O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

A glamourização do subemprego no Brasil atual.

Akita

Bam-bam-bam
Mensagens
4.920
Reações
7.556
Pontos
303
Tão usando na WEG pra que?
Não sei dizer, eles queriam comprar a tecnologia do nosso parceiro, não aceitam terceiros fornecendo algo desse nível.

O que sei é que estão colocando sensor em tudo, pra coletar o máximo de dados no processo produtivo.
 


Digoo

Bam-bam-bam
Mensagens
1.015
Reações
2.373
Pontos
303
Sim


Aposentando com 50 anos? Isto envolve a reforma previdenciária
E se aposentar com 50 anos? Sério? Tu sabe como função aposentadoria?
É a força de trabalho mais nova que paga aposentadoria dos aposentados com a esperança que poderá se aposentar um dia
Em média, quatro trabalhadores pagam uma aposentadoria
Agora olha como está a nossa realidade, com as pessoas vivendo cada vez mais e melhor:
Visualizar anexo 200342


Está diminuindo a força de trabalho, o antigo modelo era insustentável, imagina como estaremos em 2070, com a galera se aposentando aos 50 anos igual o privilegiado do teu tio (era carimbador?)

Meu Deus


Isto é mentira. Obviamente passamos por uma crise em 2016 que diminuiu o poder de compra do brasileiro e que levará um tempo para se recuperar mas não é culpa da reforma trabalhista


Até citei um link no post sobre o fgts, aquele DIREITO do trabalhador do Estado pegando o dinheiro dele a força
Grande conquista
Sobre ser patrocinada por uma elite. Tem dados ou é loucura emocionada? Tu te emocionou enquanto digitava e tal, pensando até em como eram os vilões que aprovaram a reforma trabalhista?
A CLT é tão boa que a porra do sindicalista, paulinho da força, ajudou a desidratar a reforma trabalhista pq temia ver o trabalhador melhorando de vida e que culminaria na reeleição do rival político (e fodasse o país)

Tu já misturou as bolas de novo, que loucura, mas aproveito pra perguntar
Pq tu acha que é um grande fazendão? Aliás, eu aposto que tu também não sabe pq fala desta maneira debochada e pq o agro é tão atacado pelos intelectuais do Brasil sendo que é o maior orgulho nacional

Tu acha que a produtividade tem a ver com valorização do país com o cidadão? :kkk
Sobre os direitos europeus serem comparados aos nossos, vamos copiar o modelo britânico então

Eu falei mais de uma vez que apenas uma ação, uma reforma, não resolve nada e tu ainda segue repetindo esta m****? Pq, cara? Pq tu tem que ficar criando espantalho pra manter as merdas que defende? Não seria mais produtivo se informar ou deixar de defender estas merdas?



E sei que não tem nada a ver mas eu preciso dizer algo pq vou discordar de tudo que tu falar a partir de agora: wakanda não é exemplo. Tu não entendeu o filme, sorry. País xenofóbico, antiimigrante e com o muro do Trump construído com vibranium, isolado, não se relaciona ou comercia com ninguem e com ditador sendo definido em duelo mortal
A única qualidade do país se deve a algo que caiu do céu. O filme é até ofensivo
O Brasil dá de 10 a 0 em Wakanda, qualquer imigrante pode chegar aí (menos os escravos cubanos. Lembra quando Tarso Genro usou a policia para recuperar os escravos e os mandou pro Fidel?)
Cara, eu tava bebasso ontem, ainda bem q não xinguei ninguém (espero que não), mas enfim...

Então, é justamente essa a crítica, também não concordo com meu tio aposentando aos 50 anos, realmente, concordo com você que a pirâmide etária brasileira não se sustenta mais, inclusive, foi por isso que citei que a minha geração dificilmente se aposentaria (nos moldes de hoje), em relação ao meu tio, ele trabalhou numa indústria, se não me engano começou com 15 anos, e foi a vida inteira nessa indústria.
Em relação à suposta "crise de 2016", cara, o Brasil tá em crise desde 2010, inclusive, tem uma fala que diz que "O Brasil sobe quando o resto do mundo desce, e desce quando o resto do mundo sobe", a gente passou pela crise de 2008, mas no efeito rebote tomou dobrado. O poder de compra do brasileiro atual é comparado ao brasileiro de 2013.




Enfim... Ainda tentei pegar estatísticas de 2020, onde a crise do Covid não tinha batido tão forte, se for considerar 2021, com essa inflação real beirando os 40% a.a, fica complicado, cara, o problema é que na crise, se percebe que o rico, fica mais rico, e o pobre, mais pobre, não há amparo, entende? Somos todos brasileiros, não "inimigos", todos deveriam lutar pelo sucesso da nação inteira.

