O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


[Mídias] Quem lacra, não lucra.

sebastiao coelho neto

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.783
Reações
27.851
Pontos
639
Primeiro que não sou obrigado, não curto esse tipo de filme (assim como o Goris, que ao invés de ignorar prefere fazer textão sobre ele)
Segundo que o filme vai sair direto para vídeo.
Obrigado por confirmar o ponto principal do tópico, quem clama por esse tipo de conteúdo NÃO COMPRA esse tipo de conteúdo (e, no fundo, acho que mesmo se comprassem não arrecadariam receita suficiente para justificá-lo).
 


Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.511
Reações
53.855
Pontos
553
Contraditorium disse:
Ei Hollywood, eu quero meu sexismo de volta!
Cardoso

Para evitar que este texto seja levado a sério demais, confundido com white knighting, e para expulsar as feministas de Tumblr, a bunda da Scarlett Johansson.



OK, continuemos.

A internet está vivendo uma histeria do politicamente correto que, corroborando a Teoria da Ferradura torna o discurso liberal progressista indistinguível do mais radical extremismo conservador. Hoje tanto Felicianos da vida quanto militantes GLSBTPQPIDKFA+ defendem que gêneros e orientação sexual são 100% opcionais e voluntários.

Segundo esses doidos para ser transsexual você só precisa dizer que é, não precisa sequer experimentar disforia de gênero, que é “A” característica que define uma pessoa transsexual.

Sabe o fetiche masculino de transar com lésbicas? É possível, se você mesmo homem se declarar mulher e lésbica. Achará uma militante radical que entenderá seu pinto como “falo lésbico”, pois dizer que pênis -pênises- pintos são órgãos masculinos e pepekas são ógãos femininos na cabeça dos militantes radicais não é biologia básica, é transfobia.

Essa militância criou uma patrulha que, como os mais abjetos racistas julga pessoas baseadas em aparência, raça e cor da pele. Mesmo atrizes como Zoe Saldana e Hale Berry são julgadas pela militância pois não são “negras o suficiente”.

Filmes de super-heróis, que estão na moda são especialmente cobrados, mesmo quando não faz sentido. Mesmo Agente Carter, uma série maravilhosa com uma heroína chutando bundas não é “boa o bastante”. Ela passa a série toda brigando com a Hydra E com o sexismo dos Anos 40/50, mas um chato de Internet cobrou “diversidade”, quer que incluam mulheres negras na série.

Sim, afinal se há um lugar onde mulheres negras vão ser respeitadas como agentes secretos e cidadãs é nos EUA dos Anos 40/50.

O sexismo e o racismo foram e são reais, apagar no gibi não vai fazer com que deixem de existir. Chegaria a ser desrespeito mostrar uma personagem negra naquela época em posição de poder, respeito e não sofrendo qualquer tipo de discriminação. Querem o quê? O excelente The Knick, mas com o médico negro no começo do Século XX não sofrendo preconceito?

A Marvel está fazendo um excelente trabalho. Agentes da SHIELD tem um elenco altamente diverso (mas não o bastante, cobraram uma personagem trans) sem ser panfletária e sem que isso afete a história. Vingadores e Capitão América fugiram do óbvio, Falcão e War Machine chutam bundas, Maria Hill manda muito bem e a Viúva Negra é muito mais que uma bunda.

É um equilíbrio onde não há mais o sexismo constrangedor de antigamente, mas homens e mulheres podem secar atrizes e atores, sem culpa. Sim, a Lady Sif é gata, Sim, a Scarlett é um avião(zinho) e a Feiticeira Escarlate é a bruxinha que era boa bagarai.



As meninas não reclamam disso e nós fingimos que não percebemos que o Thor todo filme aparece sem camisa, que o Capitão América exibe seus músculos suados toda hora e que até o Loki é usado para atiçar a mulherada. Você acha que sua namorada topou tão fácil assistir X-Men por causa da história ou porque você confirmou que “tem Wolverine sim”?

Infelizmente esse sexismo moleque, esse sexismo de várzea está sendo ofuscado por um sexismo nefasto, que visa eliminar mulheres da Face da Terra, algo que convenhamos não é muito promissor.

Esse sexismo nefasto vem do ramo mais conservador idiota e retardado da indústria: Os marketeiros de brinquedos. Esses caras, que parecem uma sala de criação de Mad Men decidem o que vai e o que não vai pro ar, quais séries animadas devem ser criadas para promover quais produtos e principalmente quem sai do ar.

He-Man e outros desenhos foram cortados no auge, quando as vendas de brinquedos saturaram e os fabricantes queriam empurrar novos modelos. Sim, as séries são escritas de trás pra frente, o fabricante cria o design do brinquedo, os roteiristas então inventam os personagens.

Uma vítima disso foi o Earth Mightiest Heroes, desenho animado dos Vingadores, excelente. Foi cancelado para que outro desenho, de apelo mais jovem fosse lançado, pegando carona no filme d’Os Vingadores.

A maior e mais imbecil decisão foi o que aconteceu com Young Justice, outra excelente série.



Ganhar um Emmy não foi suficiente, quando as pesquisas mostraram que a série era popular entre meninas, foi cancelada.

Paul Dini conta que ouviu de executivos do canal “não queremos meninas assistindo o programa”. A ordem era literalmente colocar as personagens femininas em segundo plano, e quando os roteiristas ignoraram e começaram a fazer histórias com as mulheres protagonizando, veio o machado.

O argumento é que meninas não compram brinquedos. O que é um argumento boçal para qualquer um que visita a ENORME seção feminina em qualquer loja de brinquedos. Pombas, um boneco -desculpe, action figure- nada mais é do que uma boneca com roupa diferente, e sem pepek-viu? São mais iguais ainda.

