O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.


Era possível o Mega Drive ter gráficos TOP com apenas 64 cores na tela?


  • Total voters
    68

edineilopes

Retrogamer
GOLD
Mensagens
26.657
Reações
84.562
Pontos
654
Driblando Limites

É sabido pelos gamers que, na guerra dos 16bits, o console da Sega produzia menos cores que seu concorrente direto, Super Nintendo. Mega Drive possuía quatro paletas de cores, cada uma com 16 cores, selecionáveis dentre 512. Assim, chegaríamos ao limite normalmente divulgado de 64 cores simultâneas. Por sua vez, o Super Nintendo contava com valores bem menos modestos: paleta de cores com 32.768 opções e 256 cores simultâneas na tela.

Nem o mais entusiasta fã do Mega negaria que a diferença teórica era gigantesca. Uma verdadeira surra. Melhor jogar o Mega numa TV preto e branco então, já que o 16 bits da Sega tinha menos cores que algumas caixas de lápis de cor por aí?

Não chegava a tanto. Ao contrário do que os números baixos podem fazer crer, essa quantidade reduzida de cores do console não o impediram de gerar belos gráficos e clássicos maravilhosos - que conseguiram mantê-lo como um rival poderoso e competitivo. Quem jogou a biblioteca do console pôde conhecer jogos com gráficos encantadores, coloridos e, muitas vezes, exuberantes.



Mais exemplos que foram citados no tópico:



Mas como isso era possível?

Os programadores driblavam a limitação de cores utilizando de artifícios que demonstravam astúcia e habilidade. Os televisores da época não exibiam imagens tão nítidas, e os desenvolvedores se aproveitaram dessa característica. Para fazer parecer que a imagem tinha mais cores do que realmente apresentava, utilizavam tramas de cor, em formato de xadrez ou ladrilho. Por exemplo, um xadrez de cores vermelho e amarelo poderia parecer na TV como um chapado na cor laranja.

Esse recurso foi largamente utilizado para enriquecer degradês ou obter tons que não estavam presentes na paleta de 512 cores nativa do hardware. Com paciência no tratamento de cada pixel, os resultados chegavam a impressionar.









Imagens à altura da concorrência?

Importante ponderar que os valores citados no início do texto se referem a uma quantidade máxima teórica, que nem sempre é atingida. 256 cores simultâneas contra 64? Quanto mais cores, mais dados a processar, mais "pesada" a imagem. Em termos de cores, o hardware dos 16bits não era tão potente para manipular muita informação ao mesmo tempo.

Geralmente as imagens do Snes ficavam longe de seu máximo de 256 cores. No próprio Mega Drive era raro encontrar telas com mais de 50 cores. Por isso era bastante comum até em jogos de Snes uma simplificação das etapas dos degradês, ou tramas para simular mais cores. Com menos informação a manipular, economizava-se espaço no cartucho e facilitava o trabalho do hardware.

Assim, a diferença na paleta entre os dois consoles acabava não sendo tão gigantesca quanto se poderia supor.





























Números técnicos podem confundir, haja vista que valores máximos nem sempre são utilizados porque podem surgir outros gargalos no sistema que os inviabilizam. Por exemplo, a resolução máxima do Mega Drive (320 x 224 ) era bem menor do que a do Super Nintendo(512x448), mas na verdade, como se percebe nas comparações, a maioria dos jogos do Mega rodavam em resoluções maiores. Muitas vezes especificações altas pouco exploradas são apenas matéria-prima para marketing do hardware e discussões improdutivas sobre "como meu brinquedo é melhor que o seu".

No final da geração, com a programação dos games mais otimizada e o público mais exigente, jogos passaram a explorar melhor a paleta do Mega. Se não passavam das 64 cores, pelo menos ficavam perto das 50 cores simultâneas. Com programação especial, dizem que chegaria a 128 cores. Mas este recurso de expandir a paleta foi usado raramente.



