O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Como vc escolheu sua profissão? Está feliz com a escolha?



Bloodberry

Ilusão e Teatralidade
VIP
Mensagens
11.868
Reações
24.347
Pontos
594
Era pra eu ser artista plástica. Mas, segundo meu pai, seria pobre.

Eu amo escrever, eu amo ouvir e ler histórias.... e imagina-las, melhor ainda.
Então como jornalista eu consigo fazer isso. Saber um pouco sobre tudo, saca? É bem legal.
Mas tô com 3 salários atrasados, então não sei.
 

FRBJ

Supra-sumo
Mensagens
958
Reações
1.448
Pontos
183
Joguei Ace Attorney e pensei que era divertido ser advogado.
Nunca estive tão enganado.
 

geist

Bam-bam-bam
Mensagens
8.125
Reações
26.777
Pontos
353
c) Ser professor de ensino médio de Filosofia (estudar Filosofia é um sonho antigo)
O meu também. Quando eu terminar ciências contábeis quem sabe...
Abriu concurso para professor de filosofia na IFAM. Se tiver doutorado tira quase 10k de salário. Mas em prefeituras não é difícil tirar 2,5k só com a licenciatura.
 

dansamp

Larva
Mensagens
11
Reações
7
Pontos
3
Tô fazendo Med , como sou meio antissocial , os contras como "alta densidade de estudos e alta carga horária de trabalho" são na verdade meus prós pois (não lembro quem disse ) a felicidade está no ato de servir . Acho que vou ter uma vida em paz até o fim
 

CidoLoco

Bam-bam-bam
VIP
Mensagens
3.003
Reações
1.769
Pontos
254
Wall of text ahead.

Sou analista de qualidade de software, especializado em automação de testes e trabalhar (e atualmente coordenar) times distribuídos.

Devido a instabilidades familiares, eu levei pressão pra arrumar um emprego desde antes de fazer 18 anos. Uns meses depois de fazer 18 eu consegui um estágio em TI com um colega meu da faculdade. Era horrível, tinha que arrumar computador, atender hóspede no quarto deles, cuidar do CRM, cuidar de servidor linux, pagar boquete e servir cafézinho. Com menos de 6 meses de estágio já queriam que eu levasse pra casa o telefone do plantão. :klol Isso foi antes da lei do estágio. Devido às tais pressões familiares, inclusive, fiz 2 meses e meio de estágio de graça, porque minha mãe achava que eu ia perder a vaga se eu não fosse logo.

Saí desse estágio determinado a estudar e virar programador. Estudei pra um caralho por um ano, tava começando a ir bem nos simulados do SCJP (era na época da Sun ainda e Java 6 hahaha). Mas aí, novamente, vieram meus pais e começaram a tocar terror que não iam mais pagar a faculdade e o caralho e aí eu tive que correr pra pegar qualquer estágio. Tentei pegar algo bom e acabei indo pra uma empresa bem grande, como estagiário de testes para trabalhar com automação. Muita coisa rolou, eu não consegui trabalhar com automação direito lá e acabei saindo pra empresa que estou hoje em dia, onde finalmente consegui me especializar nisso. E eles continuaram pagando a faculdade por mais 2 anos, ou seja, a pressa era injustificada.

Pessoalmente, eu não gosto do meu trabalho. Gostaria de ter tido a chance de virar desenvolvedor, principalmente porque quando eu tava saindo dessa primeira empresa (já como funcionário) eu descobri que a maior parte dos estagiários de desenvolvimento nem sabiam programar e eram dispensados. Hoje, principalmente devido ao fato de eu ganhar razoavelmente acima do mercado, eu levo o trabalho mais como o instrumento para eu tocar minha vida do que algo para satisfação pessoal. Em 10 anos que eu trabalho nessa área eu nunca senti muito tesão, não vejo muito propósito na área de QA devido ao fato de que fazem uns bons anos que não trabalho em um projeto/cliente que entenda o que precisa ser feito e que compreenda qual o papel do analista de qualidade. Hoje eu ainda trabalho com um cliente extremamente complicado e difícil de lidar, cheguei inclusive a pedir pra sair ano passado. Ainda assim, como sempre procuro fazer o melhor trabalho possível acabei tendo um crescimento bom mesmo não acreditando muito no que eu faço.

