O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Por que a cultura das notas e das provas ficou tão forte no Brasil?

Elijah Kamski

Bam-bam-bam
Mensagens
4.553
Reações
10.221
Pontos
303

Aproveitando o tópico sobre a questão empreendedora, percebi que como a questão dos exames (de escola até concurso público) ficou tão valorizada e enraizada no Brasil, do sul ao norte do país. Como isso acabou ocorrendo?

*

Difícil imaginar quando ocorreu isso, mas acaba sendo justificável, independente de certo ou errado, do país virar um local que muita coisa acaba sendo medido por uma avaliação. Infelizmente, vivemos no país que você ter uma renda acima de treze mil reais já faz pertencer a classe A (há outras classificações que aumentam o valor que a pessoa precisa ter para entrar no grupo) e aliado com a questão empresarial e de investimentos (essa melhorou já) sendo fraca, com um grupo pequeno (muita das vezes com até esquemas) monopolizando o setor, a maioria das pessoas acabam vendo quem "melhorou" de condição social ter feito uma prova antes, no caso concurso público e medicina. Aí as pessoas acabam criando essa ideia, principalmente em locais com uma maior dificuldade de conseguir rendas maiores como em capitais do Nordeste (com exceções como Recife e Fortaleza), e acabam até 'impondo" os filhos e conhecidos irem para esse caminho do sucesso.

Pior que até as escolas, seja particular ou pública, colocam na cabeça dos alunos que só terão sucessos por esse caminho e focam o ensino nesse método (ignorando o fato de muitos acabarem focar mais em fazer colar para tirar uma nota numa prova qualquer do que aprender de fato). Por isso que uma pessoa acha já "finalizado" a vida passando no vestibular ou no concurso, principalmente nos mais famosos. Porém, eles viverão bem e só aumentaram o patrimônio investindo, algo que nenhuma escola que ensinar, porque acham melhor um aluno decorar uma tabela periódica ou saber as fases da meiose ou da mitose.

Isso complica até para desenvolver as pessoas, independente da idade, já que impõe como objetivo de vida e método de avaliação acertar questões, muita das vezes usando decorebas e macetes (muito comum em concursos, os BIZUS). Pior que as próprias pessoas acabam avaliando a aptidão de um indivíduo do outro por uma prova, sendo que há diversos tipos de inteligência e habilidades que acabam sendo perdidas por esse tipo de pensamento. A classe média e alta acabam sofrendo com esse ciclo, já que a maioria foi criada com esse estigma e fazem os filhos continuarem com esse tipo de pensamento. Basta ver que os mais ricos ou vieram da pobreza, já que não tinha a perder, ou da riqueza mesmo, já que não tinha tanta a necessidade ganhar grana por já possuir.

*

Será que isso mudará um dia?

:kpensa
 


Sicalc

Bam-bam-bam
Mensagens
3.766
Reações
9.179
Pontos
303
Só muda se tiver ensinamento desde o berço hehe. Agora é mais fácil empreender ou passar num concurso? Essa é a pergunta. Pois, o menos difícil é o mais atrativo.

Enviado de meu Redmi Note 8T usando o Tapatalk
 

Osmin

Bam-bam-bam
Mensagens
3.660
Reações
5.520
Pontos
303
É a melhor forma porque utiliza critérios objetivos, é rápido e justo.

Que tal fazer uma entrevista individual com todos os candidatos do Enem desse ano? Ver notas, testar habilidades de matemática, história, etc. E aí, qual será o critério? A cabeça do examinador?

Sou totalmente a favor de provas. Se for uma prova bem feita e a concorrência alta, só os bem preparados passam.

Na China a nota de provas é extremamente valorizada. EUA também. São inúmeros exemplos..
 
Ultima Edição:

geist

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.071
Reações
56.295
Pontos
553
Porque nosso país têm forte raiz burocrática. Tudo aqui é à base de papel, carimbo, certificado, assinatura, etc. Não seria diferente com a "educação" pública.
Até pra empreender há uma caralhada de regulamentações que devem ser cumpridas (quando não se é amigo de político).