Exemplos de jogos que superaram o limite das 64 cores (após a contagem, vem o nome do usuário que citou o game no tópico):



Quebrar os limites das 64cores é interessante, como curiosidade tecnológica. Mas, capturando diversas telas, percebe-se que a grande maioria dos games do Mega trabalhavam com 50 cores simultâneas ou menos.

Fica a questão: a pequena paleta de cores do Mega Drive era um grande diferencial negativo ou as produtoras conseguiram realizar o trabalho adequado ao conjunto do hardware, que não poderia ir muito além do que foi, para os recursos da época?


Referências:

http://pt.wikibooks.org/wiki/Desenvolvimento_de_jogos/Programação_Megadrive#Definindo_a_palheta_de_cores
http://pt.wikipedia.org/wiki/Mega_Drive
http://pt.wikipedia.org/wiki/Super_Nintendo_Entertainment_System

--------------------------------

Edit: Interessante deixar aqui uma comparação que mostra como os gráficos são exibidos com uma conexão padrão nos anos 90, "composite":

 
Ultima Edição:


doraemondigimon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.466
Reações
15.641
Pontos
619
Essa pergunta aparenta ser um pouco capciosa, não?

O mega conseguia fazer muito mais coisas que o SNES em relação a gráficos graças a um sistema de hardware fácil de se progrmar, aliado a um kit de desenvolvimento de grande qualidade (o que NÃO FOI FEITO pela Sega na época do Saturn)

Uma das coisas que sempre fizeram que a Sega evitasse grandes avanços em relação ao hardware, era o pedido de que o kit de desenvolvimento não tivesse alterações (provavelmente para que o nível de qualidade dos jogos fossem uniformes, OU que a Sega tivesse o dominio da tecnologia para que, em cada upgrade do kit, fossem liberados por eles)

Acredito eu que, quem quebrou esse paradigma foi a Treasure com seus jogos inovadores.

O Sega Saturn, SE tivesse uma linha mais 'flexível' em seus parcos kits de desenvolvimento, seria capaz de utilizar pelo menos, 80% de sua capacidade, o que só foi visto na demo de Shenmue (que, segundo as matérias encontradas na net, utilizou coisa de 60% da capacidade do videogame).

A pergunta seria:

O que aconteceria SE a Sega desse 'green flag' para que as empresas criassem uma engine BASEADA em um kit de desenvolvimento ao Mega?
 

SaaGa

Veterano
Mensagens
3.483
Reações
14
Pontos
111
De pouco tempo para cá eu começei a achar os gráficos do mega mais bonitos que do super nintendo. Os jogos de snes parecem todos iguais, enquanto os do mega vem com um gráfico único, mais "sharp". Isso para não mencionar que realmente no mega dá para enxergar mais cenário (tem até tópico aqui sobre isso) e nas fotos acima isso é visível na maioria dos casos.
 

BigJ

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.543
Reações
10.906
Pontos
639
Tópicos sobre os "truques" que os programadores usavam para burlar as limitações dos sistemas são sempre legais.

No caso do uso das cores, realmente além do lance de "entrelaçar" as cores disponíveis, também tinha esse fato de que o próprio SNES não exibia tantas cores quanto era alardeado.

Mas uma coisa que dava pra notar é que a Nintendo parecia exigir que as softs usassem cores da paleta do SNES que não estavam presentes no MD. Acho que até por causa disso, os games do SNES, em geral, tinham cores mais suaves.
 


The Great Devil B.M.

Bam-bam-bam
Mensagens
3.075
Reações
514
Pontos
234
Algumas imagens do SNES ao meu ver utilizam um efeito melhor. Mas em termos de som o SNES mata o Mega fácil.
Tive os dois, mas preferi o Mega.
 

Mega_X

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
19.133
Reações
35.061
Pontos
654
Nos consoles a arte sempre superou limites técnicos, isso sempre ficou evidente. Minha resposta é Sim, jogos top não dependem só das cores.
 

frayer3

Veterano
Mensagens
3.853
Reações
20
Pontos
116
Engraçado voce postar sobre esse assunto, eu ia abrir um tópico parecido sobre isso, pois estava vendo um video que comparava as diferenças entre megaman x3 do snes e do genesis, vendo esse video achei as diferenças gritantes tanto no gráfico quanto no som. Nesse ultimo quesito achei ainda mais decepcionante a versão mega pois megaman sempre foi lembrado pela ótima OST.