Se as meninas não compram tantos brinquedos é porque eles não existem. Há pouquíssimos brinquedos de super-heróis para meninas, e menos ainda com personagens femininas. E a culpa é delas por não comprarem?

Pensei que fosse simples entender isso, aí os licenciados da Marvel, em 2015 fazem esta merda aqui:





Reconheceu? É de uma das cenas mais legais de Vingadores: Era de Ultron: Capitão América chega em um Quinjet, desce com uma moto e vai atrás dos vilões. Aqui, deixe-me relembrar:



Isso mesmo. É a porra da Viúva Negra na cena, mas os marketeiros tem tanto horror à idéia de que alguém possa gostar de uma personagem feminina que a removem da própria cena, na hora de fazer o brinquedo.

Isso é… ridículo. É chamar as crianças de retardadas. Acredite, elas viram o filme, sabem que é a Viúva nessa cena.

Eu acho patética a cobrança de cotas em filmes, em primeiro lugar deve vir a história. O ator deve ser adequado ao personagem, ponto. Michael Clarke Duncan foi um excelente Rei, mas Denzel nunca seria um bom Peter Parker. Só que há uma enorme distância entre não querer que militâncias estraguem histórias em prol da “diversidade”, e aceitar que bons personagens sejam apagados por sexismo histérico.

É isso que a indústria de brinquedos está fazendo. E quer saber, Marvel? Você é conivente. CO NI VEN TE. Todos esses brinquedos são revisados por um monte de gente antes do OK final, e como o dinheiro é muito ninguém quer antagonizar com perguntas inconvenientes, tipo “cadê a Viúva Negra”.

É errado, é um retrocesso. Em 1967 a Tammy vendia bonecas da Mulher-Maravilha.

Isso uma personagem que nos quadrinhos quando se encontrava com outros heróis se dividia entre ser secretária…

e serviços gerais…

Nem EU era nascido e já vendiam bonecas da Mulher-Maravilha, presumivelmente para meninas.



Agora vem a Marvel, 50 anos depois, cria um puta universo com mulheres chutadoras de bundas que agradam a todos os fãs, mas na hora de soltar o brinquedo roem a corda e assumem uma postura mais conservadora que fabricantes de brinquedo dos Anos 50?

E não, não foi caso isolado. Veja este set de figuras do Guardiões da Galáxia: Notem a ausência da Gamora:



Meus parabéns, Marvel, parabéns mesmo. Colocam um vaso de planta mas a mulher verde é desnecessária.

Sua estratégia de apagar personagens femininas está indo de vento em popa. Espero que ao menos tenham a decência de remover as personagens dos filme,s também, para não frustrar as crianças que porventura cometam o pecado de gostar delas e querer brinquedos.

De resto, respeito. Vocês conseguiram com que a Viúva Negra se tornasse mais invisível que a Mulher Invisível, de quem aliás vocês vendiam bonecos, nos Anos 60.











Fonte: Contraditorium
Pra não dizer que não falei das flores, o Cardoso comenta no Contraditorium fatos reais em que empresas "comprometidas com a diversidade" dão um foda-se pro público não-lacrador que quer produtos diversos e os lacradores não dizem nada, porque mais importante que vender diversidade é mostrar diversidade (é tipo, se eles mostram que são bons, é melhor que serem bons, nada diferente dos lacradores normais aqui do BR mesmo).

De repente, a diversidade antigamente, sem lacração, era mais realista que hoje.
 

arthur the king

Bam-bam-bam
Mensagens
1.939
Reações
3.516
Pontos
303
Obrigado por confirmar o ponto principal do tópico, quem clama por esse tipo de conteúdo NÃO COMPRA esse tipo de conteúdo (e, no fundo, acho que mesmo se comprassem não arrecadariam receita suficiente para justificá-lo).
Quota um post do badboy falando que ele QUER esse filme ?

É uma socação de realidade absurda


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.511
Reações
53.855
Pontos
553
Quota um post do badboy falando que ele QUER esse filme ?

É uma socação de realidade absurda.
Olha, quando chega num momento que eu vejo que não dá pra responder, eu apenas deixo pra depois o post, mas agora enfiar meus amigos na estória não dá pra deixar pra lá.

Leia o tópico antes de começar a querer lacrar!

O próprio tema do tópico é que lacradores não querem consumir os produtos que eles ficam de mimimi online, a ponto de fazer tanto escarceu que os produtores mudam achando que eles vão consumir e nao eles não consomem.

Citando Caça-Fantasmas que eu cito logo no primeiro post, os lacradores fizeram uma pressão tão grande em cima do filme "Tem que fazer filme com mulher sim, tem que denunciar esses machistas sim, tem que mostrar pra esses brancos, heteros, misóginos que vai ter mulher no cinema sim, tem que xingar todo mundo que diz que o filme não é bom, sim" e, quando o filme estreou "Não vou ver porque não me interesse por comédia, só por filme iraniano".

O Badboy veio defendendo um filme (igual fizeram com As Caça-Fantasmas) e, instantes depois disse que não tem interesse no filme. Ele é exatamente o lacrador que não consome. Se não consegue entender algo tão simples assim, sendo um user inteligente, é hora de fazer uma auto-análise e entender que te fizeram uma lavagem cerebral das pesadas.

Acorde, limpe seu cérebro da programação e junte-se a nós. Nossas piadas são melhores e temos biscoitos.
 

sebastiao coelho neto

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.783
Reações
27.851
Pontos
639
Quota um post do badboy falando que ele QUER esse filme ?

É uma socação de realidade absurda


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
E você quer ele? Você assistiu Caça-fantasmas, Sense 8, Dear White People? Leu Mocking Bird, a Thor ou a Mulher de Ferro? e mais importante, você pagou por esses produtos?
 