Cara, em relação à essa situação ser explorada por uma Elite faz sentido sim, afinal, por que contratar um analista Jr., se eu posso contratar um estagiário por 1/3 do valor e obter o mesmo resultado?
E se ele não quiser, tem um exército de gente lá fora querendo, entende? Tá certo, a culpa nem é do "empresário" no caso, mas vejo isso em grandes empresas também, pega uma Ambev da vida, qualquer banco (pode ter exceções, mas na maioria o estagiário nas atribuições é apenas mais um funcionário, com a vantagem de custar 1/5 de um funcionário do banco). Aí o cara "produz" muito mais, recebendo muito menos, pro lucro ser revertido à acionistas que muitas vezes não estão nem aí com o Brasil.

Enfim, em relação ao agro, não é que eu seja contra, o problema é que não podemos depender apenas disso! Vide Venezuela com o Petróleo. O Brasil tá aí, batendo recordes e recordes de exportação, maior exportador de carne bovina/aves do mundo, e o povo dentro do país passando fome?

Em relação à valorização do cidadão do país, acredito que é o primeiro passo, uma via de mão dupla, o brasileiro apoiando o Brasil, e o Brasil apoiando o brasileiro, o que eu vejo é aquele complexo de vira lata, muita discussão interna, e nada de resultados... A China tá construindo uma cidade na Bahia, mineradora norueguesa destruindo a Amazônia, e a gente discutindo no Fórum sobre a glamourização do "entregador de Ifood".

Enfim, nem quero mais discutir, valeu!
 

Digoo

Bam-bam-bam
Mensagens
1.015
Reações
2.373
Pontos
303
sinceramente eu acho que é arrogancia mesmo. :klolz

Um individuo que sabe consertar carro as vezes é muito mais util pra sociedade do que um engenheiro formado em "uniesquina", um bom pedreiro muitas vezes é muito mais util que um engenheiro civil (principalmente dos preguiçosos).
Tirando uma ou outra profissão, a maioria acaba ficando dependende dos "que não tem canudo".

Eu, particularmente, respeito bem mais a senhora que limpa o banheiro que eu uso no trabalho, do que alguns engenheiros arrogantes japoneses que vivem fazendo cagada no trabalho mas continuam se achando a ultima bolacha do pacote.

Sei la qual seu meio de transporte, mesmo se for apé, voce dependeu de alguém que fabricou o calçado que voce usa e produziu a calçada que voce anda.
Se for automovel "piorou", além do povo que construiu o carro, tem o frentista (que provavelmente não é frentista porque quis, eu pelo menos nunca conheci ninguém que falou "sonho em ser frentista"), e por ai vai.

No fim, o meu ponto é, "profissões de alguém que optou por ficar com a bunda sentada na cadeira e de quem "ta fazendo algo mais braçal" se retroalimentam, nenhum deles é tão mais importante que outros em uma sociedade. Ao ponto de poder chamar um de uma categoria inferior.



Tirando, é óbvio, o excesso de politicos e sindicatos, que só servem pra sugar tanto os "que vivem sentado em uma cadeira" quanto os que "trabalham na labuta do pesado no dia-a-dia".

um pão com ovo não é "sub-comida". As pessoas comem porque querem ou porque a situação não permite coisa melhor, ou são pessoas que simplismente perceberam que perseguir o "filé mignom" acaba dando mais picanha pra governo do que pra si mesmo, e acabam seguindo autonomo, tentando ir longe das garras nefastas da alta carga tributária brasileira sob empregados.






mas no fim,
acaba sendo só uma palavra.
:klolz

Só acho "um tanto patético" querer inferiorar alguém pela sua profissão.
Opa, Crab, foi mal ontem amigo, tava bebasso hue, me "esaltei" mesmo.
Mas então, eu acho que o problema do Brasil é bem mais estrutural, cara, foi se criando um cenário de piora da economia, desindustrialização aguda, piora do cenário econômico global, problemas na educação brasileira, cultura entreguista/vira-lata.
Aí você junta com uma classe política que só têm interesses excusos, tá feita a m****.

Então, você já viu quanto ganha um encanador na Europa? O cara ganha grana pra c***lho, porque é um serviço necessário, já viu quanto ganha um no Brasil? É complicado falar que um "pedreiro é mais importante que um engenheiro", ambos são necessários pra sociedade, um pedreiro não constrói um prédio certinho sem um projeto, um engenheiro não tira o projeto do papel sem o pedreiro.

O problema é que não podemos dizer o seguinte: Ah, se não tem o que fazer vai entregar Ifood, vai virar servente de pedreiro, carpir lote, cara, imagina se todo mundo vira isso? Que economia que segura? Imagina uma sociedade só de pedreiros sem engenheiros? Realmente, ninguém é "inferior a ninguém" porém, de um ponto de vista prático, um engenheiro tem muito mais importância do que um pedreiro.

E essa relação serve pra um monte de coisas, como por exemplo, uma indústria em uma cidade vale muito mais do que uma lanchonete, um comércio... E no Brasil, está se extinguindo isso, vou citar um exemplo: Franca.
Acho que você já deve ter ouvido falar (ou não), porém, Franca era uma cidade famosa por seus calçados, tinha uma indústria "foda" nesse setor, até o mercado começar a ser inundado com calçados chineses, a galera simplesmente não conseguia competir, por mais que o produto tivesse mais qualidade, o preço chinês era quase um dumping.
Resultado: Um monte de indústria fechada, consequentemente, um monte de comércio fechado, e imagina isso numa escala de um país inteiro.