Aqui o video:

[YOUTUBE]oRbxLWjKsUU[/YOUTUBE]

Sobre a possibilidade de ter bons jogos, apesar das limitações acho que é possível que tivesse bons jogos. Sonic 1 e 2 é a prova com bons jogos e memorável OST.
 

Chris Redfield jr

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
28.238
Reações
69.392
Pontos
629
Muito interessante a matéria, parabéns. É incrivel como nós perdemos tanto tempo discutindo sobre isso, quando na verdade a diferença era bem menor doque nós pensavamos.

Depois de adulto, comprei um outro mega drive e um super nintendo. O mega Drive mantenho aqui, gosto muito dele. O super nes experimentei alguns jogos e passei pra frente.

No fim, são opções pessoais que nos regem, ATI ou Nvidia, Intel ou AMD, Pc ou consoles, Mega ou Super nes... oque vale é o seu gosto, somente.
 

Kyo Olhos Demoniacos

Bam-bam-bam
Mensagens
3.324
Reações
1.505
Pontos
249
frayer3;8514472 disse:
Engraçado voce postar sobre esse assunto, eu ia abrir um tópico parecido sobre isso, pois estava vendo um video que comparava as diferenças entre megaman x3 do snes e do genesis, vendo esse video achei as diferenças gritantes tanto no gráfico quanto no som. Nesse ultimo quesito achei ainda mais decepcionante a versão mega pois megaman sempre foi lembrado pela ótima OST.

Aqui o video:

[YOUTUBE]oRbxLWjKsUU[/YOUTUBE]

Sobre a possibilidade de ter bons jogos, apesar das limitações acho que é possível que tivesse bons jogos. Sonic 1 e 2 é a prova com bons jogos e memorável OST.
Acho injusto usar esse Megaman... é um port não oficial.

Se fosse feito pela CAPCOM nativamente no MD, tenho certeza que seria portado sem perdas significativas.
 

frayer3

Veterano
Mensagens
3.853
Reações
20
Pontos
116
Kyo Olhos Demoniacos;8514546 disse:
Acho injusto usar esse Megaman... é um port não oficial.

Se fosse feito pela CAPCOM nativamente no MD, tenho certeza que seria portado sem perdas significativas.
Sério? pensei que fosse oficial[kdesconfia]. Até achei estranho pois nunca tinha visto versão de mega x para genesis.
Se for assim não valeu a comparação então.
Mas acho que mesmo uma conversão da Capcom ficaria defasada em relação a do SNES.
 

matroska

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.906
Reações
13.744
Pontos
674
O mega tinha uma pequena desvantagem com relação ao snes quanto a parte gráfica

O que ferrava o mega drive eram duas coisas:

O som nisso o mega tomava uma surra do snes

E outro problema não era relativo ao video game, mas ao fato do snes ter um imenso apoio das thirds.

No mega drive esse apoio eram bem menor.

Frayer esse megan man X 3 do mega é uma versão pirata. Nunca foi lançado oficialmente.
 

Timpas

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.684
Reações
20.293
Pontos
604
Parabéns pelo tópico Edinei, muito bom mesmo!
O som do Mega era fraco mesmo e na época tinham que adaptar para ficar no mínimo aceitável.
Vc percebe que os caras se matavam para deixar o som pelo menos agradável, eu estava jogando Fatal Fury 2 do Neogeo ontem e deu na telha de jogar o do Mega para igualar a trilha sonora, podem jogar pedras em mim, mas tem algumas músicas que ficaram mais legais no mega, mas são um pouco diferentes :-D
A trilha do Terry é horrível no Mega, parece outra, já a trilha do sub-chefe Boxeador e do Toureiro(sou péssimo para lembrar de nomes) são mais legais no mega, o som que parece estério do Neo Geo deixa alguns sons de fundo na música muito baixos e no Mega ficou mais alto esses mesmos sons e passa a impressão de ser mais legal assim, o que não quer dizer que é melhor, mas é mais legal de se ouvir.
Todas as outras são muito melhores no Neo geo, claro.
E essas imagens do Snes x Mega, as do Mega estão maiores, maior resolução?
 

