O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


(Novo vilão news!!)Como apps de entrega estão levando pequenos restaurantes à falência

Warlocker

Bam-bam-bam
Mensagens
7.205
Reações
9.006
Pontos
464
Maioria das reclamações é com a logistica do ifood ser ruim.. e deve ser mesmo...

Fora isso, maioria desses problemas iam acertar eles em cheio de qualquer maneira porque com a informatização dos serviços muitos comercios dependem exclusivamente dos seu posicionamento em diretorios de serviços (google, ifood, uber eats, trivago, hoteis.com, whatever).

Mas isso nao da pra escapar, o fato é que a tecnologia vai ter cada vez mais um impacto brutal em muitos produtos e serviços.
 


Ronin Ogun

Bam-bam-bam
Mensagens
9.571
Reações
7.852
Pontos
464
É só o começo.
Quando a automatização se tornar uma realidade muita gente vai bailar bonito.
Não há saída pra muitos, infelizmente.
 


ned ludd

Bam-bam-bam
Mensagens
2.007
Reações
2.112
Pontos
268
É QUE nem a m**** do mercado livre. Qualquer coisa que faz meio de campo em transação comercial é uma m****
 

antonioli

O Exterminador de nicknames
VIP
Mensagens
91.451
Reações
142.044
Pontos
949
É como no Uber. Enquanto havia menos gente e nego ganhava legal, aí estava tudo bem. Depois que entrou uma galera as coisas mudaram. Ora é bom ter uma plataforma para te trazer clientes, ora não é.
 

Bob Blu

Bam-bam-bam
Mensagens
591
Reações
2.660
Pontos
283
sobre os cupons de desconto do ifood, eles abatem na porcentagem deles? como foi a sua experiência nesse sentido? eu achava que eles arcavam com o custo mas já foi dito aqui que não.
Faz mais de um ano que vendi a lanchonete então ainda eram poucas as promoções que eles faziam, elas não eram descontadas mas tinha limite de pedido mínimo, e no meu caso não era entrega grátis. As entregas eram minha responsabilidade, eles não disponibilizavam entregadores, eu que tinha que ter.

É como no Uber. Enquanto havia menos gente e nego ganhava legal, aí estava tudo bem. Depois que entrou uma galera as coisas mudaram. Ora é bom ter uma plataforma para te trazer clientes, ora não é.
É aquele negócio, nem todo mundo se adapta à plataforma e aí se vira contra, enquanto tem muita gente que tá tirando proveito.
 

da19x

Bam-bam-bam
Mensagens
1.958
Reações
4.549
Pontos
303
Até onde sei, os cupons funcionam da seguinte maneira.
  • cupom para restaurantes selecionados: o restaurante adere voluntariamente à promoção e cobre os custos do cupom.
  • cupom para uso geral: coberto pelo iFood.
O primeiro é uma ferramenta para destacar o restaurante na plataforma. Sabendo usar, vale muito a pena.

A outra questão é o fato de quebrar pelo app ser isso ou aquilo. Ora essa, se o seu negócio depende exclusivamente da plataforma, aprenda a se destacar na mesma.

Ainda assim, o ideal é usar a plataforma para valorizar o negócio físico, o que pode ser feito enviando junto ao pedido um folder ou um cartão do estabelecimento por exemplo. Nos pedidos que faço aqui, são raros os casos de quem faz propaganda do negócio.

Outro ponto ligado ao anterior é a questão dos valores. Tem um lugar aqui perto que a comida comprada diretamente com eles (delivery) é mais cara do que comprando no app sem desconto algum... Assim não dá certo.
 

Tauron

Bam-bam-bam
Mensagens
3.473
Reações
23.532
Pontos
303
Tenho notado o surgimento de um novo argumento esquerdista, "o fodido pedalando 12h por dia com uma caixa de ifood nas costas é a prova da falência do capitalismo".