Entende? Você vai dizer que a CLT era a responsável pela demissão dessa galera? Será que eles não poderiam ter sido contratados como PJ? Informalmente? Será que eles tem que ganhar ainda menos pra "serem competitivos"?


Acho que assim, o problema do Brasil é bem maior do que "A CLT", entende? Dá pra resolver o problema brasileiro, mas precisamos de gente responsáveis, compromissadas com o futuro do Brasil, o problema é bem mais fundo do que parece, torcer pro futuro trazer coisas boas...
 

Povo da Areia

Bam-bam-bam
Mensagens
2.396
Reações
5.845
Pontos
303
O que classifica um sub emprego na minha opinião, é o salário. Se é salário mínimo, é sub emprego.

Esses exemplos que você cita, é empreendedorismo, nesses casos, ninguém trabalha para ganhar salário mínimo, trabalha para ganhar 2/3 no mínimo.
 


Alexandre O Pato

Supra-sumo
Mensagens
591
Reações
1.256
Pontos
158
Nós jovens que estamos na faixas dos 20 anos, estamos ferrados.

Pegamos a pior crise da história, e possivelmente não vamos nem aposentar.
 

arthur the king

Bam-bam-bam
Mensagens
2.811
Reações
5.590
Pontos
303
Eu entendo o ponto do OP mas discordo um pouco.

Aqui na minhas região (e eu sei que e específico daqui) por exemplo pedreiro e caro pra porra, e tão complicado aqui que você chama pra fazer orçamento e os cara simplesmente não vem pq fodac. Diária de pedreiro aqui e 150/200 pau, isso que aqui e cidade litorânea e tal,então custo de vida não e alto

Mas ai você acha que alguém quer ficar virando massa no sol quente e ser chamado de peão na rodinha de amigos ? A maioria não. Eu até admirei o pedreiro que fez a escada aqui de casa tempo desses, o rapaz era estudante de engenharia civil da UFES e trampa de pedreiro,quantos desses """"engenheiros""""" topariam virar massa durante a faculdade?

Enfim, existe empregos melhores sim só que são empregos fora da zona de conforto e na base da pirâmide de prestígio social (reparem que eu disse pirâmide de prestígio e não de salário
 

Sony-AMD

Bam-bam-bam
Mensagens
9.171
Reações
9.359
Pontos
338
O que classifica um sub emprego na minha opinião, é o salário. Se é salário mínimo, é sub emprego.

Esses exemplos que você cita, é empreendedorismo, nesses casos, ninguém trabalha para ganhar salário mínimo, trabalha para ganhar 2/3 no mínimo.
tiram não, já entrevistei de modo informal e pesquisei a fundo, posso dizer e afirmar que a maioria tira menos de um 1k entre 50% e 70% de 1k e os motivos disso são vários, para eles um sm fixo é até mais vantagem.

não podemos confundir empreendedorismo e tal feito com analise de risco e grande investimento com a montagem de uma lojinha de bairro, com um carrinho de sorvete, com o camelô ou com uber.
 
Ultima Edição:

Dream of Mirrors

Supra-sumo
Mensagens
1.643
Reações
582
Pontos
184
Os formigões do foro acham que a solução pro Brasil é o mercado informal, vamo rir :klol
brother falando que "em Brasília" acham que direitos e sindicato é a solução.
alguém avisa que não existe nem ministério do trabalho mais e flexibilizaram o c* de todo mundo anos atrás?

que bando de coitado, meu deus.
 

Sony-AMD

Bam-bam-bam
Mensagens
9.171
Reações
9.359
Pontos
338
Nós jovens que estamos na faixas dos 20 anos, estamos ferrados.

Pegamos a pior crise da história, e possivelmente não vamos nem aposentar.
não está ou parcialmente está, melhor dizendo. Essa crise e meus estudos sobre o Brasil me fizeram sacar mais uma hipocrisia da nação, eu a chamo de ''o tempo leva'' funciona assim: quem é jovem 18, 24, 33 e pegou uma crise e se fdeu (e sempre alguém se da mal pois há mais pessoas e menos oportunidades), o governo e o brasil apenas ''passa a régua e fda-se e a vida anda para frente''. Ou seja toda nova ação, toda nova ideia será focada para o jovem do futuro o cara que talvez hoje tenha 17 e não para os ''neet'' e ''nenem'' de 30 esses entram no redemoinho dos esquecidos. Assim funciona também para com os mendigos, e o porque não é feito nenhuma assistência a eles, a elite e o poder público acredita, confiando na tese de que eles morrerão rápido, não valendo a pena os esforços. Cruel não é ? Mas não estou mentindo, no fulcro da analise o resultado é esse, e ninguém fala mas é bem isso.
 

