O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


‘Isso não é um bebê!’: a tragédia de crianças nascidas vivas durante abortos

Gamer King

O Soberano
VIP
Mensagens
52.858
Reações
55.049
Pontos
1.069
Um feto é 100% dependente da mãe, logo não é um ser independente como falam, se a mãe morrer o feto vai junto então esse papo de "a vida do feto é independente" não existe, isso é fato e ponto.

Se uma pessoa busca o aborto é sinal que ela quer criar esse ser com afeto? Até onde sei se você quer abortar é um bom sinal que você não está disposto a dar tempo e afeto...

O embrião é vida? Claro que é, nunca neguei isso, mas prefere que esse ser sofra apenas uma vez ou passe o resto da vida sofrendo?

Mais uma vez, quem busca o aborto não tem interesse em criar essa vida.

Sent from my MI 9 using Tapatalk
Um bebê sozinho tbem não sobrevive, precisa dos cuidados de alguém. O fato do feto depender da mãe é irrelevante, é uma vida, logo aborto é assassinato pois se está eliminando esta vida.

Se não há interesse em criar entregue pra adoção, não precisa matar.
 


fVilaça

Supra-sumo
Mensagens
533
Reações
637
Pontos
154
Meu Deus, me arrepiei lendo aqui, parece descrição de procedimentos médicos nazistas em campos de concentração.

Alguém ai resumiu lindamente a questão, com tantos métodos contraceptivos hoje em dia, é um absurdo alguém defender aborto.

Esses abortos na minha opinião são nada mais nada menos que assassinatos.
 

rftailor

Bam-bam-bam
Mensagens
4.127
Reações
2.423
Pontos
374
Me desculpe você está certo, eu deveria apoiar 2 pessoas que só transaram a abdicar a vida delas para criar um ser indesejado com muito carinho, amor, compreensão afeto e que eles também abram mão de todo o $ que tem e invistam 100% na criação deste bebê maravilhoso, afinal quando o amor é grande demais e transborda nasce um bebê né ? Eu era inocente e achava que era só gozar dentro... Me desculpe mais uma vez.

Não vamos matar esse ser inocente! Vamos colocá-lo no mundo sem afeto, sem amor e muito provavelmente sem pai também (quase não tem mãe solteira no Brasil, né ?).

Ah me desculpe mais uma vez, eu esqueci que TODA MÃE E TODO PAI dão amor, afeto e carinho e criam a criança como se deve né ? Até mesmo os adolescentes da favela que transam no baile funk...

É realmente, eu concordo com você, é melhor não abortar e deixar esses irresponsáveis que são incapazes de utilizar métodos contraceptivos (seja por falta de informação ou por vacilo mesmo) cuidar de uma outra vida... Realmente está muito certo isso, parabéns.
Então. Não fui irônico. Só realmente achei sua comparação ruim.

Tudo isso acontece por falta de cultura. Tudo que se aprende hoje é o prazer carnal.
Não sou religioso para complementar.

Deveria ser ensinado que para toda ação existe uma reação ou consequência.
Não se fala disso.

Chegando carnaval. Mesma coisa. Álcool, drogas, "meteção", filhos. Sem chance nem de saber quem vai ser o pai. Filho do cadim.

Todo mundo quer transar. Mas realmente poucos sabem dos preservativos. Nem coito interrompido sabem fazer.

Só que realmente o aborto é muita maldade.
O feto é vida. Só pq alguns não ligam não quer dizer que não seja vida.

Poderiam penalizar os pais. Sei lá, prende, pena de morte para pais e mães responsáveis.
 

Azeon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.939
Reações
16.247
Pontos
554
Um bebê sozinho tbem não sobrevive, precisa dos cuidados de alguém. O fato do feto depender da mãe é irrelevante, é uma vida, logo aborto é assassinato pois se está eliminando esta vida.

Se não há interesse em criar entregue pra adoção, não precisa matar.
Sim, mas o bebê já não depende mais dos pais para sobreviver... Mas sobreviver não é viver, veja como estão os orfanatos do nosso país, como é a situação dessas crianças... Ser contra o aborto não é ser "pro vida" é só ser contra o aborto mesmo.

Queria que o mundo fosse igual a essa bolha que você vive "Nossa, não quer o filho é só mandar para adoção" caramba que legal cara! Então tá tudo resolvido!! Por quê ninguém pensou numa solução tão simples assim ? UAU!!!
É só mandar para o orfanato! Terceiriza o problema e tá tudo certo... Os orfanatos são mantidos não pelo estado mas por iniciativa privada! Zero custo e além de ter zero custo todos contam com uma estrutura de dar inveja! Lá tem piscina e todas as crianças são felizes! Não tem tratamento psicológico porque não precisa, afinal o orfanato é maravilhoso!!
UAU!

Caramba, a pessoa é contra o aborto (contra o assassinato segundo ela) mas é a favor da tortura ? Porque uma criança que cresce sem os pais, sem afeto, em orfanato e é rejeitada não vai sofrer na vida né ? Sim, todas vão virar o Silvio Santos quando crescer e serão CEOs de empresas bilionárias.

EDIT: Esperando o comentário "ah então vamos matar todas as crianças porque estatisticamente virarão bandidos?" Não, vamos deixar TODAS vivas, assim de cada 100 que nascerem na favela, 70 virem "cidadãos de bem" e os outros 30 apenas bandidos (porque é sempre preto no branco né ?) e aí matamos essas 30 a chumbo porque é mais divertido, mas eu sou pró vida hein! Não sou a favor do aborto, UFA!
 
Ultima Edição:

Azeon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.939
Reações
16.247
Pontos
554
Então. Não fui irônico. Só realmente achei sua comparação ruim.

Tudo isso acontece por falta de cultura. Tudo que se aprende hoje é o prazer carnal.
Não sou religioso para complementar.

Deveria ser ensinado que para toda ação existe uma reação ou consequência.
Não se fala disso.

Chegando carnaval. Mesma coisa. Álcool, drogas, "meteção", filhos. Sem chance nem de saber quem vai ser o pai. Filho do cadim.

Todo mundo quer transar. Mas realmente poucos sabem dos preservativos. Nem coito interrompido sabem fazer.

Só que realmente o aborto é muita maldade.
O feto é vida. Só pq alguns não ligam não quer dizer que não seja vida.

Poderiam penalizar os pais. Sei lá, prende, pena de morte para pais e mães responsáveis.
Eu concordo 100% quando falam que é falta de cultura, educação e etc. Não está errado isso... Mas aí eu te pergunto : Quantas pessoas no nosso país tem acesso a essas informações ? Vocês vivem reclamando do governo no PT, esse governo que sucateou a nossa educação... E essas pessoas que estudaram nessas escolas medíocres tem informação, cultura e condição de saber isso que nós sabemos ? Não, então porque você espera isso dessas pessoas ? Não faz sentido.

E sim, vamos começar a punir as pessoas por transar, um ato completamente natural e instintivo... Sim, temos que começar a punir as pessoas por comerem demais também porque é errado né ? Também vamos punir as pessoas que tomam banho de chinelo... Porque né ? Fala sério.
 