Vão existir variações, mas o mote será esse, já vi de Lula a Ciro Gomes, passando pela esquerda cheirosa de Huck falar na "precarização" do trabalho citando o cara na bicicleta com a caixa de ifood nas costas.

Esses socialistas imbecis, e a imprensinha adestrada, não compreendem que o entregador do ifood está gerando receita por conta própria, já que é o governo que determina quanto o patrão deve pagar ao funcionário, muitos patrões não contratam ninguém porque é caro, porque a mão de obra é destreinada e pouco produtiva etc...
Com os aplicativos torna-se possível a utilização de mão de obra barata, por um preço justo, driblando os encargos trabalhistas obscenos e gerando dinheiro pra quem trabalha e comodidade pra quem usa, é ponto pacífico que a vermelhada ia taxar esses trabalhadores de "precarizados".

E isso será exaustivamente usado nas campanhas eleitorais, a imagem do entregador de aplicativo como símbolo da exploração do empresário sobre o trabalhador.

A esquerda prefere esse entregador em casa, desempregado, necessitando de uma esmolinha estatal pra comer do que trabalhando de forma "precarizada".

A esquerda quer desemprego, fome e miséria elevados pra justificar frente ao povo e ao mundo, um estado gigantesco, cheio de secretarias, subsecretarias e funcionários de terninho para debater "estratégias para combater a fome" e falar platitudes na ONU... enquanto seus funcionários recebem salários milionários pagos com dinheiro público.

A esquerda nunca quis acabar com a pobreza, pois tem com a pobreza uma relação simbiótica, e dela necessita para justificar suas demências, e fará qualquer coisa para manter a pobreza alta, seja proibindo o empreendedorismo, regulando e taxando as empresas, impedindo pessoas de trabalharem em aplicativos etc... para no fim gerar uma enorme massa de desempregados e distribuir uma esmolinha estatal pra todo mundo e discursar na ONU dizendo que erradicou a fome e a pobreza.
 

RainbowSix

Bam-bam-bam
Mensagens
5.278
Reações
8.377
Pontos
404
Ué, mas eu li aqui na outerspace que capitalismo não gera monopólio, e quando gera é por causa do Estado! Será que os PHD em economia de youtube daqui estavam errados o tempo todo? Impossível, ancap.su disse que é tudo o Estadão malvadão!!!
Explique melhor esse seu ódio por comida barata.

E não, não há qualquer monopólio ali, apenas preferência do consumidor pela comida mais barata.
 

Ataru

Bam-bam-bam
Mensagens
4.722
Reações
20.132
Pontos
303
Ué, mas eu li aqui na outerspace que capitalismo não gera monopólio, e quando gera é por causa do Estado! Será que os PHD em economia de youtube daqui estavam errados o tempo todo? Impossível, ancap.su disse que é tudo o Estadão malvadão!!!
iFood é monopólio agora? HAHAHA

E o Uber Eats, Doordash, Rappi, James etc?
 

Landstalker

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.551
Reações
29.222
Pontos
584
Toda empresa que começa a dar certo tende a se tornar monopolista, com o iFood não seria diferente.

A estratégia da empresa é minar a parte presencial dos restaurantes fazendo-os agir como se fossem na verdade empregados da empresa, não existindo mais a relação de parceria. Com a parte do salão / presencial extinguida, só resta ao restaurante servir via delivery e, dessa forma, ficar totalmente à mercê das plataformas digitais de distribuição de comida.

É muito perigoso se criar leis para barrar ou fazer valia de certas coisas porque elas podem justamente fazer um efeito contrário do que originalmente eram propostas. Há a LGPD que entrará em vigor esse ano. Contudo, os concorrentes do iFood não tão conseguindo ainda ter uma penetração de mercado maior, o que seria bom para forçar uma melhor relação da empresa com os restaurantes e com os clientes.
 

