O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Bloodstained: Ritual of the Night [sucessor de Castlevania de Koji Igarashi]

Mensagens
2.193
Reações
1.648
Pontos
239
O que ferra com o CotM é que a jogabilidade é meio travada, e o drop das "cartas mágicas" é medonhamente baixo, aí você tem a opção de ficar 80hs em uma área até um inimigo dropar o que você precisa, ou enfrentar os bosses e o Drácula no estilo old-school, só no chicote/itens mágicos.

Nesse sentido, OoE é mais equilibrado, já que você consegue Glyps eficientes no curso do jogo, e há as lojas que vendem itens e armaduras, que facilita um pouco a jornada... só um pouco.
 


Luan Carr

Bam-bam-bam
Mensagens
3.384
Reações
7.365
Pontos
304
O que ferra com o CotM é que a jogabilidade é meio travada, e o drop das "cartas mágicas" é medonhamente baixo, aí você tem a opção de ficar 80hs em uma área até um inimigo dropar o que você precisa, ou enfrentar os bosses e o Drácula no estilo old-school, só no chicote/itens mágicos.

Nesse sentido, OoE é mais equilibrado, já que você consegue Glyps eficientes no curso do jogo, e há as lojas que vendem itens e armaduras, que facilita um pouco a jornada... só um pouco.
Mas aí é que tá. Acho o Circle of the Moon meio facinho. Não lembro ao certo porque faz pelo menos uns 10 anos que não o jogo, mas se eu não me engano, os chefões são todos muito previsiveis, daqueles que se tu decora rapidinho o itinerário deles e mata rápido, se der mole, sem sofrer um dano.

Já o Order of Ecclesia é punk pra caralho. Esse eu chorei sangue pra zerar e até pra passar de algumas fases.
 

Seladonia

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
36.950
Reações
60.476
Pontos
849
Mas aí é que tá. Acho o Circle of the Moon meio facinho. Não lembro ao certo porque faz pelo menos uns 10 anos que não o jogo, mas se eu não me engano, os chefões são todos muito previsiveis, daqueles que se tu decora rapidinho o itinerário deles e mata rápido, se der mole, sem sofrer um dano.

Já o Order of Ecclesia é punk pra caralho. Esse eu chorei sangue pra zerar e até pra passar de algumas fases.
Circle quando joguei usei zero FAQs/revista (aliás nunca uso, só depois que termino um jogo que vejo os "spoilers" do que perdi) e não achei fácil, na real era meio difícil.
A gameplay começava travada mas conforme avançava ela ficava bizarramente ágil pq tu saia voando por ai, pulando pelas paredes e etc... mas quando cheguei no Drácula negócio foi tenso, talvez pq eu não tinha algumas cartinhas apelonas mas acho que foi o último boss mais dificil que vi nesses Castlevanias a partir do SotN (que aliás, jogão mas tem um último boss ridículo), tive que SUAR O CONTROLE pra passar dele.

Mas sei lá, hoje em dia posso achar outra coisa mesmo, faz séculos desde que joguei.
Order of Ecclesia só achei dificil (e chato) no começo, depois tava achando que tinha a dificuldade de um Castlevania normal.
Claro, se for passar todos boss sem tomar 1 hit ai a história é outra.
 

The_Big_Boss

Bam-bam-bam
Mensagens
13.608
Reações
5.007
Pontos
449
Bom se for em 2d já fico com esperança de algo bom.
O último castlevania que joguei e curti muito foi o order of eclesia.
 
Mensagens
2.193
Reações
1.648
Pontos
239
CotM acaba sendo mais problemático na exploração dos cenários, pois, apesar de ter um mapa relativamente pequeno em relação a outros Metroidvanias, ele é bem carente de save points, não são localizados na porta do chefe, como de praxe no SotN e outros títulos e, somada a já citada falta de recursos, ele pode ser bem problemático as vezes. Fora alguns inimigos TOTALMENTE OVERPOWERS, como o "Devil", que deve ter tanto HP quanto um chefe.

OoE é um pouco mais tranquilo na exploração, contanto que o jogador saiba o que está fazendo. Pois ao contrário de outros títulos pós-SotN, Shanoa morre fácil, mesmo com equipamentos atualizados. O que pega mesmo são os chefes, que seguem esse padrão:

Você entra na sala do chefe. Você não entende o que acontece e morre.
Você tenta novamente. Ainda não entende o que está acontecendo e morre.
Nova tentativa. Você passa a entender o que acontece e consegue reagir. Mas ainda assim morre.
Você desenvolve uma estratégia de acordo com as últimas batalhas. Ela não funciona e você morre.
Nova estratégia. Ela é efetiva, mas aí quem muda de estratégia é o chefe. Você morre.
E assim vai...
 