Gamer King

O Soberano
VIP
Mensagens
52.858
Reações
55.049
Pontos
1.069
Sim, mas o bebê já não depende mais dos pais para sobreviver... Mas sobreviver não é viver, veja como estão os orfanatos do nosso país, como é a situação dessas crianças... Ser contra o aborto não é ser "pro vida" é só ser contra o aborto mesmo.

Queria que o mundo fosse igual a essa bolha que você vive "Nossa, não quer o filho é só mandar para adoção" caramba que legal cara! Então tá tudo resolvido!! Por quê ninguém pensou numa solução tão simples assim ? UAU!!!
É só mandar para o orfanato! Terceiriza o problema e tá tudo certo... Os orfanatos são mantidos não pelo estado mas por iniciativa privada! Zero custo e além de ter zero custo todos contam com uma estrutura de dar inveja! Lá tem piscina e todas as crianças são felizes! Não tem tratamento psicológico porque não precisa, afinal o orfanato é maravilhoso!!
UAU!

Caramba, a pessoa é contra o aborto (contra o assassinato segundo ela) mas é a favor da tortura ? Porque uma criança que cresce sem os pais, sem afeto, em orfanato e é rejeitada não vai sofrer na vida né ? Sim, todas vão virar o Silvio Santos quando crescer e serão CEOs de empresas bilionárias.
Eu entendo o seu raciocinio, poupar pessoas de uma vida potencialmente sofrida, mas isso é justificativa pra matar alguèm?

A solução não é essa e sim trabalhar em diversas frentes, educando as pessoas, conscientizando da seriedade que é engravidar, facilitar ao máximo o acesso a métodos contraceptivos e por aí vai.

Tem gente que não tem condição de ter nem um filho e tem cinco, é isso que tem que ser trabalhado, não sair matando fetos pra eles não sofrerem.
 

Velotrol

Bam-bam-bam
Mensagens
4.344
Reações
5.195
Pontos
389
O seu também.
Não respondeu diretamente, relativizou e consentiu que seu argumento é ruim.

Alías, a sua resposta diz que o aborto é capaz de evitar mortes violentas no futuro (pois assim o entendi) é tão ruim quanto o primeiro argumento. Tira o fator de que um humano é um humano e é reducionista em relação aos atuais problemas da sociedade.

Mas se esse e o resto que você postou aqui são seus melhores argumentos, eu me retiro. Achei que ia ganhar alguma coisa aqui.
 

Azeon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.939
Reações
16.247
Pontos
554
Eu entendo o seu raciocinio, poupar pessoas de uma vida potencialmente sofrida, mas isso é justificativa pra matar alguèm?

A solução não é essa e sim trabalhar em diversas frentes, educando as pessoas, conscientizando da seriedade que é engravidar, facilitar ao máximo o acesso a métodos contraceptivos e por aí vai.

Tem gente que não tem condição de ter nem um filho e tem cinco, é isso que tem que ser trabalhado, não sair matando fetos pra eles não sofrerem.
Então, sem ironia e sarcasmo agora.
Concordo que não é uma solução fácil e concordo que temos que trabalhar na prevenção e etc. Concordo com tudo isso que falam, porém vamos a nossa realidade...
Nosso país é uma BOSTA em todas as frentes e esse governo atual aí não parece querer melhorar muito as coisas não, então o que sobra ?
Essas pessoas que não tem condição de ter um e tem cinco muito provavelmente não tiveram educação e não tem acesso a informação para justamente PREVENIR uma criança...

Isso de "camisinha é um saco" é verdade, camisinha é uma merda mesmo... Mas eu tive educação e informação e pior que camisinha atrapalhando a foda é um filho indesejado atrapalhando a vida... Mas nem todas as pessoas tem ciência disso.

Informar, educar, prevenir é algo que temos sim que fazer sempre, porém nem todos terão acesso a isso e uma vez que a pessoa está grávida o que fazer ? Já foi... Orfanato é sofrível nas nossas condições, vai ver o perfil da galera que quer adotar (a maioria quer apenas bebês, a cada ano que passa a chance da criança ser adotada cai exponencialmente)...

Sinceramente, eu só sou a favor do aborto porque para mim é a melhor solução para esse ser indesejado não sofrer o resto da vida, para mim todas as outras alternativas possíveis são pior do que o aborto.
 

biglinux

Bam-bam-bam
Mensagens
2.050
Reações
3.902
Pontos
334
Sou contra o aborto e a favor da facilitação da laqueadura e da vasectomia, inclusive a vasectomia é o método contraceptivo mais eficaz que existe.

Sou a favor tb de que quem for preso devia passar obrigatoriamente por um desses processos de esterilização.

Ps. Não tenho filhos e fiz vasectomia
 

Azeon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.939
Reações
16.247
Pontos
554
Não respondeu diretamente, relativizou e consentiu que seu argumento é ruim.

Alías, a sua resposta diz que o aborto é capaz de evitar mortes violentas no futuro (pois assim o entendi) é tão ruim quanto o primeiro argumento. Tira o fator de que um humano é um humano e é reducionista em relação aos atuais problemas da sociedade.

Mas se esse e o resto que você postou aqui são seus melhores argumentos, eu me retiro. Achei que ia ganhar alguma coisa aqui.
Primeiramente o aborto é para evitar que um ser seja colocado no mundo sem amor, sem afeto e sim esse ser sem amor, sem afeto e sem nenhuma estrutura pode vir (grandes chances mas não é 100%) a tirar outras vidas e ser um problema para a sociedade.

Pô legal cara, se retire então já que quer.
 

edikaoz

Bam-bam-bam
Mensagens
2.189
Reações
5.212
Pontos
339
A grande questão é: pessoas transam e geram novas vidas.

Ora, todos sabemos os resultados, até os mais miseráveis. Então, por que ainda insistem nesse comportamento?

Eu não consigo entender como argumento "livrar as pessoas de uma vida sofrida e livrar a criança de uma vida sofrida". É muito ilógico. Não podemos cortar o braço da criança por enfiar o dedo no ventilador (parafraseando Julius, hehehe).

O correto seria que o indivíduo arque com as consequências de seus atos, e não se eximir da responsabilidade através de algo que é perfeitamente evitável.
 

Azeon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.939
Reações
16.247
Pontos
554
Sou contra o aborto e a favor da facilitação da laqueadura e da vasectomia, inclusive a vasectomia é o método contraceptivo mais eficaz que existe.

Sou a favor tb de que quem for preso devia passar obrigatoriamente por um desses processos de esterilização.

Ps. Não tenho filhos e fiz vasectomia
Também acho que deveriam parar com essa frescura de vasectomia com X anos e X filhos, o mesmo vale para laqueadura, lembrando que ambos são reversíveis.
 

Azeon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.939
Reações
16.247
Pontos
554
Ora, todos sabemos os resultados, até os mais miseráveis. Então, por que ainda insistem nesse comportamento?

Eu não consigo entender.
Aqui ficou claro, você não consegue entender, sabe por quê ?
Porque você teve educação, provavelmente tem dinheiro para fazer várias coisas (tipo tocar guitarra que parece ser seu hobby), tem acesso a PC, internet, informação e etc.