DarkMorten

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.511
Reações
16.981
Pontos
614
orra .. na boa .. eu vejo que tô longe de ficar tão "em alerta" pra essas coisas como vcs ai (tanto os pró lacração quanto os contra lacração)

Homem de Ferro 3 pra mim foi uma merda, mas não pq colocaram a esquisitinha da Pepper lá meio no comando .. ou pelo Tony 51 estar meio atrapalhadão não
o ruim daquele filme é o que ele faz com todo o arco Extremis, o vilão ruim, enfim, bastante idiotice e má adaptação de um arco especifico .. isso acontece

ouvi por aí que querem fazer um remake (não sei se HQ ou filme) da já horrorosa na época, história do Homem Aranha e os clones :knojo

Vi Fury Road no lançamento .. e não notei sequer nenhuma "lacrada" ou etc ... ok que eu nunca fui super fã de Mad Max e tal.. só vi os filmes
mas .. achei o 4 .. bom e só ...
o remake dos caças .. não vi por falta de empatia com o elenco .. tanto faz o gênero aqui

eu por exemplo detesto o remake nojento que Total Recall recebeu em 2012 ... e sei lá se o filme lá lacra ou não

cada um cada um, mas eu aconselho a tentar ver esse tipo de coisa meio sem relacionar com politiquinhas ... mesmo que atores, atrizes, diretores e etc o façam
eu ao menos faço isso

senão, sei lá, acaba virando neurose
 

Chris Redfield jr

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
23.628
Reações
48.389
Pontos
629
orra .. na boa .. eu vejo que tô longe de ficar tão "em alerta" pra essas coisas como vcs ai (tanto os pró lacração quanto os contra lacração)

Homem de Ferro 3 pra mim foi uma merda, mas não pq colocaram a esquisitinha da Pepper lá meio no comando .. ou pelo Tony 51 estar meio atrapalhadão não
o ruim daquele filme é o que ele faz com todo o arco Extremis, o vilão ruim, enfim, bastante idiotice e má adaptação de um arco especifico .. isso acontece

ouvi por aí que querem fazer um remake (não sei se HQ ou filme) da já horrorosa na época, história do Homem Aranha e os clones :knojo

Vi Fury Road no lançamento .. e não notei sequer nenhuma "lacrada" ou etc ... ok que eu nunca fui super fã de Mad Max e tal.. só vi os filmes
mas .. achei o 4 .. bom e só ...
o remake dos caças .. não vi por falta de empatia com o elenco .. tanto faz o gênero aqui

eu por exemplo detesto o remake nojento que Total Recall recebeu em 2012 ... e sei lá se o filme lá lacra ou não

cada um cada um, mas eu aconselho a tentar ver esse tipo de coisa meio sem relacionar com politiquinhas ... mesmo que atores, atrizes, diretores e etc o façam
eu ao menos faço isso

senão, sei lá, acaba virando neurose
Mas tem uns filmes que puta que pariu, fazem questão de já na pré produção se assumirem como politicados. Esse caça fantasmas feminista é um, o filme em si já é uma merda, podia botar o elenco original todo protagonizando que mesmo assim eu acho que não salvaria pois o filme é mal feito mesmo. Mas o que rolou de assunto a respeito do filme antes do lançamento foi somente essa merda de ser feminista ou não.
Pra mim essa merda já encheu o saco, perdi até o gosto de ir ver as grandes franquias no cinema por conta disso. to afim de ir ver Rampage pois me parece que não tem esse tipo de palhaçada pra nenhum dos dois lados. É um filme pra ir se entreter e só.
 

Darkx1

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.020
Reações
25.927
Pontos
544
O Caça Fantasmas nem o lance de ser elenco feminino foi a razão de todas as criticas(ta algumas podem ter sido), tanto que muita gente amou isso aqui:
 

arthur the king

Bam-bam-bam
Mensagens
1.939
Reações
3.516
Pontos
303
E você quer ele? Você assistiu Caça-fantasmas, Sense 8, Dear White People? Leu Mocking Bird, a Thor ou a Mulher de Ferro? e mais importante, você pagou por esses produtos?
Em algum momento eu falei que queria caça fantasmas? Fale que ele era bom? Falei que os filmes tem que emponderar as mulheres?

Não deixe seu neurônio morrer de solidão e se esforce pra interpretar um texto

Já deu de espantalho nesse tópico

Olha, quando chega num momento que eu vejo que não dá pra responder, eu apenas deixo pra depois o post, mas agora enfiar meus amigos na estória não dá pra deixar pra lá.

Leia o tópico antes de começar a querer lacrar!

O próprio tema do tópico é que lacradores não querem consumir os produtos que eles ficam de mimimi online, a ponto de fazer tanto escarceu que os produtores mudam achando que eles vão consumir e nao eles não consomem.

Citando Caça-Fantasmas que eu cito logo no primeiro post, os lacradores fizeram uma pressão tão grande em cima do filme "Tem que fazer filme com mulher sim, tem que denunciar esses machistas sim, tem que mostrar pra esses brancos, heteros, misóginos que vai ter mulher no cinema sim, tem que xingar todo mundo que diz que o filme não é bom, sim" e, quando o filme estreou "Não vou ver porque não me interesse por comédia, só por filme iraniano".

O Badboy veio defendendo um filme (igual fizeram com As Caça-Fantasmas) e, instantes depois disse que não tem interesse no filme. Ele é exatamente o lacrador que não consome. Se não consegue entender algo tão simples assim, sendo um user inteligente, é hora de fazer uma auto-análise e entender que te fizeram uma lavagem cerebral das pesadas.

