O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


[No Moacyr allowed]Reduzir os impostos sobre games do atual 72% para 9% (CONSULTA PÚBLICA)



Wastelander

Bam-bam-bam
Mensagens
9.743
Reações
13.684
Pontos
384
Ué, mas eu só concordei usando sua postagem sarcástica como estopim pra falar que BR não tá nem aí pra informação objetiva.
Sim, e eu me coloquei no meio da massa, como ignorante =)

Diversos assuntos que me interessam eu corro atras... mas tem assunto que a gente escuta por auto e se bobear ate acredita. Mas ai vai do bom senso
 

Der Teufel

Bam-bam-bam
Mensagens
3.716
Reações
6.634
Pontos
303
Sim, e eu me coloquei no meio da massa, como ignorante =)

Diversos assuntos que me interessam eu corro atras... mas tem assunto que a gente escuta por auto e se bobear ate acredita. Mas ai vai do bom senso

A merda disso tudo aí é que não será suficiente mesmo.
É como tentar limpar com algodão e colocar um band-aid num corte profundo que necessita pontos.
Fora o talho profundo ter sido feito pelo próprio poder público, há de se levar em consideração que, antes de mais nada, um primeiro passo precisa ser dado, para somente depois se alterar, lapidar e melhorar esss novas regras. Sem desbloquear economia, sem desburocratizar comércio fudido com areia no lugar do KY com tanto tributo, nada vai melhorar de preço.
Se o país der uma mudada e o Real parar de peidar na farofa, essa lei de menos imposto já vai dar uma ajuda.
O problema é ese Elefante Branco de pintas fúccia que é a Zona Franca de Manaus..
 


deriks

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.732
Reações
10.854
Pontos
589
Bem, o projeto não é para consoles e jogos fabricados no BR? Console eu até já ouvi falar que é fabricado aqui, mas jogos? Só de smartphone, imensa maioria é estrangeira.
Xbox One é fabricado aqui desde sempre, já o PS4 demorou mais um tempo. Ou seja, só o Switch que não entra no meio - é um saco, mas a vida segue.

Sobre jogos, a distribuidora inicial - vamos dizer a Bethesda - tem uma cópia Gold. Ela leva pra empresa local que a representa no Brasil, que nesse caso específico é uma terceira que pertence a Disney, e que a partir dessa cópia, outras cópias localizadas são feitas no polo industrial de Manaus, com manuais, capa e etc tudo BR. De lá, as cópias saem para as lojas e por fim no seu bendito console.

De toda forma, há casos e casos. Durante a geração DS/Wii/3DS, a Nintendo tinha um departamento oficial no Brasil, mas que servia apenas pra fins de pesquisa, marketing e fiscalização da NC Games. A NC Games que era responsável pela importação, adaptação e publicação dos jogos dela aqui. A maior prova disso era a quantidade limitadíssima de jogos diferentes, além de que ao comprar um Pokémon da vida, vir com uma luva com o design original da Nintendo e tudo em português, mas na caixa original tudo em inglês. Antes da NC Games era a Gradiente, que morreu ainda no início da geração GBA/GC, e essa sim cuidava das coisas serem fabricadas aqui.

O ponto mais cinza nos tempos atuais talvez seja Mortal Kombat 11 pra Switch, que a Warner se importou pra lançar oficialmente no Brasil. Eu não tenho certeza, mas acredito que ela usou a estratégia da NC Games de importar os cartuchos e apenas fez a localização por cima - se alguém ver a caixa, procura o selo de Manaus, pls
 

Havokdan

Bam-bam-bam
Mensagens
5.392
Reações
4.376
Pontos
364
Sobre jogos, a distribuidora inicial - vamos dizer a Bethesda - tem uma cópia Gold. Ela leva pra empresa local que a representa no Brasil, que nesse caso específico é uma terceira que pertence a Disney, e que a partir dessa cópia, outras cópias localizadas são feitas no polo industrial de Manaus, com manuais, capa e etc tudo BR. De lá, as cópias saem para as lojas e por fim no seu bendito console.
Ai tem de ver como é cobrado os impostos sobre software, no caso, salvo engano o grande imposto que incide (não o único) é o ICMS, tem de ver o fato gerador estipulado em lei, pois, como disco em si, é tangível, o game em si, é intangível, e sendo intangível, por isso que incide nas compras virtuais legais mesmo quando digital.
 

EgonRunner

Bam-bam-bam
Mensagens
7.446
Reações
13.230
Pontos
353
jogos digitais já não pagam impostos no Brasil (ninguém recebe nota ou cupom fiscal), então se a lei passar acredito que irão começar a fiscalizar mais duramente.
 