Tem gente que não tem TV em casa, mal tem dinheiro para comer... Aí o que sobra para liberar endorfina ? Sexo.

Existem estudos que comprovam que quanto mais dinheiro, afazeres e etc. menos a pessoa transa, casais que tem TV no quarto TENDEM a transar menos também e etc...

Ou seja, quanto menos opção você tem a disposição mais o SEXO (que é de graça) vira uma opção de liberar endorfina, de dar uma felicidade momentânea, simples assim.

Você querer ME condenar se eu quiser abortar é um argumento válido porque eu tive todas as ferramentas disponíveis para evitar uma gravidez indesejada, aí é outro caso... Agora esses argumentos caem por terra quando estamos falando de pessoas pobres, sem acesso a educação e informação.
 

ned ludd

Veterano
Mensagens
753
Reações
848
Pontos
108
18 dias é quando começa a cardiogênese. E é bem por aí que já começa os batimentos e a fluir sangue.

Não sei se dá pra chamar de coração, coração mesmo é depois de 1 mês. Mas já começa a formar as estruturas do coração e do tecido sanguíneo.
claro que não dá, é propaganda pura
 

rftailor

Bam-bam-bam
Mensagens
4.127
Reações
2.423
Pontos
374
Eu concordo 100% quando falam que é falta de cultura, educação e etc. Não está errado isso... Mas aí eu te pergunto : Quantas pessoas no nosso país tem acesso a essas informações ? Vocês vivem reclamando do governo no PT, esse governo que sucateou a nossa educação... E essas pessoas que estudaram nessas escolas medíocres tem informação, cultura e condição de saber isso que nós sabemos ? Não, então porque você espera isso dessas pessoas ? Não faz sentido.

E sim, vamos começar a punir as pessoas por transar, um ato completamente natural e instintivo... Sim, temos que começar a punir as pessoas por comerem demais também porque é errado né ? Também vamos punir as pessoas que tomam banho de chinelo... Porque né ? Fala sério.
Tomar banho de chinelo é prático para lavar o chinelo. Errado é usar o chinelo da rua, dentro de casa! rs

Mas de verdade. Arrumem uma outra solução. Abortar é a pior delas!
 

edikaoz

Bam-bam-bam
Mensagens
2.189
Reações
5.212
Pontos
339
Aqui ficou claro, você não consegue entender, sabe por quê ?
Porque você teve educação, provavelmente tem dinheiro para fazer várias coisas (tipo tocar guitarra que parece ser seu hobby), tem acesso a PC, internet, informação e etc.

Tem gente que não tem TV em casa, mal tem dinheiro para comer... Aí o que sobra para liberar endorfina ? Sexo.

Existem estudos que comprovam que quanto mais dinheiro, afazeres e etc. menos a pessoa transa, casais que tem TV no quarto TENDEM a transar menos também e etc...

Ou seja, quanto menos opção você tem a disposição mais o SEXO (que é de graça) vira uma opção de liberar endorfina, de dar uma felicidade momentânea, simples assim.

Você querer ME condenar se eu quiser abortar é um argumento válido porque eu tive todas as ferramentas disponíveis para evitar uma gravidez indesejada, aí é outro caso... Agora esses argumentos caem por terra quando estamos falando de pessoas pobres, sem acesso a educação e informação.
Bom, vamos lá:

Você ignorou meu post anterior, onde eu expliquei minha situação. A propósito, eu só pude ter acesso a um computador depois de eu casei e já tinha minha casa, em 2006 (acredite!!!).Se puder comentar lá, por favor.

Quanto a parte da educação: você tem razão. Fui educado e tive a sorte de ter instrução sobre diversas coisas. Tocar guitarra é o meu trabalho. Porém, utilizar isso como argumento é usar de Ad Hominem, pois não invalida nada do que eu disse. Explico:

É a natureza elementar dos seres vivos: nascer, crescer, se reproduzir e morrer. TODOS SABEM DISSO. O que você está argumentando é que pessoas pobres agem como selvagens, e isso é profundamente lamentável. Vou além: mesmo que essas pessoas ajam como animais no cio, ainda assim elas devem ser RESPONSÁVEIS pelos seus atos. Transferir a responsabilidade para uma criança em gestação não faz nenhum sentido lógico.

Você está vendo o assunto com um apelo emocional exagerado, a meu ver. Se formos reduzir a equação, poderemos ver que a questão é muito mais simples: tudo pode ser evitado apenas com um método contraceptivo adequado. E usar a desculpa de pouca informação também é totalmente ilógico nos dias de hoje. Um país que tem mais lojas celulares com acesso a internet do que pessoas me parece bem informado. A questão é: qual é a qualidade das informações que as pessoas buscam?

Sabemos que a busca pelo prazer e a fuga da dor sempre norteou o comportamento humano. Ainda mais nos dias de hoje, onde o comportamento promíscuo é tolerado e até incentivado. Ora, se podemos fazer isso, por que não fazer o contrário?

Eu insisto: a responsabilidade deve recair em quem cometeu o ato, jamais transferir essa responsabilidade a quem nem pode se defender.

EDIT: @Azeon , a propósito, você distorceu meu post. No meu post original, fica claro que eu digo que não consigo entender como alguém pode usar como argumento "livrar a pessoa de sofrimento", não que "eu não consigo entender por que isso acontece". Favor, releia meu comentário e, se quiser, argumente sobre ele.
 
Ultima Edição:

edineilopes

Retrogamer
Mensagens
24.204
Reações
69.880
Pontos
654
A grande questão é: pessoas transam e geram novas vidas.

Ora, todos sabemos os resultados, até os mais miseráveis. Então, por que ainda insistem nesse comportamento?

Eu não consigo entender como argumento "livrar as pessoas de uma vida sofrida e livrar a criança de uma vida sofrida". É muito ilógico. Não podemos cortar o braço da criança por enfiar o dedo no ventilador (parafraseando Julius, hehehe).

O correto seria que o indivíduo arque com as consequências de seus atos, e não se eximir da responsabilidade através de algo que é perfeitamente evitável.
Mas de verdade. Arrumem uma outra solução. Abortar é a pior delas!
103226
 

Azeon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.939
Reações
16.247
Pontos
554
Bom, vamos lá:

Você ignorou meu post anterior, onde eu expliquei minha situação. A propósito, eu só pude ter acesso a um computador depois de eu casei e já tinha minha casa, em 2006 (acredite!!!).Se puder comentar lá, por favor.

Quanto a parte da educação: você tem razão. Fui educado e tive a sorte de ter instrução sobre diversas coisas. Tocar guitarra é o meu trabalho. Porém, utilizar isso como argumento é usar de Ad Hominem, pois não invalida nada do que eu disse. Explico:

É a natureza elementar dos seres vivos: nascer, crescer, se reproduzir e morrer. TODOS SABEM DISSO. O que você está argumentando é que pessoas pobres agem como selvagens, e isso é profundamente lamentável. Vou além: mesmo que essas pessoas ajam como animais no cio, ainda assim elas devem ser RESPONSÁVEIS pelos seus atos. Transferir a responsabilidade para uma criança em gestação não faz nenhum sentido lógico.