DocVooDoo

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
28.892
Reações
35.463
Pontos
739
Você entra na sala do chefe. Você não entende o que acontece e morre.
Você tenta novamente. Ainda não entende o que está acontecendo e morre.
Nova tentativa. Você passa a entender o que acontece e consegue reagir. Mas ainda assim morre.
Você desenvolve uma estratégia de acordo com as últimas batalhas. Ela não funciona e você morre.
Nova estratégia. Ela é efetiva, mas aí quem muda de estratégia é o chefe. Você morre.
E assim vai...
Mas vc acha isso uma coisa boa ou ruim??? Eu pelo menos acho muito bom e desafiador.
Pior coisa que tem é pegar um chefe manjado que morre na primeira tentativa.
 

DitaParlo

Vamo se beja?
Mensagens
44.682
Reações
41.516
Pontos
1.064
CotM acaba sendo mais problemático na exploração dos cenários, pois, apesar de ter um mapa relativamente pequeno em relação a outros Metroidvanias, ele é bem carente de save points, não são localizados na porta do chefe, como de praxe no SotN e outros títulos e, somada a já citada falta de recursos, ele pode ser bem problemático as vezes. Fora alguns inimigos TOTALMENTE OVERPOWERS, como o "Devil", que deve ter tanto HP quanto um chefe.

OoE é um pouco mais tranquilo na exploração, contanto que o jogador saiba o que está fazendo. Pois ao contrário de outros títulos pós-SotN, Shanoa morre fácil, mesmo com equipamentos atualizados. O que pega mesmo são os chefes, que seguem esse padrão:

Você entra na sala do chefe. Você não entende o que acontece e morre.
Você tenta novamente. Ainda não entende o que está acontecendo e morre.
Nova tentativa. Você passa a entender o que acontece e consegue reagir. Mas ainda assim morre.
Você desenvolve uma estratégia de acordo com as últimas batalhas. Ela não funciona e você morre.
Nova estratégia. Ela é efetiva, mas aí quem muda de estratégia é o chefe. Você morre.
E assim vai...
Procurando o problema.
 

ValenS

Bam-bam-bam
Mensagens
9.134
Reações
6.846
Pontos
424
SOTN foi um dos melhores jogos que eu joguei na vida!!!

Enviado do Exp. Z1 usando tetatalk =D
 

DocVooDoo

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
28.892
Reações
35.463
Pontos
739
Procurando o problema.
Na minha opinião, os únicos problemas dos Castlevanias está em ter level up. Daí a pessoa passa não pelas habilidades, mas pq ficou de grinding fazendo level up até ficar forte o bastante para passar os obstáculos.

Para mim a evolução do personagem tinha que ser só com os itens obtidos no jogo, igual Metroid mesmo.
 

razorkaos

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.225
Reações
27.242
Pontos
563
Dei uma pesquisada aqui e lembrei daquela imagem que saiu no ano passado:


KS: Kick starter

Ae depois ele apareceu falando que teria que adiar seu "jogo dos sonhos" e tal. Parece que porque tinha ido pra uma empresa de mobiles.



OH YEAH!
 

Reila of Astora

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
19.604
Reações
24.574
Pontos
719
Levando em consideração que Symphony of the Night é o melhor por default.
Mas não é. SOTN é fantástico, mas não é melhor que Order of Ecclesia. Ambos os jogos estão no mesmo nível.
O problema de Ecclesia é aquele maldito boss caranguejo.
Fiquei quase uma hora lutando contra esse boss. Boss mais troll da série. :klol
 

Luan Carr

Bam-bam-bam
Mensagens
3.384
Reações
7.365
Pontos
304
Mas não é. SOTN é fantástico, mas não é melhor que Order of Ecclesia. Ambos os jogos estão no mesmo nível.
Não sei... Pela relevância, SotN é imbatível. Acho um jogo completo e modelo pra tudo quanto é jogo do estilo, inclusive os Castlevanias seguintes.

Order of Ecclesia já é mais o ápice mesmo dos Castlevanias portáteis. Acho que foi o que aconteceu de melhor pra série desde 1997.
 

Seladonia

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
36.950
Reações
60.476
Pontos
849
Único Castlevania "metroidvania" que acho ruim e irritantemente fácil é aquele Harmony of Dissonance.