Acorde, limpe seu cérebro da programação e junte-se a nós. Nossas piadas são melhores e temos biscoitos.
Agora eu virei esquerdista também ? :klol meu livro das 6 lições de mises não me serviu de nada,eu debatendo como o noctua,mestre pijama,Isaac e sodoma não me serviram de nada,todos os meus posts defendendo minha postura liberal clássico não serviu de nada,você é muito perspicaz amigo,vc descobriu algo que nem eu sabia,que eu sou de esquerda

VIVA LA REVOLUCION
LUGAR DE FASCISTA E NA PONTA DO FUZIL

CHE CHE CHE CHE CHE CHE CHE


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

DarkMorten

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.511
Reações
16.981
Pontos
614
Mas tem uns filmes que puta que pariu, fazem questão de já na pré produção se assumirem como politicados. Esse caça fantasmas feminista é um, o filme em si já é uma merda, podia botar o elenco original todo protagonizando que mesmo assim eu acho que não salvaria pois o filme é mal feito mesmo. Mas o que rolou de assunto a respeito do filme antes do lançamento foi somente essa merda de ser feminista ou não.
Pra mim essa merda já encheu o saco, perdi até o gosto de ir ver as grandes franquias no cinema por conta disso. to afim de ir ver Rampage pois me parece que não tem esse tipo de palhaçada pra nenhum dos dois lados. É um filme pra ir se entreter e só.
eu tb não vejo nada "carregado de politiquisse" ...
agora assim ó .. eu vi os caça fantasmas originais e tal .. mas não tenho tanto apego mesmo com eles ... só curtia como um filme "sessão da tarde"
outro caso igual é o dos Devolta para o futuro .. eu não gosto do 3, mas os outros dois, assisti demais, mas não entra na minha lista de preferidos por exemplo

acho que o apego com um filme interfere

agora, o mundo tá numa modinha de ondinha de politizar qualquer troço ... não sei se isso veio pra ficar ou se daqui a um tempo establiliza
a dica que te dou, velho ... parte pra cima de clássicos

eu mesmo, nem sou cinéfilo .. mas, do que vejo, é bem mais fácil eu ver um filme antigo que não vi (ou mesmo que vi) do que muitas das coisas novas que lançam por aí
e nem tem haver com politiquice, mas sim de que eu mesmo sempre gostei da pegada que os filmes tinham nos anos 70-90

já tem um tempo que o cinema mais mainstream se resume só a alguma adaptação de hq, ou trilogias e mais trilogias de algum livro que alguém escreveu e virou hit ou ainda, pegar um filme clássico e refilmar .. como vão fazer com Scarface e eu acho que vai sair uma bomba

acabou qualquer tipo de criatividade, acabou a curiosidade .... porra, cadê os filmes que eram curiosos com o futuro ? as ficções legais .. mesmo as simplonas ...
 

Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.511
Reações
53.855
Pontos
553
Agora eu virei esquerdista também ? :klol meu livro das 6 lições de mises não me serviu de nada,eu debatendo como o noctua,mestre pijama,Isaac e sodoma não me serviram de nada,todos os meus posts defendendo minha postura liberal clássico não serviu de nada,você é muito perspicaz amigo,vc descobriu algo que nem eu sabia,que eu sou de esquerda

VIVA LA REVOLUCION
LUGAR DE FASCISTA E NA PONTA DO FUZIL

CHE CHE CHE CHE CHE CHE CHE


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Essa foi rápida, duas semanas na pasta Política e Religião e já está derrubando as peças, cagando no tabuleiro e cantando vitória?
O bom é que descobrimos rapidamente os pombos enxadristas.

A questão toda está bem explicada, os pontos de vista também.

Quem lacra não lucra = que briga para defender obras com conteúdo ideológico mas não consome esse produto = quer obrigar quem consome a consumir o produto que eles acham correto.

Os usuários que iriam consumir o produto se sentem chateados por ou o produto que eles querem vir mudado de forma que eles nao querem para agradar quem não consome e, como é direito deles, reclamam.

Aí o usuário que não consome vem e diz que quem reclama tá errado e o "liberal clássico" vem defender justamente esse. O famoso combo isentão + Pombo enxadrista, do qual vc mesmo listou vários exemplos.

Retiro meu convite, não precisamos você do lado do mal.
 

sebastiao coelho neto

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.783
Reações
27.851
Pontos
639
Em algum momento eu falei que queria caça fantasmas? Fale que ele era bom? Falei que os filmes tem que emponderar as mulheres?

Não deixe seu neurônio morrer de solidão e se esforce pra interpretar um texto

Já deu de espantalho nesse tópico
E onde eu disse que você queria? Estava perguntando somente. E quem pergunta é porque tem dúvidas, não? Agora respira fundo, se acalma, espera os hormônios adolescentes se dissiparem e responda como uma pessoa normal. Vou lhe dar uma dica:

- você consome legalmente esse tipo de conteúdo?
- Não, nao gosto. Nao ligo pra lacração, obrigado por perguntar. Boa noite.
 

Marbow

Bam-bam-bam
Mensagens
5.580
Reações
6.742
Pontos
344
Vai sair filme do Han Solo e do Bumblebee esse ano tbm, spin offs sempre existiram, mas como agora são duas garotas já começou a choradeira e o mimimi, tá bem claro que o filme não é pro grande público, e se não tá afim apenas não assiste, não entendo a necessidade de perder tanto tempo com algo que você já sabe que não vai atrair seu gosto...
Tirando o filme do Bumblebee (Acho que o pessoal já desistiu de Transformers no cinema), o filme solo do Han Solo só está recebendo criticas e tapas na cara de todo mundo.