Você está vendo o assunto com um apelo emocional exagerado, a meu ver. Se formos reduzir a equação, poderemos ver que a questão é muito mais simples: tudo pode ser evitado apenas com um método contraceptivo adequado. E usar a desculpa de pouca informação também é totalmente ilógico nos dias de hoje. Um país que tem mais lojas celulares com acesso a internet do que pessoas me parece bem informado. A questão é: qual é a qualidade das informações que as pessoas buscam?

Sabemos que a busca pelo prazer e a fuga da dor sempre norteou o comportamento humano. Ainda mais nos dias de hoje, onde o comportamento promíscuo é tolerado e até incentivado. Ora, se podemos fazer isso, por que não fazer o contrário?

Eu insisto: a responsabilidade deve recair em quem cometeu o ato, jamais transferir essa responsabilidade a quem nem pode se defender.

EDIT: @Azeon , a propósito, você distorceu meu post. No meu post original, fica claro que eu digo que não consigo entender como alguém pode usar como argumento "livrar a pessoa de sofrimento", não que "eu não consigo entender por que isso acontece". Favor, releia meu comentário e, se quiser, argumente sobre ele.
Não ignorei seu post, apenas não vi mesmo.

O que usei como guitarra foi apenas como exemplo.

"todos sabem disso" não, quem não tem acesso a educação, informação e etc. que já falamos aqui no tópico não tem nem conhecimento disso, elas já ouviram em algum lugar mas o SABER de fato, não.
A maioria das pessoas que vivem na favela ou na pobreza mal sabem somar 4 + 4, apesar de terem celulares e etc. São analfabetos funcionais, elas "se viram" mas de fato sabem muito pouco.

" que você está argumentando é que pessoas pobres agem como selvagens, e isso é profundamente lamentável. Vou além: mesmo que essas pessoas ajam como animais no cio, ainda assim elas devem ser RESPONSÁVEIS pelos seus atos. Transferir a responsabilidade para uma criança em gestação não faz nenhum sentido lógico."
Aqui você distorceu o que eu disse, mas de boa... E não é questão de ser POBRE é questão de "não ter o que fazer", fica você e sua esposa em um chalé afastado da cidade, com o centro da cidade fechando as 21h, sem TV e me diz o que sobra para fazer... Então, essa é a realidade de muitas pessoas que são pobres, que não tem muito o que fazer em casa, isso sim é natural e instintivo.

"Eu insisto: a responsabilidade deve recair em quem cometeu o ato, jamais transferir essa responsabilidade a quem nem pode se defender." Legal, vamos punir os que transaram, como ? Castrar ? Sou a favor, prender ? Não faz sentido algum... Mas ainda sobra a criança, o que vamos fazer com essa criança fruto desse vacilo ? Se prender os pais quem vai criar ?

E Sim, eu distorci seu post (do mesmo jeito que você distorceu o meu, tá tudo em casa).

Mas para finalizar essa discussão te faço um desafio :

  • Qual a punição para quem transar e gerar um filho ?
  • Quem deve criar essa criança indesejada ?
EDIT: Não achei seu post que você comentou que ignorei, olhei as 4 páginas, se puder linkar eu agradeço.
 

edikaoz

Bam-bam-bam
Mensagens
2.189
Reações
5.212
Pontos
339
Não ignorei seu post, apenas não vi mesmo.

O que usei como guitarra foi apenas como exemplo.

"todos sabem disso" não, quem não tem acesso a educação, informação e etc. que já falamos aqui no tópico não tem nem conhecimento disso, elas já ouviram em algum lugar mas o SABER de fato, não.
A maioria das pessoas que vivem na favela ou na pobreza mal sabem somar 4 + 4, apesar de terem celulares e etc. São analfabetos funcionais, elas "se viram" mas de fato sabem muito pouco.

" que você está argumentando é que pessoas pobres agem como selvagens, e isso é profundamente lamentável. Vou além: mesmo que essas pessoas ajam como animais no cio, ainda assim elas devem ser RESPONSÁVEIS pelos seus atos. Transferir a responsabilidade para uma criança em gestação não faz nenhum sentido lógico."
Aqui você distorceu o que eu disse, mas de boa... E não é questão de ser POBRE é questão de "não ter o que fazer", fica você e sua esposa em um chalé afastado da cidade, com o centro da cidade fechando as 21h, sem TV e me diz o que sobra para fazer... Então, essa é a realidade de muitas pessoas que são pobres, que não tem muito o que fazer em casa, isso sim é natural e instintivo.

"Eu insisto: a responsabilidade deve recair em quem cometeu o ato, jamais transferir essa responsabilidade a quem nem pode se defender." Legal, vamos punir os que transaram, como ? Castrar ? Sou a favor, prender ? Não faz sentido algum... Mas ainda sobra a criança, o que vamos fazer com essa criança fruto desse vacilo ? Se prender os pais quem vai criar ?

E Sim, eu distorci seu post (do mesmo jeito que você distorceu o meu, tá tudo em casa).

Mas para finalizar essa discussão te faço um desafio :

  • Qual a punição para quem transar e gerar um filho ?
  • Quem deve criar essa criança indesejada ?
EDIT: Não achei seu post que você comentou que ignorei, olhei as 4 páginas, se puder linkar eu agradeço.
O que eu quero dizer é: é biológico. Não tem para onde correr. Alegar que "não sabia que transar sem camisinha geraria uma criança" é inaceitável.

Eu não distorci seu post. Você de fato argumentou que "as pessoas pobres não tem o que fazer e querem liberar endorfina. Logo, a única saída é transar". Oras, também é um argumento inaceitável.

Quanto a punição: não existe punição. Ter um filho não é uma punição. Nada mais é do que o resultado de uma relação sexual sem método contraceptivo.

Como eu disse, você está vendo a coisa por um lado extremamente emocional. Não faz sentido alegar "punição pra quem tem uma gravidez indesejada". A minha lógica é muito simples: não quer ter um filho? Existem inúmeros meios de se precaver. O aborto nem deveria ser cogitado por causa disso. Por fim, que a pessoa arque com a responsabilidade, já que na hora do coito sem proteção estava tudo certo, né?

O post a que eu me referi é esse:
 

Yapathi

Bam-bam-bam
Mensagens
2.117
Reações
9.075
Pontos
303
Sim, mas o bebê já não depende mais dos pais para sobreviver... Mas sobreviver não é viver, veja como estão os orfanatos do nosso país, como é a situação dessas crianças... Ser contra o aborto não é ser "pro vida" é só ser contra o aborto mesmo.

Queria que o mundo fosse igual a essa bolha que você vive "Nossa, não quer o filho é só mandar para adoção" caramba que legal cara! Então tá tudo resolvido!! Por quê ninguém pensou numa solução tão simples assim ? UAU!!!
É só mandar para o orfanato! Terceiriza o problema e tá tudo certo... Os orfanatos são mantidos não pelo estado mas por iniciativa privada! Zero custo e além de ter zero custo todos contam com uma estrutura de dar inveja! Lá tem piscina e todas as crianças são felizes! Não tem tratamento psicológico porque não precisa, afinal o orfanato é maravilhoso!!
UAU!