Gondwana

Supra-sumo
Mensagens
84
Reações
1.891
Pontos
153
Quando o Ifood destruir toda a concorrência, conseguir um monopólio e colocar os preços lá no alto eu quero ver o pessoal falando sobre livre mercado. Não existe almoço grátis, se eles estão "dando" comida hoje é porque eles vão lucrar muito mais no futuro sendo o único fornecedor e tendo total controle sobre o mercado, é impossível criar concorrência num mercado onde os dados estão concentrados nas mãos de meia dúzia de empresas. É entrar numa guerra vendado enquanto o teu inimigo tem visão noturna, detector de temperatura e cobertura de drones.

Vai ser como o Google e o Facebook, tem cara que vive falando "já que tá reclamando é só criar um site alternativo ao Youtube do zero", sim, é super fácil, abiguinho. :facepalm
 

Ronin Ogun

Bam-bam-bam
Mensagens
9.571
Reações
7.852
Pontos
464
Pq o @Guy_Debord é o profeta do comunismo via robótica aqui no fórum.
Ah, entendi.
Bicho, sinceramente, a automação deve mudar o mercado, isso é fato.
E se trata de um caminho sem volta. Tava tendo esse papo com uma amiga hoje.
Se houvessem os caros automatizados, já não haveria necessidade de Uber.
Em UX, por exemplo, trabalhamos em cases que diminuem ao máximo a operação de telemarketing aumentando o dinamismo dos apps e sites. Claro que há profissões que devem demorar pra morrer e que certas características do ser humano ainda são únicas, mas a vida tá avançando. Não espero uma mudança típica dos Jetsons, mas algum país cedo ou tarde vai puxar uma mudança grande, é normal pensar nisso. Basta lembrar que há menos de dez anos a gente consumia comida de forma diferentes. Não vejo automação com o fim do mundo, mas também não dá pra encarar o mundo de forma romântica.
 

Bugiga

Veterano
Mensagens
266
Reações
942
Pontos
113
Quando o Ifood destruir toda a concorrência, conseguir um monopólio e colocar os preços lá no alto eu quero ver o pessoal falando sobre livre mercado. Não existe almoço grátis, se eles estão "dando" comida hoje é porque eles vão lucrar muito mais no futuro sendo o único fornecedor e tendo total controle sobre o mercado, é impossível criar concorrência num mercado onde os dados estão concentrados nas mãos de meia dúzia de empresas. É entrar numa guerra vendado enquanto o teu inimigo tem visão noturna, detector de temperatura e cobertura de drones.

Vai ser como o Google e o Facebook, tem cara que vive falando "já que tá reclamando é só criar um site alternativo ao Youtube do zero", sim, é super fácil, abiguinho. :facepalm
Se eles colocarem os preços lá no alto o pessoal para de comprar via aplicativo e passa a comprar comida no supermercado para fazer em casa, ora essa.

Cada uma...
 

DoMorro

Bam-bam-bam
Mensagens
1.024
Reações
4.741
Pontos
303
Queria saber o que impede o "empresário" de colocar junto da embalagem do pedido um cardápio com os preços "por fora" e o tel/watzapp. Com certeza a maioria ia pedir direto no restaurante pra pagar mais barato. Mas não. é muito mais fácil ir chorar pro papai estado que a gigante malvadona está me sacaneando. VSF!!!

Quando o Ifood destruir toda a concorrência, conseguir um monopólio e colocar os preços lá no alto eu quero ver o pessoal falando sobre livre mercado. Não existe almoço grátis, se eles estão "dando" comida hoje é porque eles vão lucrar muito mais no futuro sendo o único fornecedor e tendo total controle sobre o mercado, é impossível criar concorrência num mercado onde os dados estão concentrados nas mãos de meia dúzia de empresas. É entrar numa guerra vendado enquanto o teu inimigo tem visão noturna, detector de temperatura e cobertura de drones.