dknightg

Veterano
Mensagens
477
Reações
318
Pontos
129
Uma das piores foi de cozinha graças a merdas como masterchef. Que fazem as pessoas acharem que cozinha é criação, é gente apaixonada fazendo oq ama, é chefs sendo estrelinhas por ai... é porra nenhuma. É subemprego total, trabalha 6x por semana, fds, feriado, natal, ano novo, não pagam hora extra, vc não cria nada, não tem voz, ninguém liga se vc ama oq faz ou não, é totalmente substituivel, tem lugares que fazem a pessoa trabalhar 9 a 10h por dia por um salario minimo, hoteis fazem o coitado trabalhar 15h por dia e se sair antes vc é taxado de preguiçoso, pessoas usando drogas pra aguentar as longas horas e a pressão constante...e mesmo assim as pessoas batem no peito pra dizer que amam isso, tatuam merdas pelo corpo de cozinha, dizem com orgulho que não tiram ferias ou trabalham 15h por dia.

Ai povo baba ovo pra esses chefs escrotos tipo Jacquin, Gordon Ramsay, Fogazaa, etc. Achando que são exemplos. Bando de otario que se acha deus.

A genialidade das pessoas foi colocar hierarquia pra subemprego. Tudo m**** ganhando salario horrivel e se achando.
Eu fiz essa asneira de cursar Gastronomia quando tinha 22 anos, já fui Chefe de Cozinha no último hotel que trabalhei mas acordei pra vida, recebia 5k ( o que era pouco para o que se fazia) porém não tinha vida pessoal pois era 24hrs ligado no que estava acontecendo no hotel , mesmo nas folgas( isso quando tinha). Como Chefe sempre fui humano e mandava os colaboradores estudar porque aquilo não era emprego de longo prazo. Agora estou migrando pra Análise e Desenvolvimento de Sistemas, que sei que existe cobrança e pressão mas nunca vai superar uma cozinha( na cozinha além da pressao psicológica tem muito desgaste físico), povo reclama da área de TI mas também está pagando melhor que cozinha( com essa pandemia o que já era ruim ficou pior)
 

arthur the king

Bam-bam-bam
Mensagens
2.811
Reações
5.590
Pontos
303
O que eu vejo das reformas contra a CLT, que em tese, deveriam auxiliar no combate ao desemprego: Apenas mais desemprego e precarização do mercado de trabalho. O Temer passou a Reforma Trabalhista, o Guedes, a da Previdência, e nada, as coisas só pioram!
Isso aí e uma falácia tão grande que eu teria vergonha de postar isso
 

Povo da Areia

Bam-bam-bam
Mensagens
2.396
Reações
5.845
Pontos
303
tiram não, já entrevistei de modo informal e pesquisei a fundo, posso dizer e afirmar que a maioria tira menos de um 1k entre 50% e 70% de 1k e os motivos disso são vários, para eles um sm fixo é até mais vantagem.

não podemos confundir empreendedorismo e tal feito com analise de risco e grande investimento com a montagem de uma lojinha de bairro, com um carrinho de sorvete, com o camelô ou com uber.
Discordo totalmente, talvez seja minha região, aqui existe pleno emprego para quem aceita ganhar salário mínimo, em um raio de 30km da minha casa, existem mais de 15 galpões de grande porte, já trabalhei em um deles onde trabalhavam 1500 funcionários (eu tinha acesso aos dados, pois era técnico de segurança do trabalho), nessa região, existe pleno emprego para quem aceitar carregar caixas e separar produtos por 9 horas por dia, para no final do mês ganhar mil reais líquido.

Do contrário, conheço barbeiros do bairro que consegue tirar 3 mil reais por mês, assim como pequenos empreendimento de sorveteria e "açaiteria".

Uber também não vai trabalhar para ganhar menos de 2 mil reais por mês, entregadores de lanchonetes do bairro, cobram em média 5 reais por entrada, em uma distância de menos de 1.5km.

É muito relativo essa sua "pesquisa", não pode ser aplicada para todo Brasil.

Na minha família e todos os conhecidos, quem se "aventura" em ser autônomo ou "empreender", não é para ganhar os mil reais que o estoquista ganha no galpão, é para ganhar mais, caso contrário, irá ser estoquista no galpão.
 

EgonRunner

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.963
Reações
24.765
Pontos
553
não está ou parcialmente está, melhor dizendo. Essa crise e meus estudos sobre o Brasil me fizeram sacar mais uma hipocrisia da nação, eu a chamo de ''o tempo leva'' funciona assim: quem é jovem 18, 24, 33 e pegou uma crise e se fdeu (e sempre alguém se da mal pois há mais pessoas e menos oportunidades), o governo e o brasil apenas ''passa a régua e fda-se e a vida anda para frente''. Ou seja toda nova ação, toda nova ideia será focada para o jovem do futuro o cara que talvez hoje tenha 17 e não para os ''neet'' e ''nenem'' de 30 esses entram no redemoinho dos esquecidos. Assim funciona também para com os mendigos, e o porque não é feito nenhuma assistência a eles, a elite e o poder público acredita, confiando na tese de que eles morrerão rápido, não valendo a pena os esforços. Cruel não é ? Mas não estou mentindo, no fulcro da analise o resultado é esse, e ninguém fala mas é bem isso.
não dá pra gastar recurso (escasso) com que está fudido hoje, melhor deixar a natureza seguir seu curso e focar no futuro (no jovem).

problema é que o populismo político faz com que gaste-se dinheiro tampando o sol com a peneira e enxugando gelo.
 

