O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Nintendo 64: 22 anos de vida

Grose

Bam-bam-bam
Mensagens
8.023
Reações
12.442
Pontos
459
Polêmica! Não lembro de ter visto um tópico sobre ele sem ter muitas brigas e fins trágicos. Vamos ver onde este dará.

Recentemente o Nintendo 64 completou 22 anos, costumo dizer que ele o Dreamcast são os videogames que mais aprecio, o NES e o Mega Drive em seguida são os que considero mais significativos da minha carreira. Devem pensar que sou burro por tê-los nesta proporção, se temos videogames com muito mais jogos, muito mais clássicos e muito mais representatividade, mas sabem como é, não coordenamos os sentimentos, portanto, me sinto melhor os considerando desta forma, sem menosprezar os outros, sei o quão eles são carentes e até ruins perante SNES, Playstation & cia. É como torcer para um time que não ganha nada de relevante, mesmo tendo aqueles que sempre ganham títulos, não é óbvio ou esperto ficar torcendo para os outros, ainda assim, pode ser interessante e divertido.

Como vocês devem saber o 64 foi adiado trocentas vezes, o desejava era apenas por ser um videogame da Nintendo, nunca dissociei a imagem dela e da SEGA em nível de equivalência sentimental e de qualidade, é como se fossem a mesma coisa de tanto que admirava ambas, mas quando cheguei no dia que receberam ele na Progames e puseram Mario 64 para rodar, o impacto foi fulminante, tanto que depois disso jamais me impressionei da mesma forma, ali presenciávamos não somente um jogo mas um mundo de novas possibilidades, que felizmente para o meu gosto se concretizaram, até ultrapassaram as expectativas. Devo agradecer a minha tia que mudou para a nossa casa depois que o marido dela faleceu, ela que comprou para nós na mesma locadora, com dois controles, um para mim e outro para a minha irmã mais nova.

Falando em um controle para mim e outro para a minha irmã, vamos começar com o ponto mais forte do Nintendo 64 e um dos grandes motivos pelo qual a Nintendo veio sendo reverenciada desde então, os jogos para multiplayers local. As 4 entradas para controles não foram inseridas sem motivo ou por probabilidade, FPS, corrida e party games fizeram a alegria daqueles que possuíam mais uns 2 ou 3 amigos, primos ou uma irmã e pelo menos mais um acompanhante, quantas madrugadas atravessadas jogando Goldeneye 007, teve até uma festa aqui em casa que os convidados foram parando pouco a pouco para curtir o jogo, antes como telespectadores e então como jogadores, eu costumava alugar mais um ou dois controles ciente destas ocasiões. Era difícil de se segurar, no Mario Party então, colocávamos 50 rodadas e lá se iam cerca de 3 horas ininterruptas, até no Conker's que não é o foco dele possui uns joguinhos bem legais pra curtir com o povo.

Engraçado que nesta época minha atenção estava quase toda voltada para os solitários jogos de luta, talvez por isso o 64 tenha sido o complemento ideal, destoava desse estilo que devorava nos fliperamas, além disso, apesar do início com poucos lançamentos era muito mais fácil encontrar jogos para ele que para o Saturnão. Apesar disso KIller Instinct Gold é um dos jogos de luta que mais joguei na vida e o primeiro que ganhei para curtir o novo videogame.

Nesta foto os meus jogos japoneses completos, a maior parte comprei nas Progames, é incrível ter Susume Tasen Puzzle Dama e Puyo Puyo Sun 64 na coleção, agradeço imensamente os donos das franquias de Curitiba terem trazido tantas pérolas do oriente.

Nesta altura ainda não estava focado nos RPGs, basicamente jogava luta, puzzles estilo tetris, corrida e plataforma, tirando luta o NIntendo 64 possui grandes representantes nos outros gêneros. Entre os de corrida, Rush 2 consta nos meus preferidos de todos os tempos, Beetle Adventure Racing no mínimo entre os 10 do estilo, Mario Kart 64 e Diddy Kong Racing dispensam elogios, Ridge Racer 64 e World Driver Championship também são competentes, porém, onde o novo videogame brilhou intensamente foram nas conversões tridimensionais dos jogos de plataforma.