Resumindo: nossa "cultura" é a do atraso.

Em tempo: no vestibulinho ETEC esse ano usaram a nota do histórico para classificação. Como muitos professores, principalmente da rede pública, não dão uma foda pra apurar a nota mais justa, geral que "tirou" 10 passou na frente, ainda que não saiba nem a metade de gente que tinha 8,0 no histórico.
 
Ultima Edição:


carlos222

Bam-bam-bam
Mensagens
2.195
Reações
5.031
Pontos
294
Por causa do vestibular.

Com a decaída das faculdade públicas e um monte de "influencer" jogando a real que faculdade não é nada de mais.
Acredito que isso vai mudar com tempo.

Se vc realmente pensar bem, vc percebe que o 10 que vc se matou para tirar numa prova na 4° série não vai mudar nada na sua vida. Seria melhor ter brincado com os amiguinhos e tirado um 7.

Eu tenho um ódio mortal do sistema educacional brasileiro, cheio de materiais inúteis. No ensino médio já era para vc seguir uma direção do que vc quer fazer.
 

Flame Vicious

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
30.693
Reações
69.939
Pontos
744
Eu nem reclamo tanto das provas em si, mas mais da cultura do diploma em si. Provas são só um meio nesse percurso, mas não a causa. A cultura é do diploma, do academicismo, e não das provas especificamente ao meu ver.

No mais, hoje em dia você tem gente que diz que saber empreender "não demanda conhecimento" e que "é apenas sorte", como um colega nosso falou lá no tópico sobre a desvalorização da história empreendedora brasileira. Pra esse tipo de cara, só vai prestar mesmo é concurso, e o resto que se foda, né?

O link do tópico em questão, aliás: https://forum.outerspace.com.br/index.php?threads/por-que-a-história-do-empreendedorismo-brasileiro-não-é-valorizada-grandes-marcas-brasileiras.564208/page-3
 

tortinhas10

É Nintendo ou nada!
Mensagens
90.744
Reações
197.202
Pontos
979
Mas isso é em qualquer lugar do mundo, e muito mais justo que uma entrevista de emprego. Entrevista de emprego corre o risco de a pessoa nem gostar da sua cara e já te descartar logo de cara. Tem pessoas em entrevista que te rejeitam pelo signo.


Seja qual for o modelo, irão reclamar.

Enviado de meu moto g(8) usando o Tapatalk
 

Elijah Kamski

Bam-bam-bam
Mensagens
4.553
Reações
10.221
Pontos
303
Por causa do vestibular.

Com a decaída das faculdade públicas e um monte de "influencer" jogando a real que faculdade não é nada de mais.
Acredito que isso vai mudar com tempo.

Se vc realmente pensar bem, vc percebe que o 10 que vc se matou para tirar numa prova na 4° série não vai mudar nada na sua vida. Seria melhor ter brincado com os amiguinhos e tirado um 7.

Eu tenho um ódio mortal do sistema educacional brasileiro, cheio de materiais inúteis. No ensino médio já era para vc seguir uma direção do que vc quer fazer.
Concordo! Eu nem reclamo de usarem as provas como método de vestibular e concurso, até pela viabilidade, mas de enfiarem elas em tudo no quesito de aprendizagem e não considerar outros fatores importantes por aprendizado. Sem contar que em muitos países incentivam a participação dos alunos em outras atividades extracurriculares em questão de admissão no ensino superior que, ao meu modo de ver, estimulam bem mais os estudantes.

Pior que na quarta série só tive nota boa (8 para cima), mas que não serve para nada hoje em dia. Infelizmente, os educadores acham que o aluno decorar um monte de fórmula de física sem um propósito claro já é a solução por aprendizado. Ironicamente, é mais importante aprender a cozinha do que saber das 3 leis de Newton, para maioria das pessoas.
 