hickmorais

Bam-bam-bam
Mensagens
17.806
Reações
8.354
Pontos
469
Bom topeco, mas a maioria dos jogos do mega eram escuros e sem cores comparando ao SNES
 

edineilopes

Retrogamer
GOLD
Mensagens
26.657
Reações
84.562
Pontos
654
Valeu, pessoal. :D
doraemondigimon;8513747 disse:
Essa pergunta aparenta ser um pouco capciosa, não?
Talvez provocativa. Mas sem maldade, sou fã do Mega.
Mantiz;8514582 disse:
Tu deve gostar muito do Genesis pra falar isso. Baixei essa versão pirata e putz, que bagulho grotesco. :eek: [knojo]
também achei muito ruim. Muito lento, nem tentei passar de fase para ver o que acontece. Mas serve como curiosidade gráfica: se piratas fizeram ao menos a imagem ficar decente, imagina o que uma Treasure não seria capaz?
frayer3;8515112 disse:
Esse daqui é o Mickey Mania?
Sim.

Sobre o som, acho que o Mega conseguia ótimos resultados, sobretudo se ligado a fone de ouvido ou aparelho de som. O que estragava eram as vozes digitalizadas, estas eram ruins realmente (na maioria dos casos).
 

SaaGa

Veterano
Mensagens
3.483
Reações
14
Pontos
111
Tai Kamiya;8516460 disse:
Ah, mas convenhamos, o som do Mega de vez em quando dava paulada no Super Nes.

[YOUTUBE]o5qf9jBsCl0[/YOUTUBE]
as músicas do RR3 levaram ao limite, mas eu ainda prefiro as do 1 e 2. Simplesmente fantásticas...mega era o console da velocidade (Sonic, RR, Super Monaco GP) :-D
 

doraemondigimon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.466
Reações
15.641
Pontos
619
Mantiz;8514582 disse:
Tu deve gostar muito do Genesis pra falar isso. Baixei essa versão pirata e putz, que bagulho grotesco. :eek: [knojo]
Não é bem isso....

Me diga, que esculacho de jogo pirata que vc viu que tem uma boa jogabilidade e trilha sonora!

Para os videogames de 8 e 16 bits, qualquer coisa que fosse 'bonitinha', já passava. DKC no genesis no caso poderia ser comparado como 'State of the Art' em relação a MUITO jogo tosco que os piratas lançaram. Quer uma pequena listagem pra conferir?

Que tal, coisas como:

fatal Fury Special (NES), Street Fighter II (e uma renca de versões desesperadoras) (NES), Pokemon (SNES/MD), Tekken (SNES), Marvel vs Street Fighter (SNES) e outros que meu estomago tá até embolando quando tento lembrar...
 

-=[The Funto]=-

Bam-bam-bam
Mensagens
11.514
Reações
1.384
Pontos
369
edineilopes;8513471 disse:
Muitas vezes especificações altas pouco exploradas são apenas matéria-prima para marketing do hardware e discussões improdutivas sobre "como meu brinquedo é melhor que o seu".
:malandro:
 

Grandpa

Mestre Jedi
Mensagens
5.499
Reações
2.207
Pontos
434
Ótimo tópico, Edinei !

Não conhecia esse truque dos programadores. Isso explica como jogos como Ecco The Dolphin e os jogos da Disney tinham uma imagem tão bonita que não ficavam a dever em nada ao SNES.

A diferença de cores simultâneas na tela (64 para o Mega e 256 para o SNES) dá a impressão de que os gráficos do SNES ganhavam de goleada do Mega, mas eu não via isso. A maioria dos jogos é superior sim, mas não tanto.