Super Mario 64 foi o jogo que mais surpreendeu jogadores pelo mundo, comigo não foi diferente, nem tanto pelos gráficos mas pelas novas possibilidades, é engraçado perceber que um jogo lançado mais de 20 anos atrás serve de parâmetro até hoje, direto vemos comentários fazendo comparações entre ele e de como alguns desenvolvedores ainda não aprenderam a lidar com certos elementos como controle de câmera e coesão espacial. Mas nem só de Mario vivem os Nintendistas, ainda fomos agraciados com Banjo-Kazooie, Conker's Bad Fur Day e Donkey Kong 64 pela Rare, Bomberman se aventurou na nova perspectiva com três jogos, Rayman 2 chegou batendo na mesa, trazendo seu irmão Tonic Trouble, dois Goemon de respeito, até os menos expressivos Chameleon Twist, Glover, Donald Duck: Goin Quackers e Rocket: Robot on the Wheels surgem com certa dignidade.


Apesar dos destaques da nova plataforma de jogos, muitos ainda o odeiam, a maioria por birra infantil querendo que todos admirem somente uma única e evidente empresa, ainda possuo amigos assim, que reclamam dele mas quando estamos juntos jogam Mario Party, Road Rash, Mario Kart, Goldeneye, Mario Tennis, Rush e tantos outros como se fossem crianças, um deles possui até a caneca do 64 e ainda reclama, vai entender. As discussões são ainda maiores na internet quando pesquisas revelam uma apreciação acima da média pelo videogame atualmente, considerando tantos que não tiveram mas conheceram tardiamente.

Não podia terminar este texto sem falar do meu jogo preferido, The Legend of Zelda: Ocarina of Time, o primeiro e por muitos anos o único jogo que paguei 150R$ lacrado no lançamento, uma das melhores decisões que fiz em minha vida, quantas e quantas vezes terminei este jogo, nossa senhora... A escolha é clichê e até pensei em fazer uma piadinha mas vou deixar para destacar a surpresa pelo motivo que considero este jogo tão grandioso, a narrativa.

Vou ter que abrir um parágrafo para destacar isso, é comum confundirem narrativa com a história, sendo que é possível termos ótimas histórias com péssimas narrativas e até péssimos jogos com grandes histórias, é um desperdício de ideias se a narrativa não colaborar, narrativa é a forma como a história é contada, o senso de aventura em Zelda não é graças a história mas pela forma como ela transcorre, é o que considero de mais genial, o resto funcionar corretamente apenas reforça o valor da obra e a torna do tamanho que é. Transcorrerei mais sobre isso num tópico futuro.

Será que eu continuaria jogando por tanto tempo se não tivesse topado com estes tipos de jogos? As vezes nem sempre o mais adequado é o que serve para nós, não vivemos mais no tempo das cavernas, buscarmos aquilo que nos atrai não é egoismo, burrice é nos privarmos daquilo que nos proporciona sensações legitimas numa vida de tempo restrito, onde cada dia a mais é um dia a menos.

Então este é o meu relato bem reduzido sobre o que vivencio com o Nintendo 64 desde o seu lançamento até hoje, estava com vontade de escrever mas a critividade não estava tão alta, então espero que soe bem, acredito que volto a trabalhar segunda-feira então tinha que aproveitar esta oportunidade para investir um pouco mais de tempo nisto.

Agora é com vocês, compartilhem um pouco de suas emoções e acompanhem os tópicos abaixo. Este foi o quinto tópico sobre um videogame especifico, haverão outros, podem ter certeza, quem se propuser a fazer pode ficar à vontade, acrescentei na lista o tópico do Piga sobre PCs em nossas vidas e do Cosmão sobre nosso primeiro contato com games, pretendo fazer disto um roteiro da nossa Odysseya.
Nós e as revistas de videogame
Como é ter um Neo Geo AES em sua vida?
XBOX Clássico em nossas vidas
Dreamcast: Por 18 anos em nossas vidas
Sega Saturn em nossas vidas
Como era ter um PC em nossas vidas nos anos 90 e início de 2000?
Como foi seu primeiro contato com videogames? E qual o seu primeiro console?
As coleções em nossas vidas
Street Fighter II em nossas vidas
The King of Fighters em nossas vidas
Mortal Kombat em nossas vidas
Tekken em nossas vidas
Bomberman em nossas vidas
Os jogos de corrida de nossas vidas
[SHMUP Official] SHMUPs em nossas vidas
Jogos de inverno para o verão
 
Ultima Edição:


DocVooDoo

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
30.477
Reações
38.696
Pontos
939
Parabéns! Curti muito meu N64.