Sony-AMD

Bam-bam-bam
Mensagens
9.171
Reações
9.359
Pontos
338
não dá pra gastar recurso (escasso) com que está fudido hoje, melhor deixar a natureza seguir seu curso e focar no futuro (no jovem).
obrigado por concordar que o pensamento existe realmente quanto mais faço a engenharia reversa do Brasil mais sinistra fica minha compreensão desse lugar. De fato, mas é uma pena que a sociedade brasileira seja assim, 1000 tenta sei lá 200 consegue (porque só há um número limitado de oportunidade frente ao numero de pessoas) 800 são entregue a natureza. 800 esses que são gente também quem tem sonhos mas no fim são abandonados , Legião Urbana na pessoa do Renato Russo estava certo no brasil ''a primeira vez é sempre a última chance'' isso me faz pensar até onde vai a extensão dessa lógica.

 

DoMorro

Bam-bam-bam
Mensagens
1.462
Reações
6.994
Pontos
303
Maioria hoje em dia ainda é obrigado a trabalhar CLT?
Tem toneladas de empregos sem CLT hoje em dia, quem odeia tanto carteira de trabalho tem até opção entre vários trabalhos informais.

Dependendo da área que você trabalha (jornalismo, fotografia, "conteudo na internet" e etc) é uma raridade alguem trabalhando CLT ao invés de PJ.

Aqui em alguns trabalhos mais formais o RH até pergunta se quer trabalhar CLT ou PJ, o colaborador que escolhe.




Eu não sei de onde vem esse papo de "CLT esta destruindo o Brasil", o que a pessoa ta reclamando é que só tem concurso publico pra vaga CLT é isso? Quer ser funcionário público PJ?
Mano. Em qual país tu está?

Porque no Brasil, pelo menos 70 a 80% dos empregos formais são de peão. Tu olha qualquer empresa de média pra grande e vê que 90% dos cargos são peões.

Aí tu vem falar pro peão negociar contrato de PJ com o RH. O cara tá dando graças a Deus que arrumou um trampo de separador no galpão de 1500 funcionários que o colega citou mais acima e você quer que ele ainda vai tentar negociar contrato de PJ? acorda velho?

To aqui imaginando 1400 funcionários na porta do RH fazendo fila para negociar o contrato de PJ com a empresa :facepalm
 

DoMorro

Bam-bam-bam
Mensagens
1.462
Reações
6.994
Pontos
303
Engraçado que, grande parte das pessoas que defendem a CLT, e a maioria das que não aceitam que se fale mal da CLT NÃO QUEREM SER CLT.

Um bom exemplo, são os jornalistas com seus contratos PJ de +20k
 

Radamanthys Wyvern

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.831
Reações
21.511
Pontos
624
Eu fiz essa asneira de cursar Gastronomia quando tinha 22 anos, já fui Chefe de Cozinha no último hotel que trabalhei mas acordei pra vida, recebia 5k ( o que era pouco para o que se fazia) porém não tinha vida pessoal pois era 24hrs ligado no que estava acontecendo no hotel , mesmo nas folgas( isso quando tinha). Como Chefe sempre fui humano e mandava os colaboradores estudar porque aquilo não era emprego de longo prazo. Agora estou migrando pra Análise e Desenvolvimento de Sistemas, que sei que existe cobrança e pressão mas nunca vai superar uma cozinha( na cozinha além da pressao psicológica tem muito desgaste físico), povo reclama da área de TI mas também está pagando melhor que cozinha( com essa pandemia o que já era ruim ficou pior)
Ninguem ta satisfeito com oq quer e quer fazer algo que - na cabeça dela - vai ser prazeroso. Infelizmente o melhor jeito de parar de gostar ou glamourizar algo é trabalhando com isso. Cozinha é linha de montagem que nem peão de fábrica.

Quer ter um hobbie, uma paixão ? ótimo, mas que fique nisso. Transformar hobbie em trabalho ai que é o problema.


E eu cheguei a fazer facul de TI e larguei na epoca por preguiça de ter que estudar. Melhor coisa é TI, é a profissão que mais tem emprego, ganha relativamente bem e tem a comodidade de poder ser home office. Nada pior do que perder 2 ou 3 h no transito ou transporte publico é tempo q vc joga no lixo, não volta.

Eu fui um dos idiotas que caiu no conto do master chef, só que cursei confeitaria. Todo o amor que sinto pela confeitaria ainda existe, mas pela área eu tenho nojo, NOJO dessa área de alimentação. É tudo gambiarra, ninguém faz nada decente ou por amor, é só pensando em dinheiro, funcionário é a última coisa que os donos pensam, remarcam validade, entregam merdas estragadas pra cliente sem peso na consciencia, se quebrar uma máquina o dono chora...mas se o funcionario morrer na cozinha o dono ja liga na hora pra alguem substituir e te larga la se puder.

