de Sparta, pelos gritos de guerra, estratégias, Até então Uhtred ia com a cara e coragem e tinha grito de guerras condizentes a suas metas, nesse ele basicamente só exaltava o próprio exército, formidavel exército, sem duvidas, pois boa parte ali acompanhou Uhtred em sua saga de sul ao norte da Inglaterra arrancando tripas e bosta de dinarmaqueses na base da espada.

Enfim, foi um final que depois de tanto tempo arrepiou até o cabelo do cu.


Historicamente esse é praticamente 100% ficticio, salvo alguns personagens históricos no meio.


Acho que nem vou esperar a versão pt-hue da War of the Wolfs (Livro numero 11)
Mas vou ler outra coisa agora. Assim como Uhtred, eu também preciso de umas férias de tripa e parede de escudos fedendo a merda, mijo e bafo de cerveja. hua.
 
Ultima Edição:


wanderai

Ser evoluído
Mensagens
116
Reações
177
Pontos
43
Atualmente eu tô lendo 1984, do George Orwell, peguei numa biblioteca depois de não ter achado Fahrenheit 451, mas esse é o próximo na minha lista de ficção distópica.
 

Guastinha

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.023
Reações
10.639
Pontos
689
Atualmente eu tô lendo 1984, do George Orwell, peguei numa biblioteca depois de não ter achado Fahrenheit 451, mas esse é o próximo na minha lista de ficção distópica.
Fodasso esse livro!!

Tá no meu top 3 da vida!!

Não deixe de ler o Fahrenheit 451 - Fodasso também...

E para completar a trilogia clássica das distopias leia Admirável Mundo Novo. outro livro Fodasso....
 

rizabr

Bam-bam-bam
Mensagens
12.132
Reações
9.566
Pontos
374


Terminei esses dias, fazia anos que tinha lido a primeira vez, não lembrava várias coisas. Aproveitei e peguei uma tradução melhor.
Achei que depois de tanto tempo minha impressão sobre ele mudaria, mas felizmente continua como meu livro favorito.
Personagens muito marcantes, tô triste que acabou :ksnif



Comecei esse, li umas 4 páginas e esqueci de continuar :klolz
 

luizsidi

Bam-bam-bam
Mensagens
4.161
Reações
2.321
Pontos
294
Eu li "Cujo" e o que mais queria ler é a parte do cachorro, mas até chegar lá, foi de uma enrolação sem fim, ele criou historias paralelas não seu pq, não acrescentou em nada. Por isso fiquei com o pe atrás.

Enviado de meu Lenovo A7010a48 usando o Tapatalk
Pra você ver: li cujo recentemente e achei as partes do cachorro as mais medíocres.. e curti muito as que falavam do mundo da propaganda e as sobre a vida no campo.

Kingaco é génio.

Enviado de meu SM-G955U1 usando o Tapatalk
 

Giant Enemy Crab

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.803
Reações
45.106
Pontos
553
acabei de ler わたし、型屋の社長になります (Watashi, kataya no shachou ni narimasu) de um tal de Ayumu Ueno




Sobre uma moça interesseira que, depois que o pai te derrame e fica internado, ela assume o posto de presidente (e dono) de uma empresa de machine Center (modeladores).


Aos trancos e barrancos ela upa as tecnologias da empresa, mesmo sem dinheiro, pra poder concorrer de igual pra igual com a concorrencia, mesmo com alguns funcionarios dela tentando sabotar a situação, por não gostarem de que alguém que não sabia porra nenhuma da empresa, ja entrou mandando em geral.



Acho que devia ser manga e não devia ser tão "burocratico", como quase todo livro japones, há dificuldades em passar qualquer sensação de que os personagens não só um detalhe que o autor só coloca porque quase toda história precisa ter personagens.


Enfim, mais um livro japones sobre o poder sobrenatural do esforço, praticamente uma auto-ajuda de "se esforce e tudo dará certo por pior que seja a situação" (mesmo que eu concorde que o esforço é a coisa primordial pra resolver situações, as coisas são meio exageradas as vezes)

Só li porque me deram ele e pediram pra ler em 1 mes e escrever um review.

olhando os livros do autor, esse carinha tem uma falta de imaginaçào meio bizarra, todos os livros são de cotidiano de trabalho, hua.
 