No mais, abaixo do meu post

"mimimi, o PS1 foi superior"
"mimimi, o N64 foi lixo"
"mimimi, Nintendo matou o aparelho colocando cartucho"
 

rickrj

Bam-bam-bam
Mensagens
4.359
Reações
2.457
Pontos
334
Revolucionário videogame! Pra mim o maior hype de todos os tempos, com os videos e fotos dos jogos Mario 64, a fase do gelo do Star Wars, Cruisn USA, Wave Racer, Pilotwings, tudo aquilo super novidades com uma qualidade nunca vista até então, o bixo revolucionou mesmo, o controle analógico dando liberdade e controle total a Mario 64, gráficos incríveis para época, e pra mim os melhores titulos de lançamentos de todos os tempos para um video game. E pena que hj em dia se deixar o aparelho parado por muito tempo, quando for ligar ele liga, não dá video ou som, ou os dois. Simplesmente queima o chip
 

DarkMorten

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
24.237
Reações
19.155
Pontos
614
puxa .. tô velho

o 64 não é dos meus preferidos, nem tive ele, mas joguei até que bastante pq 2 vizinhos tinham .. até cheguei a ir alugar jogo e tudo mais
joguei quase todos os medalhões dele e até mesmo algumas bombas ..

valeu pelas partidas divertidas de Goldeneye 007 multiplayer
 

Silverock®

Bam-bam-bam
Mensagens
3.667
Reações
5.938
Pontos
319
Apesar de hoje em dia o achar bem intragável, um ou outro game que se salva eu ainda tenho uma nostalgia grande pelo mesmo, foi o 1º console que tive daquela geração, Zelda OoT eu acompanhei tudo sobre o game desde o principio pelas revistas que colecionava na época, peguei o meu no começo de 97 menos de um ano após o lançamento, peguei mais pelo hype de ser da Nintendo mesmo e gostar muito do SNES mas logo vi que não conseguiria ficar só com ele nem a pau e tratei de pegar um PS1 no começo de 98, joguei até que bastante ele na época, Zelda que acompanhei todo o hype do desenvolvimento via revistas da época que colecionava comprei logo no lançamento nacional a versão bigbox nacional , lembro até o preço que foi R$140 que naquela época era uma boa $$, infelizmente ja não o tenho mais, inclusive considero esse game como um dos melhores que ja joguei em todo esse tempo e o melhor do N64, acho que o 1º ano que fiquei com ele e não tinha nenhum outro console foi qdo eu mais aluguei games pois eram poucas pessoas que tinham para pegar game emprestado, comprar os games dele tb eram bem caros, mesmo game pirata demorou um pouco e custavam seus belos R$50 a R$60 no inicio depois melhorou um pouco e caiu para R$40..R$30 então tinha que alugar mesmo, sorte que tinha muitas locadoras na região e um delas tinha de tudo para o N64, Mario 64 tb foi coisa de louco, uma transição perfeita do 2d para o 3d, sem contar Mario Kart, Starfox entre alguns outros, fiquei muito puto pq não teve Metroid mas muito puto mesmo pois eu desde a primeira vez que joguei Super Metroid lá por volta de 95 foi amor a primeira vista com aquele game e esperava demais um no N64 que não rolou
 
Ultima Edição:


edineilopes

Retrogamer
Mensagens
27.770
Reações
89.885
Pontos
654
Nos anos 90 a Nintendo era a Apple dos videogames. Após brilhar em Nes e Snes, difícil imaginá-la fora do topo. Então natural que seu console fosse muito aguardado. Pra aumentar o hype, os bits que praticamente "pularia uma geração" e a preço de banana, custaria no lançamento a metade do que Saturn havia custado quando lançado. Negócio da China.