Ninguem está botando fé nesse filme (Do Solo), e o ator principal está sendo alvo de muitas criticas. Pode ver o topico do filme e o do episodio 9 só como exemplo.
 

arthur the king

Bam-bam-bam
Mensagens
1.939
Reações
3.516
Pontos
303
Essa foi rápida, duas semanas na pasta Política e Religião e já está derrubando as peças, cagando no tabuleiro e cantando vitória?
O bom é que descobrimos rapidamente os pombos enxadristas.

A questão toda está bem explicada, os pontos de vista também.

Quem lacra não lucra = que briga para defender obras com conteúdo ideológico mas não consome esse produto = quer obrigar quem consome a consumir o produto que eles acham correto.

Os usuários que iriam consumir o produto se sentem chateados por ou o produto que eles querem vir mudado de forma que eles nao querem para agradar quem não consome e, como é direito deles, reclamam.

Aí o usuário que não consome vem e diz que quem reclama tá errado e o "liberal clássico" vem defender justamente esse. O famoso combo isentão + Pombo enxadrista, do qual vc mesmo listou vários exemplos.

Retiro meu convite, não precisamos você do lado do mal.
O amigo realmente tem problemas severos em seguir uma linha de raciocínio sem se contradizer no mesmo post

Eu falo minha posição política,destro bem definido e tu vem dizer que eu quero pagar de isentao....make sense

No mais vc tem uma disfunção em perceber a realidade que eu particularmente acho preocupante. Do mesmo autor de Sw episódio 8 um fracaso comercial,vem mais esse tópico cheio de exemplo non sense e sem uma linha de raciocínio

Tira de órgãos enrugados que as pessoas querem ""obrigar"" alguém a consumir alguma coisa

Depois atribui a culpa do floop única e exclusivamente e vontade de lacrar,ignorando todos os outros filmes que naufragam mas não tentam lacrar,e esquecendo dos filmes que lacram e lucram (alô alô pantera negra,alô alô jogos vorazes,alo alô steven universe,alô alô a lenda de korra,alô alô saintia sho)

Realmentche



E onde eu disse que você queria? Estava perguntando somente. E quem pergunta é porque tem dúvidas, não? Agora respira fundo, se acalma, espera os hormônios adolescentes se dissiparem e responda como uma pessoa normal. Vou lhe dar uma dica:

- você consome legalmente esse tipo de conteúdo?
- Não, nao gosto. Nao ligo pra lacração, obrigado por perguntar. Boa noite.
A resposta pra sua pergunta tá na última linha do seu próprio comentário
 

RJBADBOY01

Bam-bam-bam
Mensagens
9.269
Reações
4.665
Pontos
484
Obrigado por confirmar o ponto principal do tópico, quem clama por esse tipo de conteúdo NÃO COMPRA esse tipo de conteúdo (e, no fundo, acho que mesmo se comprassem não arrecadariam receita suficiente para justificá-lo).
Primeiro, em momento algum eu preciso consumir TODOS os produtos que defendo, como dei de exemplo sobre seriados médicos, eu não gosto, mas nem por isso fico enchendo o saco por existirem programas e seriados em hospitais, eu não saio por ai hateando gratuitamente tudo que envolve médicos justamente pq eu não gosto, por isso ignoro e assisto outras coisas.
Segundo, os posts eram sobre o filme protagonizado pelas garotas do Scooby Doo, o qual é obvio que é um filme que não é pensado para mim ou para o Goris (acredito), mesmo assim ele perde seu valioso tempo odiando um filme que ele também não vai assistir (se defender um filme que não assisto é hipocrisia, odiar também não te torna um?), meu único ponto foi esse: ele hatear algo que nem saiu e do qual ele não é o público alvo para tentar defender um argumento (da lacração), eu não assisto pq não me interessa mesmo ESSE filme, mas você conseguiu ser totalmente desonesto para tirar de contexto agindo como pombo enxadrista como se tivesse me dado a grande lição de moral.

Tirando o filme do Bumblebee (Acho que o pessoal já desistiu de Transformers no cinema), o filme solo do Han Solo só está recebendo criticas e tapas na cara de todo mundo.

Ninguem está botando fé nesse filme (Do Solo), e o ator principal está sendo alvo de muitas criticas. Pode ver o topico do filme e o do episodio 9 só como exemplo.
Eu também não boto fé, achei uma bosta desde que anunciaram, acho que o universo SW tem tanta coisa mais interessante para tratar, filme reciclando personagem não é mto minha praia (logo me também chamarão de hipocrita por não defender o filme da disney "lacradora" :klol:klol:klol).
 