Ultima Edição:

Giant Enemy Crab

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.803
Reações
45.106
Pontos
553
Li:

Encarcerados - John Scalzi


Do mesmo autor do excepcional Guerra do Velho,

é um livro policial futurista.
Uma doença surge na humanidade, deixando uma parcela consideravel de pessoas "em coma com atividade cerebral", essa doença altera o cerebro de uma forma que possibilita a implantação de um dispositivo que possibilita as pessoas "em coma" controlar robos, chamados de C3, ou receptores (pessoas que tiveram a mesma doença mas não foram suficientemente afetados pra entrar em coma, tem o cerebro mudado de forma que possa entrar em conexão com os afetados).

E eis que no primeiro dia de um "haden" (uma pessoa "encarcerada") no FBI, rola um assassinato que envolve um receptor que ninguém sabe quem era o cliente). O que gera um sucessão de merdas tipicas de livros do genero.
Bota uma pitada de mamilos sociais e pronto.

O livro é narrativamente parecido com Guerra do Velho, do ponto de vista do protagonista, Shane, um haden filho de um pai rico e famoso. Me pareceu que o John Scalzi tentou repetir o John Perry nele, e acho que falhou um pouco, não que o personagem seja ruim, mas acho que o autor tentou tanto fazer ele virar o John Perry (o protagonista da guerra do velho) que meio que patinou no desenvolvimento do mesmo.
Sua parceira do FBI é uma tal de Vann, ela tem história com os Hadens, além de ser alcoolatra e provavelmente viciada em sékisu.


Em questão de desenvolvimento do mundo, achei as coisas até bem explicadas, embora necessite de uma suspensão da descrença em diversos pontos, o que não é algo ruim,mas ler embreagado talvez ajude. Talvez incomode alguns.


孫子 (Sonshi) (A Arte da Guerra) - Sun Tzu
[浅野裕一]の孫子 (講談社学術文庫)



leio A Arte da Guerra religiosamente todo ano, as vezes mais de 1x,
ja li em Pt-br, pt-pt, espanhol da espanha, ingles, japones, versão manga,
dessa vez li em jp.

É um dos livros que mais guiam minhas ações a décadas.



Aproveitei o clima de guerra e...
Começei a ler:
Guerra: O Horror da Guerra e seu legado para a humanidade - Ian Morris
Imagem de capa do eBook


to no 20% ainda,
bastante interessante por enquanto, relata como a guerra "mudou a humanidade" desde os primórdios (até onde os historiadores conseguem descobrir). As vezes fica meio confuso porque é história de vários impérios (chamados de leviatã) ao mesmo tempo, com comércios e diferentes tempos, sem seguir muito a linha cronologica das coisas, por diversas vezes tenho que reler o mesmo paragrafo 2x pra ter certeza das datas e ir criando um mapa na cabeça.

Mas tirando isso, interessante alguns pontos que eu desconhecia sobre a história da humanidade.
 
Ultima Edição:

EgonRunner

Bam-bam-bam
Mensagens
6.929
Reações
11.931
Pontos
353


livro muito bom pra focar nas histórias dos entrevistados, com bastidores da história empresarial e econômica brasileira.
mostra que o Brasil dos anos 80 e 90 era fácil ganhar muito dinheiro no mercado financeiro e que investidor mesmo é o cara que é sócio da empresa, não a pessoa física que compra um lote de 1000 ações na bolsa.
 

albanibr

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.110
Reações
20.389
Pontos
599


O Poço da Ascensão – “Mistborn Primeira Era”, volume 2
Brandon Sanderson
Sinopse
Numa sucessão de golpes de sorte, Elend Venture subiu ao trono de Luthadel, a principal cidade do Império Final. Nos meses que seguiram a queda do Senhor Soberano e a dissolução de seu governo, o novo rei revolucionou as relações entre os skaa – a classe social inferior – e os nobres e atraiu a atenção dos diversos governantes das outras partes do grande império. Dentro das muralhas de Luthadel, o perigo espreita de todos os lados. Assassinos de aluguel alomânticos ameaçam a vida do rei, a desconfiança generalizada faz a população temer pelos rumos da cidade e desejar o retorno do Senhor Soberano, e um inverno inclemente se aproxima. Elend, Vin e o bando de Kelsier tentam a todo o custo manter o controle, mas os piores inimigos ainda estão por vir.
_