Tem alguns games que gosto, Mario Kart, Banjo, Concker... mas não muito além disso. Foi um console Nintendo que pouco me interessou e me interessa cada vez menos. Do início da geração, com Saturn, passei para o Playstation que comprei duas vezes.

N64 tem seu lugar na história pela competência de Nintendo e Rare em fazer jogos. Mas uma plataforma cheia de problemas. Até credito ao N64 as dificuldades de mercado do GameCube, que foi um console onde a Nintendo acertou muito e não decolou.
 
Ultima Edição:

Ridge

Bam-bam-bam
Mensagens
1.872
Reações
3.959
Pontos
303
Pessoal se apega muito nessa coisa de bits, 16bits, 32 bits, 8 bits, esqueçam isso, isso era mais para puro marketing, na verdade o N64 era apenas um pouquinho mais potente q o PSX.

O Intellivision era 16 bits e ficava longe gráficamente do Mega Drive, o Dreamcast era 32 bits se não me engano.
 

Link_1998

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.907
Reações
22.192
Pontos
649
Joguei muito tempo só nele, e depois que fui passar para o PSX, e isso inicialmente estragou um pouco minha experiência no 32 bits da Sony. A diferença de gráficos, animações, toda a parte 3D era bastante considerável, sendo compensada somente pelos aspectos do CD, e pela biblioteca foda do PSX.
 

rickrj

Bam-bam-bam
Mensagens
4.359
Reações
2.457
Pontos
334
Grande videogame, tenho o meu guardado até hoje!
Mano, ponha o N64 pra funcionar, ele guardado queima. Vi isso da pior forma, tenho 4, 2 funfam os outros 2 só de ficar guardado deram problemas sem video e som, o outro sem som. Eu só fico imaginando estes que ficam colecionando os sabores de N64, algum aqui???????
 

NÃOMEQUESTIONE

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.541
Reações
46.120
Pontos
599
Mano, ponha o N64 pra funcionar, ele guardado queima. Vi isso da pior forma, tenho 4, 2 funfam os outros 2 só de ficar guardado deram problemas sem video e som, o outro sem som. Eu só fico imaginando estes que ficam colecionando os sabores de N64, algum aqui???????
A verdade é que eu não tenho mais muito tempo pra jogar quanto antes, mas de 6 em 6 meses ponho ele pra funcionar.
 

BigJ

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.465
Reações
12.266
Pontos
639
Pode não ter sido o "vencedor" da geração, nem mesmo ter tido todos os games que poderia, mas foi um grande VG na minha opinião. Jogos como Mario 64 e Zelda: Ocarina of Time simplesmente estabeleceram novos paradigmas nesta indústria vital.
 

Ghr

Supra-sumo
Mensagens
799
Reações
1.379
Pontos
183
Mano, ponha o N64 pra funcionar, ele guardado queima. Vi isso da pior forma, tenho 4, 2 funfam os outros 2 só de ficar guardado deram problemas sem video e som, o outro sem som. Eu só fico imaginando estes que ficam colecionando os sabores de N64, algum aqui???????
Comprei o meu N64 de um amigo que nao ligava ele fazia uns 9 anos e funcionou normalmente, faz 1 ano e meio que ta comigo o console e funciona perfeitamente.
Sobre o tópico, eu estava pensando esses dias em fazer um sobre a biblioteca do N64, mas me falta tempo pra organizar como eu quero, eu sempre tive contato com o N64, meu tio tem um desde 1997, joguei muito e só fui ter o meu no fim de 2016, comprei o everdrive pra poder aproveitar tudo o que o console oferece, tem muito jogo bom de corrida e plataforma nele, eu particularmente amo o N64 mesmo ele tendo muitos defeitos e uma biblioteca de jogos pequena (que se torna menor ainda escolhendo os jogos que realmente prestam).
 

Mega_X

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.371
Reações
38.532
Pontos
654
Vivi o auge do sistema, mas me limitei a jogar só os medalhões na locadora na época. Estou para suprir esta falha assim que conseguir consertar a minha TV 29 da Samsung.