A explicação veio nesse seu texto, já que na prática os programadores operavam com uma quantidade de cores simultaneas bem abaixo do limite por conta da velocidade de processamento e nesse quesito o Mega Drive era mais rápido que o SNES. Ou seja, a desvantagem na CPU acabava anulando boa parte da vantagem no processador gráfico.
 

Timpas

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.684
Reações
20.293
Pontos
604
Grandpa;8518306 disse:
A diferença de cores simultâneas na tela (64 para o Mega e 256 para o SNES) dá a impressão de que os gráficos do SNES ganhavam de goleada do Mega, mas eu não via isso. A maioria dos jogos é superior sim, mas não tanto.
Eu tive o Mega drive e minha prima, isso mesmo primA, tinha o Snes.
Nunca notei e nem sabia dessa diferença de cores de ambos, só fiquei sabendo por conta de outros tópicos que rolaram aqui no retrospace, pra mim era/é tudo igual. :lol
Quem reclama da falta de cores, deve ter olho biônico, por que eu não vejo diferença até hoje.
 

Tai Kamiya

Bam-bam-bam
Mensagens
2.888
Reações
715
Pontos
209
[COLOR="Navy"]
A trilha sonora dos Road Rash's pro Mega Drive é fantástica, procurem aguçar seus ouvidos. Pode não ser a melhor composição já feita pro console, mas se você parar para ouvir com calma uma por uma verá que a maioria das músicas são bem ornamentadas e usam efeitos bacanas como double-bass.

SaaGa, bem lembrado, Super Monaco GP é outro que me deixava boquiaberto (exceto quando o carro batia, sempre me dava susto). :-D[/COLOR]
 

BigJ

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.543
Reações
10.906
Pontos
639
Falam de jogos que tem trilhas sonoras bacanas do MD (tanto técnica quanto artisticamente) e não citam Streets of Rage?

[youtube]IJEU7AChwhc[/youtube]
 

Tai Kamiya

Bam-bam-bam
Mensagens
2.888
Reações
715
Pontos
209
BigJ;8518667 disse:
Falam de jogos que tem trilhas sonoras bacanas do MD (tanto técnica quanto artisticamente) e não citam Streets of Rage?

[youtube]IJEU7AChwhc[/youtube]
[COLOR="Navy"]Haha, eu ia até dizer "não é composto por nenhum Yuzo Koshiro mas tudo bem" porém achei melhor deixar quieto. :-D[/COLOR]
 

rpacciulli

Bam-bam-bam
Mensagens
20.340
Reações
9.345
Pontos
479
BigJ;8518826 disse:
É um port não oficial.
chamar de port não oficial é elogio.

isso ae é piratão cara de pau. :-D


no mais, mesmo com a limitação da paleta de cores,o mega fazia muita coisa boa.
vide ranger-x e mickey mania, por exemplo.
 

NÃOMEQUESTIONE

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.333
Reações
32.473
Pontos
599
Bem quanto ao som do Mega recomendo a todos que escutem as músicas de Thunder Force IV (solos de guitarras memoráveis), Alien Soldier (quem houve pela primeira vez acredita ser em CD, não tô exagerando), Castlevania Bloodlines (as músicas não saem da cabeça), Streets of Rage (sem comentários), Landstalker, Crusade of Centy, Red Zone (pra mim a música de introdução mais foda dos 16 bits), Gargoyles belas músicas orquestradas e Sonic 1 bons tempos.
Também pensei que no quesito músicas o Super Nes ganhava de lavada o que de fato no caso de sons orquestrados e com bastantes arranjos como a introdução de Brams Stoker Drácula nos dois consoles nota-se uma bela diferença, agora quando a coisa já começa a ficar pro lado batidão tipo músicas mais movimentadas ou que necessitem do uso de muitos baixos e muita bateria ai a coisa já começa a ficar difícil para o Super Nes.
Quanto a quantidade de cores como disse no tópico a respeito do Mode 7 no Genesis 64 cores também fazem gráficos top.
 
Topo