Craudiao

Bam-bam-bam
Mensagens
1.900
Reações
2.417
Pontos
303
jogos digitais já não pagam impostos no Brasil (ninguém recebe nota ou cupom fiscal), então se a lei passar acredito que irão começar a fiscalizar mais duramente.
Não sei se é a mesma coisa ou não, mas na Live e na PSN recebe comprovante de compra pelo menos.
 

RoLukeSky

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.601
Reações
23.806
Pontos
553
A redução do imposto de 16% para 4% é para computadores e celulares, não para videogames.
Não falha, amiibo....


edit

E essa proposição que está rolando no senado tem dois anos ja. Não tem nada a ver com esse post do Mito.
 
Ultima Edição:

RoLukeSky

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.601
Reações
23.806
Pontos
553
Hoje o Mercosul fez acordo com a UE, talvez mude algo.
Pensei a mesma coisa!!!
Alguém manja opinar?

Porque teoricamente nosso mercado vai se abrir para carros importados se li certo.
Aí porra, se abriu a porteira dos autos - que deve ser talvez um dos maiores cartéis do Brasil - por que não abriria para os games?!
 

marcoshenrique

Supra-sumo
Mensagens
755
Reações
1.693
Pontos
174
Pensei a mesma coisa!!!
Alguém manja opinar?

Porque teoricamente nosso mercado vai se abrir para carros importados se li certo.
Aí porra, se abriu a porteira dos autos - que deve ser talvez um dos maiores cartéis do Brasil - por que não abriria para os games?!
Para o consumidor final, esse acordo não deve mudar coisa alguma, até mesmo no setor automotivo. O mais provável de acontecer é as montadoras manterem os preços e fecharem as fábricas que dão menos retorno. Além disso, o câmbio não está favorável, se for analisar, o preço padrão de jogos lá fora é 60 dólares, e levando em consideração a conversão, estamos é no lucro na questão preço, que é basicamente a conversão direta. E boa parte da carga tributária ridícula do Brasil fica por conta desse ICMS maldito cobrado pelos estados.
 

RoLukeSky

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.601
Reações
23.806
Pontos
553
Para o consumidor final, esse acordo não deve mudar coisa alguma, até mesmo no setor automotivo. O mais provável de acontecer é as montadoras manterem os preços e fecharem as fábricas que dão menos retorno. Além disso, o câmbio não está favorável, se for analisar, o preço padrão de jogos lá fora é 60 dólares, e levando em consideração a conversão, estamos é no lucro na questão preço, que é basicamente a conversão direta. E boa parte da carga tributária ridícula do Brasil fica por conta desse ICMS maldito cobrado pelos estados.
Mas abre concorrência e derruba os impostos de importação não?
Se tiver mais concorrência e menos impostos, a coisa anda....
 

Seladonia

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
36.063
Reações
58.351
Pontos
849
Pensei a mesma coisa!!!
Alguém manja opinar?

Porque teoricamente nosso mercado vai se abrir para carros importados se li certo.
Aí porra, se abriu a porteira dos autos - que deve ser talvez um dos maiores cartéis do Brasil - por que não abriria para os games?!
Acho que games vive nessa situação triste pois ninguem liga mesmo.
Carros (e afins) movem um dinheiro absurdamente enorme, games não devem fazer nem 0,5% disso.


Se algum game nacional bombar mundialmente (estilo Minecraft que era sueco) pode ser que revisem as leis todas, mas na situação atual que não serve como exportação+importação ao mesmo tempo acho difícil mudar muita coisa.
 

Der Teufel

Bam-bam-bam
Mensagens
3.716
Reações
6.634
Pontos
303
Se o país seguir com a regrinha de sempre - cartel do cartel, porque aqui sou Gargamel - não vai mudar nada mesmo.
Agora, se forem aprender como funciona lá fora e replicar aqui, todos se beneficiam. O país é uma merda porque meia dúIa de manda chuvas acham que só eles merecem e fecham todas as portas.
 

marcoshenrique

Supra-sumo
Mensagens
755
Reações
1.693
Pontos
174
Mas abre concorrência e derruba os impostos de importação não?
Se tiver mais concorrência e menos impostos, a coisa anda....
A maioria das marcas européias já tem fábrica no Brasil, portanto tem já direito a cotas de importação de alguns países como o México, além da Argentina. Faria alguma diferença se esse acordo valesse para marcas chinesas e coreanas sem fabricação local, que pagam um absurdo de IPI na importação por conta do protecionismo. Então sem liberar para todos, não vejo como isso alteraria a concorrência.
 

RoLukeSky

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.601
Reações
23.806
Pontos
553
Não esquece que no frete teve imposto também, além do imposto no combustível do caminhão =)

Sent from my MI 6 using Tapatalk
Além do faturamento bruto ter que custear os outros impostos da empresa: luz, água, salários, impostos trabalhistas, IR de pessoa jurídica, etc...
 
Topo