Até comecei uma longa jornada jogando todos os títulos do sistema, mas a vida foi cruel e a falta de tempo acabou com este sonho hehe
 

*ka

Bam-bam-bam
Mensagens
9.919
Reações
7.837
Pontos
394
o N64 era apenas um pouquinho mais potente q o PSX.
Isso não é verdade, o hardware era mais potente, pega a gpu dele e a cpu que você verá que ele é mais potente sim, mas a nintendo não ajudou muito, ainda mais com algumas cagadas, como quando a gpu quer acessar a memória a informação tem que passar pela cpu, pois a gpu não tem acesso direto a memória, ele não tem processador de áudio, do áudio é processado pela cpu, o que acaba consumindo recursos de processamento, e próprio cartucho que tem um espaço muito limitado, os primeiros jogos eram no máximo de 16mb se não me engano isso em 97, isso limitava bastante os jogos, assim como o tamanho dos cartuchos limitavam alguns jogos de mega e snes. E na minha opnião ocorreram essas simplificações no hardware para o n64 ter um preço competitivo, pois com a gpu e cpu que ele possuía e a quantidade de memória ram, provavelmente seria um projeto caro. Eu não acho legal ficarem fazendo comparações de potencia, pois daqui a pouco virá o tópico andré carvalho.
 
Ultima Edição:

BigJ

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.465
Reações
12.266
Pontos
639
Isso não é verdade, o hardware era mais potente, pega a gpu dele e a cpu que você verá que ele é mais potente sim, mas a nintendo não ajudou muito, ainda mais com algumas cagadas, como quando a gpu quer acessar a memória a informação tem que passar pela cpu, pois a gpu não tem acesso direto a memória, ele não tem processador de áudio, do áudio é processado pela cpu, o que acaba consumindo recursos de processamento, e próprio cartucho que tem um espaço muito limitado, os primeiros jogos eram no máximo de 16mb se não me engano isso em 97, isso limitava bastante os jogos, assim como o tamanho dos cartuchos limitavam alguns jogos de mega e snes. E na minha opnião ocorreram essas simplificações no hardware para o n64 ter um preço competitivo, pois com a gpu e cpu que ele possuía e a quantidade de memória ram, provavelmente seria um projeto caro. Eu não acho legal nem ficarem fazendo comparações de potencia, pois daqui a pouco virá o tópico andré carvalho.
 

Diego89

Bam-bam-bam
Mensagens
1.335
Reações
1.099
Pontos
204
Mais um tópico com o selo Grose de qualidade, muito bom amigo.

Enviado de meu Moto G Play usando o Tapatalk
 

The Trooper

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
11.803
Reações
8.615
Pontos
454
Amo o muito o N64, muito mesmo! Fez parte de uma época muito legal da minha vida e só tenho ótimas lembranças dele e dessa época da minha vida!

Tanto que quando vendi todos os meus VGs retro em 2014, ele foi o que mais me deu dor no coração e é o único que, ainda hoje, tenho vontade de comprar novamente, com alguns dos jogos que sempre amei (Goldeneye, Ocarina of Time, Super Mario 64, Resident Evil 2, San Francisco Rush, dentre outros).

Videogame foda!
 

Vei pescador

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.178
Reações
16.630
Pontos
714
Eu passei um tempão pra gostar do N64. Melhor explicando, o hype foi enorme, só o codinome "ultra 64" já fazia a gente imaginar jogos extraordinários, um Final Fantasy com o dobro do tamanho do 6, um Super Metroid arrasador, ports perfeitos de neogeo, etc... aí quando veio, foi com Mario 64 e pilotwings, era incrível mas ao mesmo tempo "po, kd os outros jogos?" e cansamos de esperar um street fighter, um final fantasy ou qq outro JRPG , fora as franquias q foram portadas pra 3D tipo Castlevania e Donkey Kong... não sei quantos jogos de plataforma e quase nada de jogo de luta/corrida... o próprio ISS 64, q eu achava bem mais legal q o "inguelévi" mas q só teve uma continuação...