Calcifer

Bam-bam-bam
Mensagens
2.007
Reações
5.150
Pontos
294
Seu pensamentos está uns 15 anos atrasados. Se vc acha que as escolas de hoje em dia "colocam na cabeça dos alunos que só terão sucessos por esse caminho e focam o ensino nesse método " deveria visitar algumas boas e se atualizar.

Esse pensamento já passou faz tempo, o próprio modelo ENEM já leva muito mais em conta a interpretação que a alternativa (claro, ignorando a irônia de ser uma tbm uma prova). Modelo engessado de SÓ fazer prova é coisa do passado e só escola desatualizada continua crer cegamente nisso.


Fato das escolas continuarem confiando nar provas pros alunos é simples, ninguém conseguiu inventar uma método mais fácil e barato pra avaliar aluno que aplicar prova. Dá pra avaliar aluno sem aplicar prova? Dá, mas demora 10X mais e exige muito mais da escola e principalmente dos professores. Imagina uma professora ter q avaliar um por um comportamento, se absorveu conteúdo, se faz tudo direitinho e se colabora com os colegas quando cara tem 300 alunos em 3 escolas diferentes. Se contar que os próprios pais cobram velocidade na hora de saber a nota do filho.

Isso acontece hoje em dia em países com salas pequenas e com educação de ponta, tipo a Dinamarca q tem 15 alunos por turma e dois professores cada! Brasil ta anos luz de distância disso e se depender dos ultimos (cortes de) investimentos em educação vai continuar assim
 

carlos222

Bam-bam-bam
Mensagens
2.195
Reações
5.031
Pontos
294
Concordo! Eu nem reclamo de usarem as provas como método de vestibular e concurso, até pela viabilidade, mas de enfiarem elas em tudo no quesito de aprendizagem e não considerar outros fatores importantes por aprendizado. Sem contar que em muitos países incentivam a participação dos alunos em outras atividades extracurriculares em questão de admissão no ensino superior que, ao meu modo de ver, estimulam bem mais os estudantes.

Pior que na quarta série só tive nota boa (8 para cima), mas que não serve para nada hoje em dia. Infelizmente, os educadores acham que o aluno decorar um monte de fórmula de física sem um propósito claro já é a solução por aprendizado. Ironicamente, é mais importante aprender a cozinha do que saber das 3 leis de Newton, para maioria das pessoas.
Isso é verdade, essas atividades extracurriculares nos eua/japão são muito fodas. Aprende bem mais que os métodos tradicionais.
É quase uma mini faculdade.
Muito difícil de ser implantado aqui.
 

carlos222

Bam-bam-bam
Mensagens
2.195
Reações
5.031
Pontos
294
Esse pensamento já passou faz tempo, o próprio modelo ENEM já leva muito mais em conta a interpretação que a alternativa (claro, ignorando a irônia de ser uma tbm uma prova). Modelo engessado de SÓ fazer prova é coisa do passado e só escola desatualizada continua crer cegamente nisso.
Dei uma olhada na prova uns anos atrás e achei mais difícil que na minha época.
Conseguiram colocar mais matérias ainda.
Colocaram sociologia e "história" da filosofia na prova.

Concordo que o estilo do enem é melhor que os tradicionais.
 

osaka123

Ser evoluído
Mensagens
40
Reações
154
Pontos
33
Hoje em dia no Brasil, diploma é papel para limpar a bunda. Quer ganhar bem? Se especialize em algum serviço braçal que tenha alta demanda e que ninguém quer gastar energia fazendo: pedreiro, eletricista, encanador, pintor, gesseiro, marceneiro etc e etc. Óbvio, você não vai ficar rico da noite pro dia só por trabalhar com isso, o que mais existe por aí é peão que faz um serviço m**** e gasta o pouco que ganha com futilidade, esses nunca irão para frente. Se você for um profissional dedicado e especializado, com toda certeza você irá colher frutos no futuro.
 