Não foi de todo ruim, nesse tempo tive a oportunidade de desenvolver habilidades importantíssimas. Tiveram casos em que eu tive que apagar incendio entrando em reuniões com diretor, VP e o papa do cliente numa pressão do caralho e acabei me saindo bem e resolvendo problemas gigantescos. Isso é uma experiência valiosa. Viajei duas vezes para os EUA e, em um dos projetos, fiz uma implementação realmente legal e que por um momento me fez ficar feliz com o que eu fiz, principalmente quando fiquei sabendo que eles estavam há 10 anos atrás de alguém que conseguisse fazer o que eu fiz.

Não sei quando eu vou ter chance de mudar de área porque no ponto que eu estou e pela minha especialização, tem vaga de automação em todo lugar e ninguém quer "desperdiçar" o que eu sei me colocando pra fazer outra coisa. Uma das coisas que mais se procura aqui na área de TI é analista de automação sênior ou liderança. Meu plano principal é de segurar a onda até quitar meu apartamento e então correr atrás de outra coisa mais agradável, se possível fora do mercado de TI. Ainda assim até lá tem alguns bons anos.

Em paralelo, despejo minhas frustrações de programador nos projetos pessoais. Nos últimos anos venho desenvolvendo meu jogo para fins de fazer algo que realmente me satisfaça. Se não da pra fazer as coisas certas no trabalho, que ao menos faça em casa. O fato de eu ficar programando jogos em casa faz com que eu me destaque no trabalho devido às habilidades que eu ganho fazendo isso. E aí se mantém esse ciclo. :kbeca
 


tortinhas10

É Nintendo ou nada!
Mensagens
79.820
Reações
170.199
Pontos
979
Uma vez eu encontrei uma vhs em casa, aí fui assistir e era um vídeo de shemales que o meu pai tinha. Eu assisti curioso e curti muito a ambientação, o quadro, o foco, a qualidade é a fotografia . Aí, desde pequeno, eu decidi que seria produtor de filme pornô gay.



É um trabalho muito difícil, tenho que dar duro, mas eu gosto de trabalhar no ramo.


Enviado de meu Redmi 5 Plus usando o Tapatalk
 

Demétrio

Bam-bam-bam
Mensagens
3.950
Reações
4.576
Pontos
359
Trabalho com análises técnicas em seguradora. Dos ramos da administração e do tal "trabalhar em escritório", comparado com o que ouço de colegas, foi a melhor escolha que fiz. As pessoas aqui são mais velhas e tranquilas, o clima do escritório é muito agradável, e o trabalho, quase detetivesco, é bem divertido.
 

Project Schizoid

Bam-bam-bam
Mensagens
3.049
Reações
4.371
Pontos
303
Sou sargento do exército desde os 20. É um emprego que exige o oposto das minhas qualidades, mas consigo me virar e adaptar. O salaŕio é apenas "ok", e o trabalho ser bom ou ruim depende de uma infinidade de fatores, como local de trabalho, época do ano, tempo de serviço etc.
 

TonTon.13

Bam-bam-bam
Mensagens
5.862
Reações
7.033
Pontos
359
Profissão: cantor sertanejo.
Ganho muito, faço show só de madrugada, só ando de Ferrari, tenho mordomo até para lavar a minha bunda, durmo o dia todo e só pego filé.Me invejem.
 
Ultima Edição:

Tokai

Bam-bam-bam
Mensagens
1.108
Reações
1.681
Pontos
203
Profissão: cantor sertanejo.
Ganho muito, faço show só de madrugada, só ando de Ferrari, tenho mordomo até para lavar a minha bunda, durmo o dia todo e só pego filé.Me invejem.
Nah eu prefiro dormi a noite mesmo, Ferrari e inútil um celta chega no mesmo lugar, ficar pegando file para mim e fútil já ter o mordomo para lavar a bunda parece legal.
 