É o 2º jogo do GBA, negócio é extremamente fácil, o personagem é um clone do Alucard, traz diabo de novidade alguma... é só um SotN piorado e rodando com gráficos de GBA ao invés de PS1. Acho que é a coisa mais genérica que tiveram a ousadia de inventar.
Por isso nem encrenco com o Circle, o jogo é muito bom se comparado com o Harmony.
 
Mensagens
2.193
Reações
1.648
Pontos
239
Procurando o problema.
Mas vc acha isso uma coisa boa ou ruim??? Eu pelo menos acho muito bom e desafiador.
Pior coisa que tem é pegar um chefe manjado que morre na primeira tentativa.
Estou apenas citando características dos jogos, jamais disse que a dificuldade era um problema.
Coisa mais boçal era chegar em um boss em AoS (entre outros) sem preparação alguma, atacando de qualquer jeito sem se preocupar com dano e ainda assim, matar o pobre coitado de primeira.
Para mim a evolução do personagem tinha que ser só com os itens obtidos no jogo, igual Metroid mesmo.
Concordo plenamente!
 

Standak

Bam-bam-bam
Mensagens
1.765
Reações
3.922
Pontos
303
Você deve estar falando de Assassins Creed e Call of Duty que saem 2 jogos por ano né?
O último Castlevania do IGA foi em 2008, quantos Castlevania ele lançou depois disso?
E quantos Assassins Creed e Call of Duty saíram depois disso?
E Lords of Shadow é um outro jogo e uma outra história, feito por outra empresa que apenas leva o nome de Castlevania.
Não misture as coisas.
Certo, mas acho que você não me entendeu, ou eu não expliquei direito.

O que eu quis dizer é que, ele já lançou 6 jogos metroidvania na Konami, agora que ele saiu, ele poderia fazer outro estilo de jogo. (Quem sabe ele esteja fazendo algo diferente, e eu falando besteira)
Imagina que o Miyamotto saí da Nintendo, então ele cria um jogo plataforma, que tem como personagem um mexicano, com um sombreiro, que tem como bordão dizer: "AI CARAMBA."

E quando eu digo sobre as mesmas experiências, é querer todo jogo que faça seja um metroidvania, com esse estilo "du mau".
 
Ultima Edição:

Vaçago

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.835
Reações
26.090
Pontos
553
Meu Castlevanias preferidos
Curse of Darkness>Simphony of The Night>>>Dawn of Sorrow>Aria of Sorrow
Esse garoto!
Pra mim é quase o mesmo, mas primeiro vem o Symphony>Curse of Darkness>Dawn>Aria

Mas na boa, todos os "Igavanias" são fodas. O fato de eu não ter escolhido Ecclesia ou Portrait não significam que sejam ruims, eu apenas coloco esses quatro como os meus "tops dos tops".
 

rogermaximal

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
22.734
Reações
16.467
Pontos
699
Certo, mas acho que você não me entendeu, ou eu não expliquei direito.

O que eu quis dizer é que, ele já lançou 6 jogos metroidvania na Konami, agora que ele saiu, ele poderia fazer outro estilo de jogo. (Quem sabe ele esteja fazendo algo diferente, e eu falando besteira)
Imagina que o Miyamotto saí da Nintendo, então ele cria um jogo plataforma, que tem como personagem um mexicano, com um sombreiro, que tem como bordão dizer: "AI CARAMBA."

E quando eu digo sobre as mesmas experiências, é querer todo jogo que faça seja um metroidvania, com esse estilo "du mau".
Entendi, mas cada "Metroidvania" tem suas singularidades que tornam cada jogo, ao mesmo tempo similares em alguns aspectos mas também bem distintos! E todos tem jogabilidades diferentes, apesar de serem Metroidvanias.
O IGA soube trabalhar bem essas diferenças de cada jogo.
 

FabioShinobi

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.354
Reações
10.809
Pontos
689
Só fiz o teste agora, me atribuiu o nome Zepar the Zesty do clan Katana.
 

Luan Carr

Bam-bam-bam
Mensagens
3.384
Reações
7.365
Pontos
304
Único Castlevania "metroidvania" que acho ruim e irritantemente fácil é aquele Harmony of Dissonance.

É o 2º jogo do GBA, negócio é extremamente fácil, o personagem é um clone do Alucard, traz diabo de novidade alguma... é só um SotN piorado e rodando com gráficos de GBA ao invés de PS1. Acho que é a coisa mais genérica que tiveram a ousadia de inventar.
Por isso nem encrenco com o Circle, o jogo é muito bom se comparado com o Harmony.
Também acho esse bem fraquinho, acho o menos memorável. É basicamente a versão 2D do Lament of Innocence.
 