Eu sonhava em ser chef....até ver a realidade de como é a vida de um...e me embrulha o estômago isso. A indústria sabe que a maioria que trabalha com isso faz pq ama....e explora as pessoas "ah vc ama oq faz? legal legal, então com ctz vc vai querer trabalhar mais né, que tal 10h por dia e receber o mesmo que o atendente da loja que não tem nem a oitava série?"

Subemprego total essa area, poucas pessoas escapam disso e ganham sucesso, fama e coisa do tipo, mas são a total exceção da regra.

Minha amiga tava trabalhando no restaurante President do Jacquin. Disse que o Jacquin sempre chegava la bebado, que perdeu todo o respeito que tinha por ele. E povo idolatra esse gordo doido ai.
 
Ultima Edição:

lorenço

Bam-bam-bam
Mensagens
13.306
Reações
9.441
Pontos
489
Mano. Em qual país tu está?

Porque no Brasil, pelo menos 70 a 80% dos empregos formais são de peão. Tu olha qualquer empresa de média pra grande e vê que 90% dos cargos são peões.

Aí tu vem falar pro peão negociar contrato de PJ com o RH. O cara tá dando graças a Deus que arrumou um trampo de separador no galpão de 1500 funcionários que o colega citou mais acima e você quer que ele ainda vai tentar negociar contrato de PJ? acorda velho?

To aqui imaginando 1400 funcionários na porta do RH fazendo fila para negociar o contrato de PJ com a empresa :facepalm
mas não é tão fácil assim trabalhar de PJ.

a empresa tem que ser muito burra pra pegar tudo de PJ, pois depois vai tomar no rabo um monte de ação trabalhista com pedido de vinculo empregatício e uma cacetada de verba pra pagar.

tem que ser funções bem especificas pro negócio dar certo. um cara que trabalha exclusivamente pra empresa e tem horários definidos é praticamente 100% de chances da empresa se foder na justiça do trabalho
 

Seladonia

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
40.915
Reações
70.579
Pontos
849
Mano. Em qual país tu está?

Porque no Brasil, pelo menos 70 a 80% dos empregos formais são de peão. Tu olha qualquer empresa de média pra grande e vê que 90% dos cargos são peões.

Aí tu vem falar pro peão negociar contrato de PJ com o RH. O cara tá dando graças a Deus que arrumou um trampo de separador no galpão de 1500 funcionários que o colega citou mais acima e você quer que ele ainda vai tentar negociar contrato de PJ? acorda velho?

To aqui imaginando 1400 funcionários na porta do RH fazendo fila para negociar o contrato de PJ com a empresa :facepalm
Lamento que o trampo que tu achou ai é só CLT, mas como eu disse ali: hoje em dia tem bastante opção informal pra quem quiser, foca no objetivo e segue em frente que você deve encontrar uma oportunidade pra se livrar da carteira de trabalho.
 

viagem estrelar

Bam-bam-bam
Mensagens
7.590
Reações
10.130
Pontos
353
Indústria no Brasil era bem acima da média uns anos atrás. A automobilística então, PLR, seguros, etc.

Em SC ainda tem bastante, mas cada vez perde mais espaço pra terceirização e automação. Inteligência artificial chegando forte na WEG e outras.
Web é uma linda
 

DoMorro

Bam-bam-bam
Mensagens
1.462
Reações
6.994
Pontos
303
mas não é tão fácil assim trabalhar de PJ.

a empresa tem que ser muito burra pra pegar tudo de PJ, pois depois vai tomar no rabo um monte de ação trabalhista com pedido de vinculo empregatício e uma cacetada de verba pra pagar.

tem que ser funções bem especificas pro negócio dar certo. um cara que trabalha exclusivamente pra empresa e tem horários definidos é praticamente 100% de chances da empresa se foder na justiça do trabalho
Foi justamente o que eu quiz dizer. Todo mundo trabalha CLT, não é porque quer, é porque é o que tem (isso quando tem). Tanto que os pouquíssimos que tem a opção de ser PJ, dão um fodase pra CLT.

Eu, por mim, nem PJ seria. Seria "informalzão" mesmo. Mas, não temos opção de decidir. Nem o empregado nem o empregador tem o direito de escolher como será seu contrato de trabalho. Nosso "Grande Pai" já decidiu por nós. mas aí já é assunto pra T0...


Lamento que o trampo que tu achou ai é só CLT,
Não cara. Eu sou peão (operador de empilhadeira). E peão é tudo CLT, não tem conversa. Nem o dono da fabriqueta de bloco da esquina me contrataria sem ser CLT justamente pelo medo de processo trabalhista.

mas como eu disse ali: hoje em dia tem bastante opção informal pra quem quiser, foca no objetivo e segue em frente que você deve encontrar uma oportunidade pra se livrar da carteira de trabalho.
Desculpe se fui grosseiro. É que do jeito que tu falou, pareceu que quis dizer que quem é CLT não pode reclamar pq pode virar PJ a hora que quiser sendo que não é bem assim. Uma pequeníssima parcela da população tem esse privilégio. O resto, ou é CLT ou é subemprego informal.