Vai ser como o Google e o Facebook, tem cara que vive falando "já que tá reclamando é só criar um site alternativo ao Youtube do zero", sim, é super fácil, abiguinho. :facepalm


:facepalm
 

VinceVega

Bam-bam-bam
Mensagens
3.609
Reações
4.891
Pontos
329
O cara faz a mesma coisa há 200 anos, aí chega o capitalismo malvadão e o obriga a mudar para atender a demanda da nova clientela.

E o que ele faz? Chora!
 

Yapathi

Bam-bam-bam
Mensagens
2.426
Reações
10.702
Pontos
303
Tô é vendo q tem uma galera aqui q só leu o título.
Yeap.

A questão é que temos iFood, Rappi e Uber Eats investindo em seus próprios restaurantes e marcas dentro de suas plataformas (sem nem deixar claro que a marca pertence a eles, misturada com os outros restaurantes, e operando no esquema de dark kitchens), com localidade definida por analise de big data por inteligência artificial, e fodendo com força todo mundo da região, além de parceiros com prioridade de exposição no aplicativo com critérios opacos, e restaurantes sem acesso aos dados dos clientes que fizeram o pedido.

Mas aí também entra o seguinte: a mania de Brasileiro de abrir o mesmo negócio onde já existe 600 iguais numa distancia de 5km, com pouca ou nenhuma diferenciação. É só você ir no centro de uma grande cidade do Br, e abrir o iFood que irá dar de cara com 300 restaurantes atendendo o mesmo 6km² localidade. Houve uma explosão de restaurantes nessas plataformas de entregas e uma enormidade de gente abrindo cozinhas só para entrega por eles.

É um óbvio ululante que não existe mercado para absorver tamanha oferta. Sabe o que realmente está acontecendo? Ciclando empresários.
1- o que entrou agora no mercado aceitando operar sem lucro para ganhar exposição, até a hora que para de fazer isso pois o dinheiro apertou.
2- despenca de exposição na lista do aplicação, pois novos empresários estão fazendo o mesmo que ele quando começou.
3- vai para a falência.
4- repete o ciclo.

Temos aqui é empresários subsidiando do próprio bolso, ou com o próprio nome em empréstimo de banco, as entregas para os clientes até o ponto que ele se quebra.

A pergunta é até onde isso é culpa das plataformas de aplicativos? Se temos uma situação de excesso de oferta, é óbvio que quem tem mais bala pra aguentar esse sistema até o momento que todos ao redor foram para falência será o vencedor. E talvez esse ponto nunca chegue. O que a plataforma pode fazer? Barrar a entrada de novos restaurantes na mesma localidade na plataforma? Aí sim que seria um absurdo.

Já vimos isso acontecer antes, no Mercado Livre (e complementado nos "marketplaces" do Submarino, Americanas, Amazon). As empresas operando no fundo de quintal com as entregas mandaram para a falência uma enormidade de pequenas lojinhas de peças de informática e gadgets que existiam para todo lado. Somente sobrou uma ou outra por aí.

O mercado vai se acomodar. Mas muita gente vai falir até isso acontecer, e sei que é cruel pois estamos falando de pessoas investindo nos sonhos delas.
 

kyO.Ninja

Bam-bam-bam
Mensagens
4.180
Reações
4.561
Pontos
329
Toda empresa que começa a dar certo tende a se tornar monopolista, com o iFood não seria diferente.

A estratégia da empresa é minar a parte presencial dos restaurantes fazendo-os agir como se fossem na verdade empregados da empresa, não existindo mais a relação de parceria. Com a parte do salão / presencial extinguida, só resta ao restaurante servir via delivery e, dessa forma, ficar totalmente à mercê das plataformas digitais de distribuição de comida.