Land Stalker

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
17.512
Reações
56.896
Pontos
554
Advogado, devia ter ouvido minha mãe e vender caldo de cana na praia. Ou trabalhar de coveiro.
 

Sir.Heisenberg

Bam-bam-bam
Mensagens
1.043
Reações
1.879
Pontos
209
Fui na influência do meu pai e meu ex-sogro. Queria fazer Contábeis, meu pai não apoiava, sendo que ele fez esse curso e está bem hoje. Meu ex-sogro era engenheiro eletricista também, ficava puxando a sardinha pra esse lado. Fiz, até gosto, mas não me sinto satisfeito. Se tivesse mudado pra engenharia de produção, acredito que estava mais contente. Atualmente tô cursando um tecnólogo em gestão da produção industrial e vamo ver no que dá.
 

Death Knight

Bam-bam-bam
Mensagens
11.017
Reações
4.606
Pontos
444
Sou professor da educação básica. Preciso responder se estou feliz?

Sempre gostei muito de Geografia e História, então na época do vestibular pensei "por que não?". Fiz o curso de Licenciatura em Geografia na UFES e cá estou, me fodendo todo dia para ganhar uma miséria. Tenho que trabalhar 50 horas por semana (jornada dupla) para ter uma renda razoável.

Ano que vem vou largar um turno e dar aula 25 horas apenas para ter um tempo livre para fazer alguma outra coisa. Estou pensando seriamente em vender alguma coisa na praia para complementar a renda.
 

Dr.Saber

Bam-bam-bam
Mensagens
2.511
Reações
3.755
Pontos
303
Eu escolhi, mas eu saberei de estou contente só quando eu estiver na profissão mesmo. Atualmente eu faço uns bicos em uma área que costuma me dar muita dor de cabeça (T.I) e garante uns real, mas logo eu pular para outra área e fazer o que eu realmente eu quero.
 
Ultima Edição:

Bug_Secular

Bam-bam-bam
Mensagens
2.385
Reações
3.457
Pontos
303
Nunca tive uma profissão dos sonhos. Sempre curti estudar sobre doenças, editar vídeo, modelagem 3D, criar jogos e programar. Não sei se freelancer conta como profissão, mas eu até curto... aprendi muita coisa nesses 5 meses que estou bugando. Mas não sei se é algo que gostaria de fazer até a morte... ainda espero me formar em medicina, fazer um curso de artes visuais (não sei se é assim)... 100 anos de vida é pouco pra mim...
 

Bug_Secular

Bam-bam-bam
Mensagens
2.385
Reações
3.457
Pontos
303
Quanto será é o cachê do ator? eu sei que uma atriz ganha bastante, mas o ator é pago só pela foda grátis ou rola um din din?
Ganham menos que atriz. Mas depende do status do ator. Não sei se é verdade, mas todo ex-ator porno, após a carreira, ficam sem nada e com depressão... (PS: pelo menos é isso que vejo em entrevistas e documentários)
 

Agent_47

Veterano
VIP
Mensagens
279
Reações
729
Pontos
128
Ganham menos que atriz. Mas depende do status do ator. Não sei se é verdade, mas todo ex-ator porno, após a carreira, ficam sem nada e com depressão... (PS: pelo menos é isso que vejo em entrevistas e documentários)
O kid bengala então deve ser um pé de chinelo
 

Aloeh

Bam-bam-bam
Mensagens
6.157
Reações
1.332
Pontos
299
Sou designer de interiores e atualmente cursando arquitetura.

O negócio é canseira, passo raiva todo dia, mas vejo pouquíssimas coisas que gostaria de fazer ao invés disso.

Hoje mesmo apresentei um projeto pra um cliente que ficou sem palavras.

Só queria ganhar mais, acho que com a formação em arquitetura consiga morder uma fatia maior.
 