Caramba, a pessoa é contra o aborto (contra o assassinato segundo ela) mas é a favor da tortura ? Porque uma criança que cresce sem os pais, sem afeto, em orfanato e é rejeitada não vai sofrer na vida né ? Sim, todas vão virar o Silvio Santos quando crescer e serão CEOs de empresas bilionárias.

EDIT: Esperando o comentário "ah então vamos matar todas as crianças porque estatisticamente virarão bandidos?" Não, vamos deixar TODAS vivas, assim de cada 100 que nascerem na favela, 70 virem "cidadãos de bem" e os outros 30 apenas bandidos (porque é sempre preto no branco né ?) e aí matamos essas 30 a chumbo porque é mais divertido, mas eu sou pró vida hein! Não sou a favor do aborto, UFA!
Você prevê o futuro? Tem uma máquina especial para submeter a criança ainda no ventre e ver o futuro dela?

Temos um fato: uma vida está sendo morta. Contrapor isso com um CENÁRIO HIPOTÉTICO (não é nem POSSIBILIDADE, pois não é possível quantificar com estatística) é tão errado que nem argumento é.
 

Pedro H.

Habitué da casa
Mensagens
160
Reações
479
Pontos
83
Aqui ficou claro, você não consegue entender, sabe por quê ?
Porque você teve educação, provavelmente tem dinheiro para fazer várias coisas (tipo tocar guitarra que parece ser seu hobby), tem acesso a PC, internet, informação e etc.

Tem gente que não tem TV em casa, mal tem dinheiro para comer... Aí o que sobra para liberar endorfina ? Sexo.

Existem estudos que comprovam que quanto mais dinheiro, afazeres e etc. menos a pessoa transa, casais que tem TV no quarto TENDEM a transar menos também e etc...

Ou seja, quanto menos opção você tem a disposição mais o SEXO (que é de graça) vira uma opção de liberar endorfina, de dar uma felicidade momentânea, simples assim.

Você querer ME condenar se eu quiser abortar é um argumento válido porque eu tive todas as ferramentas disponíveis para evitar uma gravidez indesejada, aí é outro caso... Agora esses argumentos caem por terra quando estamos falando de pessoas pobres, sem acesso a educação e informação.
Cara, trabalhei na ponta na A. Social, o pessoal aqui vive num mundo paralelo, e confesso, eu tbm vivia. Uma das coisas que percebi é como fazem filho! Tinha gurias com uns 17, com o bebe no colo e...GRÁVIDAS! Conversei algumas vezes com as colegas Ass. Sociais sobre essa questão de ter muitos filhos, e ouvi até a frase que usei, "é outra realidade que não estamos acostumados".

Como falei, não tenho opinião formada, e concordo com o colega que teria que ser a última opção mesmo. O velotrol acha uma visão caricata o que coloquei e o vídeo do Carlin, respeito a opinião dele, mas não é uma verdade, é só a opinião dele pessoal. Na minha, pessoal obviamente, é bem por ai, o ser humano ao natural pensa no seu desenvolvimento particular e do seu grupo social, pouca gente olha pros outros, pouca gente ajuda o próximo, por isso faz sentido a visão do Carlin, muita preocupação na hora do nascimento, e depois se candidatam até a "abortar" quem tem opinião diferente.
 

arthur the king

Bam-bam-bam
Mensagens
2.268
Reações
4.129
Pontos
303
Na verdade quem distorce é a turma pró aborto que tenta desumanizar o ser vivo que está começando a se desenvolver.

A idéia de matar um humano indefeso em regra é repugnante para as pessoas, se o aborto fosse encarado dentro dessa realidade ele não seria aceito, então são usadas ginásticas argumentativas pra suavizar a questão.

É só um punhado de células, não é uma pessoa, tudo bem tirar... essa mentira contada muitas vezes virou verdade na cabeça de muita gente.
Na real e a galera """"""pro vida"""""" que distorce mesmo

Vc pode achar que a vida começa na concepção ou pode achar que ela começa a partir de x meses,ambas não passam de OPINIÃO

E aí sua opinião não pode pautar a vida de ninguém. Aliás a opinião que a vida começa na concepção e frágil demais inclusive,normalmente e baseada em fe ou em algum argumento legalista (a constituição diz ZZzzzZz)

Enviado de meu SM-G920I usando o Tapatalk
 

Hiperbrain

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.244
Reações
41.786
Pontos
634
O ser humano já nascido e formado, em especial os progressistas e os jovens 'moderninhos', sentem verdadeira repulsa e desprezo pela ideia de humanidade, principalmente se esta ideia estiver atrelada àquilo que, em muitas instâncias [políticas, biológicas, sociais, materiais] não consideram "humano": o outro.

É tão fácil, absurdo e arbitrário como afirmar que o sexo não existe. Logo, se o sexo do bebê não existe, o bebê também não é humano, "então ninguém deve se importar se ele simplesmente sumir, desaparecer. Mesmo porque problemas devem sumir, desaparecer. Não queremos nenhum tipo de culpa, responsabilidade, memória ... encheção de saco."

Só neste tópico, vi muitos usuários se dizendo favoráveis ao aborto "apenas" até os 3 meses de gestação [e a coisa piora bastante no 'extra-fórum'], ignorando deliberadamente que estão interrompendo um processo próprio da vida humana e inescapável a todos. Para essas pessoas, tudo no mundo começa do começo, menos a vida humana. Essa já dá pra dizer que começa com 3 meses de gestação [fica mais 'fofo' fazer tal ressalva], ainda que não haja nenhum aval científico ou determinação absoluta do início da vida.

Na verdade, nem precisa. Está tudo na nossa frente, aos olhos de todos. A vida começa no seu mais ínfimo e minúsculo começo, na concepção das diretrizes genéticas que guiarão o processo do zigoto até o nascimento, e daí até a morte. Uma Matemática difícil de aceitar aos progressistas, seres humanos [?] especiais e "melhores", trazidos pela cegonha ou nascidos do chão.

Todo defensor de aborto sofre de insuperável preguiça moral e latente eugenia. Alimentam a ideia de que pessoas modernas não aceitam ter que lidar com qualquer tipo de crítica, revés, trabalho, culpa, responsabilidade, contratempos ou problemas inerentes à nossa condição humana e existencial.

O suprassumo da hipocrisia narcisista são essas pessoas. Elas vivem de usar politicamente palavras como "empatia, amor, vida e liberdade" para enfeitar ensaios filosóficos carregados de arrogância intelectual e argumento de autoridade, mas tudo o que na prática intentam fazer é negar e destruir a humanidade!

O senso de humanidade original prioriza, protege e preserva a vida em absolutamente todos os seus necessários, naturais e inerentes processos biológicos. O senso modernista nega, divide, especula, mata!

O espírito humano reconhece e assimila o contratempo, a adversidade, o revés, e mesmo diante de problemas terríveis tenta mitigar o sofrimento, não matar o sofredor.

Pessoas nascem com problemas de formação, mas com mentes saudáveis e boas, pessoas perdem um membro, um braço ou uma perna durante a vida. Damos um jeito e fazemos adaptações, criamos vagas para cadeirantes e pessoas com necessidades especiais, tentamos mitigar o sofrimento e seguir com a vida, não com a morte!

