O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


[TÓPICO OFICIAL] F1 2020



Merovíngio

Mil pontos, LOL!
Mensagens
34.699
Reações
23.830
Pontos
1.009
o jeito é se conformar que esse ano não vai ter F1
Também duvido muito que vá acontecer a temporada 2020.

E outra: esses adiamentos são artimanha das organizações de cada GP. Eles têm seguro que cobrem os prejuízos, mas esse seguro só é aplicável quando a corrida não é realizada por conta de uma calamidade nacional (cada país dá um nome específico para isso). Então os GP estão esperado que o país assim declare, para que eles possam atribuir o cancelamento da corrida a esse problema do país como um todo.

Por isso estão "adiando", quando obviamente não há mais como realocar essas corridas no resto do calendário.

Por isso a Austrália esperou literalmente até a última hora para cancelar o GP. Eles estavam aguardando o governo dizer que "tinha dado ruim". Como o governo não fez isso, eles ficaram no prejuízo.
 


Lacerda Yawara

Bam-bam-bam
Mensagens
6.570
Reações
10.923
Pontos
353
Desde que os brasileiros razoavelmente competitivos saíram da F1 que não acompanho.
Hoje acho muito mais divertido as provas de protótipos tipo LMP1...Os carros são lindos!!!:kluv
 

BCoisa

Bam-bam-bam
Mensagens
2.767
Reações
4.738
Pontos
303
Se tio Bernie ainda mandasse ele iria pedir o cancelamento da temporada toda:

Por segurança, Ecclestone diz que cancelaria temporada se ainda chefiasse F1
Chefão da Fórmula 1 por praticamente quatro décadas, Bernie Ecclestone comentou o que pensaria em fazer neste momento, durante a pandemia do coronavírus: cancelar a temporada, foi a resposta


Bernie Ecclestone foi o homem mais poderoso da Fórmula 1 durante quase 40 anos, até a venda das ações para o Liberty Media, em setembro de 2016. Desta forma, as opiniões dele com relação ao Mundial ainda são importantes, naturalmente. Segundo o ex-supremo, caso ele ainda desse as cartas na F1, a temporada 2020 já teria sido cancelada por conta da pandemia do coronavírus.

Na semana em que a Fórmula 1 comunicou que pretende fazer uma temporada de até 18 corridas, Ecclestone deixou claro que não tentaria algo assim. De acordo com ele, a única medida de segurança cabível é não realizar o campeonato e ainda evitar que gente envolvida com a F1 faça qualquer coisa baseada em eventos incertos.


"O que eu faria hoje? Acredito que avisaria a todos que encerraríamos as conversas de realizar qualquer corrida nesse ano. É a única coisa segura possível para todos, então ninguém ia começar a fazer negócios bobos que talvez sequer possam acontecer. É infeliz, mas é a realidade", afirmou em entrevista à agência de notícias Reuters.

Bernie Ecclestone (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
A decisão de Ecclestone reflete a escolha que já foi feita pelo Comitê Olímpico Internacional em relação aos Jogos Olímpicos de Tóquio, Uefa sobre a Eurocopa e a Conmebol sobre a Copa América, todas adiadas em um ano.

Sobre a tentativa de Chase Carey, diretor-executivo da F1, em manter um calendário com entre 15 e 18 corridas, Ecclestone comentou sobre o que vê como maior barreira: os organizadores locais.

"Ficaria muito, muito, muito surpreso se eles conseguissem alcançar isso. Espero que consigam, realmente espero. Poderiam realizar três ou quatro corridas no começo do ano que vem que ainda contassem para o campeonato de 2020. O problema é onde serão essas corridas que as equipes poderão ir e os promotores querem sediar", avaliou.

"Precisa de uma remontagem ótima do calendário, o que dá para fazer enquanto você espera. O grande problema é convencer promotores a realizarem as corridas", encerrou.

O comunicado da F1 também afirmou que a temporada começará no verão europeu, que inicia no próximo dia 20 de junho. A próxima corrida do campeonato ainda não adiada é o GP do Canadá, uma semana antes, no dia 14.
 

BCoisa

Bam-bam-bam
Mensagens
2.767
Reações
4.738
Pontos
303
Olha, acho que se for assim mesmo o Vettel sai da F1.

Não vejo ele voltando para a RedBull nem indo para a Mercedes.

Qualquer outra eu acho que ele não iria querer.

Renovar com a Ferrari nesses termos eu tendo a acreditar que ele não aceite, pois se for assim a equipe claramente demonstra que não quer mais ele, pelo menos pra mim:


Ferrari oferece contrato de um ano para Vettel com corte salarial
Ferrari tem a intenção de manter Sebastian Vettel em 2021, porém, oferta de renovação é de apenas uma temporada e com valores bem menores que os assinados na última extensão, em 2017. Informação é da Sky Sports Itália, que vinculou Sainz, Ricciardo e Giovinazzi ao time italiano

Apesar das atividades da Fórmula 1 estarem paralisadas por conta da pandemia do coronavírus, a Ferrari já se movimenta para definir a dupla de pilotos para a temporada 2021. O time confirmou nas últimas semanas que iniciou negociações para renovação de contrato com Sebastian Vettel, e detalhes da proposta foram revelados pela emissora Sky Sports Itália.

Com o monegasco Charles Leclerc garantido em Maranello até 2024, a Ferrari tem a manutenção do tetracampeão Vettel como a primeira opção, porém, o cenário é muito diferente da renovação de contrato de 2017, quando o alemão assinou um vínculo de três anos no valor de 100 milhões de euros, cerca de 569 milhões de reais.

A oferta da Ferrari é de um contrato de apenas um ano e muito abaixo dos valores assinados em 2017. A decisão agora está nas mãos do piloto alemão, que pode começar a analisar novos caminhos.

Sebastian Vettel (Foto: AFP)
A interrupção da temporada não é a favor de Vettel. Um início de ano forte poderia mudar a mente da Ferrari em relação aos valores, mas com o campeonato programado para começar apenas em junho, os ruins resultados de 2019 são o que pesam para a situação atual de Sebastian.

A Ferrari não pressiona Vettel para tomar uma decisão rápida. A Sky cita que três pilotos estão interessados na vaga caso o tetracampeão não queira: o espanhol Carlos Sainz, o australiano Daniel Ricciardo e o italiano Antonio Giovinazzi.

Para Vettel, o tempo passando não é nada bom, já que uma tomada de decisão tardia poderia atrapalhar um possível plano B. O tetracampeão está na Ferrari desde 2015, somou 15 vitórias e foi vice-campeão mundial em 2017 e 2018.



Um contrato desses basicamente é um contrato tampão para pegar outro piloto para 2022.

Sinceramente eu acho que a Ferrari está enrolada.

Será que ela colocaria um Ricciardo com o Leclerc?

Acho que pra "compor o elenco" sobrariam Sainz e muito atrás a anos luz o Giovinazzi (que tem ligação com ela inclusive).

Se fosse apostar, acho que Vettel para ao fim da temporada 2020 (se houver) pois não acho que ele aceite um contrato tão curto.

A Ferrari pegaria o Sainz para compor elenco e o Ricciardo acabaria caindo na Mclaren Mercedes (Mclaren ano que vem sai do motor Renault e volta a ter motor Mercedes).
 

Thunder Dream

Veterano
Mensagens
394
Reações
676
Pontos
113
Acho que o melhor nome para a Ferrari é o Bottas.

Consistente, entrega o basicão e leva os pontos para a casa, não faz birra com ordem de equipe, não ia incomodar o Leclerc.
 
Topo