Kaede Monthmrore

Bam-bam-bam
Mensagens
2.125
Reações
3.575
Pontos
303
Entrando no tópico de paraquedas: Eu me considero um "nerd raiz", vi o melhor e o pior da DC, Marvel, Image, Shonen Jump, Young Jump, Toei e uma porrada de outras empresas que fazem conteúdo para nós, pessoas que geralmente são excluídas da sociedade e vistas com preconceito. Afinal, por mais babacas que alguns de nós possam ser, a grande maioria tem na mente que ali é o nosso refúgio do mundo real, e que podemos ser o que realmente somos sem ter alguém nos julgando.
Quando começou o caso Gamergate, simplesmente respirei fundo, e continuei jogando meus jogos, mesmo sendo chamado de misógino, sexista e bullie, sendo que jogamos justamente para fugir dos misóginos, sexistas e bullies da vida real. Após isso, as revistas de jogos, que já estavam capengando, foram deixando de falar de jogos e focando em uma agenda política que foi me afastando desses sites. Afinal, porque eu iria entrar num site que me diz as mesmas ofensas que o pessoal do mundo real fala para mim todo o dia? Foi uma perda, mas ainda tinhamos um mundo inteiro para recorrer.
Um pouco depois desse incidente, começaram a atacar os animes, de tal forma que se tornou impossível assistir algum anime que não seja repleto de arco-iris nas TV's americanas. Também fiquei quieto, afinal, TV não é muito perto da vastidão da internet. Não satisfeitos, atacaram também as animações americanas, que respondera com desenhos idiotas que desafiam a nossa inteligência. Na época me mexi um pouco, reclamei em alguns cantos da internet, mas logo desisti para me voltar ao mundo dos jogos e animes.
Então começaram a atacar os quadrinhos, que respondeu colocando personagens "lacradores", com pouca ou nenhuma história ou personalidade e removendo personagens clássicos, que foram trabalhados por vários anos. Mais uma vez, me incomodei com isso e fui reclamar, e até enviei uma carta para a sede da Marvel, mas conforme o tempo avançava, vi que era mais uma batalha da qual perderíamos e decidi parar com as comics, me limitando a edições que eu já havia, ou a edições antigas, das quais ainda não tinha lido.
Alguns meses depois, começaram a atacar a cultura nerd, tomando o espaço do qual levamos anos para conquistar e distorcendo boa parte dele. Deixei de frequentar alguns eventos de jogos e animes graças as pessoas que tornaram os ambientes em locais do qual eu procurava evitar, onde a aparência é o que vale, e não o que você é de verdade.
O próximo passo, fora atacar seriados de sucesso. Nos empurraram coisas como 13 Reasons Why e Sense8, que, por mais interessante que possa ser, ver as pessoas querendo nos obrigar a assistir algo que não é tão bom assim e retalhando qualquer um que houvesse uma opnião diferente de "a maior obra deste século", me fez pegar nojo dessas séries, tanto que dropei 13 reasons no capítulo quatro, pois não aguentava mais todos querendo me empurrar que a série era a oitava maravilha do mundo, sendo que existem produções muito melhores na própia Netflix.
E, finalmente, chegaram aos cinemas com o Caça-fantasmas. Já sabendo como seria o desfecho dessa batalha, não briguei, não lutei, apenas expliquei o porque de eu não querer assistir o filme. Eles vieram e fizeram o que fazem de melhor: nos pertubaram e disseram que nós que eramos os anormais da história. Ignorei, e não assisti ao filme. O mesmo fiz com Ghost in the Shell, os últimos Star Wars, Mom, Call me from Your Name e vários outros filmes do qual normalmente daria alguma olhada pelo menos no trailer. Como me afastei dos filmes, não seria coerente assistir ao Oscar deste ano.

O resultado desta batalha? As revistas e sites de games estão praticamente pegando mofo. Os animes, que já eram propensos a cortes na TV americana, passou a mutilar mais ainda as produções nipônicas, fazendo os fãs do gênero correrem para sites como o Netflix e Crunchyroll. Canais como Cartoon Network e Nickelodeon estão registrando audiências baixas, quando comparadas com os mesmos períodos de dez anos atrás. Editoras como Marvel e DC, estão com péssimas vendas com suas novas histórias, pois o público não aprovou as mudanças recorrentes. As séries? A maioria das séries "oitava maravilha" só tiveram uma temporada ou foram canceladas, ambas por falta de dinheiro. Atualmnete, vemos o mesmo fenômeno ocorrendo no cinema: é tanto papo politicamente correto que acabou afastando o seu público das telonas. Eu ainda continuo de pé, assistindo esta batalha de longe, mas as máquinas que outrora me protegiam desta guerra e prosperavam, estão enferrujando ao proteger-lhes e descobrir que eles não fazem a manutenção dos maquinários. Ainda tenho peças para torná-las novas e fortes novamente, mas não irei fazer quaisquer reparo até vocês voltarem a me proteger. Até lá, assistirei o meu reino, outrora próspero, caindo em ruínas pela invasão de um povo que não tem o mínimo interesse em torná-lo próspero novamente. Um viva para eles, conseguiram em cinco anos destruir um universo que levou séculos para ser construído!

Nossa, era para ser um textinho rápido, acabou virando um wall of text.
 

sebastiao coelho neto

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.783
Reações
27.851
Pontos
639
Primeiro, em momento algum eu preciso consumir TODOS os produtos que defendo, como dei de exemplo sobre seriados médicos, eu não gosto, mas nem por isso fico enchendo o saco por existirem programas e seriados em hospitais, eu não saio por ai hateando gratuitamente tudo que envolve médicos justamente pq eu não gosto, por isso ignoro e assisto outras coisas.
Segundo, os posts eram sobre o filme protagonizado pelas garotas do Scooby Doo, o qual é obvio que é um filme que não é pensado para mim ou para o Goris (acredito), mesmo assim ele perde seu valioso tempo odiando um filme que ele também não vai assistir (se defender um filme que não assisto é hipocrisia, odiar também não te torna um?), meu único ponto foi esse: ele hatear algo que nem saiu e do qual ele não é o público alvo para tentar defender um argumento (da lacração), eu não assisto pq não me interessa mesmo ESSE filme, mas você conseguiu ser totalmente desonesto para tirar de contexto agindo como pombo enxadrista como se tivesse me dado a grande lição de moral.
Cara, leia de novo o texto que fala sobre o spinoff do Scooby. O problema não é focar nas mulheres. O problema é a premissa que ignora o personagem principal da série (o cachorro) e independente da qualidade da obra, a chance dele ser um fracasso de faturamento é imensa. Veja que se fosse pra focar só no Fred e no Salsicha o potencial de fracasso seria igual e o tom crítico do autor seria o mesmo (se você não o conhece, sugiro acompanhá-lo).