Elijah Kamski

Bam-bam-bam
Mensagens
4.553
Reações
10.221
Pontos
303
Seu pensamentos está uns 15 anos atrasados. Se vc acha que as escolas de hoje em dia "colocam na cabeça dos alunos que só terão sucessos por esse caminho e focam o ensino nesse método " deveria visitar algumas boas e se atualizar.

Esse pensamento já passou faz tempo, o próprio modelo ENEM já leva muito mais em conta a interpretação que a alternativa (claro, ignorando a irônia de ser uma tbm uma prova). Modelo engessado de SÓ fazer prova é coisa do passado e só escola desatualizada continua crer cegamente nisso.


Fato das escolas continuarem confiando nar provas pros alunos é simples, ninguém conseguiu inventar uma método mais fácil e barato pra avaliar aluno que aplicar prova. Dá pra avaliar aluno sem aplicar prova? Dá, mas demora 10X mais e exige muito mais da escola e principalmente dos professores. Imagina uma professora ter q avaliar um por um comportamento, se absorveu conteúdo, se faz tudo direitinho e se colabora com os colegas quando cara tem 300 alunos em 3 escolas diferentes. Se contar que os próprios pais cobram velocidade na hora de saber a nota do filho.

Isso acontece hoje em dia em países com salas pequenas e com educação de ponta, tipo a Dinamarca q tem 15 alunos por turma e dois professores cada! Brasil ta anos luz de distância disso e se depender dos ultimos (cortes de) investimentos em educação vai continuar assim
Sim, fiz o enem no ano passado sem estudar nada e passei na graduação que estava querendo, economia no caso, pela prova ser mais focada na interpretação do que no conteúdo em si (apesar da redação continuar sendo algo bem subjetivo). A questão é que mesmo sendo algo mais interpretativo, há os mesmos métodos de estudo das provas antigas só que atualizados. Acho o modelo do enem melhor, mas nada de excepcional.

Os melhores colégios de cada cidade incluem outras atividades extracurriculares, só que a maioria é mais para incluir um acréscimo de nota numa prova do que outra coisa. Sem contar que quando chega terceiro ano, o foco é vestibular e estudar para fazer a prova (normal, já que o foco é entrar na universidade a partir do terceiro ano).

Porém, a prova por si só não garante aprendizado de maneira efetiva. Tem uma galera, em colégio bom, que passa de ano na base da pura cola e com as tecnologias avançadas de hoje nem se fala.
 

Zé Dorguinha

Bam-bam-bam
Mensagens
4.198
Reações
8.181
Pontos
303
Melhor mesmo é fazer entrevista e perguntar que bicho vc seria.
ou então ficar fazendo aquelas dinâmicas toscas que tem em todas as seleções.

lembro de uma que fiz de Trainee na unilever huahauahauaha, o negócio tosco.

pior era fazer um vídeo com 3 características dentre os vários símbolos que compõem o U da unilever, engracsdo demais isso.
 

PocketCrocodile

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.512
Reações
33.906
Pontos
553
Eu acho falho porque o processo avaliativo delas termina sendo algo só pra satisfazer o professor, a galera só dá uma gravada rápida nos assuntos pra se livrar daquela prova ali. Ninguém se importa em aprender, tanto que a pergunta mais comum numa sala de aula nos últimos tempos é "isso aí vai cair na prova?"
 

Poucas Transas

Bam-bam-bam
Mensagens
2.422
Reações
10.200
Pontos
303
Isso acontece hoje em dia em países com salas pequenas e com educação de ponta, tipo a Dinamarca q tem 15 alunos por turma e dois professores cada! Brasil ta anos luz de distância disso e se depender dos ultimos (cortes de) investimentos em educação vai continuar assim
Ano-luz é unidade de medida, não de tempo. Os países escandinavos estão separados por aproximadamente dez mil km do Brasil. Mesmo se o Brasil se tornasse um país desenvolvido, a distância permaneceria a mesma. Você seria mais feliz em sua resposta se tivesse citado alguma unidade de tempo para demonstrar o quanto estamos atrasados em relação a esse país.