Eu mesmo, pra me livrar tive que juntar uma put* grana e mudar de profissão. E ainda tem chances de eu me dar mal. Minha profissão não é grandes coisas mas eu gostava.
 

Darth Mario

Bam-bam-bam
Mensagens
2.650
Reações
5.541
Pontos
354
Sempre que se discute esses assuntos...vem uma galera que nunca sequer empreendeu na vida, não porque não tem dinheiro, mas porque sabe que é uma m**** arriscar o teu dinheiro em um negócio que já começa fadado ao fracasso pela insegurança jurídica que existe no país. Seja na Justiça do Trabalho ou no Direito do Consumidor. "Então você quer defender o empresário e que os outros se fodam?". Não, eu quero que não tenha um lado sendo beneficiado, porque isso automaticamente cria uma anomalia, que faz ninguém querer se arriscar em empreender.

As pessoas acham que empreender é abrir uma fábrica e escravizar os outros para lucrar, mas é na verdade a pessoa arriscar a riqueza que ele tem, podendo perder ela, ou ganhar mais. A letra miúda que eles não te falam, é que o risco...é sempre alto, e é constante. Não tem empresa que pode ficar parada. Seja o salgado da esquina, ou a multinacional.

Pensa o seguinte, tem uma pessoa com dinheiro...e adquiriu anos de conhecimento trabalhando para outros, e não cogita a ideia de abrir uma empresa, deve ser porque o mercado está saturado e ele vai ser só mais um, ou é porque ele entende o quão difícil é ter uma empresa num ambiente hostil como o brasileiro. E às vezes, é o segundo caso fortalece o primeiro. Se tu tira a confiança de uma pessoa de solucionar problemas locais, há algo muito errado.

Desemprego é um problema? Então vamos criar empregos. O quê...ninguém quer abrir empresa? Por quê? Ah, vamos abrir uns créditos aqui, à juros baixo, e não vamos eliminar o problema de insegurança juridica, e criar o novo problema de insegurança financeira com a inflação que a gente criou ao liberar crédito pro pessoal. Depois a gente cobra das empresas que estavam aqui antes. O quê? As empresas estão fechando? Então a gente abre crédito para elas abirem outras...pera...a gente não tava com inflação? Da onde a gente vai pagar a primeira conta?


Aí, me vem alguém e me fala que um emprego é "sub-emprego". Abre você uma empresa e ofereça super-empregos então, e me diz como se sai. Aí depois tu volta aqui nesse post e faz uma viagem no tempo descrevendo onde tudo deu errado.
 

DoMorro

Bam-bam-bam
Mensagens
1.462
Reações
6.994
Pontos
303
Sempre que se discute esses assuntos...vem uma galera que nunca sequer empreendeu na vida, não porque não tem dinheiro, mas porque sabe que é uma m**** arriscar o teu dinheiro em um negócio que já começa fadado ao fracasso pela insegurança jurídica que existe no país. Seja na Justiça do Trabalho ou no Direito do Consumidor. "Então você quer defender o empresário e que os outros se fodam?". Não, eu quero que não tenha um lado sendo beneficiado, porque isso automaticamente cria uma anomalia, que faz ninguém querer se arriscar em empreender.

As pessoas acham que empreender é abrir uma fábrica e escravizar os outros para lucrar, mas é na verdade a pessoa arriscar a riqueza que ele tem, podendo perder ela, ou ganhar mais. A letra miúda que eles não te falam, é que o risco...é sempre alto, e é constante. Não tem empresa que pode ficar parada. Seja o salgado da esquina, ou a multinacional.

Pensa o seguinte, tem uma pessoa com dinheiro...e adquiriu anos de conhecimento trabalhando para outros, e não cogita a ideia de abrir uma empresa, deve ser porque o mercado está saturado e ele vai ser só mais um, ou é porque ele entende o quão difícil é ter uma empresa num ambiente hostil como o brasileiro. E às vezes, é o segundo caso fortalece o primeiro. Se tu tira a confiança de uma pessoa de solucionar problemas locais, há algo muito errado.

Desemprego é um problema? Então vamos criar empregos. O quê...ninguém quer abrir empresa? Por quê? Ah, vamos abrir uns créditos aqui, à juros baixo, e não vamos eliminar o problema de insegurança juridica, e criar o novo problema de insegurança financeira com a inflação que a gente criou ao liberar crédito pro pessoal. Depois a gente cobra das empresas que estavam aqui antes. O quê? As empresas estão fechando? Então a gente abre crédito para elas abirem outras...pera...a gente não tava com inflação? Da onde a gente vai pagar a primeira conta?


Aí, me vem alguém e me fala que um emprego é "sub-emprego". Abre você uma empresa e ofereça super-empregos então, e me diz como se sai. Aí depois tu volta aqui nesse post e faz uma viagem no tempo descrevendo onde tudo deu errado.
Quotando pq não dá pra curtir duas vezes.