É muito perigoso se criar leis para barrar ou fazer valia de certas coisas porque elas podem justamente fazer um efeito contrário do que originalmente eram propostas. Há a LGPD que entrará em vigor esse ano. Contudo, os concorrentes do iFood não tão conseguindo ainda ter uma penetração de mercado maior, o que seria bom para forçar uma melhor relação da empresa com os restaurantes e com os clientes.
Isso é culpa dos estabelecimentos e não do ifood, vejo apenas seleção natural aqui.

Quando o Ifood destruir toda a concorrência, conseguir um monopólio e colocar os preços lá no alto eu quero ver o pessoal falando sobre livre mercado. Não existe almoço grátis, se eles estão "dando" comida hoje é porque eles vão lucrar muito mais no futuro sendo o único fornecedor e tendo total controle sobre o mercado, é impossível criar concorrência num mercado onde os dados estão concentrados nas mãos de meia dúzia de empresas. É entrar numa guerra vendado enquanto o teu inimigo tem visão noturna, detector de temperatura e cobertura de drones.

Vai ser como o Google e o Facebook, tem cara que vive falando "já que tá reclamando é só criar um site alternativo ao Youtube do zero", sim, é super fácil, abiguinho. :facepalm
Oi? não sabia que o ifood tinha o poder de colocar uma arma na cabeça do dono do restaurante e forçar ele a vender no preço que o ifood quer, cada uma que eu tenho que ler aqui...
 

NJunior

Bam-bam-bam
Mensagens
3.304
Reações
9.842
Pontos
303
Povinho não sabe trabalhar e coloca a culpa no Ifood!? Patético. Tenho uma Açaíteria/Sorveteria e trabalho com Ifood, eu simplesmente cobro o valor do produto com o reajuste do que o Ifood me cobra 12,5%(15% quando o cliente paga pelo próprio app), então vendo mais caro no app que na loja e que resulta que eu tenho o mesmo retorno vendendo na loja ou no app. "Ah mas aí você vende mais caro" sim! "Ah mas aí os clientes não pagam" hmm não é bem por aí, minha loja é pequena, tem só 8 mesas, fico no centro, tenho uma média de 5 vendas Ifood por dia, pra mim não é um divisor mas ajuda no faturamento. Se eu vendo no mesmo preço da loja já não compensa, afinal com a taxa do Ifood eu vou ter um micro retorno, isso que minha margem já não é alta.

Enfim, pra mim está sendo bom o Ifood, além de incrementar minhas vendas ele da visibilidade da minha loja, além de que no meu ramo na cidade a minha loja possui a maior nota de avaliação, 4,8 ~ 4,9, então ela sempre aparece primeiro.

Tenho cliente que faz o pedido no Ifood, pra retirar no local, e vem aqui comer quando eu aviso que está pronto, ela não se importa em pagar a mais pra ter a comodidade.

Esses relatos que li da matéria são patéticos, não sabe trabalhar então larga mão do Ifood, não de voucher de 10 reais se sua margem não for gigante, é simples, essas promoções de voucher de desconto não são obrigatórias, pra mim mesmo não compensa e blza.
 

Chris Redfield jr

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
26.478
Reações
61.054
Pontos
629
Acabei de voltar da minha pedalada de domingo. Passei no MacDonalds pra comprar uma promoção de dois Big Macs por 16,90.
Tinha lá uns três entregadores de Uber eats e uns três clientes.
Depois que a obesidade matar vcs, não reclamem.
 

Grave Uypo

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
12.331
Reações
21.705
Pontos
553
Quero é que se foda. Se todo mundo usa é por que é bom. Se integra no novo mercado e fechou
 

Baralho

Bam-bam-bam
Mensagens
4.870
Reações
14.165
Pontos
303
O que leva pequenos negócios a falência é ter de pagar Iptu, Iss, sem ter uma calçada ou rua decentes, ou gastar o equivalente a 2 pra se ter 1 funcionário empregado legalmente, ''graças'' a Pis, Fgts, Inss e outros tributos obrigatórios.