Agora porque os produtores fizeram isso? Não é somente para o público infantil feminino, porque a maiora delas não se importa. Isso é um exemplo de lacração e, na minha opinião, quem considera podutos de entreterimento como peças políticas deveria consumi-las, mesmo não gostando. Seria uma questão de coerencia da parte deles. Mas os lacradores não farão isso e aí o resultado já é conhecido. O produto não vai faturar bem e vão dizer que não faturou porque os misóginos não compraram o DVD. Igual como fizeram com Caça-fantasmas, Mulher de ferro, etc.

Ps. E quanto a hatear, é tão normal quanto hypar um ffilme. Eu hateei muito Dragon Ball antes dele sair e ele nem é lacrador. O seu erro é achar que todos que estão criticando a produção da obra só o fazem porque é estrelado por mulheres quando o problema principal é a falta do cachorro.
 
Ultima Edição:

Monogo

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.910
Reações
42.017
Pontos
579
Lacrar a unica coisa que movimenta é o curtir da midias sociais.
Qualquer coisas que te tire da inercia e te faça se movimentar, a turma do lacre não gosta ou fica esperando e especialmente cobrando que os outroas façam isso por eles.

A eleição de Trump é exemplo, nego rasgando o cu de raiva pq ele foi eleito, agora se vc pergunta se ele foi votar, ele vai dizer que não... vai tomar no cu né amiguinho....
 

RJBADBOY01

Bam-bam-bam
Mensagens
9.269
Reações
4.665
Pontos
484
Cara, leia de novo o texto que fala sobre o spinoff do Scooby. O problema não é focar nas mulheres. O problema é a premissa que ignora o personagem principal da série (o cachorro) e independente da qualidade da obra, a chance dele ser um fracasso de faturamento é imensa. Veja que se fosse pra focar só no Fred e no Salsicha o potencial de fracasso seria igual e o tom crítico do autor seria o mesmo (se você não o conhece, sugiro acompanhá-lo).

Agora porque os produtores fizeram isso? Não é somente para o público infantil feminino, porque a maiora delas não se importa. Isso é um exemplo de lacração e, na minha opinião, quem considera podutos de entreterimento como peças políticas deveria consumi-las, mesmo não gostando. Seria uma questão de coerencia da parte deles. Mas os lacradores não farão isso e aí o resultado já é conhecido. O produto não vai faturar bem e vão dizer que não faturou porque os misóginos não compraram o DVD. Igual como fizeram com Caça-fantasmas, Mulher de ferro, etc.

Ps. E quanto a hatear, é tão normal quanto hypar um ffilme. Eu hateei muito Dragon Ball antes dele sair e ele nem é lacrador. O seu erro é achar que todos que estão criticando a produção da obra só o fazem porque é estrelado por mulheres quando o problema principal é a falta do cachorro.
Cara, é um SPIN OFF, diretamente para video, tipo, saem milhares de produções bizarras todo ano, só pra dar uma ideia, American Pie teve vários spinn offs lançados assim (com nenhum personagem do elenco original), a disney mesmo já lançou milhares de continuações e spin offs de seus filmes assim, quase sempre essas continuações e spin offs não tem nada do elenco original, são apenas produções para ganhar dinheiro fácil, logo, isso SEMPRE existiu, e ninguém nunca ficou de mimimi ou choradeira como hoje, mas como virou moda falar que tudo é lacração as pessoas passaram a se importar com coisas que até então sempre estiveram ai mas tinham outro público alvo.
Novamente, esse filme não tem nada demais, a proposta dele é claramente algo bem diferente, Velma e a Daphne podem muito bem existir sem o scobby, (tanto que o nome do filme é DAPHNE e VELMA, tá bem claro que são elas as protagonistas), a proposta do filme é contar uma história ANTES do grupo se formar, não "tiraram" o cachorro pois elas simplesmente não conheciam ele.

Só mais alguns exemplos:




 

Darkx1

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.020
Reações
25.927
Pontos
544
Você merecia ser reportado só por trazer esse treco pra discussão.

Como que me fazem uma sequencia de um filme baseado numa história real, que não se baseia em nada da vida do Marley real e ainda colocam o cachorro falando??:facepalm

Na verdade, nesse ponto você tem razão, embora o filme tenha usado o momento atual pra colocar as duas como protagonistas(oficialmente eles cinco se conheceram só quando o grupo de verdade se formou) é uma produção no mesmo naipe disso que vc citou. Seria o tipo de filme que ninguem ia querer saber da existencia, eu mesmo nem sabia dele.
 

sebastiao coelho neto

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.783
Reações
27.851
Pontos
639
Cara, é um SPIN OFF, diretamente para video, tipo, saem milhares de produções bizarras todo ano, só pra dar uma ideia, American Pie teve vários spinn offs lançados assim (com nenhum personagem do elenco original), a disney mesmo já lançou milhares de continuações e spin offs de seus filmes assim, quase sempre essas continuações e spin offs não tem nada do elenco original, são apenas produções para ganhar dinheiro fácil, logo, isso SEMPRE existiu, e ninguém nunca ficou de mimimi ou choradeira como hoje, mas como virou moda falar que tudo é lacração as pessoas passaram a se importar com coisas que até então sempre estiveram ai mas tinham outro público alvo.
Novamente, esse filme não tem nada demais, a proposta dele é claramente algo bem diferente, Velma e a Daphne podem muito bem existir sem o scobby, (tanto que o nome do filme é DAPHNE e VELMA, tá bem claro que são elas as protagonistas), a proposta do filme é contar uma história ANTES do grupo se formar, não "tiraram" o cachorro pois elas simplesmente não conheciam ele.