[Metroid]

Bam-bam-bam
Mensagens
3.473
Reações
5.602
Pontos
303
Único Castlevania "metroidvania" que acho ruim e irritantemente fácil é aquele Harmony of Dissonance.

É o 2º jogo do GBA, negócio é extremamente fácil, o personagem é um clone do Alucard, traz diabo de novidade alguma... é só um SotN piorado e rodando com gráficos de GBA ao invés de PS1. Acho que é a coisa mais genérica que tiveram a ousadia de inventar.
Por isso nem encrenco com o Circle, o jogo é muito bom se comparado com o Harmony.
Eu gosto de HOD, mas reconheço que chega a ser um SOTN "genérico". Ainda sim, vale muito a pena jogar.
 

Vaçago

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.835
Reações
26.090
Pontos
553
Tambem acho o HoD o mais fraco.
O estranho é que nesse jogo eles parecem ter investido muito pra tentar alcançar uma qualidade gráfica superior, e o jogo ficou muito feio (os cenários são ok, mas os sprites são bem esquisitos). E isso ainda prejudicou a parte sonora, que apesar de ter músicas ótimas, elas são meio chiadas.
Tem também a movimentação cagada do Juste.
 

Luan Carr

Bam-bam-bam
Mensagens
3.384
Reações
7.365
Pontos
304
Tambem acho o HoD o mais fraco.
O estranho é que nesse jogo eles parecem ter investido muito pra tentar alcançar uma qualidade gráfica superior, e o jogo ficou muito feio (os cenários são ok, mas os sprites são bem esquisitos). E isso ainda prejudicou a parte sonora, que apesar de ter músicas ótimas, elas são meio chiadas.
Tem também a movimentação cagada do Juste.
Na Castlevania Wikia diz que rumores apontavam pra um lançamento pra console, mas aí ficou só no GBA mesmo e resolveram meter uma compressão doida pra caber no cartuchinho, por isso os sprites tem um aspecto meio estourado.
 

Vaynard

Mil pontos, LOL!
Mensagens
61.304
Reações
36.997
Pontos
1.014
Único Castlevania "metroidvania" que acho ruim e irritantemente fácil é aquele Harmony of Dissonance.

É o 2º jogo do GBA, negócio é extremamente fácil, o personagem é um clone do Alucard, traz diabo de novidade alguma... é só um SotN piorado e rodando com gráficos de GBA ao invés de PS1. Acho que é a coisa mais genérica que tiveram a ousadia de inventar.
Por isso nem encrenco com o Circle, o jogo é muito bom se comparado com o Harmony.
Ano passado eu joguei ele. Fiz 80% do mapa e encheu o saco porque tudo era uma repetição total. Muito fraco mesmo.
 

krueger01

Bam-bam-bam
Mensagens
2.214
Reações
1.623
Pontos
224
Pensei que era o único, mas também tem gente que acha o Circle of the Moon um ótimo jogo.
É altamente subestimado, o mais difícil (mesmo com sistema de Level), level design totalmente diferente dos outros Metroidvanias, sistema de cartas inovador, extras que alteram totalmente a estratégia de jogo, etc...
Demorei bastante para dominar o jogo e sua dificuldade, além desse só o Order of Ecclesia me fez passar raiva por causa da dificuldade (o modo HARD é insano)...
 

Reila of Astora

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
19.604
Reações
24.574
Pontos
719


"She". Será que o rumor de que uma das protagonistas seria uma mulher a la "Shanoa" é real?
 

rizabr

Bam-bam-bam
Mensagens
12.199
Reações
9.665
Pontos
374
Espero que sim também. Você jogou Portrait of Ruin? Tem uma mulher como protagonista junto com um rapaz.
Ainda não, quis dar um intervalo entre um e outro
Quero jogar Portrait of Ruin, Circule of the Moon, Harmony of Dissonance e novamente o Dawn of Sorrow, pegando o final verdadeiro dessa vez

Gostaria de fazer isso ainda esse ano, mas acho que não vai dar :kduvida
 

Vaçago

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.835
Reações
26.090
Pontos
553
Ainda não, quis dar um intervalo entre um e outro
Quero jogar Portrait of Ruin, Circule of the Moon, Harmony of Dissonance e novamente o Dawn of Sorrow, pegando o final verdadeiro dessa vez

Gostaria de fazer isso ainda esse ano, mas acho que não vai dar :kduvida
Só jogão. Dá prioridade pra eles.
Tipo, joga um Castlevania, joga outro jogo, joga outro Castlevania, etc. Tenta fazer 100% também, é sempre uma realização.
Jogar um logo após o outro também não seria bom.
 
Topo