O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


[Turma do Bolsonaro - Atualizado] - Damares Alves, diz que igreja evangélica perdeu espaço nas escolas para a ciência. Parte II: A Teoria da Evolução

return null

Veterano
VIP
Mensagens
666
Reações
921
Pontos
134
Para não ficar criando tópico. Mais uma da ministra.

https://g1.globo.com/politica/noticia/2019/01/09/em-video-ministra-dos-direitos-humanos-critica-adocao-da-teoria-da-evolucao-nas-escolas.ghtml


A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, se envolveu em mais uma polêmica. Depois de dizer que os atuais moldes do Enem podem atrapalhar as famílias e de designar cores para meninos e meninas, agora Damares Alves apareceu em um vídeo em que fala sobre ciência, igreja e educação.

Nas imagens, de 2013, Damares Alves diz que a igreja evangélica perdeu espaço nas escolas para a ciência.

"A igreja evangélica perdeu espaço na história. Nós perdemos o espaço na ciência quando nós deixamos a teoria da evolução entrar nas escolas, quando nós não questionamos. Quando nós não fomos ocupar a ciência. A igreja evangélica deixou a ciência para lá e 'vamos deixar a ciência sozinha, caminhando sozinha'. E aí cientistas tomaram conta dessa área", diz a ministra no vídeo.

A teoria da evolução, citada pela ministra, é reconhecida mundialmente e trata do desenvolvimento da vida na Terra. Pela teoria, a partir de ancestrais comuns, os seres humanos e outros tipos de vida sofrem mudanças evolutivas de uma geração para outra.

A declaração da ministra Damares Alves ganhou destaque nas redes sociais e chamou a atenção de cientistas e educadores.

Lucile Floeter Wonder, diretora da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência e professora de Biociências da Universidade de São Paulo (USP), alertou para o risco de se misturar ciência com religião.

"A ciência tem um método e ela utiliza esse método, chamado método científico, para mostrar, para validar essas teorias ou não. E existem muitas evidências a favor da teoria da evolução. E eu acho que a gente não pode misturar as coisas. A gente não pode misturar a fé com ciência", afirmou.

Professor de educação da UnB, Luiz Araújo também criticou a declaração da ministra.

"Ninguém deixou de ser cristão porque as escolas ensinam ciência. É nosso dever na educação transmitir os conhecimentos que são gerados pela humanidade, que vão evoluindo", afirmou. "É assim que a humanidade evolui. Se o Brasil quer dar um salto para o futuro, ele não pode voltar para a Idade Média", declarou.

A ministra não quis gravar entrevista. Em nota, o ministério informou que "a declaração ocorreu no contexto de uma exposição teológica que não tem qualquer relação com as políticas públicas que serão fomentadas" pela pasta.

Acrescentou ainda que não há relação entre a atuação da titular desta pasta como líder religiosa e suas funções como gestora pública.


--------------------------------------------
A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, apesar de dizer que não é homofóbica e que vai preservar os direitos da população LGBTI, acredita que o sexo homossexual é uma “aberração” e classifica gays e travestis como “doentes”. Pastora evangélica, Damares aparece em vídeos divulgado nesta sexta-feira (4) pela Fórum dando tais declarações.

Os vídeos foram gravados entre 2013 e 2014 no Seminário Intensivo de Sexualidade (SEIS), que contou com palestras da ministra. O seminário, de acordo com X, um rapaz que preferiu não se identificar à reportagem por conta de possíveis retaliações, se trata, na verdade, de uma “clínica de restauração sexual” ligada a inúmeros segmentos da igreja evangélica. Ele esteve “internado” no local para “tratar” de sua homossexualidade quando Damares participou do tratamento como palestrante.


Em novos vídeos que Fórum divulga a seguir, a ministra aparece fazendo inúmeros tipos de ataques contra a população LGBTI. Para dizer que a identidade de gênero não existe, por exemplo, ela chega a fazer a comparação esdrúxula entre gênero e espécie. “Se identidade de gênero é aquilo que eu acho que eu sou, eu posso dizer que sou um coelho. Então, o homem tem uma identidade biológica, macho, e tem uma identidade de gênero?”, diz.