Só mais alguns exemplos:




Cara, eu sei. É um spinoff. Assim como "animais fantásticos" é um spinoff de harry potter sem harry potter. Os problemas são outros: porque fizeram um só com as duas mulheres do grupos (e não com uma mulher e um homem, por exemplo) e porque quem critica essa escolha é automaticamente taxado de misógeno?

Aí é que está o ponto. Váríos aqui elogiam Mad Max Fury e Mulher Maravilha mas só porque dizem que detestaram Caça-Fantasmas são chamados de machistas ( não falo diretamente a você). A impressão que fica é que os lacradores não querem elogiar bons filmes com mulheres fortes, mas criticar qualquer um que diga que CF é sem graça. Se você não é um desses que encara diversão como plataforma politica entao deveria estar junto. Criticando filmes mediocres que só se baseiam em plataformas lacradoras e elogiando filmes e cenas que realmente "empoderam*" minorias. Se você não é, então seja sincero. Diga de o filme X será um fracasso de público porque só se baseia em lacração. Tenho certeza que você já faz algo similar, mesmo no seu subconciente, esse prejulgamento para filmes que só se baseiam em efeitos especiaismou no carisma de algum ator.


*sério, detesto esse termo!
 

RJBADBOY01

Bam-bam-bam
Mensagens
9.269
Reações
4.665
Pontos
484
Cara, eu sei. É um spinoff. Assim como "animais fantásticos" é um spinoff de harry potter sem harry potter. Os problemas são outros: porque fizeram um só com as duas mulheres do grupos (e não com uma mulher e um homem, por exemplo) e porque quem critica essa escolha é automaticamente taxado de misógeno?

Aí é que está o ponto. Váríos aqui elogiam Mad Max Fury e Mulher Maravilha mas só porque dizem que detestaram Caça-Fantasmas são chamados de machistas ( não falo diretamente a você). A impressão que fica é que os lacradores não querem elogiar bons filmes com mulheres fortes, mas criticar qualquer um que diga que CF é sem graça. Se você não é um desses que encara diversão como plataforma politica entao deveria estar junto. Criticando filmes mediocres que só se baseiam em plataformas lacradoras e elogiando filmes e cenas que realmente "empoderam*" minorias. Se você não é, então seja sincero. Diga de o filme X será um fracasso de público porque só se baseia em lacração. Tenho certeza que você já faz algo similar, mesmo no seu subconciente, esse prejulgamento para filmes que só se baseiam em efeitos especiaismou no carisma de algum ator.


*sério, detesto esse termo!
Porque fizeram com duas mulheres? Porque quiseram oras!
Porque fizeram um filme do han solo e não da Leia?
Porque fizeram filme da Malévola e não do Capitão Gancho ou do Jafar?
Porque fizeram filme da mulher gato e não do Robin?
Simples, escolhas, quiseram fazer um filme baseado nas duas garotas pq acham que podem atrair um público, apenas isso, querer enfiar um discurso goela abaixo é a mesma coisa que você está fazendo ao falar que quem critica vai ser chamado de "misógeno" (coisa que eu duvido muito), você e outros já vem taxando o filme de querer lacrar sem ele sequer ter saído, apenas pelo fato de ser protagonizado por duas mulheres de um grupo originalmente misto, como se isso fosse alguma coisa de outro mundo.
A questão é que estão usando o discurso do "lacre" para atacar toda e qualquer produção que tenha mulheres, negros e lgbt, muitas vezes antes sequer das produções sairem, atacaram Pantera Negra, sense8, agora atacam o filme protagonizado pelas garotas, enfim, até que ponto esse discurso está ficando fora de controle e sendo usado mais como forma de "enquadrar" as produções do que realmente apontar possíveis exageros?
Não é a toa que o tópico do user que falou que o oscar estava "lacrando" virou piada, assim como outros que tentam colocar o discurso do lacre em qualquer produção, estão se tornando exatamente aqueles que criticam que falam que tudo é "machismo", estão ficando ainda piores.
 

ffaabbiio

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.233
Reações
20.722
Pontos
594
E o politicamente correto chegou aos games, far cry 5 recebendo notas baixas pq não coloca os conservadores dos EUA como personagens do mau.
 

Omnissiah

Bam-bam-bam
Mensagens
614
Reações
2.669
Pontos
283
Assisti Entebbe ontem. Os personagens principais são basicamente os revolucionários de facebook levados ao extremo. tem um momento que eu quase chorei de rir em que os caras tão pregando a revolução e sendo contra o capitalismo e um deles diz "CARALHO, VOCÊ É CAPITALISTA. VOCÊ É A PORRA DE UM EMPRESÁRIO". É basicamente lacração ao contrário.
 

Dr. Pregos

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.409
Reações
38.279
Pontos
553
E o politicamente correto chegou aos games, far cry 5 recebendo notas baixas pq não coloca os conservadores dos EUA como personagens do mau.
Mas eu vi o pessoal comentando ao contrário que o far cry 5 mostra os cristãos como loucos.

Enviado de meu LG-K10 usando Tapatalk
 

Adam Sandler

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
28.232
Reações
44.246
Pontos
553
Assisti Entebbe ontem. Os personagens principais são basicamente os revolucionários de facebook levados ao extremo. tem um momento que eu quase chorei de rir em que os caras tão pregando a revolução e sendo contra o capitalismo e um deles diz "CARALHO, VOCÊ É CAPITALISTA. VOCÊ É A PORRA DE UM EMPRESÁRIO". É basicamente lacração ao contrário.
Parece o Watch_Dogs 2, hackers leites com peras que lutam contra o sistema usando roupas da moda, com tudo que o mundo capitalista proporciona e agindo feitos youtubers...
 
Topo