O que esses seres humanos em fase intra-uterina responderiam depois de nascidos e crescidos ... quando perguntados se queriam ter nascido e conhecido o mundo, as cores, a luz, a música, as plantas e folhagens, o rosto dos seus pais, da sua namorada, do seu marido ... dos seus filhos..?? Quem é capaz de prever? Quem é capaz de determinar se uma vida pré-concebida irá ou não ter o direito de nascer?

Nesta questão do aborto, eu não preciso da Ciência dos homens, da sabedoria dos filósofos, do academicismo dos intelectuais, das estatísticas de interesses covardes, tampouco da histeria verborrágica dos progressistas. Me reconhecer no espelho já basta. Nasci e existo desde o meu começo.

A memória, a simplicidade e o senso de dever e responsabilidade dos antigos agridem a fraqueza e a preguiça moral dos novos. Até o final dos tempos, tudo será posto de cabeça para baixo, a começar pela Cruz. Me junto ao silêncio das verdadeiras vítimas.
 
Ultima Edição:

Rafa - Él

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.937
Reações
46.890
Pontos
604
O ser humano já nascido e formado, em especial os progressistas e os jovens 'moderninhos', sentem verdadeira repulsa e desprezo pela ideia de humanidade, principalmente se esta ideia estiver atrelada àquilo que, em muitas instâncias [políticas, biológicas, sociais, materiais] não consideram "humano": o outro.

É tão fácil, absurdo e arbitrário como afirmar que o sexo não existe. Logo, se o sexo do bebê não existe, o bebê também não é humano, "então ninguém deve se importar se ele simplesmente sumir, desaparecer. Mesmo porque problemas devem sumir, desaparecer. Não queremos nenhum tipo de culpa, responsabilidade, memória ... enxeção de saco."

Só neste tópico, vi muitos usuários se dizendo favoráveis ao aborto "apenas" até os 3 meses de gestação [e a coisa piora bastante no 'extra-fórum'], ignorando deliberadamente que estão interrompendo um processo próprio da vida humana e inescapável a todos. Para essas pessoas, tudo no mundo começa do começo, menos a vida humana. Essa já dá pra dizer que começa com 3 meses de gestação [fica mais 'fofo' fazer tal ressalva], ainda que não haja nenhum aval científico ou determinação absoluta do início da vida.

Na verdade, nem precisa. Está tudo na nossa frente, aos olhos de todos. A vida começa no seu mais ínfimo e minúsculo começo, na concepção das diretrizes genéticas que guiarão o processo do zigoto até o nascimento, e daí até a morte. Uma Matemática difícil de aceitar aos progressistas, seres humanos [?] especiais e "melhores", trazidos pela cegonha ou nascidos do chão.

Todo defensor de aborto sofre de insuperável preguiça moral e latente eugenia. Alimentam a ideia de que pessoas modernas não aceitam ter que lidar com qualquer tipo de crítica, revés, trabalho, culpa, responsabilidade, contratempos ou problemas inerentes à nossa condição humana e existencial.

O suprassumo da hipocrisia narcisista são essas pessoas. Elas vivem de usar politicamente palavras como "empatia, amor, vida e liberdade" para enfeitar ensaios filosóficos carregados de arrogância intelectual e argumento de autoridade, mas tudo o que na prática intentam fazer é negar e destruir a humanidade!

O senso de humanidade original prioriza, protege e preserva a vida em absolutamente todos os seus necessários, naturais e inerentes processos biológicos. O senso modernista nega, divide, especula, mata!

O espírito humano reconhece e assimila o contratempo, a adversidade, o revés, e mesmo diante de problemas terríveis tenta mitigar o sofrimento, não matar o sofredor.

Pessoas nascem com problemas de formação, mas com mentes saudáveis e boas, pessoas perdem um membro, um braço ou uma perna durante a vida. Damos um jeito e fazemos adaptações, criamos vagas para cadeirantes e pessoas com necessidades especiais, tentamos mitigar o sofrimento e seguir com a vida, não com a morte!

O que esses seres humanos em fase intra-uterina responderiam depois de nascidos e crescidos ... quando perguntados se queriam ter nascido e conhecido o mundo, as cores, a luz, a música, as plantas e folhagens, o rosto dos seus pais, da sua namorada, do seu marido ... dos seus filhos..?? Quem é capaz de prever? Quem é capaz de determinar se uma vida pré-concebida irá ou não ter o direito de nascer?

Nesta questão do aborto, eu não preciso da Ciência dos homens, da sabedoria dos filósofos, do academicismo dos intelectuais, das estatísticas de interesses covardes, tampouco da histeria verborrágica dos progressistas. Me reconhecer no espelho já basta. Nasci e existo desde o meu começo.

A memória, a simplicidade e o senso de responsabilidade dos antigos agride a fraqueza e a preguiça moral dos novos. Até o final dos tempos, tudo será posto de cabeça para baixo, a começar pela Cruz. Me junto ao silêncio das verdadeiras vítimas.












Vc que escreveu isso hyper cérebro?
 
Ultima Edição:

-Mauricio

Bam-bam-bam
Mensagens
2.084
Reações
3.933
Pontos
303
Eu refuto todos os argumentos pró-aborto, exceto quando é a única opção para a mãe não morrer no parto/gestação. Inseri apenas alguns quotes para não ficar gigante.

Tenho problema com aborto não, mas até 3 meses, depois disso sem chance.
Por que 3 meses? De onde vem o número 3 meses? Me mostre referências científicas do motivo desses 3 meses aí, por favor.

O aborto deve ser uma decisão do casal. Não deve ser criminalizado e nem proibido. No entanto, é algo que deve ser feito logo após a descoberta da gravidez. No máximo, 2 meses após. Até acredito que o prazo fatal é 3 meses e depois disso nenhum médico sério faz aborto.

Esses casos relatados são de abortos após quantos meses de gravidez? Por que como que um feto com 2 meses nasce vivo? Cadê os médicos da OS para nos iluminarem?
Por que 2 meses ou prazo máximo de 3 meses? Me mostre referências científicas do motivo desses 3 meses aí, por favor.

Aborta quem quiser e precisar, to nem aí. Não é uma experiência igual tirar pelo do nariz, "ninguém" vai ficar viciada em aborto e não é uma decisão igual escolher o que comer no buffet. Quanto mais tarde, maior o risco para a mulher também.
Compreensão de planejamento familiar e educação sexual são necessários e imperativos, o que é exatamente o que a "Planned Parenthood" faz, com o aborto sendo o recurso final para quem depois de todo o acompanhamento decide que não tem condições de manter uma vida.

E respondendo ao colega acima, com 5-6 semanas já tem batimento cardíaco mas desenvolvimento do sistema nervoso além de impulsos básicos só umas semanas depois, para assemelhar com o de animais em funções como lagartos e tal vai uns meses. Por isso que bebê mais prematuro que 6 meses não sobrevive.
Partindo do seu ponto de vista, então "Mata quem quiser e precisar" ou "ninguém vai ficar viciado em assassinar crianças".

Ou talvez "Quanto mais tarde um um indivíduo estuprar alguém , maior o risco para o estuprador também."