Em outro registro, Damares segue pregando contra a identidade de gênero utilizando animais como exemplo. “O macho é macho. O cachorro macho nasce macho. Você não pode criar ele como fêmea. A menina nasce menina”, dispara.

Com um tom acalorado, a ministra se volta ainda contra o ensino de sexualidade e anti-homofobia nas escolas, que ela classifica como “doutrinação” e acredita que faça parte de um projeto “ideológico” da comunidade LGBTI em coluio com “alguns” partidos políticos.

“Meu filho ninguém vai sodomizar!”, vocifera.


De acordo com X, o jovem que relatou a “lavagem cerebral” que sofreu na clínica de restauração sexual onde Damares palestrou, o “tratamento” é destinado a “transtornos sexuais” que, para os organizadores, abarca a homossexualidade, por exemplo.

A “restauração”, segundo contou X, se dá através de uma espécie de confinamento dos “pacientes”, com regras rígidas de horários, saídas e de limpeza, com aulas em formatos de palestras, com as de Damares, terapias individuais e de grupos. No local, é pregado que homossexualidade, além de ser um pecado, é algo que deva ser “curado”, um “distúrbio” e até mesmo uma “imoralidade”, resultado da suposta ausência de um pai e da presença da mãe. Os argumentos quase sempre são bíblicos e amparados por uma apostila, como as que são utilizadas em escola.

Fórum teve acesso a trechos da apostila utilizada no tratamento. O conteúdo chama a atenção: a defesa enfática da “família” é utilizada para classificar a homossexualidade como uma “imoralidade” e uma “perversão” ao lado de práticas como o adultério ou a pedofilia – sempre com o alerta para as consequências do “pecado” que estaria se cometendo por ser LGBTI.

Em outros trechos, o texto se embasa na bíblia para dar a entender que a homossexualidade pode ser “revertida” e a sexualidade “restaurada”.

Até mesmo o papel da mulher, na apostila, é reduzido ao de mera reprodutora. O texto diz que uma mulher não precisa amar um homem, mas apenas receber sua “semente”.

Confira, abaixo, alguns dos trechos da apostila.






https://www.revistaforum.com.br/mais-videos-da-clinica-de-cura-gay-mostram-damares-em-pregacoes-contra-lgbtis/


 
Ultima Edição:


Coffinator

Mil pontos, LOL!
Mensagens
58.776
Reações
149.480
Pontos
1.029
Totalmente a favor, mulherão da porra, Damares me representa, chora esquerdalha!
 

Lord_Revan

Mil pontos, LOL!
Mensagens
61.723
Reações
101.123
Pontos
1.124
A “restauração”, segundo contou X, se dá através de uma espécie de confinamento dos “pacientes”, com regras rígidas de horários, saídas e de limpeza, com aulas em formatos de palestras, com as de Damares, terapias individuais e de grupos. No local, é pregado que homossexualidade, além de ser um pecado, é algo que deva ser “curado”, um “distúrbio” e até mesmo uma “imoralidade”, resultado da suposta ausência de um pai e da presença da mãe. Os argumentos quase sempre são bíblicos e amparados por uma apostila, como as que são utilizadas em escola.

Ou seja, igual qualquer clinica de tratamento e recuperação de viciados.
.
A vá cagar.
.
E tem outra, o X ai que deve ser o Diz Leitor da Folha, é gay, procura a clinica que diz "curar a viadagem" e depois reclama que a clinica esta tentando tirar a viadagem dele e trata como doença? É a mesma coisa que eu ir procurar uma clinica para gordo, que promete tirar minha gordice e depois reclamar que querem me deixar magro. WTF.
 

sparcx86_GHOST

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
27.297
Reações
18.494
Pontos
784
Não há o menor problema pois estava coberta pela Lei que protege a livre expressão de culto.
Todas estas declarações, apostilas, documentos etc foram realizados no contexto religioso de sua igreja, não como proposta de governo.
Isto não é uma politica publica. Essa conversa de homofobia é problema de primeiro mundo, a prioridade agora é outra.