Quanto ao restante do seu post, concordo.
 

Poucas Transas

Bam-bam-bam
Mensagens
2.422
Reações
10.200
Pontos
303
A respeito do tópico, aqui é um país onde o que importa é decorar, não aprender.

Tudo para passar em vestibulares de universidades públicas e em concursos, e serem bancados por impostos subtraídos de uma população indefesa através de coerção estatal.

É assim que as coisas são no Brasil.

Não me aprofundarei por não estarmos na pasta política.

Mas o que não faltam são peões que não sabem realizar o básico de suas profissões neste país.
 

EgonRunner

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.704
Reações
21.648
Pontos
553
porque é mais fácil para alunos e professores.

e não só no ensino, em muitas empresas o funcionário é avaliado por notas de performance totalmente incondizentes com a realidade.

notas de Metacritc e Rotten Tomatoes são outros exemplos.
 

Lost Brother

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.185
Reações
23.682
Pontos
554
Pelo personalismo da sociedade brasileira em geral. Prova objetiva é mais imparcial e impessoal que dinamicas de grupo, indicaçao de terceiros, testes ridiculos do RH brasileiro como "qual animal vc escolheria ser ?", escolher baseado em astrologia aliás por isso certas empresas pedem a data de nascimento no curriculo pra saber se o seu signo esta de acordo com a funçao.

Enviado de meu LM-X520 usando o Tapatalk
 

Lost Brother

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.185
Reações
23.682
Pontos
554
Eu nem reclamo tanto das provas em si, mas mais da cultura do diploma em si. Provas são só um meio nesse percurso, mas não a causa. A cultura é do diploma, do academicismo, e não das provas especificamente ao meu ver.

No mais, hoje em dia você tem gente que diz que saber empreender "não demanda conhecimento" e que "é apenas sorte", como um colega nosso falou lá no tópico sobre a desvalorização da história empreendedora brasileira. Pra esse tipo de cara, só vai prestar mesmo é concurso, e o resto que se foda, né?

O link do tópico em questão, aliás: https://forum.outerspace.com.br/index.php?threads/por-que-a-história-do-empreendedorismo-brasileiro-não-é-valorizada-grandes-marcas-brasileiras.564208/page-3
Vc esta distorcendo o que falo para me perseguir ate em outros topicos. Na verdade vc deveria refletir mais sobre as suas postagens pq nao sou eu que peço para moderaçao esconder topico misogino na pasta cantinho com medo de ser exposto. Pode quotar comentario de la pq nao tenho medo de ser exposto e nem vou pedir pra moderaçao esconder meus posts.

Enviado de meu LM-X520 usando o Tapatalk
 

Creature

Bam-bam-bam
Mensagens
6.708
Reações
11.267
Pontos
349
Prefiro prova mesmo. Só sentar a bunda na cadeira, apenas você e o papel, sem mimimi. Terminou, vai embora. Se sua nota for boa, você passou. Se não foi, se esforce mais e tente novamente. É algo objetivo.

Já entrevista de emprego, dinâmica de grupo, e outras bizarrices do povo de humanas, é tudo uma desgraça do c***lho. Perda de tempo, teste de paciência, pra no final você não ser contratado por algum motivo imbecil. Exemplo: empregador não foi com a sua cara. Muitas vezes nem te dão feedback.

No caso, estou falando dos cargos de emprego, público x privado.
 

Flame Vicious

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
30.693
Reações
69.939
Pontos
744
Vc esta distorcendo o que falo para me perseguir ate em outros topicos. Na verdade vc deveria refletir mais sobre as suas postagens pq nao sou eu que peço para moderaçao esconder topico misogino na pasta cantinho com medo de ser exposto. Pode quotar comentario de la pq nao tenho medo de ser exposto e nem vou pedir pra moderaçao esconder meus posts.