"Recurso final para quem depois de todo o acompanhamento decide que não tem condições de manter uma vida."

R = Se não tem condições de manter uma vida humana de 2 anos de idade, então pode matá-la também?

"5-6 semanas já tem batimento cardíaco mas desenvolvimento do sistema nervoso além de impulsos básicos só umas semanas depois"
R = Com 20 dias o tubo neural é completamente formado.


Método anticoncepcional falha e causa impactos profundos na saúde feminina, sexo com camisinha é uma merda, e também está suscetível ao rompimento da mesma, o DIU é caro para ser implantado, só sobraria o anticoncepcional implantado, que também é ainda mais caro, então o aborto é válido sim até uma altura, 3 meses, a partir disto deve ser proibido.
O DIU é abortivo (impede a nidação do embrião no útero).

E por que 3 meses é válido abortar?

Estão não faça sexo oras no mundo que vivemos hoje o que não falta é entretenimento, viver sem sexo não vai te matar o único motivo do sexo ser prazeroso é para criar novos humanos, mas alguns humanos burros acham um absurdo ficar gravida após o ato sexual.
E o diu é dado gratuitamente pelo sus não so ele como também pílulas anticoncepcional, existe no mercado camisinhas ultra finas, e camisinha não protege so de filhos mais também de doenças sexualmente transmissíveis que podem ficar anos encubadas no corpo.
O DIU é um método abortivo pois impede a nidação do embrião no útero.

Pra mim é muito melhor que uma mãe aborte, do que ter uma gravidez indesejada, tratando o filho literalmente como bosta, caindo de cara no crime e depois de todo esse processo ser a policia que tem que limpar, e a mesma turma que é contra o aborto, fica la vibrando qnd bandido chuta o balde.

Mas não se engane eu tb acho magnifico bandido se fodendo, só acho mais pratico fazer isso antes.
Então se uma mãe possui um parto indesejado ela pode matar uma criança de 2 anos? Já que a criança pode não ser amada e pode se tornar uma criminosa?

O DIU, caso seja implantado no particular, custa menos que um ano de fraldas. Mas não há justificativa para não usar, já que no Brasil é oferecido "de graça" pelo SUS.

Camisinha, se usar a Skin e outras mais finas ao invés daquelas câmaras de ar oferecidas pelo SUS, faz pouca diferença. além disso, previne várias DSTs. Só isso já vale o "sacrifício".

Pensando nisso, uma coisa que nunca vi ninguém explicando para a população em geral é que camisinha tem diferentes diâmetros. Muita gente não gosta por apertar demais mas não sabe que isso acontece porque ela tem o diâmetro menor do que o do amigão. Já estive nessa situação.

Outra coisa é usar a pílula do dia seguinte. Foi no pelo pq não deu pra se segurar ou a camisinha estourou? Vai na farmácia com 15 conto e compra, cacete! Custa menos que uma ida no Méqui. Acho que até distribuem no posto de saúde.

Sério, não tem desculpa para engravidarem com tanto método contraceptivo disponível.
O DIU impede a nidação do embrião no útero, logo o DIU é abortivo.

Nesse caso também sou contra, mas em partes sou a favor do aborto, mas aí somente no primeiro mês, que não se formou qualquer sistema nervoso.
Camisinha falha, pílula do dia seguinte falha, contraceptivo oral falha, aí a menstruação atrasa, dá duas semanas e ainda tá atrasado, você sabe que deu ruim, aí nesse caso deveria haver uma outra alternativa para forçar a menstruação para que o óvulo fecundado pudesse descer, discorda?

@Velotrol aproveitando, pergunta pra sua esposa sobre minha opinião pessoal, porque infelizmente tem gente que é premiada na loteria com gravidez/óvulo fecundado mesmo usando mais de um método contraceptivo. Não acha que deveria haver uma solução pra forçar uma menstruação atrasada em 15 dias?
Com 20 dias o tubo neural é completamente formado. Ter ou não ter Sistema Nervoso faz do zigoto não ser um humano?

103261

Referência - Bruce M. Carlson - Human Embryology and Developmental Biology (2013, Saunders)
 

abcdario

Bam-bam-bam
Mensagens
2.587
Reações
3.576
Pontos
303
Eu refuto todos os argumentos pró-aborto, exceto quando é a única opção para a mãe não morrer no parto/gestação. Inseri apenas alguns quotes para não ficar gigante.



Por que 3 meses? De onde vem o número 3 meses? Me mostre referências científicas do motivo desses 3 meses aí, por favor.



Por que 2 meses ou prazo máximo de 3 meses? Me mostre referências científicas do motivo desses 3 meses aí, por favor.



Partindo do seu ponto de vista, então "Mata quem quiser e precisar" ou "ninguém vai ficar viciado em assassinar crianças".

Ou talvez "Quanto mais tarde um um indivíduo estuprar alguém , maior o risco para o estuprador também."

"Recurso final para quem depois de todo o acompanhamento decide que não tem condições de manter uma vida."

R = Se não tem condições de manter uma vida humana de 2 anos de idade, então pode matá-la também?

"5-6 semanas já tem batimento cardíaco mas desenvolvimento do sistema nervoso além de impulsos básicos só umas semanas depois"
R = Com 20 dias o tubo neural é completamente formado.




O DIU é abortivo (impede a nidação do embrião no útero).

E por que 3 meses é válido abortar?



O DIU é um método abortivo pois impede a nidação do embrião no útero.



Então se uma mãe possui um parto indesejado ela pode matar uma criança de 2 anos? Já que a criança pode não ser amada e pode se tornar uma criminosa?



O DIU impede a nidação do embrião no útero, logo o DIU é abortivo.



Com 20 dias o tubo neural é completamente formado. Ter ou não ter Sistema Nervoso faz do zigoto não ser um humano?

Visualizar anexo 103261

Referência - Bruce M. Carlson - Human Embryology and Developmental Biology (2013, Saunders)
Cara, impede a fixação do ÓVULO FECUNDADO, pelo amor, agora até isto é vida, o ovo com o esperma do galo é o próprio pintinho também, falo mais nada, galerinha não sai da bolha do Fórum de joguinhos virtuais mesmo, alguém aqui já praticou caridade?, já foi para a rua?, já viu a vida real?, a miséria que nos é apresentada dia a dia?, eu não tenho bola de cristal, eu confesso, mas existências abortadas em vida por meio da miséria, abandono afetivo, etc, reverberarão diretamente na nossa sociedade, uma coisa que eu preciso deixar bem claro aqui é que eu defendo o aborto como última opção de fato, quando eu vejo no sinaleiro de uma cidade uma mulher grávida e com mais 2 ou 3 crianças ao seu lado eu me pergunto, o que será do futuro do terceiro?, esta é a vida real, a vida não é santa neste mundo nojento, e santificar a porra de um zigoto ou de um óvulo fecundado que depois dará origem a um Ser Humano sem perspectivas e nascido na miséria com o qual você não irá se responsabilizar é fácil através da telinha do computador, e sim, se eu fosse abortado eu não teria me importado realmente, na realidade nenhum de vocês teria, até porque não teriam consciência deste fato, ou estariam no limbo se formos seguir esta visão cristã de pastor e padre que alguns possuem aqui.
O debate aqui ainda está impregnado por uma visão conservadora de mundo, as opções de contracepção não são dadas para o povão, tirando as camisinhas vagabundas do postinho, laqueadura tem critérios estúpidos e idiotas, se dependesse de mim todos os métodos contraceptivos mais modernos seriam oferecidos via Sus, junto com cursos de educação sexual.
E não se utilizem de exceções aqui por favor, conheci um sujeito com seus mais de 40 anos, a mãe pensou em abortá - lo mas depois o colocou em um orfanato, lá o estupraram e o agrediram de todas as formas possíveis, hoje ele tem um emprego legal e uma vida razoável, mas o mesmo comenta que todos ao seu entorno se envolveram no crime e morreram, e o seu irmão é um usuário de drogas que ele nunca mais teve contato, foi salvo por um pastor, então esta é a vida real, conjecturar em cima disso sem sentir na pele é fácil, usar exceções é desonestidade intelectual.
Ninguém apoia ninguém neste lixo de mundo, quem aqui vai estender a sua mãozinha e sair da frente do ar- condicionado para ajudar o seu irmão ou irmã miserável com 5 ou 6 filhos?, daí quando a porra do sujeito vira uma sementinha do mal e mete uma bala em alguém já é tarde demais.
 