80% inicial do livro é meio chato...depois volta pros trilhos

acho que vo passar pro 3 logo e depois deixar a segunda era no limbo, partindo pra umas ficção científica e terror hehehe
 

Akamaru

Bam-bam-bam
Mensagens
1.475
Reações
3.678
Pontos
303
70043

Já li Sombras de Innsmouth e Sussurro nas Sombras e pra mim são dois livros muito foda. Não gostei de Montanhas da Loucura por dois motivos: muito uso de terminologia técnica (do campo da Geologia) e uns conflitos que é descrito no livro que pra mim não combinou.

Se não for algum do King, talvez o próximo que eu pegue para ler seja Chamado de Cthulhu, de Lovecraft.
 

guiracer

Bam-bam-bam
Mensagens
7.260
Reações
3.612
Pontos
434


O Poço da Ascensão – “Mistborn Primeira Era”, volume 2
Brandon Sanderson
Sinopse
Numa sucessão de golpes de sorte, Elend Venture subiu ao trono de Luthadel, a principal cidade do Império Final. Nos meses que seguiram a queda do Senhor Soberano e a dissolução de seu governo, o novo rei revolucionou as relações entre os skaa – a classe social inferior – e os nobres e atraiu a atenção dos diversos governantes das outras partes do grande império. Dentro das muralhas de Luthadel, o perigo espreita de todos os lados. Assassinos de aluguel alomânticos ameaçam a vida do rei, a desconfiança generalizada faz a população temer pelos rumos da cidade e desejar o retorno do Senhor Soberano, e um inverno inclemente se aproxima. Elend, Vin e o bando de Kelsier tentam a todo o custo manter o controle, mas os piores inimigos ainda estão por vir.
_

80% inicial do livro é meio chato...depois volta pros trilhos

acho que vo passar pro 3 logo e depois deixar a segunda era no limbo, partindo pra umas ficção científica e terror hehehe
Mistborn é legal, mas o primeiro livro é muito superior aos outros 2.
 

albanibr

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.110
Reações
20.389
Pontos
599
Ainda não, conte-me mais por favor.

Enviado de meu Lenovo A7010a48 usando o Tapatalk
O cemitério é relativamente pequeno...
a história meio que vc ja sabe o final, mas parece que vc fica com a respiração presa até terminar de ler tudo...
acho que é um dos mais legais do Kingão, apesar de relativamente "simples"!
 

Akamaru

Bam-bam-bam
Mensagens
1.475
Reações
3.678
Pontos
303
Ainda não, conte-me mais por favor.

Enviado de meu Lenovo A7010a48 usando o Tapatalk
Terror e horror. Confesso que não sei o que os estudiosos, os acadêmicos dizem de um e de outro.

Bem, para mim, eram sinônimos. Eram. O Iluminado e O Cemitério deixaram bem claro que não.

Em O Iluminado, vc tem um mal sobrenatural que possui um homem, Jack. Um homem com feridas emocionais sofridas em sua infância. E essas feridas são meios de entrada. É como se tivesse, agora, um diabinho sentado em seu ombro e sussurra ao personagem, distorcendo seu entendimento da realidade. A merda toda, é que Jack e sua família estão isolados do mundo exterior. Vai fugir pra onde?

Além da situação com Jack, se vc tiver o dom (ou maldição) , o mal que ali está pode se manifestar. Pode tocar vc. Segurar vc. E com força.


Em O Cemitério, uma puta família feliz.
Alguém morre. Alguém que vc ama. E se vc pudesse retornar esse alguém a vida? O procedimento envolve risco, além de exigir ações abomináveis. A dor da perda é muito grande, insuportável...


Pelas cenas sinistras, vc fica horrorizado mesmo. Pelo menos pra mim







Enviado de meu Moto G (5) usando o Tapatalk
 
Topo