Enviado de meu LM-X520 usando o Tapatalk
Não pedi pra esconderem por exposição minha, mas exposição do Fórum como um todo, além disso, o tópico tinha um cunho político e se foi misógino, não foi intencional, o foco originalmente era pra ser na questão política da coisa, embora eu admita que não tenha redigido direito certos posts. No fim, foi preocupação pelo Fórum, e não pelo tópico em si ou por mim. Da mesma forma que aconteceu com o tópico do MGTOW.
Agora, em outros tópicos, há posts meus similares aos que haviam no tópico em questão, porém confesso que melhor redigidos. Mas, estão aí no Fórum.

E, eu vou evitar problemas te quotando, até porque o Fórum tem regras quanto a isso.

E por último, você falou o que eu apontei. Tá lá, eu dei o link do tópico em questão (sem apontar pra um post em específico) e é só o pessoal acessar. Tem relação com o assunto aqui, não é flood, então não tem problema.

Não vou entrar nesse tema de novo porque não tem a ver com o assunto do tópico. Divagar mais sobre isso seria desvirtuação. Boa noite Lost.
 
Ultima Edição:

Flame Vicious

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
30.693
Reações
69.939
Pontos
744
Prefiro prova mesmo. Só sentar a bunda na cadeira, apenas você e o papel, sem mimimi. Terminou, vai embora. Se sua nota for boa, você passou. Se não foi, se esforce mais e tente novamente. É algo objetivo.

Já entrevista de emprego, dinâmica de grupo, e outras bizarrices do povo de humanas, é tudo uma desgraça do c***lho. Perda de tempo, teste de paciência, pra no final você não ser contratado por algum motivo imbecil. Exemplo: empregador não foi com a sua cara. Muitas vezes nem te dão feedback.

No caso, estou falando dos cargos de emprego, público x privado.
Não sou totalmente contra dinâmicas de grupo e etc, mas concordo com a observação.
 

ptsousa

Moderador
Membro STAFF
Mensagens
54.016
Reações
151.865
Pontos
814
Nem é.

No ensino público, os caras têm metas pra passar, o sujeito pode ser uma anta, ter um qi de alface, reprovar, que tem conselho de classe, recuperação e no fim tudo dá certo.

E forma-se a nova geração de atendente de telemarketing
Exato.

Na verdade, a coisa começou a descarrilhar de vez quando justamente enfiaram prova em dupla, 'trabalhos multidisciplinares' e etc pra gente ganhar ponto de graça, ao invés de fazer as provas e trabalhos comuns.

Até o meu segundo ano do segundo grau, era 7 pontos de prova e 3 pontos de trabalho. No terceiro ano já era 3 pontos de prova e 7 pontos de outras atividades e foi assim com os meus irmãos menores e é assim até hoje, nas públicas.
 

Flame Vicious

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
30.693
Reações
69.939
Pontos
744
Exato.

Na verdade, a coisa começou a descarrilhar de vez quando justamente enfiaram prova em dupla, 'trabalhos multidisciplinares' e etc pra gente ganhar ponto de graça, ao invés de fazer as provas e trabalhos comuns.

Até o meu segundo ano do segundo grau, era 7 pontos de prova e 3 pontos de trabalho. No terceiro ano já era 3 pontos de prova e 7 pontos de outras atividades e foi assim com os meus irmãos menores e é assim até hoje, nas públicas.
O foda é que agora com o corona eu vejo isso como uma tendência pro futuro. Já que as atividades passaram a ser remotas, passou-se a ter muito mais trabalho e praticamente nenhuma prova no sentido tradicional, até porque no momento não dá pra se fazer isso.

É coisa minha mesmo. Peguei ranço dessas dinâmicas.
Pessoalmente eu acho que dinâmicas são boas pra estimular trabalho em grupo e outras qualidades. Mas a prova querendo ou não é impessoal... quer dizer, isso falando de entrevista de emprego. Na escola/faculdade não é o caso.
 