Azeon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.939
Reações
16.247
Pontos
554
Acho uma put* preguiça esse argumento de quem é contra o aborto, só se preocupam com o nascimento físico do feto, ignoram todo o resto pós nascimento, mas é mais fácil dizer que quem é pro aborto é preguiçoso e quer somente "deletar" uma vida.

Tá certo, porque depois que o bebê nasce tudo muda, arco-íris brotam o amor floresce e daí pra frente é só felicidade pra mãe solteira.


Queria saber daqui quantas pessoas contra o aborto visitam orfanatos e adotam crianças, porque nossa tem tanta gente contra o aborto mas os nossos orfanatos vivem lotados de crianças sem lar... Estranho isso, meio narcisista né? Ah não, só quem é pro aborto é narcisista...
Sent from my MI 9 using Tapatalk
 

Hiperbrain

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.244
Reações
41.786
Pontos
634
Acho uma put* preguiça esse argumento de quem é contra o aborto, só se preocupam com o nascimento físico do feto, ignoram todo o resto pós nascimento, mas é mais fácil dizer que quem é pro aborto é preguiçoso e quer somente "deletar" uma vida.

Tá certo, porque depois que o bebê nasce tudo muda, arco-íris brotam o amor floresce e daí pra frente é só felicidade pra mãe solteira.

Sent from my MI 9 using Tapatalk
Ué? Mas é exatamente isso.

"todo o resto pós nascimento" que você diz ignorarem depende diretamente da existência física da pessoa, que você e outros no tópico defendem eliminar sumariamente antes que "deem errado" na vida.

Qualquer tentativa de justificativa é mero eufemismo. É perceptível certa histeria e desespero antecipados com relação à progressão aritmética natural da população.

Invertem tudo, convertem regra em exceção para defenderem aborto. Acusam os pró vida de não conhecerem o mundo real, quando é justamente o contrário. No mundo real, a regra entre a grande maioria das pessoas humildes e sem muitas condições é serem pessoas honestas e trabalhadoras, encontram-se muito mais inadimplentes entre pessoas endinheiradas do que entre pessoas pobres, que em geral são bons pagadores.

A exceção, que é a marginalidade, embora seja numerosa, não é a regra, e não é matando preventivamente que irá se fazer justiça, pois tal raciocínio implica priorizar, favorecer ou permitir apenas o nascimento de filhos de ricos e de pessoas que supostamente têm melhores condições de gerar e criar um filho, o que são questões absolutamente subjetivas, preconceituosas e eugenistas.

O foco do problema é moral, estrutural, educacional e mais uma infinidade de fatores, só que ninguém quer fazer a lição de casa, mas sim reclamar do professor, eliminar a reprovação e incendiar a escola. Parece mais fácil.

Pessoas se reproduzem, é instinto da espécie. Problematizar tal fato usando argumentos tão subjetivos quanto preconceituosos é raso, infantil e em alguma medida covarde. Você já nasceu e tenho certeza que sua trajetória não foi um mar de rosas.

Meus pais, baianos, chegaram em SP em 1974 com literalmente um caixote de madeira como única "mobília". Tiveram 4 filhos e nenhum "entortou". Não estou me usando como "o exemplo", estou justamente dizendo que a absoluta maioria das pessoas pobres que vivem em dificuldades são humildes o suficientes para serem honestas.

Você vai ver pedintes e mendigos eternamente suplicando ajuda, outros trabalhando com garrafas e ferro-velho, mas sem nunca atentarem contra a vida de alguém ou sequer ameaçarem. E vai ver pessoas bem nascidas, jovens com residência fixa e com a saúde em dia acordando cedo pra roubar, agredir e matar. Jovens que nascem em condições bem melhores do que nascíamos há 30 anos atrás.

Faltam valores, moral e vergonha na cara.
 
Ultima Edição:

Billy_louco

Bam-bam-bam
Mensagens
7.698
Reações
17.743
Pontos
409
Pra mim famílias de classe média é claro, a teen gostosa quis dar se fudeu agora cria

Estupros direito de escolha da mulher até determinado período

Agora o problema são mulheres pobres e sem instrução, ou temos um sistema realmente eficaz que facilitaria que essas mulheres colocassem os filhos para adoção imediata, os hospitais deveriam até mesmo influenciar em mães solteiras, sem condições financeiras, menores de idades etc

Deveria até mesmo já sair da barriga da mulher já adotado e com a nova família esperando ja no hospital o nascimento

Ou temos possibilidade de aborto para essas mulheres nessas condições mais extremas

O que não dá é para ficar assim, sem um meio eficaz e legal dela se livrar da criança depois de nascida ou na gestação, aí temos todos esses abortos ilegais de fundo de quintal
 

Rafa - Él

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.937
Reações
46.890
Pontos
604
A exceção, que é a marginalidade, embora seja numerosa, não é a regra, e não é matando preventivamente que irá se fazer justiça, pois tal raciocínio implica priorizar, favorecer ou permitir apenas o nascimento de filhos de ricos e de pessoas que supostamente têm melhores condições de gerar e criar um filho, o que são questões absolutamente subjetivas, preconceituosas e eugenistas.
Mas você também queria o que, hypercérebro? Afinal a própria mãe do aborto moderno era uma mulher EXTREMAMENTE preconceituosa, eugenista, elitista e defendia algumas ideias que fariam até um membro do Ku Klux Kan ficar horrorizado, e tem um kill rate (através de sua organização Planned Parenthood) que devem fazer o Hitler se revirar de inveja no túmulo. Mas por algum motivo que eu não faço ideia * os progressistas, feministas e a turma da inclusão e diversidade a idolatram...

* mentira, faço ideia sim: hipocrisia, mau-caratismo e demência.



PS: Pra quem não sabe de quem eu estou falando, é desse satanás aí abaixo, Margaret Sanger.

103290
103291
103292
103293
 

Anexos

Topo