Virem o disco!
 

Crystal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.184
Reações
17.861
Pontos
729
To cagando pra essa merda de viadagem aí, eu quero é segurança e economia boa, pegue essa pauta LGBT do inferno e já sabe onde colocar.

Sent from my Mi A1 using Tapatalk
 


_alef_

Bam-bam-bam
Mensagens
9.575
Reações
10.351
Pontos
353
Contanto que ela respeite a comunidade LGBTI como respeita a comunidade hetero, já fico feliz. Vamos ver as ações delas a esta comunidade.

E os gordinhos tetudos do fórum já estão revoltados. :lolwtf
 

Malaquias Duro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.244
Reações
48.277
Pontos
553
Essa é a ministra mais inutil do governo.

Tipo, eu pouco me preocupo com o assunto. E essas discussões atingem logo o pessoal mais mimizento.

Isso cansa o governo gratuitamente. Ao passo que as outas pastam precisam da opinião pública favorável, como a do Moro e a do Guedes.
 

Zefiris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.627
Reações
44.176
Pontos
664
Como o Alexangre Garcia dizia ontem no seu Twitter:
“Os Homens são de Marte; as Mulheres são de Vênus”. Sucesso nas livrarias há um quarto de século, logo vão dizer que é mais uma imposição da ministra Damares.
 

Hiaki

FEVER Free Zone
VIP
Mensagens
3.385
Reações
8.695
Pontos
303
Moro pra president e essa ministra pra vice, vai ter esquerdalha aqui do forum se matando :kkk
 

_alef_

Bam-bam-bam
Mensagens
9.575
Reações
10.351
Pontos
353
Essa é a ministra mais inutil do governo.

Tipo, eu pouco me preocupo com o assunto. E essas discussões atingem logo o pessoal mais mimizento.

Isso cansa o governo gratuitamente. Ao passo que as outas pastam precisam da opinião pública favorável, como a do Moro e a do Guedes.

O Ministério dos Direitos Humanos (MDH) está estruturado em seis unidades finalísticas: Secretaria Nacional de Cidadania (SNC), Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNDPD), Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SNPIR), Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (SNDPI), Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA) e Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres (SNPM).

Secretaria Nacional de Cidadania (SNC) atua na promoção dos direitos humanos, considerando as diversidades que compõem individualmente cada sujeito de direito e cada coletivo no qual se inserem estes sujeitos na sociedade, considerando as particularidades dos indivíduos e grupos sociais moldados por um percurso peculiar conforme seus contextos sociais, políticos, econômicos e culturais.

Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNDPD) é um órgão integrante do Ministério dos Direitos Humanos e atua na articulação e coordenação das políticas públicas voltadas para as pessoas com deficiência. A Convenção sobre os Direitos da Pessoa com deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados em Nova York, em 30 de março de 2007, aprovados pelo Congresso Nacional com o Decreto Legislativo no 186, de 9 de julho de 2008, e pelo Decreto do Poder Executivo nº 6.949 - Página Externa de 25 de agosto de 2009, conforme o procedimento do § 3º do art. 5º da Constituição, balizam a política nacional para a pessoa com deficiência.

Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) atua na formulação, coordenação e articulação de políticas e diretrizes para a promoção da igualdade racial; formulação, coordenação e avaliação das políticas públicas afirmativas de promoção da igualdade e da proteção dos direitos de indivíduos e grupos étnicos, com ênfase na população negra, afetados por discriminação racial e demais formas de intolerância; articulação, promoção e acompanhamento da execução dos programas de cooperação com organismos nacionais e internacionais, públicos e privados, voltados à implementação da promoção da igualdade racial; coordenação e acompanhamento das políticas transversais de governo para a promoção da igualdade racial; planejamento, coordenação da execução e avaliação do Programa Nacional de Ações Afirmativas; acompanhamento da implementação de legislação de ação afirmativa e definição de ações públicas que visem o cumprimento de acordos, convenções e outros instrumentos congêneres assinados pelo Brasil, nos aspectos relativos à promoção da igualdade e combate à discriminação racial ou étnica.



Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (SNDPI) Política Nacional do Idoso, agora coordenada pela Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa/MDH, foi criada através do Decreto 6.800/2009 e tem por finalidade assegurar diretos sociais da pessoa idosa e criar condições de promover sua autonomia, integração e participação efetiva na sociedade. Este processo reflete a ampliação do escopo das políticas públicas voltadas à pessoa idosa, partindo de um viés mais restrito à assistência e à garantia de renda e culminando numa visão integral das pessoas idosas como detentoras de direitos como a saúde, educação, emprego, lazer, moradia, entre outros. Nesse mesmo ano, foi instituído o terceiro Programa Nacional de Direitos Humanos – PNDH-3 por meio do Decreto Presidencial nº 7.037, de 21 de dezembro de 2009, o qual, em observância ao Pacto Federativo (que sinaliza as responsabilidades dos três Poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário –, do Ministério Público e da Defensoria Pública, bem como os compromissos das três esferas administrativas do Estado), previu em um de seus eixos orientadores objetivos estratégicos e ações programáticas que contemplassem a questão da “valorização da pessoa idosa e promoção de sua participação na sociedade”.

Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA) missão do Ministério dos Direitos Humanos (MDH) desenvolver políticas públicas voltadas à promoção dos direitos da criança e do adolescente. Tal missão é executada pela Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA). Acompanhe nessa área as ações da Secretaria, cujas atribuições incluem, entre outras: Coordenar as ações e medidas governamentais referentes à criança e ao adolescente; Coordenar a produção, a sistematização e a difusão das informações relativas à criança e ao adolescente; Coordenar ações de fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos (SGD) de crianças e adolescentes; Coordenar a política nacional de convivência familiar e comunitária; Coordenar a política do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase); Coordenar o Programa de Proteção de Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM); Coordenar o enfrentamento ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes; Exercer a secretaria-executiva do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda)

Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres (SNPM) está vinculada ao Ministério dos Direitos Humanos e tem como principal objetivo promover a igualdade entre homens e mulheres e combater todas as formas de preconceito e discriminação herdadas de uma sociedade patriarcal e excludente. Desde a sua criação em 2003, a SNPM vem lutando para a construção de um Brasil mais justo, igualitário e democrático, por meio da valorização da mulher e de sua inclusão no processo de desenvolvimento social, econômico, político e cultural do País. O Decreto nº 9.417, de 20 de junho de 2018, transferiu a Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres para a estrutura organizacional do Ministério dos Direitos Humanos.


Não é só segurança e dinheiro que precisamos, mas que nossos direitos sejam respeitados.
 

Vim do Futuro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.164
Reações
38.810
Pontos
553
Moro pra president e essa ministra pra vice, vai ter esquerdalha aqui do forum se matando :kkk
Nada. Os caras vão dizer que estamos entregando 5 hectares pra base militar dos EUA e esquecem de 500.000 hectares que ONGs e empresas chinesas já compraram aqui.
Hehehehehe.
 

lieutenant

Habitué da casa
Mensagens
87
Reações
204
Pontos
53
Perseguição contra ela só porque é mulher. Vamos feministas, ataquem quem critica ela! O Mourão tem a mesma opinião e ninguém critica. Sociedade Machista Patriarcal Opressora Estupro-Cuptural!
 

♈he Øne

Bam-bam-bam
Mensagens
3.631
Reações
11.233
Pontos
303
Em novos vídeos que Fórum divulga a seguir, a ministra aparece fazendo inúmeros tipos de ataques contra a população LGBTI. Para dizer que a identidade de gênero não existe, por exemplo, ela chega a fazer a comparação esdrúxula entre gênero e espécie. “Se identidade de gênero é aquilo que eu acho que eu sou, eu posso dizer que sou um coelho. Então, o homem tem uma identidade biológica, macho, e tem uma identidade de gênero?”, diz.
Com um tom acalorado, a ministra se volta ainda contra o ensino de sexualidade e anti-homofobia nas escolas, que ela classifica como “doutrinação” e acredita que faça parte de um projeto “ideológico” da comunidade LGBTI em coluio com “alguns” partidos políticos.
 

arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
9.987
Reações
38.402
Pontos
353
É mesmo é?