Mas aí veio o Goldeneye 007 e joguei por quase 2 anos na casa de um amigo, quase todo dia, a turma já tinha suas regras próprias (só valiam os personagens "genéricos" q apareciam qdo se fazia um certo código/ só se jogava license to kill/havia uma ordem certa pras fases do multiplayer, cada um tinha seu controle próprio, tinha tabela, o "lanterna" do dia assinava, era muita zoação), tb jogamos ISS64 até enjoar; a série cruis'n; Turok 2; Mario Kart 64, etc.

Tb tinham ótimos jogos q acabei conhecendo só através dos emuladores, como Ridge Racer 64 e alguns q infelizmente nunca joguei, como os Zeldas OOT e MM e o Perfect Dark, enfim, um VG com jogos ótimos mas com um potencial muito pouco explorado, deixou o famoso "gostinho de quero BEM mais".
 

jor280

Bam-bam-bam
Mensagens
4.488
Reações
5.357
Pontos
309
Eu escolhi o n64 invés do PSX na época e não me arrependi.
A pirataria desenfreada no PSX me fazia ter muitos jogos, mas jogar poucos de verdade.
No NIN tendão fui seletivo com as escolhas, e aproveitei melhor os games.
Só joguei ps1 quando comprei o ps2 ,apesar da pirataria desenfreada TB fui mais seletivo e apreciei muito bem os dois consoles.

Enviado de meu ONE TOUCH 4015N usando Tapatalk
 

*ka

Bam-bam-bam
Mensagens
9.919
Reações
7.837
Pontos
394
Não cara. Dreamcast era pouco inferior ao PS2.
Esses bits era só propaganda da época para dizer que era mais poderoso, mas isso não quer dizer muita coisa, o próprio n64 normalmente operava em modo 32bits, mas o processador era compatível com instruções 64bits. O Xbox por exemplo o mais poderosa daquela geração usa uma cpu 32bits. Pelo o que eu vi a cpu do dreamcast é a Hitachi SH-4 32-bit RISC @ 200 MHZ.
 

Mega_X

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.371
Reações
38.532
Pontos
654
Não cara. Dreamcast era pouco inferior ao PS2.
arquitetura é uma coisa e ser da geração "128 bits" é outra coisa.

isso não é demérito dele, mas indica que o último sistema que adotou a ideia diferente da de aumentar o bits do processador. Xbox 360, por exemplo, usa um processador 32 bits.
 

*ka

Bam-bam-bam
Mensagens
9.919
Reações
7.837
Pontos
394
arquitetura é uma coisa e ser da geração "128 bits" é outra coisa.

isso não é demérito dele, mas indica que o último sistema que adotou a ideia diferente da de aumentar o bits do processador. Xbox 360, por exemplo, usa um processador 32 bits.
Mas usavam os bits justamente para se referir a arquitetura da cpu, tanto que na sexta geração (DC, PS2, GC, XBox) esse termo caiu em desuso.
 

Shinobi4OS

Ex-doador
VIP
Mensagens
35.687
Reações
41.496
Pontos
934
Nunca liguei muito para o Mario 64 e nem para o Zelda, mas o jogo que me deixava roxo de inveja de quem tinha o N64 era o 007 Goldeneye

Ficava felizaço quando tinha algum evento na casa de uma amiga da minha mãe, pois lá havia um N64. Que jogo incrível para a época, put* m****

Nenhum jogo de PS1 me despertou essa ansiedade para jogar. Mas não sei se seria a mesma coisa se o N64 fosse meu. Talvez este sentimento fosse por realmente não ter o console e não poder jogá-lo quando quisesse
 

Odin Games

Bam-bam-bam
Mensagens
5.105
Reações
8.430
Pontos
353
Sou suspeito para falar do N64, já que é um dos meus consoles favoritos, mas para mim o único problema dele é aquele seu maldito direcional... Fora isso ele foi um console maravilhoso...

Meu jogo favorito dele é o Starfox 64, gosto mais dele que o Ocarina of Time até, mesmo a série Zelda sendo uma das minhas franquias favoritas... O primeiro contato que tive com o N64 foi em 1996, na época ele recém foi lançado, e vi ele na vitrine de uma loja rodando com um Mario 64, só aparecia o menu do jogo, mas quase pirei quando vi aquele Mario fazendo caretas... Só fui jogar a primeira vez em 1999 com 13 anos, e foi amor a primeira vista...