200445
 

Sr. Israel

Bam-bam-bam
Mensagens
6.119
Reações
12.449
Pontos
364
Pra mim que fala a palavra "subemprego" tem que levar pedrada em praça publica.

Ou a pessoa é completamente alienada e não sabe a m**** que ta falando, ou é extremamente fútil e viver numa bolha de gente igualmente retardada.
 

Elijah Kamski

Bam-bam-bam
Mensagens
5.196
Reações
11.606
Pontos
353

Space Ace

Bam-bam-bam
Mensagens
2.176
Reações
3.777
Pontos
288
Alguns dos trabalhos que as pessoas consideram "subemprego" podem render bem mais do que elas pensam.

E sinceramente? Eu não vejo essa glamourização, não. Vejo só um povo trabalhador tentando ganhar a vida num país fudido e com um estado que te quebra a perna pra dar uma muleta em troca.
 

Jolteon

Evolução elétrica do Eevee
GOLD
Mensagens
3.928
Reações
7.196
Pontos
303

As pessoas gastam muito dinheiro com coisa inútil! Qualquer um pode cortar os gastos inúteis! É só cortar! A Nathália Arcuri me ensinou.

Guardando 20% do que você ganha por 20 anos você se aposenta! Qualquer um pode guardar! É sério, vi o Primo Rico falando.
 

Elijah Kamski

Bam-bam-bam
Mensagens
5.196
Reações
11.606
Pontos
353
As pessoas gastam muito dinheiro com coisa inútil! Qualquer um pode cortar os gastos inúteis! É só cortar! A Nathália Arcuri me ensinou.

Guardando 20% do que você ganha por 20 anos você se aposenta! Qualquer um pode guardar! É sério, vi o Primo Rico falando.
Achava ser zoeira isso do pessoal reclamar do pessoal não investir recebendo um salário mínimo, mas é real.

 

DoMorro

Bam-bam-bam
Mensagens
1.462
Reações
6.994
Pontos
303
Achava ser zoeira isso do pessoal reclamar do pessoal não investir recebendo um salário mínimo, mas é real.

Queria ver ELA fazer tudo isso com um salário mínimo.

Eu pago 760,00 de aluguel. Isso pq eu moro quase na favela e pago um aluguel relativamente barato. Aí me sobram 10,00 pra eu fazer as outras coisas. Tá certo...

Isso me lembrou os empreendedores de palco. "Vc me paga pra eu te ensinar a fazer uma coisa que eu nunca consegui fazer. "
 

konata

Pior user da OS
VIP
Mensagens
5.329
Reações
15.440
Pontos
338
Discordo totalmente, talvez seja minha região, aqui existe pleno emprego para quem aceita ganhar salário mínimo, em um raio de 30km da minha casa, existem mais de 15 galpões de grande porte, já trabalhei em um deles onde trabalhavam 1500 funcionários (eu tinha acesso aos dados, pois era técnico de segurança do trabalho), nessa região, existe pleno emprego para quem aceitar carregar caixas e separar produtos por 9 horas por dia, para no final do mês ganhar mil reais líquido.

Do contrário, conheço barbeiros do bairro que consegue tirar 3 mil reais por mês, assim como pequenos empreendimento de sorveteria e "açaiteria".

Uber também não vai trabalhar para ganhar menos de 2 mil reais por mês, entregadores de lanchonetes do bairro, cobram em média 5 reais por entrada, em uma distância de menos de 1.5km.

É muito relativo essa sua "pesquisa", não pode ser aplicada para todo Brasil.

Na minha família e todos os conhecidos, quem se "aventura" em ser autônomo ou "empreender", não é para ganhar os mil reais que o estoquista ganha no galpão, é para ganhar mais, caso contrário, irá ser estoquista no galpão.
A galera só quer saber de trabalhar no ar condicionado e sentadinho, ninguém quer se foder em obra ou chão de fábrica. Concordo que o salário é uma bosta, ganho 1800 na fábrica que trabalho, se não conseguir um cargo melhor até ano que vem vou tentar outra coisa, mas é o que tem na mesa. Todo mês entra uma galera e 80% pede pra sair.
 

Grand Rapids

Bam-bam-bam
Mensagens
6.916
Reações
7.646
Pontos
353
Minha mãe tava dizendo que um armário custa sei lá 1k. Se o marceneiro tiver 500 de lucro e instalar um diariamente ele ganha 15k. Tô errado ou marceneiro realmente é uma excelente profissão?
 

lorenço

Bam-bam-bam
Mensagens
13.306
Reações
9.441
Pontos
489
Minha mãe tava dizendo que um armário custa sei lá 1k. Se o marceneiro tiver 500 de lucro e instalar um diariamente ele ganha 15k. Tô errado ou marceneiro realmente é uma excelente profissão?
o problema é que sozinho ele não consegue fazer 1 armário por dia e entregar no mesmo dia, vai precisar de empresa e funcionários, aí o dinheiro vai todo pro papai estado e despesas
 
Topo Fundo