Engraçado que quando estavam no meio da rua enfiando crucifixo no rabo, nenhum da comunidade LGBT veio reclamar.

No mais o direito LGBT é o mesmo dos Héteros, dos Negos, dos Brancos e é assim que uma sociedade tem que ser.

Só acho nada a ver esse lance da "cura gay" troço chato.
 
Ultima Edição:

Rocha Loures

Bam-bam-bam
Mensagens
5.738
Reações
11.661
Pontos
404
Eu não gostei da indicação dela desde o princípio justamente por isso aí, misturar religião com política
Mesmo que aja liberdade de expressão, é lógico que vão pegar qualquer fala do tipo e usar para atacar.


Mas acho curioso que a vermelhada só focam nesse assunto cansativo e chato do LGBTMH5*"+&#749TNC , tem tanta gente desamparada nesse país desde aquele miserável que mal tem o que comer até pessoas com deficiência física,mental e etc, mas o mais importante é o povo lgbtetccrslhoansjrjnfjjfn
 

Karamazov

Supra-sumo
Mensagens
378
Reações
1.233
Pontos
168
Sinceramente cago para isso, à única coisa que me preocupa é se esse charlatanismo chamado "cura gay" começar a ser praticado em clínicas de psicologia, fora isso, foda-se.
 

Kampfar

Bam-bam-bam
Mensagens
5.334
Reações
9.625
Pontos
353
Caras....as vzs tenho saudade da banda Raimundos...
Não tinha criado tanto xororó que tem hj a músicas lacrantes de pablo escobar(ops)
Pt fodeo o huezil.

EU FALEI QUE ISSO É UMA POHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
 

Crystal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.184
Reações
17.861
Pontos
729
Nego acha que alguém do povo, do grosso da massa liga pra essa merda de LGBT, eles são humanos como qualquer outro, ninguém liga... Só ver os ícones desse fórum que se importam com isso você já tira o estereótipo do pessoal.

Sent from my Mi A1 using Tapatalk
 

Vim do Futuro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.164
Reações
38.810
Pontos
553
Nego acha que alguém do povo, do grosso da massa liga pra essa merda de LGBT, eles são humanos como qualquer outro, ninguém liga... Só ver os ícones desse fórum que se importam com isso você já tira o estereótipo do pessoal.

Sent from my Mi A1 using Tapatalk
Cara, até os gays normais tão se lixando pra essas pautas. Imagina os héteros.
 

Pingu77

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.631
Reações
25.585
Pontos
614
Como eu disse em outra ocasião:

Eu acho que para além da intenção de ouriçar o fandom e mantê-lo coeso com esses temas morais, a frase além da negação de pessoas trans, que pode ser ínfima quantidade no total do Brasil, quando se é categórico como ela foi, nega-se a individualidade de uma parcela da população, que tais pessoas não crescem seguindo a regra ditada pela ministra.

E aí se segue outro ponto, de uma suposta "ideologia de gênero" disseminada, que pelos meus conhecidos que têm filhos em escolas públicas, nunca relataram tal fato. Além de que a cartilha que o Bolsonaro mostrou em entrevistas, também é envolvida em polêmicas e há várias pessoas que falaram que o tal livro de educação sexual que mostrou nunca foi material oficial de nada.

Sem contar que também, implicitamente, é trocar o espantalho de uma ideologia por outra (a da ministra e seus grupelhos), i.e. políticas públicas baseadas na ideologia evangélica, que é projeto de poder inegável dessa galera.

(E aí, na matéria desse tópico, temos os aperitivos do que a ministra pensava.)

E, por último, pelo bom-senso eu acho que esse pessoal está totalmente na contramão da opinião e do consenso técnico de todos os pedagogos e psicólogos da área de infância que existem. Só um palpite, digo com humildade. Com o devido respeito à fé dela, mas me parece muito óbvio que a ministra é apenas uma crentelha caga-regra.