Só foi ter meu primeiro N64 em 2005, mas antes disso joguei muito em locadoras, eu sei que ele tem altos e baixos, e muitos odeiam ele, mas para mim é um dos melhores consoles de todos os tempos.
 

seatle94br

Bam-bam-bam
Mensagens
6.511
Reações
2.503
Pontos
454
Ótimo console, tive 2. Joguei muitos jogos nele, mas a biblioteca em geral, é fraca.
Smash, Mario Kart, Killer e 007 me rendeu boas jogatinas em multiplayer. Já o Mario 64 e os Zeldas, nem precisa falar né!
 

Ryo_Hazuki(

Bam-bam-bam
Mensagens
3.176
Reações
5.403
Pontos
303
Esses bits era só propaganda da época para dizer que era mais poderoso, mas isso não quer dizer muita coisa, o próprio n64 normalmente operava em modo 32bits, mas o processador era compatível com instruções 64bits. O Xbox por exemplo o mais poderosa daquela geração usa uma cpu 32bits. Pelo o que eu vi a cpu do dreamcast é a Hitachi SH-4 32-bit RISC @ 200 MHZ.
A gpu do console era 128 bit rodando a 100 MHz.
 
Ultima Edição:

johnwolque

Bam-bam-bam
Mensagens
3.797
Reações
9.623
Pontos
303
se ñ me engano a cpu do Dream era de 64 bit e a gpu era de 128 bits

mas voltando ao topico ,o N64 foi um console que eu admirei de longe,a primeira vez que o vi foi pouco apos o lançamento ,numa locadora de horas ,fiquei impressionado como era pequeno,nas revistas parecia ser maior,depois disso jogava de vez em quando nestas locadoras ,cruins' USA era meu favorito,porem nunca tive o real desejo de ter um,meu negocio era o saturn e ps1 ,consegui o primeiro em 97 desbloqueado e aproveitei bastante mas a cereja do bolo era os games de luta da snk,mas era caro chavear e comprar os carts de expançao e de 4 mb da capcom ,prncipalmente pra um moleque de 13 anos que n trabalhava ,portanto vendi em 98 e comprei um ps1 por causa de um certo resident 2

hoje realizei meu sonho,tenho um saturn com carts de 1 e 4 mb com os games de luta da capcom e snk e comprei recentimente um N64 com resident evil 2,pretendo quando tiver mais folga comprar um ever drive pra jogar a biblioteca dele
 
Ultima Edição:

Grose

Bam-bam-bam
Mensagens
8.023
Reações
12.442
Pontos
459
Joguei muito tempo só nele, e depois que fui passar para o PSX, e isso inicialmente estragou um pouco minha experiência no 32 bits da Sony. A diferença de gráficos, animações, toda a parte 3D era bastante considerável, sendo compensada somente pelos aspectos do CD, e pela biblioteca foda do PSX.
Quando saí do SNES peguei o Saturn, Nintendo 64 e o Dreamcast, joguei muito o Playstation na casa dos outros e passei meses com alguns emprestados e centenas de jogos piratas, de toda a sua família é o meu preferido, mas sofri para me adaptar a alguns gêneros, de luta estava acostumado com jogos rodando mais lisos, no console da Sony parecia que tudo estava em câmera lenta, por melhor que a adaptação fosse, sem contar que achava o cu da cobra ter que usar os botões L e R para compensar a falta de 6 botões paralelos. haha

Mano, ponha o N64 pra funcionar, ele guardado queima. Vi isso da pior forma, tenho 4, 2 funfam os outros 2 só de ficar guardado deram problemas sem video e som, o outro sem som. Eu só fico imaginando estes que ficam colecionando os sabores de N64, algum aqui???????
Não sei a probabilidade do Nintendo 64 ou qualquer outro videogame queimar apenas por ficar guardado, acredito que tenha a ver com a questão do armazenamento, quando trabalhei com manutenção de computadores e impressoras era comum as pessoas guardarem seus objetos em lugares inadequados e insistirem que os problemas eram outros, chegamos até ao ponto de ter que enviar um técnico na casa ou escritório do cliente para mostrar onde que estava o erro.