Devon_

Bam-bam-bam
Mensagens
4.064
Reações
3.691
Pontos
344
Fiz Direito, mas não gostei da área aí virei bancário. Pago as contas e não passo aperto, mas satisfação passa longe...


Enviado de meu SM-A910F usando o Tapatalk
 
Ultima Edição:

Guastinha

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.023
Reações
10.640
Pontos
689
Era pra eu ser artista plástica. Mas, segundo meu pai, seria pobre.

Eu amo escrever, eu amo ouvir e ler histórias.... e imagina-las, melhor ainda.
Então como jornalista eu consigo fazer isso. Saber um pouco sobre tudo, saca? É bem legal.
Mas tô com 3 salários atrasados, então não sei.
Você trabalha diretamente com jornalismo?
Digo, exercendo a atividade de jornalista?

Quase me formei em jornalismo, fiz Comunicação Social e na minha faculdade, após 4 períodos de teorias, os alunos poderiam decidir se iriam para o jornalismo, RP, Edição editorial, e comunicação Digital ( tinha mais uma, mas esqueci) optei pelo digital, por já ter familiaridade com TI, mas fiquei naquela de depois de formar em CD iria voltar e fazer Jornalismo, só que acabei fazendo Produção Multimidia, ( que completava a Comunicação Digital, de forma mais técnica)

Mas, ainda quero, um dia, quem sabe, voltar a CS e fazer jornalismo.
 

Bloodberry

Ilusão e Teatralidade
VIP
Mensagens
11.868
Reações
24.347
Pontos
594
Você trabalha diretamente com jornalismo?
Digo, exercendo a atividade de jornalista?

Quase me formei em jornalismo, fiz Comunicação Social e na minha faculdade, após 4 períodos de teorias, os alunos poderiam decidir se iriam para o jornalismo, RP, Edição editorial, e comunicação Digital ( tinha mais uma, mas esqueci) optei pelo digital, por já ter familiaridade com TI, mas fiquei naquela de depois de formar em CD iria voltar e fazer Jornalismo, só que acabei fazendo Produção Multimidia, ( que completava a Comunicação Digital, de forma mais técnica)

Mas, ainda quero, um dia, quem sabe, voltar a CS e fazer jornalismo.

Trabalho na redação de um jornal impresso de 106 anos.
Era um sonho, trabalhar na redação não é pra qualquer um. ainda mais com tanta demissão e 1 fazendo trabalho de 5.

Acho válido vc tentar sim, é bem legal.
 

RodieTogato

Ser evoluído
Mensagens
47
Reações
58
Pontos
38
Ainda estou cursando Publicidade e Propaganda mas já faço estágio. Até estou satisfeito com o curso, mas o trabalho é mega desmotivador, tenho que fazer ligações o dia todo e isso é insuportável.

Como forma de conseguir um estágio melhor eu to buscando certificações, cursos que me qualifiquem. Mas estou com certa dificuldade em definir o que eu quero. Ux, Programação, Design, Mídia e Edição de vídeos são coisas que me atraem só que não sei nem por onde começar.

Enfim, faltam 4 semestres pra finalizar o curso e sinto que estou correndo contra o tempo, já que meu estágio além de ruim não oferece possibildiade de efetivação. E pra piorar, embora esteja satisfeito com o curso, sempre fico pensando em como seria minha vida trabalhando com programação, afinal minha mãe é da área e sempre ganhou muito bem.
 

Guastinha

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.023
Reações
10.640
Pontos
689
Trabalho na redação de um jornal impresso de 106 anos.
Era um sonho, trabalhar na redação não é pra qualquer um. ainda mais com tanta demissão e 1 fazendo trabalho de 5.

Acho válido vc tentar sim, é bem legal.
Você esta realizada na profissão então.

Acredito que todo mundo que fez jornalismo, sonha um dia trabalhar em uma redação de um impresso.
 