Mas aí, ao falar isso e se surgirem técnicos que contestem as opiniões da ministra, a base provavelmente falará que o conteúdo de tais técnicos é ideológico do "marxismo cultural, gayzismo e da ideologia de gênero propagandeada pelo Soros", retorna-se ao ponto 2, do combate à "ideologia" com a ideologia da cultura brasileira cristã.
 

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
23.731
Reações
52.448
Pontos
544
Eu nem duvido que isso seja verdade, agora, trazer notícia de REVISTA FÓRUM pra cá e achar que é normal é uma piada.

Revista Fórum é só mais um site MAV petista. A credibilidade dessa merda é zero.
 

Sieg Wahrheit

Bam-bam-bam
Mensagens
10.951
Reações
4.738
Pontos
484
Bozo e cia não passam de um bando de lunáticos olavetes.

A tal "ideologia de gênero" vai acabar dando lugar ao terraplanismo.
 

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
23.731
Reações
52.448
Pontos
544
Bozo e cia não passam de um bando de lunáticos olavetes.

A tal "ideologia de gênero" vai acabar dando lugar ao terraplanismo.
E você é um leitorzinho de Revista Fórum.

Essa mulher fala merda, mas quem lê Revista Fórum e confia nas notícias deles não tem moral pra falar o que for.
 

Wayne Gretzky

Mil pontos, LOL!
Mensagens
38.865
Reações
53.548
Pontos
1.024
Confesso que não gostava muito da Damares, mas agora estou quase montando um fã clube pra ela. Se está machucando a alma da esquerda é pq tá no caminho certo.
 

DarkMorten

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.788
Reações
17.289
Pontos
614
ao que parece, esse incomodo todo com coisa gay é o exato inverso do que ocorria tempo atrás onde forçavam a barra com coisas gay ... é o mundo do 8 ou 80
e como isso não é a minha, eu deixo pra quem gosta, por mim quem quiser ser A seja A, quem quiser ser B seja B e assim por diante.. só isso

mas isso sou eu, o mundo parece gostar de uma briguinha, vou ficar dando corda não, tô fora dessa
 

Mokvwap

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.082
Reações
46.483
Pontos
553
User novo cagando artigo da Revista Fórum. MAV-PT ou Militante de Ambiente Virtual do Partido dos Trabalhadores?

No mais, agradeço a oportunidade de ver mais petófilos saindo da toca, mas prefiro a Turma do Gozo.

 

Zefiris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.627
Reações
44.176
Pontos
664
Então o texto que deu origem ao tópico é da Revista Forum?
Isso é como solicitar da Gleisi Hoffmann uma opinião sincera e imparcial sobre o governo Bolsonaro.
 

Pirlo

Bam-bam-bam
Mensagens
2.787
Reações
10.512
Pontos
303
D.H é uma pasta bastante importante e influente. Essa mulher vai ter que ser forte, não vai ser easy....

De Intere$$e de muitos também.
 

Pingu77

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.631
Reações
25.585
Pontos
614
Não importa muito a fonte. O negócio é filtrar o conteúdo, por mais que seja de um site sujo filiado ao ex-(des)governo. É ler com cuidado.

Os vídeos com as merdas ditas pela ministra estão aí. Passar pano para crente fanático não é um bom negócio.

Não estou muito interessado na polêmica e na escandalização progressista diante do reacionarismo da ministra, mas é interessante que o governo atual já é queridinho do Malafaia e de toda essa corja talibã-cristã. E isto é perigoso.

"Ministério da Família" é o Estado influenciando a sociedade civil com a ideologia evangélica-reaça. Ironia...
 

_alef_

Bam-bam-bam
Mensagens
9.575
Reações
10.351
Pontos
353
Nego acha que alguém do povo, do grosso da massa liga pra essa merda de LGBT, eles são humanos como qualquer outro, ninguém liga... Só ver os ícones desse fórum que se importam com isso você já tira o estereótipo do pessoal.

Sent from my Mi A1 using Tapatalk
hahahaha
vc já viu ou ta falando que não sabe?
 
Topo