Claro, pode acontecer dele queimar apenas por estar guardado mesmo que nas condições ideais, mas vale dar uma olhada se o seu depósito está seco e arejado o suficiente.

Comprei o meu N64 de um amigo que nao ligava ele fazia uns 9 anos e funcionou normalmente, faz 1 ano e meio que ta comigo o console e funciona perfeitamente.
Sobre o tópico, eu estava pensando esses dias em fazer um sobre a biblioteca do N64, mas me falta tempo pra organizar como eu quero, eu sempre tive contato com o N64, meu tio tem um desde 1997, joguei muito e só fui ter o meu no fim de 2016, comprei o everdrive pra poder aproveitar tudo o que o console oferece, tem muito jogo bom de corrida e plataforma nele, eu particularmente amo o N64 mesmo ele tendo muitos defeitos e uma biblioteca de jogos pequena (que se torna menor ainda escolhendo os jogos que realmente prestam).
Qualquer videogame no geral compensa para quem tiver boa vontade, acostumado com o que a empresa costuma oferecer ou tiver propensão a novas descobertas e conhecimentos, como o povo no geral tende a ser imediatista e ama viver em tribos é muito mais lógico investirem em plataformas que propiciem isso, mesmo que não seja exatamente o que a pessoa deseja acaba compensando pelo social. Então acredito que estará satisfeito com a quantidade de jogos que encontrar no sistema. :D

Aqui tem um top100 para te ajudar:
http://retro-sanctuary.com/Top-100-N64-Games-Page-1.html

E aqui outro em vídeo.

Mais um tópico com o selo Grose de qualidade, muito bom amigo.

Enviado de meu Moto G Play usando o Tapatalk
Muito obrigado! :D

Amo o muito o N64, muito mesmo! Fez parte de uma época muito legal da minha vida e só tenho ótimas lembranças dele e dessa época da minha vida!

Tanto que quando vendi todos os meus VGs retro em 2014, ele foi o que mais me deu dor no coração e é o único que, ainda hoje, tenho vontade de comprar novamente, com alguns dos jogos que sempre amei (Goldeneye, Ocarina of Time, Super Mario 64, Resident Evil 2, San Francisco Rush, dentre outros).

Videogame foda!
Quem sabe sai o mini N64, não tive interesse nos outros e o dele provavelmente terei quase todos os jogos inclusos, mas de todos é o que mais gostaria de ter na estante. :D
 

The Trooper

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
11.803
Reações
8.615
Pontos
454
Quem sabe sai o mini N64, não tive interesse nos outros e o dele provavelmente terei quase todos os jogos inclusos, mas de todos é o que mais gostaria de ter na estante. :D
O mini eu só pegaria se tivesse Goldeneye e Perfect Dark. Mas como isso é bem improvável, tenho que me contentar com emulação mesmo, hehe.
 

johnwolque

Bam-bam-bam
Mensagens
3.797
Reações
9.623
Pontos
303
Não sei a probabilidade do Nintendo 64 ou qualquer outro videogame queimar apenas por ficar guardado, acredito que tenha a ver com a questão do armazenamento, quando trabalhei com manutenção de computadores e impressoras era comum as pessoas guardarem seus objetos em lugares inadequados e insistirem que os problemas eram outros, chegamos até ao ponto de ter que enviar um técnico na casa ou escritório do cliente para mostrar onde que estava o erro.

Claro, pode acontecer dele queimar apenas por estar guardado mesmo que nas condições ideais, mas vale dar uma olhada se o seu depósito está seco e arejado o suficiente.
é serio??!!o que sempre falam é que console de cartucho é bem mais resistente ao tempo

o meu N64 eu embalei naqueles plastico que grudam e tá lá no meu armario,será que pode dar algum problema?como qualquer quarto eu tranco ao sair ,passo pano molhado pra limpar o chão(mas sempre com tudo aberto pra secar rapido)

o que eu sabia por aqui mesmo na pasta são os consoles em cd que tem que ficar ligando frequentimente por causa do leitor de cd
 
Topo Fundo