Mas conforme a agenda de parte da imprensa o melhor é que os entregadores estivessem na fila do desemprego e sem um puto pra pagar uma condução, do que poder financiar suas 'magrelas' e fazer entregas a revelia de sindicatos.

O Brasil de sempre...
 

Ronin Ogun

Bam-bam-bam
Mensagens
9.571
Reações
7.852
Pontos
464
Li um texto muito bom de um amigo.
Em resumo, ele fala que as empresas se esqueceram de divulgar seus serviços e, de certa forma, confiaram no Ifood.
Ciente dos dados de consumo, o Ifood joga a seu favor e a empresa que apostou todas suas fichas no negócio que lute.
Aí o jeito é sair do aplicativo e buscar formas de sobreviver.
 

Cafetão Chinês

Bam-bam-bam
Mensagens
7.790
Reações
40.677
Pontos
353
Quando o Ifood destruir toda a concorrência, conseguir um monopólio e colocar os preços lá no alto eu quero ver o pessoal falando sobre livre mercado. Não existe almoço grátis, se eles estão "dando" comida hoje é porque eles vão lucrar muito mais no futuro sendo o único fornecedor e tendo total controle sobre o mercado, é impossível criar concorrência num mercado onde os dados estão concentrados nas mãos de meia dúzia de empresas. É entrar numa guerra vendado enquanto o teu inimigo tem visão noturna, detector de temperatura e cobertura de drones.

Vai ser como o Google e o Facebook, tem cara que vive falando "já que tá reclamando é só criar um site alternativo ao Youtube do zero", sim, é super fácil, abiguinho. :facepalm
Como seria possível "destruir toda a concorrência"?
No dia seguinte ao IFood colocar os preços lá no alto, novos concorrentes surgem para pegar essa fatia de mercado. Quem escolhe os vencedores e perdedores é o consumidor, não é o IFood.
Se o IFood está dominando esse mercado, é porque os consumidores (incluindo provavelmente você), usam o aplicativo.

Você usou a frase de um liberal (Friedman) "não existe almoço grátis" de maneira completamente errada. O que ele defendia é justamente a competição, capitalismo e concorrência como forma a tornar produtos e serviços mais acessíveis a população. E que é justamente quando o governo resolve barrar com regulações e gastar dinheiro dos outros é que se quebra esse fato econômico irrefutável.

Não existe realmente almoço grátis, e é por isso que o mercado precisa ser livre. Os vencedores são os consumidores com mais opções disponíveis.
 

Ares1521

Bam-bam-bam
Mensagens
6.926
Reações
15.876
Pontos
404
Queria saber o que impede o "empresário" de colocar junto da embalagem do pedido um cardápio com os preços "por fora" e o tel/watzapp. Com certeza a maioria ia pedir direto no restaurante pra pagar mais barato. Mas não. é muito mais fácil ir chorar pro papai estado que a gigante malvadona está me sacaneando. VSF!!!
Comi muito iFood ano passado, muitos fazem, colocam papel de promoções exclusivas para ligação junto... e eu nunca iria ter comprado deles se não fosse os cupons de iFood. Hoje conheço vários restaurantes pequenos que não conhecia antes e como os cupons tão meio m****, estou usando pouco o iFood.

Só se fodeu quem não se adaptou, azar. Muitos restaurantes que eu nunca iria ter comido antes me tiveram como cliente, venderam seus produtos, empregaram entregadores, todo ficaram felizes com isso, se não tivesse isso, eu teria que ter ido até o supermercado, comprado os ingredientes, perdido um tempão preparando a comida e sendo menos produtivo (trabalho de casa no PC, todo trabalho doméstico como cozinhar diminui o tempo que posso trabalhar).


Parabéns iFood, dica para os esquerdistas: Guardem lágrimas, é só o começo! Informação descentralizada irá tornar o mundo absurdamente mais capitalista e todas as teorias estúpidas sobre como o social deveria mandar no indivíduo vão ser humilhadas!
 
Topo