Bat Esponja

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
27.138
Reações
52.885
Pontos
629
É aquelas, não ensinam nenhuma habilidade prática porque não querem formar peões - o que por si só é um baita desrespeito falar assim, menosprezando quem faz serviço braçal.

Porque escola tem que necessariamente formar elite pensante, sei lá eu porque. Se fizer diferente a sociedade entraria em ruínas, sei lá.

Só sei que da forma que é não supre as necessidades de ninguém. Esse medo de ensinar a ser "peão" por consequência ensina as pessoas um monte de coisa que não servem pra nada.

"Ah, mas a filosofia..."

Beleza, faz aí um país só com filósofos então.
 

Flame Vicious

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
30.693
Reações
69.939
Pontos
744
É aquelas, não ensinam nenhuma habilidade prática porque não querem formar peões - o que por si só é um baita desrespeito falar assim, menosprezando quem faz serviço braçal.

Porque escola tem que necessariamente formar elite pensante, sei lá eu porque. Se fizer diferente a sociedade entraria em ruínas, sei lá.

Só sei que da forma que é não supre as necessidades de ninguém. Esse medo de ensinar a ser "peão" por consequência ensina as pessoas um monte de coisa que não servem pra nada.

"Ah, mas a filosofia..."

Beleza, faz aí um país só com filósofos então.
Problema é que nem a filosofia é ensinada direito nas escolas. São 50 minutos semanais que são jogados no lixo pra 99,99% dos alunos que passam pelo ensino público, e mesmo o particular também.
 

Bat Esponja

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
27.138
Reações
52.885
Pontos
629
Exato.

Na verdade, a coisa começou a descarrilhar de vez quando justamente enfiaram prova em dupla, 'trabalhos multidisciplinares' e etc pra gente ganhar ponto de graça, ao invés de fazer as provas e trabalhos comuns.

Até o meu segundo ano do segundo grau, era 7 pontos de prova e 3 pontos de trabalho. No terceiro ano já era 3 pontos de prova e 7 pontos de outras atividades e foi assim com os meus irmãos menores e é assim até hoje, nas públicas.
É pior do que isso na verdade.

Dá pra reprovar de propósito no primeiro ano 2 vezes e completar o ensino médio pelo Encceja com 18 anos.

Só não dá pra ficar matando aula porque o conselho tutelar cai em cima. Mas mesmo assim, quero ver o conselho ir lá dentro da favela buscar a criança.
 

ptsousa

Moderador
Membro STAFF
Mensagens
54.016
Reações
151.865
Pontos
814
É pior do que isso na verdade.

Dá pra reprovar de propósito no primeiro ano 2 vezes e completar o ensino médio pelo Encceja com 18 anos.

Só não dá pra ficar matando aula porque o conselho tutelar cai em cima. Mas mesmo assim, quero ver o conselho ir lá dentro da favela buscar a criança.
Bem observado! Tem mais essa também!
 

Creature

Bam-bam-bam
Mensagens
6.708
Reações
11.267
Pontos
349
Pessoalmente eu acho que dinâmicas são boas pra estimular trabalho em grupo e outras qualidades. Mas a prova querendo ou não é impessoal... quer dizer, isso falando de entrevista de emprego. Na escola/faculdade não é o caso.
Expectativa: dinâmicas são boas para estimular trabalho em grupo. Se eu me esforçar e me destacar, conseguirei a vaga. Caso não consiga, tudo bem, terei aprendido um monte de coisas novas que levarei para o resto da vida. Terei desenvolvido skills e quem sabe faça alguns contatos?

Realidade: recrutador está com preguiça de entrevistar todos os candidatos um por um. Ou simplesmente não tem tempo mesmo, geralmente o recrutador já faz outras 1000 coisas, possui algum cargo de coordenação, trabalha em outros lugares, e ainda tem um superior que fica no pé dele o tempo inteiro querendo que contrate logo alguém. Mas se contratar errado, está lascado.
 
Topo