OSMattOS

Bam-bam-bam
Mensagens
4.397
Reações
7.215
Pontos
303
Não sei dizer se serei felizao, ainda estou na graduação, mas o que posso dizer é que não é curso dos sonhos, tenho afinidade e gosto por parte do curso e outros não, como todo mundo. Meu curso escolhi por aleatoriedade conveniente do destino, e sinceramente acho que foi uma boa escolha em alguns parâmetros e outros nem tanto. Me permite uma carga horária boa e qualidade de vida é uma salário médio padraot muito bom para horas trabalhadas além de ser uma rica área e com futuro promissor com adesão da tecnologias. Mas não é meu sonho principal, é um caminho pra ele, já que me permitirá tempo e qualidade de vida para auto realização de outras coisas, além de ser algo que não desgosto. Mas através dessa benção de Deus eu irei poder ter condições, qualidade de vida e poder para fazer meu sonho pessoal se tornar realidade. Tenho uma promessa de Deus que ele fez na minha vida. Tudo no seu tempo.

Ah, meu curso é radiológia. Quanto a área que pretendo adentrar ela tem a ver com arte em si, mas especificamente música, agora uma outra coisa que usa voz e que eu adoraria TB trabalhar é dublador. Gosto de imitar vozes de personagem, porém sou tímido. Mas com tempo e exposição e enfrentamento isso se passa. Meu problema é mais imitar em público kk, meu não acho que de todos kkk.

Mas enfim cada coisa no seu tempo. Eu já tenho sérios problemas de foco e concentração. KKK me poudo um pouco nestes aspectos. Em relação a meu curso, é a área boa é interessante ( eu gosto das matérias específicas objetivas pra atuação profissional msm, tipo anatomia e fisiologia, fraturas e os processos "investigação" mas infelizmente sofro muito na concentração, foco/emocional e pensament). É uma luta diária, mas aos poucos tô no me adaptando, já tenho consultas TB que faço que me ajudam.

Eu só não sou muito feliz ainda, bem, em parte por ter problemas em seguir e ter êxito no sistema acadêmico, tenho muita dispersão, sofro com alguns problemas emocionais TB, mas isso estou lidando melhor e faço consultas. O outro, pelas matérias não objetivas do curso (tirando inglês que amei) mas é por impaciência e caráctistica minha.. odeio fazer algo que não gosto e sem objetivo, sabe aquelas matérias que estão na grade curricular do curso, mas não são nem um pouco utilizáveis em prática, tá aí algo que me incomoda é msm eu sabendo que faz parte do curso, ou melhor, da vida.. meu cérebro tende a temar. Geralmente estudo elas com condições específicas, tive que adotar estratégias específicas. E a outra é por não ter terminada e não estar na área ainda e nem recebendo kkkk. KKK mas isso é com todo mundo que não concluiu curso integral e não trabalha. Então faz parte do pacote e da vida... Mas no meu caso, só faltam dois anos. :eek::kcool
 

Mc Lan novamente

Veterano
Mensagens
179
Reações
563
Pontos
128
Uma vez eu encontrei uma vhs em casa, aí fui assistir e era um vídeo de shemales que o meu pai tinha. Eu assisti curioso e curti muito a ambientação, o quadro, o foco, a qualidade é a fotografia . Aí, desde pequeno, eu decidi que seria produtor de filme pornô gay.



É um trabalho muito difícil, tenho que dar duro, mas eu gosto de trabalhar no ramo.


Enviado de meu Redmi 5 Plus usando o Tapatalk
Geralmente você não conta a mesma mentira em dois tópicos diferentes. E eu já te vi falando isso antes.
Você produz gay pr0n mesmo?
 

tortinhas10

É Nintendo ou nada!
Mensagens
79.820
Reações
170.199
Pontos
979
Geralmente você não conta a mesma mentira em dois tópicos diferentes. E eu já te vi falando isso antes.
Você produz gay pr0n mesmo?
Sim.

Tem interesse?

Não se preocupe, o seu rosto não aparecerá nos filmes. Você será o dublê, apenas a sua bunda aparece.

Enviado de meu Redmi 5 Plus usando o Tapatalk
 
Topo